1. Spirit Fanfics >
  2. Desabafo de uma garota diferente >
  3. Eu tenho um problema?

História Desabafo de uma garota diferente - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi lindinhos,eu só queria dizer que se chegou até aqui muito bem-vindo.
Essa história não é bem uma história,é mais um desabafo,o meu desabafo.
É só para mim me sentir bem e não prender nada para dentro de mim e escrever ajuda,por isso fiz está história.
Sem mais delongas,vamos a leitura.
Beijinhos de chocolate!

Capítulo 1 - Eu tenho um problema?


Vocês já pensaram que podem estar sofrendo sem saber?

Eu nunca tinha pensado nisso até 13/08/2020.Nesse dia estava tudo bem,eu passei o dia mechendo no meu celular,lendo um livro, ocasionalmente conversando com a minha mãe e meus irmãos e estava tudo bem,as coisa desandaram de noite.

Minha mãe havia tirado o meu celular e foi se deitar,ela conversou um pouco com o meu pai e então nos chamaram para o quarto deles e nós tivemos uma conversa bastante reveladora e eu consegui falar algo que estava preso dentro de mim a muito tempo e eu nem ao menos tinha consciência disso.

O meu pai me disse,com razão,que eu não era mais uma garotinha,que eu tinha que crescer,tinha que fazer o ENEM como qualquer adolescente no último ano do ensino médio e eu quero,quero fazer o ENEM,quero fazer faculdade,me formar em letras e futuramente escrever um livro.

Mas toda vez que alguém fala sobre isso,a única coisa que eu consigo sentir é pressão,uma pressão avassaladora,que me assusta.Apesar de eu querer me formar e estudar,eu não me sinto pronta.

Eu não conseguia dizer isso,eu não conseguia me espressar e acabava ficando calada enquanto ouvia.Meu pai estava certo,eu sabia,mas isso não segnifica que eu estava bem com isso.

Quanto mais ele falava,mais nervosa eu ficava e mais sufocada eu me sentia, até que eu não aguentei mais,eu explodi,uma explosão de choro e desespero mas,ainda assim,eu não conseguia explicar oque estava acontecendo.

Meus pais perceberam que tinha algo errado e tentaram me acalmar e me fazer falar,mas eu me engasgava em soluços e não falava nada.E então eu falei:

Eu estou com medo!

Eu estou me sentindo pressionada!

Não me sinto bem!

Não me sinto pronta!

Eu me sinto tão estranha!

Então eu percebi,que essas coisas não eram normais de se sentir então eu percebi que tinha algo errado comigo.Que isso não era normal.Eu fiquei mais assustada ainda.

Então eu parei para pensar oque eu fazia de tão diferente.Oque me assustava tanto.Entao eu percebi.

Não é normal se sentir mal por ter que falar com os outros.

Não é normal que você assuste as pessoas a sua volta por que teve uma crise de desespero.

Não é normal chorar por coisas que aconteceram a anos 

Não é normal sempre ficar inquieta,mexendo alguma parte do corpo continuamente.

Não é normal pensar que é indigna da vida que tem e que merece a morte.

Não é normal querer se trancar dentro de casa e nunca mais sair.

Então eu percebi que realmente tinha problemas.E isso me assustou.E eu pensei como sou fraca,me sinto mal por coisas tão bobas que para mim eram muito ruim.

Se alguém me dissesse que eu teria que ir a um lugar sozinha,eu passaria a noite mal,não porque teria que ir sozinha,mas sim porque teria que falar com as pessoas.

Então a ficha finalmente caiu,eu inconscientemente já sabia,por isso eu leio tanto,se eu ler o tempo todo,eu vou estar distraída demais par me importar com oque estava acontecendo dentro da minha cabeça,os livros e os mangás que eu leio são meu refúgio.

Eu nem ao menos consigo abraçar a minha família sem me sentir desconfortável.Então o meu pai me disse que seria bom se eu fosse ao psicólogo,que isso me ajudaria.

Mas isso me assustou ainda mais.Eu sabia que era o melhor para mim,eu neguei,mas não adiantaria agora que ele sabia que eu não estava bem,não permitiria que eu continuasse assim.Entao eu aceitei.

Eu estou assustada em falar com um estranho sobre algo tão íntimo que eu demorei tanto tempo para falar para minha família.Mas eu não vou estar sozinha.

Eu finalmente me sinto aliviada.

Eu falei para eles.

Eu acho que inconscientemente estava pedindo ajuda.

Eu me senti tão bem depois que falei.

Eu não me sinto mais tão sufocada.


Notas Finais


Bem é isso,se leu até aqui muito obrigada.
Eu não vou por como concluída,pretendo em algum momento escrever de novo.
Está história é realmente um desabafo,um diário virtual que eu não me importo que as pessoas leiam.
Obrigada por ter lido.
Beijinhos de chocolate!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...