História Depression- SebaCiel - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Alois Trancy, Ciel Phantomhive, Claude Faustus, Condessa Rachel Durless-Phantomhive, Edward Midford, Elizabeth Midford, Finnian "Finny", Grell Sutcliff, Madame Red (Angelina Dalles), Príncipe Soma Asman Kadar, Sebastian Michaelis, Sieglinde Sullivan, Undertaker, Vincent Phantomhive, William T. Spears
Visualizações 97
Palavras 436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - A promessa


Fanfic / Fanfiction Depression- SebaCiel - Capítulo 4 - A promessa

Ciel mantinha os olhos bem abertos, sentia-se como uma frágil presa. Seu corpo havia sido imobilizado para que não houvesse mais complicações. Mesmo não conseguindo enxergar ao redor, sentia que estava sendo levado para uma sala, a sala de cirurgias. Afinal, estava com uma grande fratura exposta na perna esquerda. E se não fosse tratado de imediato teria riscos de futuramente ter que realizar a amputação da mesma. Permaneceu em silencio ao até chegarem em uma sala escura e fria

 

— Se acalme. Não irá doer muito. — Uma voz rouca ecoa pela sala antes de acenderem as luzes, revelando realmente uma sala de cirurgia. Ciel nem teve chances de reclamar ou suspirar, pois em questões de segundo uma enorme agulhar cirúrgica penetrou em sua fratura. O grito de Ciel porá estridente, preenchendo a sala toda com gritos, debatia-se com todas as forças sobre a mesa cirúrgica. O phantomhive era como uma fera a ser contida.

— Usem anestesia para fazer ele dormir! — ordenou o cirurgião. Os internos assentiram com a cabeça, e com uma grande dificuldade um dos internos conseguiu sedar o garoto, que em questões de segundos acabou por ficar inconsciente.

A cirurgia ocorreu com total sucesso. Logo o Phntomhive estava apto para receber visitas, e com de se imaginar, a primeira foi de Angelina Durless, a tia materna de Ciel, e também medica no hospital em que Ciel se encontrava.

— Ciel, meu sobrinho! — Gritou ao chegar em frente a porta. Assim que soube da noticia, a ruiva abandonou tudo o que fazia para ir ver o único que restara de sua família. Estava muito abalada com esse trágico fato. Havia perdido todos o que amava. Vincent Phantomhive era seu amor desde a adolescência, mas mesmo que fosse apaixonada por seu cunhado, apoiava com todas as forças o relacionamento de sua irmã que tanto amava. E a perda de Astra também lhe deixava inconsolável.

 

Ciel se sentia fraco, ao seu lado estava Angel que o ajudava com o almoço. Angel sorriu e afagou os cabelos azulados de Ciel antes de se levantar.

 

— Irei deixa-los a sós. — sorriu antes de se retirar.

 

Angelina correu e sentou-se a uma cadeira ao lado da cama e tomou com firmeza as mãos do menino.

 

—Como vocês está, meu precioso sobrinho?! — perguntou tentando conter as lagrimas de emoções.

 

Ciel forçou-se a sorrir limitadamente. Mal sabia o que dizer, pois, como diria que estava bem se acabara de perder sua família e quase ser amputado?

 

Angelina notou que o garoto se sentia desconfortável, então decidiu-se calar-se e apenas abraça-lo.

 

— Eu estarei ao seu lado para sempre, Ciel. A titia nunca vai te abandonar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...