História Depois do Recomeço - Negan segunda temporada de Depois do - Capítulo 44


Escrita por:

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Negan, Personagens Originais
Tags Bellamy, Bellamy Blake, Carl Grimes, Daryl Dixon, Hot, Jeffrey Dean Morgan, Negan, Sexo, Smut, The Walking Dead, Twd
Visualizações 98
Palavras 1.705
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 44 - Capítulo 43


Negan e eu estávamos no consultório médico esperando que o doutor David chegasse. Hoje era o dia em que se déssemos sorte, saberíamos se era menino ou menina. Negan estava ansioso, sua perna balançando enquanto estava sentado ao meu lado. Eu estava indo para o quarto mês e tudo estava caminhando bem e sem sustos.

Eu já estava deitada na maca ao lado do aparelho de ultrassom, assim como a enfermeira - e também esposa de David - me preparou. Negan estava sentado ao meu lado, impaciente. 

Na primeira ultrassom que fizemos, o som do aparelho estava danificado e não ouvimos o coração do bebê, mas eu achei que Negan fosse chorar quando viu a imagem granulada do nosso feijãozinho na tela.

- Espero que ele não diga que tenha errado e estamos esperando gêmeos ou algo assim - eu disse para descontrair e o cutuquei com o cotovelo. 

- Seria difícil, mas provavelmente poderíamos gerenciar - disse ele. Eu estava com dó de quão ansioso ele estava. Tão fofo.

- Você queria mais de um desta vez? - perguntei, olhando para ele.

- Claro - ele quase não me esperou terminar. Eu fiz uma careta só pelo pensamento. 

- Você só quer mais um garoto - provoquei. Ele pegou minha mão e a beijou.

- Deus me ajude se for uma menina como você - ele disse com um sorriso.

- Uau. Vou levar como um elogio - disse com uma risada.

Sorri quando a porta se abriu. O médico entrou com um sorriso no rosto. Doutor David era um ser humano incrível e passava aquela sensação de tranquilidade só por olhar para ele.

- Olá, papais. Ansiosos? - perguntou animadamente.

- Nós estamos - eu disse, virando-me para encarar Negan - Eu acho que estamos preocupados de que serão gêmeos - pisquei.

- Eu acho que se fossem gêmeos, você estaria maior - o médico respondeu com uma risada - E hoje eu posso deixar você ouvir os batimentos cardíacos enquanto eu estou fazendo o ultrassom, só para que você tenha prova de que seu bebê está bem.

O doutor sentou-se em um banquinho perto de mim e pegou uma garrafa com gel.

- Levante sua camisa, por favor - pediu. Eu o fiz e ele esguichou um pouco do gel no meu abdômen, então moveu o aparelho de ultrassom mais perto de mim. Ele o ligou e depois pegou-o do suporte. 

- Vamos começar - disse, animado. Eu olhei para Negan e praticamente ouvia seu coração acelerado.

- Tudo bem - eu disse baixinho, com um aceno de cabeça. Ele deu um pequeno sorriso, querendo manter sua pose. Era estranho quando ele não falava, e isso só confirmava seu nervosismo.

O médico apertou ligeiramente o aparelho, e logo um tremor foi ouvido. 

- Isso é o batimento cardíaco? - Negan perguntou, seus olhos arregalados. Eu senti as lágrimas em meus olhos, era a coisa mais pura e fofa vê-lo assim. Quantas vezes eu pensei nisso quando estava grávida de Nick...

O médico acenou com a cabeça, um sorriso no rosto.

- Parece que há apenas um, então não se preocupe com gêmeos - ele fez um gesto com a outra mão para que nós olhássemos para a tela - Vejam. Será uma criança grande.

Ele clicou em alguns botões, mexendo o aparelho na minha barriga. 

- Deixe-me obter uma posição melhor e posso lhes dizer o sexo do bebê - ele moveu o cursor ligeiramente, e então apontou para a tela - Aqui... seria muito óbvio se você estivesse tendo um menino, e eu não vejo um pênis, então estou confiante de que vocês dois estão tendo uma menina.

- Uma menina! - eu não consegui conter o entusiasmo. Secretamente eu queria uma menina para completar o time. 

- Uma menina - Negan repetiu, sorrindo como um bobo. Eu queria ter como tirar uma foto dele nesse momento para guardar para sempre.

- Vocês querem uma cópia do ultrassom? - doutor David perguntou.

- Sim - Negan respondeu no mesmo momento. O médico riu um pouco, depois alcançou e apertou um botão na máquina.

Depois de um momento, ele entregou a nós a impressão enquanto os batimentos do coração da bebê pararam de ecoar na sala.

- Ela parece tão pequena - eu disse, soltando a mão de Negan e rastreando a foto com o dedo.

- Tudo está bem, pelo que vi - o médico tirou várias folhas de papel toalha para que eu limpasse o gel da barriga - Só preciso te fazer umas perguntas e vocês estão livres.

Doutor David perguntou mil coisas, inclusive como foi minha gravidez de Nick. Contei do pequeno problema que tive nos primeiros meses e ele me garantiu que isso não aconteceria dessa vez, que tudo estava bem e saudável com nossa bebê. 


- Eu acho que ela tem seu o nariz - Negan comentou quando chegamos em casa. Ele não parava de olhar para a foto do ultrassom.

- Você não pode dizer isso agora, não dá pra ver quase nada - respondi, rindo. Ele se sentou no sofá e me puxou de pé em sua frente, seu rosto na minha barriga.

- Agora tenho duas para cuidar - ele beijou minha barriga e eu acariciei seus cabelos.

- Ainda bem que o antigo berço do Nick é branco, vai funcionar para ela também. Você só vai ter que montar - eu disse. Nick dormia numa cama agora e o berço veio de Alexandria desmontado.

- Eu com certeza vou fazer isso logo - disse ele enquanto seu sorriso se ampliava - Agora que sabemos que estamos tendo uma garota, temos que pensar num nome.

- Sim - eu disse com um aceno de cabeça. Nós já havíamos falado sobre isso e ambos decidimos que só íamos pensar quando tivéssemos certeza do sexo - Será que Nick vai gostar da notícia?

- Ele parece feliz o desde que contamos sobre a gravidez e eu acho que ele ficará feliz com uma irmã.

Nick tinha aceitado bem e perguntou onde o bebê ia dormir, e até ofereceu sua cama.

- Ele vai ser um grande irmão mais velho - eu disse e então me inclinei e beijei sua bochecha. 

Negan olhou para a cópia do ultrassom de novo.

- Eu realmente acho que ela tem o seu nariz.

Eu ri, empurrando seus cabelos para trás. 

- Bem, nós vamos ver quando ela nascer. 

Negan segurou minhas mãos e então me puxou para sentar em seu colo.

- Você escolhe o nome - falei. Ele ergueu as sobrancelhas grossas e escuras.

- Eu não faço idéia, você vai ter que me dar um tempo - ele disse e eu o encarei com uma cara de me poupe.

- Anna, Grace, Elizabeth, Angel, Melissa, Ellie, Jane, Joanne, Emilly... - ele me calou quando pressionou a mão contra meus lábios.

- Jesus - ele riu - Me dê pelo menos cinco minutos, é muita responsabilidade escolher o nome que uma pessoa vai usar a vida toda.

Eu levantei as mãos em sinal de rendição e sai de seu colo, me sentando ao seu lado no sofá. Eu levei um tempo até decidir o nome de Nick também.

- Eu gosto de Nina - ele disse depois de um tempo.

- Nina, eu gostei - eu sorri. Era um nome curto e não era esquisito.

- Então decidimos - ele me beijou, leve e com carinho, e a campainha tocou.

- Deve ser Nick - eu disse. Ele ficou com as crianças no parquinho enquanto fomos fazer o ultrassom e Elina, a moça que cuida da escolinha ficou tomando conta dele e combinou de trazê-lo em meia hora.

Negan abriu a porta e aquele foguete de cabelos escuros entrou e quando me viu, eu abri os braços e ganhei o melhor abraço do mundo.

- Você tá cheio de areia, porquinho - eu o beijei, amassando-o. Ouvi Negan agradecer e fechar a porta - Temos algo para te mostrar.

Fiz sinal para Negan e ele deu a foto do ultrassom. Nick olhou sem entender.

- É a sua irmãzinha, que está na barriga da mamãe. É uma menina - Negan estava agachado ao lado dele, apontando para o pequeno ponto.

- Ela vai brincar de carrinho comigo? - ele perguntou, arrancando um sorriso de nós dois. Essa era a preocupação dele. 

- Claro que vai - Negan garantiu, mas Nick não pareceu convencido - Qual é o nome?

- Nina - Negan respondeu e olhou para mim, dando uma piscadela - Você gosta?

- Quase o meu, né mamãe? - perguntou, notando a semelhança. Menino esperto.

- Sim, quase como o seu, mas o dela é de menina e o seu de menino - expliquei. Ele deu os ombros e entregou a foto de novo para Negan. 

- Posso brincar de novo lá fora?

- Hoje não - eu intervi antes que Negan concordasse - Você vai tomar um banho e ajuntar os brinquedos que deixou jogado pela casa. Amanhã você volta e brinca com seus amiguinhos.

Ele fez uma cara de birra e choro, e olhou para Negan.

- Eu posso, papai?

Ele sempre recorria para Negan quando eu era dura com ele. Lancei um olhar para Negan e ele fez uma cara de não tem jeito e Nick bateu os pés no chão, cruzando os braços e fazendo birra.

- Eu já disse não, Nick. É melhor subir antes que eu te deixei de castigo - avisei, sem levantar o tom. Essa era a idade que eles começavam a mostrar as asinhas e Nick por si só já tinha um gênio forte, se eu deixasse pensar que mandava em si eu estava perdida.

- Vamos com calma, Emma - Negan tocou minha barriga num aviso mudo e me deu um beijo - Vamos lá, vou dar um banho em você, cascão - ele o pegou no colo e o colocou sobre o ombro e ele gargalhou.

Pra mim é birra e para ele é gargalhada. Ok.

Sentei no sofá e esfreguei minha barriga.

- Espero que você não seja teimosa assim, garotinha.

Porque se for... Deus nos ajude.

 

YEAH! É UMA MENINA!!!!

Vcs gostaram do nome?

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...