1. Spirit Fanfics >
  2. Desabafo, um diário digital >
  3. Autoestima; (parte 1)

História Desabafo, um diário digital - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


♬~ Candy • Doja Cat
[🍥] :: Qua, 18 mar
- 03:30

Capítulo 3 - Autoestima; (parte 1)


Fanfic / Fanfiction Desabafo, um diário digital - Capítulo 3 - Autoestima; (parte 1)

Olá amiga(o),

Olha eu aqui de novo, é quatro da manhã e meu sono está totalmente desregulado dês de que minhas aulas entraram de greve; Já tem um mês... Vou morrer cedo 🤘🤠

Nossa eu espero que ninguém leia esse capítulo porque puta merda :')))

Bom, faz um tempinho que eu não apareço aqui, tem várias coisas que eu gostaria de já ter escrito mas não consigo juntar tudo na minha cabeça e escrever um texto... É tudo uma bagunça, mas vamos lá.

Autoestima; autoestima é um dos maiores problemas da minha vida, se não o maior.

É uma montanha russa, o que eu penso sobre mim muda em questão de minutos ou até segundos, o tempo inteiro. Principalmente em relação a aparência. 12:00 eu posso estar muito bem comigo mesma, 12:05 eu já estou me sentindo horrível.

Isso tudo me persegue dês de muito novinha, quando eu digo muito, eu digo muito mesmo. Eu lembro de uma vez ter ido em um salão com a minha mãe cortar as pontinhas do meu cabelo; Lembro poucos flashs desse dia, eu era bem nova, então não sei muito bem como eu tinha ido com o cabelo no dia. Eu me sentei na cadeira do salão e a moça cortou as pontas dele. E por algum motivo que eu não sei eu teria que voltar com ele solto para casa, eu fui o caminho inteiro chorando de soluçar e me tremendo por ter pânico de usar o meu cabelo solto pelo fato dele não ser tão liso como de todos da minha família. A mesma família que colocou essa mesma insegurança em mim, fazendo piadas "inofensivas" (na cabeça deles) sobre isso, eu não entendia, porque hora elogiavam muito por acharem mais bonito de todos, e hora colocavam apelidos que me deixavam super mal. Minha mãe contou o acontecido para minhas tias em tom de  a piada e não viu o quanto isso era problemático. Eu só tinha 4 anos, 4 FODENDOS ANOS!! E eu já conseguia me odiar mais que tudo por não ter um cabelo como eu achava que era o certo. 

Todos como sociedade fodem as cabeças de garotas impondo o que é certo ou errado antes mesmo delas saberem falar direito. Uma dica para todos, nunca, NUNCA aponte nada na aparência de uma criança a não ser que for para dizer coisas positivas, ninguém liga para suas piadinhas, você pode deixar marcas em alguém pra sempre. Trate seus primos, sobrinho e irmãos mais novos bem, você nunca sabe as coisas que podem estar passando na cabeça deles. Por favor sejam gentis com as crianças e trate elas como você sempre quis ser tratado(a) na sua infância. Converse com elas, as escute, seja paciente, os elogie; Eu sei que às vezes eles podem ser extressantes mas não seja um babaca. :c

Provavelmente tem algo que alguém disse sobre sua aparência na sua infância e que até hoje você é insegura sobre isso. Acertei? Se sim, então POR FAVOR PARE DE TRATAR MAL CRIANÇAS SÓ PELO FATO DE SEREM CRIANÇAS!!

Continua, (leia as notas finais).


Notas Finais


~ 🍒
Hey, vindo aqui no finalzinho para dizer que a data e hora estão bem diferentes de quando eu escrevi e de quando eu postei porque eu comecei a escrever, parei, e terminei depois.
E o texto continua no próximo capítulo, ele já está bem grande então prefiro o separar.
Muito obrigada a quem acompanhou até aqui​ <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...