1. Spirit Fanfics >
  2. Desabafo pessoal >
  3. Viver certo é errado?

História Desabafo pessoal - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Sim





Sou eu mesmo, o autor, não é um poema, é um desabafo pessoal

preciso disso!

Capítulo 1 - Viver certo é errado?



Á quem esse desabafo possa interessar, quem lê as minhas histórias sabe muito bem como eu gosto de aprofundar meus personagens e explorar á cada momento os seus sentimentos e estados emocionais, porque isso que é decência em todo ser humano, eu gosto muitode me sentir feliz, respeitado, parte de alguma coisa, forte tanto fisicamente quanto mentalmente......Sabe,ser eu!


Infelizmente, nem todos pensam da mesma maneira, eu sou uma pessoa que cresceu sem pai, e por motivos muito diferentes do que muitos de vocês possa estar pensando, eu só tive 3 mulheres que tiveram significado realmente semlhante á mãe na minha vida, íncluindo minha própria....Quando você é pequeno, você acha que tudo que mandam vc fazer está certo, por que são mais inteligentes e tem mais expêriencia de vida, mas quando você adentra o mundo deles e sendo forte para manter a pureza de ser uma pessoa boa junto com quem você é, é algo impressionante, valorizar seus reais vínculos, sua familía e seus amigos...desde que eu ganheigosto por histórias eu valorizo as emoções com todo o meu ser e os prazeres da vida como se apaixonar ou criar algo, Deus! eu nem sequer tenho costume de fazer eses desabafos, eu podia escolher muitos lugares pra soltar ele, como Facebook ou Instagram, mas eu escolhi o Spirit, por que é um lugar que eu tenho mais acesso á pessoas moralmente decentes e de mente aberta pra conversar,
durante a minha vida ínteira eu sempre amei a minha mãe, porque ela, minha tia, meu tio, minha vó e meu avô sempre foram tudo que eu tive....Eu nunca cheguei a ter amigos de verdade até o Ensino Médio, onde conhecí pessoas decentes que hoje fazem me sempre sorri quando me encontro com elas, mas como todas as boas amizades, nossos camnhos se separam, Tudo bem! eu Superei!.....Meu avô morreu em 2017, eu costumava fazer coisas como assistir filmes de terror com ele ou jogos de futebol, mesmo não sendo fã de jogos de futebol, eu só queria passar um tempo com ele, eu chorei em sua morte, Mas Superei!.....Minha tia está passando por momentos dificeis, eu tenho que ser forte para ajuda-la, eu tenho 18 anos, tenho que ser um homem melhor em todos os quesítos, apoiando ela e ajudando como eu posso,minha vó é como minha segunda mãe, e depois de hoje, mais mãe do que a minha original, minha mãe biológica cujo o nome eu não vou citar........Semre foi carinhosa, era alguem que eu amava, respeitava e gostava de ter na minha vida, o problema é que quando você ai crescendo e se tornando um adulto, você vai ganhando forças pra aguentar as dores que o mundo vai jogar em você, tanto as físicas que no caso seríam as minhas dores internas ainda desconhecídas as razões, minha ansciedade que me leva a me sentir Horrívelmente no fim da vida, que é algo que eu valorizo tanto....mas as maiores dores que temos são as perdas, por que quando mais valioso é o que se perde, mais díficil fica viver sem ele......Depois que adquíri certa idade comecei a trabalhar com minha mãe, minha mãe sempre teve certa rígides em como eu me vestia, mas mais especifiamente no meu cabelo, ela costumava críticar que meu cabelo erasemelhante á um "Capacete de Minecraft", Engraçado, não?...........sim, eu rí disso durante muitos anos, mas eu confesso uma coisa, eu nunca gostei de cortar o cabelo, a navalha deixa uma espécie de queimadura sobre a minha pele que dura por horas sempre, e ao longo dos anoseu tentei dialogar com a minha mãe pra que ela visse como eu sou, eu gosto de me vestir de preto, branco, azul e etc....e ela concordava em tudo, mas minha mãe aparentemente adquíriu paranóia em relação á isso, ela simplesmente impôs que eu cortasse o cabelo, ou então me demítiria, sim, ela é a minha chefe, quando eu tentei dialogar com ela de forma racional o do porque eu não queia cortar, ela veio á me decepcionar, me revelando que não me acha "Bonito" e de acordo com as próprias palavras dela "Não quer ver esse cabelo na minha frente nunca!" e depois dessa noite me chamou de coisas que abalaram meu emocional que eu me esforço pra ser inábalavel, "Lixão"........................Que tipo de mãe chama seu filho assim?....ela deixo bem claro, que não liga pra como eu me sinto em relação á isso, que não se importa como eu me sinta, ela não está dispota a tratar de sua paranóia de perfeição da aparência, e ainda acha que eu me manifestr sobre isso é que eu estou querendo atingir ela, e eu nunca tive tais intenções, então, quando eu continuei falando, descobri muitas coisas 
peculiares, ela não só não liga pra como eu me sinta, como se eu não cortar meu cabelo, vai me demitir sendo que eu faço muito todos os dias pra ganhar meros 200 reais, minha mãe consídera também que eu tento atingila por ser um pouco preocupado emexcesso com a minha saúde e com as coisas que sinto, eu tenho ansciedade e sinto coisas como dores internas, palpitações cardíacas e falta de ar,......................recentemente eu tive uma Crise de Ansiedade, minha mãe estava na casa do namorado, eu nunca havia me sentido tão perto da morte, e todos estavam comigo, minha prima mais nova que é como uma irmã pra mim,meu tio, muitas vezes uma fígura paterna e minha tia que sempre demonstrou preocuparse demais comigo e com os animais...como ela ama os animais, mas quando ligamos pra minha mãe e descrevemos o nível do ataque de ansciedade, simplesmente ela disse que eu estava fígindo tudo.................eu gotária de ter tomado aquilo como elogio, ter a habilidade de contraír desesperadamente os pulmões e as pupilas
simplesmente como atuação, ou de ficar trêmulo realistamente como atuação, mas simplesmente não foi, o que aconteceu recentemente é que....ela não liga pra como estou me sentindo, e temo começar a pensar que ela está se arrependendo de ter me tído, entenda, minha mãe tem comlexo de adolescencia sendo que possuí pouco mais de 45 anos..................eu sei que isso parece mais uma mera reclamação, mas depois de ser chamado de "Críatura", "Lixão" e "Desleixado" pela minha mãe, simplesmente por ser quem eu sou, sinto que estou á uma ponta de nosso vínculo ser quebrado.......eternamente! e eu não quero isso
Sinto estar perdendo tudo...minha vó não sei quanto tempo lhe resta, espero que muito, meu tio pode ser meio muleke as vezes, minha tia quase não sabe cuidar davida direito...........eu não sou independente ainda, não tenho namorada e meus amigos só os vejo uma vez ao mês, tudo bem, vivo com isso de boa!
Mas a desilusão de saber que sua mãe, não te quer como você é............dói, eu lacrimejei debaixo dos lençóis por que parece que o laço que eu tenho com ela, está muito perto de ser rompido
..
..
..

Realmente espero que entendam como me sinto, e como isso me atinge!
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...