História Depressive Boy - Chanbaek LongFic - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias 4Minute, A (ACE), Bangtan Boys (BTS), CL (Chaelin Lee), EXO, Lee Min Ho
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Hyun A, Kai, Kris Wu, Lay, Lee Chaelin "CL", Lee Min Ho, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Automutilação, Depressão, Romance
Visualizações 110
Palavras 958
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLÁ MEUS AMORES!!
Eu fiz um cover de Sweater Weather no meu canal (Kpoppers iludidas) se quiserem ir la ver, eu agradeço!

Capítulo 26 - Capítulo 24 - Park Jimin?


ChanYeol P.O.V

Liguei para o meu amigo Jason e falei a ele sobre as mensagens que eu havia recebido, ele era o tipo hacker, e ia me ajudar a descobrir quem foi que me mandou tais mensagens.

•Ligação On•

Alô, Jason? Já estou a caminho.

- Ok, ChanYeol. Estou te esperando aqui na minha casa, venha logo e veja se ninguem suspeito esta te seguindo.

Tudo bem, já chequei e não tem ninguem suspeito, chego ai daqui a cinco minutos.

•Ligação off•

Depois de ter desligado a ligação, voltei a dirigir, e em menos de cinco minutos eu ja estava em frente a casa de Jason, estacionei o carro e entrei na sua casa.

一 Eae, ChanYeol, tudo bom? - Jason me cumprimentou com um aperto de mão e um abraço.

一 Tudo mais ou menos, quero logo descobrir quem me enviou essas mensagens. - Falo o olhando e mordo meu labio inferior. Fomos até uma escrivaninha que havia ali e eu lhe entreguei o celular, no contato desconhecido.

一 Enquanto eu checo aqui, se sente ali naquele sofá. - Pediu e eu assenti, me sentando e esperando.

(Minutos depois)

一 JIMIN? Eu não acredito nisso! - Falei surpreendido. Jimin era um amigo meu de infancia, nos conhecemos no primeiro ano do ensino fundamental, e estudamos juntos até o 2 ano do ensino médio, e durante tudo isso Jimin admitiu gostar de mim, mas eu não pude fazer nada, porque eu via ele como um irmãozinho mais novo. 一 CARALHO! NÃO PODE SER!

一 Calma ChanYeol... Eu tambem descobri onde ele mora, posso passar o endereço para você. Mas olha, não faça nenhuma besteira. - Ele me passou o endereço do garoto e eu agradeci, saindo de la e indo no endereço dado.

Parei em frente a uma pequena mansão, e sai do carro, batendo na porta e logo uma empregada veio me atender.

一 Boa tarde, o que deseja? - Perguntou calma encarando - me.

一 Park Jimin está? Preciso falar com ele, é urgente! - Falei a olhando.

一 Claro, espere um pouco. - Demorou alguns segundos. 一 Pode entrar, lhe levarei até o quarto dele. - Falou e acompanhou até o quarto do mais novo.

Ao chegar la, ela me deixou na porta e eu entrei no quarto, vendo Jimin em pé com as mãos no bolso de seus shorts.

一 ChanYeol... Nunca imaginei que poderia vê-lo novamente. - Deu um sorriso e se aproximou de mim lentamente. 一 Sentiu tanta saudades que veio me procurar? - Mordeu os seus labios e eu suspirei.

一 Por que você está querendo fazer isso? - Pergunto.

一 Isso o que? - Deu uma de sonso.

一 Por que você quer acabar com o meu namoro com BaekHyun? Não adianta negar, eu descobri que foi você quem me mandou aquelas mensagens.

一 Hm... Você foi bem rápido, né? ChanYeol, você não merece aquele garoto, ele é magro, esquisito e feio. Já eu, sou lindo e posso te dar muitas coisas... - Falou sorrindo malicioso e passou a lingua entre os seus labios.

一 Eu amo o BaekHyun! Pare de falar essas coisas Jimin, eu sempre vi você como um irmão mais novo. Não era você que sempre dizia que desejava que eu fosse feliz? Então por que esta fazendo isso agora? - O olho indignado já sentindo meus olhos arderem.

一 ChanYeol, mais que porra! Eu te amo caralho, BaekHyun é apenas uma amor passageiro, o esqueça logo! - Falou me olhando, e antes que eu pudesse responder, ele se jogou em cima de mim e começou a me beijar e a morder os meus labios... Eu estava quase desistindo, mais não! Eu amo o BaekHyun e não vou trair ele.

Empurrei o garoto e me afastei, limpando os meus labios.

一 Eu só espero que você não encoste um dedo sequer em BaekHyun, senão eu não respondo por mim. - Falei furioso e sai de seu quarto, batendo a porta. Fui para fora de sua casa e entrei em meu carro, dirigindo até a casa de BaekHyun.

Bati na porta e o esperei abrir, e assim que vi aquele rosto maravilhoso dei um sorriso e o abracei igual hoje mais cedo.

一 BaekHyun... Eu te amo! - Falei e comecei a beija-lo, prensei seu corpo contra a porta que eu havia acabado de fechar e o coloquei em meu colo, levando-o até o seu quarto. Tranquei a porta de seu quarto e o deitei na cama, Baekkie me encarava sorrindo e passou seus braços em volta de meu pescoço.

一 Eu senti sua falta. - O mais novo falou sorrindo e me deu um selinho demorado.

一 Eu tambem senti sua falta, meu amor. E no momento oque eu mais quero, é você. - Falei tirando sua blusa e comecei a distribuir beijos pelo seu pescoço.

O garoto arfou e começou a tirar minha camisa também, dei um sorriso e mordi os labios... Depois de um tempo, já estavamos nús...

一 A-ah... ChanYeol, vá mais rápido por favor! - BaekHyun gemia enquanto eu aumentava a velocidade das estocadas, entrelacei minhas mãos com as de Baekkie e coloquei a cima de sua cabeça, e então encarei o seu rosto suado e sorri, assim que senti o ápice próximo, o estoquei mais algumas vezes e logo gozei dentro do mais novo. Me joguei ao seu lado e sorri satisfeito, cobrindo os nossos corpos com o seu edredom quentinho.

一 Vamos dormir... - Susurrei o olhando e beijei sua bochecha.

一 Eu te amo.. - Ele me deu um selinho e se aconchegou em meu peitoral, onde ali mesmo dormiu. Sorri e comecei a encarar o teto, nunca na vida eu iria deixar alguem maltratar o meu bebê, nem que para isso eu tive que dar a minha vida.

•¥ Venha pra mim, não hesite Você é incrível, meu universo Apenas me ame certo (a-ha) Todo meu universo é você [EXO - Love Me Right]¥•


Notas Finais


JOGUEI A BOMBA E SAI CORRENDO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...