História Depressão - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Depressão
Visualizações 25
Palavras 266
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lírica, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 33 - Vadia


Minha mãe descobriu que eu me corto, foi chato, bem chato, eu odeio ela, odeio odeio odeio odeio odeio

Foi no almoço, eu estava conversando com meu irmão sobre um trabalho de história, sabe, já devo ter falado sobre ele aqui, foi horrível também, cujo um colega meu havia estragado ele, e, conforme fala, tocava na minha blusa e acabei mostrando, de forma bem ínfima, os cortes, e ela interrompeu a conversa apenas para me falar merda, como sempre, dizendo que sou um idiota estupido pobre que só faz merda com o lixo da vida que possui, eu estou enlouquecendo, e meu irmão apenas ficou me julgando entre as pequenas pausas dos escrementos que saiam da boca deles.

Perante o resto do dia sai e fui jogar algumas coisas com uns colegas, foi bem legal, mas o tempo inteiro eu ficava pensando sobre o que ocorreu e as merdas que ela me falou.

Antes deu sair ela estava no quarto dela e disse para eu conversar com ela, talvez de forma mais civilizada, como se a porra de uma vadia pudesse conversar de forma normal com um monstro, de qualquer jeito ela falou para eu não fazer isso e procurar um psicólogo se estivesse me sentindo mal.

Foda-se o que aquela puta fala, ela mesma disse q as minhas feridas eram de muito tempo, meses, aquela puta teve meses para perceber isso e nunca fez nada, eu odeio ela e quero que ela de foda, isso é o meu corpo, a porra do meu brinquedo, e vou fazer o que eu quiser para me sentir melhor nesse mundo de merda.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...