História Depressive love - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bungou Stray Dogs
Personagens Akiko Yosano, Ango Sakaguchi, Atsushi Nakajima, Chuuya Nakahara, Edogawa Ranpo, Elise, Fyodor Dostoyevsky, Gin, Ichiyou Higuchi, Junichirou Tanizaki, Kenki Miyazawa, Kouyou Ozaki, Kunikida Doppo, Kyouka Izumi, Motojirou Kajii, Nakahara Chuuya, Naomi Tanizaki, Oda Sakunosuke, Osamu Dazai, Ougai Mori, Personagens Originais, Ryurou Hirotsu, Ryuunosuke Akutagawa, Sakunosuke Oda, Tachihara Michizou, Yukichi Fukuzawa, Yumeno Kyusaku
Tags Bungou Stray Dogs, Dazai, Zerotwo
Visualizações 13
Palavras 1.067
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Incesto, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Agência?


Fanfic / Fanfiction Depressive love - Capítulo 2 - Agência?

Acordo num lugar totalmente estranho, minhas costas estavam sobre algo macio e elas agradeciam totalmente por isso, faz tem que eu não dormia numa cama, olho para o lado e vejo um garoto de cabelos brancos dormindo ao lado da minha cama numa poltrona, me levanto devagar mas acabo caindo de cara no chão por causa da fraqueza. 

- Você está bem? _O albino que antes dormia agora me perguntava preocupado.

Começo a sentir meu corpo frio, sinto minhas mãos tremerem e meus olhos arderem. - Que-quem é você? _Perguntei ainda trêmula. As lágrimas lutavam para poderem sair mas eu estava segurando. 

- fica calma eu sou o Atsushi e... _De repente a porta se abre com força assustando eu e o tal Atsushi. 

- CHEGUEIIII!!! _Um homem de cabelos castanhos chegou gritando fazendo meus ouvidos doerem um pouco. - Hum? Ela acordou? _Ele perguntou notando a minha presença. 

- Ela está muito assustada ainda!! _O tal Atsushi sussurrou baixinho para o moreno. 

- Entendo... _Ele disse me encarando. - Olá garotinha!!! _Garotinha? - Eu sei que está com medo mas queremos que você se junte a nós e a agência. 

- Agência? _Perguntei confusa. 

- Sim uma agência de paranormais que ajuda em casos que a polícia não consegue resolver. _ ele disse com uma voz extremamente séria. - E então o que me diz? 

- Eu... Eu... Eu não  quero!!! _Falei rapidamente deixando os dois totalmente chocados. 

-O QUE? _ os dois gritaram juntos enquanto eu os encarava com o olhar mais frio que eu conseguia. 

- Mas então me responda como você vai viver a partir de agora? _O Dazai perguntou e me fez ficar pensativa, ele tinha razão nessa aspecto mas não vou confiar e um desconhecido de novo. 

Eu juntei forças e corri em direção a enorme janela que havia no centro da parede e me joguei dela caindo em pé no chão, comecei a correr por aí, corri o mais rápido que eu pífia até parar a frente de um barranco enorme, me sentei ali e comecei a recuperar o fôlego eu ainda estava muito fraca por causa do tempo que eu fiquei naquele lugar. 

- EI GAROTAA!!! ESPERA AÍ!!! _ Eu vi o tal Atsushi correndo em minha direção e parando a minha frente para respirar  me levanto na mesma hora. 

- Eu já disse que não vou com você!!! _Gritei já alterada para o tal Atsushi.

- Você vai morrer se ficar sozinha zanzando por aí... _Retrucou ele também gritando.

- Eu não... _Sinto alguém nos observando e começo a olhar ao meu redor.

- O que foi? _Ele perguntou confuso.

Continuo observando até que vejo alguém por cima de um prédio super alto, ele tinha uma arma e apontava para o Atsushi assim que ele apertou o gatilho eu me jogo em cima dele e nos dois caímos num barranco, Atsushi acabou desmaiando.

- Certamente você não é uma garotada normal. _Um homem de cabelos negros e com duas franjas brancas e os olhos da mesma cor apareceu na nossa frente dando um mini sorriso.

- Quem é você?_ Perguntei enquanto saia de cima do Atsushi.

- Quem eu sou não importa mas você importa e muito. _Ele disse ainda com esse sorriso de canto que já estava começando a me irritar. Ele começa a se aproximar de mim lentamente, olho para o Atsushi e para o homem que tentou nos matar. Eu não posso fugir e deixar o Atsushi aqui, apesar de tudo ele não é uma pessoa ruim mas será que eu vou conseguir vencer? Droga não é hora de pensar nisso!!

- O que você quer comigo?_ Perguntei lançando lhe um olhar frio.

- Quero que se junte a mafia do porto._ Ele disse parando a uns dois passos de mim.

- Sinto muito não estou interessada._ Falei ficando a frente do Atsushi.

- Então eu farei você se interessar._ Ele desaparece do nada e aparece atrás de mim. Antes dele me acertar o soco eu dou um pulo e desvio com sucesso. Dou uma mordida bem forte em minha mão e o sangue começa a escorrer, estico ele a minha frente e faço uma linha de sangue no ar que logo se transforma numa espada.

- Então esse é o seu poder? Ele será muito útil na mafia do porto. _Ele disse tirando uma espada de sua cintura e assim uma batalha de espadas começa. Seus ataques eram rápidos e muito fortes mas graças a minha boa percepção eu consegui desviar de todas. Algumas horas haviam se passado e ambos estavam cansados, dou um passo para trás mas acabo tropeçando e caindo de bunda no chão.

- Essa é sua última chance, então o que você decidi?_ Ele perguntou apontando a espada para minha garganta.

- Morra!!_ Eu falei irritada e ele aumentou ainda mais esse sorriso sádico dele, antes dele perfurar minha garganta com a espada eu desvio minha cabeça e a espada acaba perfurando o chão e ficando presa lá. Me arrasto pelo chão até sair de baixo dele e perfuro sua barriga quase próximo ao coração dele e ele cai no chão, a tentação era muito grande mas me controlei ao máximo. Desmancho a espada e o sangue volta para a minha mão, corto um pedaço da minha saia e enrolo na mão para o sangue parar de pingar.

- Atsushi kun? Você está bem?_ Perguntei chacoalhando-o devagar. Ele abre os olhos e pisca algumas vezes.

- O que aconteceu?_ Ele perguntou desnorteado enquanto se sentava.

- Aquele cara tentou te matar!!_ Falei apontando para o homem caído a nossa frente.

- Akutagawa!!!_ Ele gritou se aproximando do corpo.

- Você o conhece? _Perguntei com nojo e raiva na voz.

- Ele faz parte de uma organização chamada Máfia do Porto e eles são inimigos número um da agência._Ele disse saindo de perto dele e se aproximando um pouco de mim. - Olha eu sei que você está com medo e que não confia na gente mas você precisa vir comigo é o único jeito de você não ficar em perigo denovo. _Ele disse seriamente.

       - CE-certo!!!_Falei virando o rosto para o lado do rio. - Então... por favor me carregue. _Falei sentindo minhas pernas vacilarem e eu indo novamente ao encontro do chão mas fui pega por ele no último instante e tudo se apaga novamente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...