História Desabafos de uma Menina - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 3
Palavras 982
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Poesias
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Começando com o pé direito


Fanfic / Fanfiction Desabafos de uma Menina - Capítulo 4 - Começando com o pé direito

Ok, talvez seja um desabafo total o que irei escrever... Por que? Bem, vou contar um pouco de quem eu sou, da onde eu vim, e o porquê de eu parar aqui... Estou em meus plenos 14 anos... Pra vocês podem ser "pouca vivência", mas, para mim não, eu vivi e vivo coisas que nunca queria, ou imaginaria viver...

Vamos começar tudo isso direito.

Bom, meu nome é Nah, me, Meme, Lila, boia, a.n, rafiki, (muitos apelidos) tanto faz come você quer me chamar. Nasci no dia 26/11/04, e eu me lembro da minha infância muito bem... Eu nasci no meio da favela, meus pais sempre deram o possível para mim e minha irmã termos o melhor, ou pelo menos aceitar que algumas coisas não dá para aceitarmos ter. Eu era uma criança, vamos dizer que extrovertida, sociável e peculiar, aceitava (e aceito) as diferenças de cada um. Porém, não era tudo a mil maravilhas, desde pequena sofri bullying, por problema que tenho em meu corpo, o que graça a Deus vou fazer cirurgias para tirar, ou também, por eu sempre tirar notas altas... Eu não ligava, pois eu contava a minha tia, sim, tia, eu tinha uma relação boa com meus pais? Claro, mas sempre contei tudo a ela, tínhamos uma ligação, que meu Deus.

Foi ela quem me ajudou a não ligar para o bullying, com minha mudança de escola, com minhas notas, com tudo... Mas como o mundo é imperfeito, em 2013 ela morreu... E aí começou, meu mundo caiu, de uma forma que eu nunca imaginaria, minha mãe ficou em depressão, minha irmã quase, e eu? Bom, eu fiquei, só não demonstrava... Quando ela morreu, ei comecei a ligar a outros que falavam de mim, sempre tentava me mudar, e ajudar todo mundo, eu era a cachorra mandada da sala, sim, eu era... Tudo isso fez minha auto estima cair, junto com a felicidade, as notas, tudo...

Em 2016, eu tive meu primeiro amor, meu primeiro namorado, o que eu me arrependo. Nossa família é amiga até hoje, mas sempre tento fugir dele, por quê? Bem, a gente tava no réveillon juntos, nossas famílias queria comemorar juntas, e vamos dizer, que eu fazia merdas, ele me transformou em alcoólatra, o que me arrependo até hoje de ter sido... Nisso, eu estava bêbada, pois ele me embebedou, ele me abusou... Eu me lembro de tudo, eu tava paralisada, não conseguia nem gritar, e ele era mais forte que eu...

Eu me prendi a coisas que nunca imaginaria, então, em 2017, eu comecei a me machucar, escondendo tudo dos meus pais, pois eu tinha medo de meus pais souberem... Eu meu auto mutilei, meu corpo é marcado por isso... Quando minhas amigas souberam, elas ficaram arrasadas, pois eu tentava me matar, eu não queria mais viver, pode ser drama o que vocês pensam, porém não é...

Meus pais descobriram, e me levaram a psicóloga, me ajudou, um pouco, mas não o suficiente de fazer tudo parar...

Chegou 2018, metade do ano, eu tava "feliz", mas fiz coisas que me arrependo, que é ter mentido, não vou entrar em detalhes, pois isso me trás sofrimentos... Quando descobriram tudo, eu não aguentei, eu sei que fiz coisas erradas, e me desculpei, mas começaram a me machucar, literalmente... 15/06/18, tentei suicidio, eu parei no hospital, quase morrendo, mas consegui se forte e resisti...

Eu mudei de escola, entrei em outra, onde eu era calada, surtada, eu tinha crises de ansiedade, depressão, no meio de aula... Eu comecei a tomar remédio, onde tomo até hoje...

Não vou mentir que eu não tentei me matar mais uma vez, pois eu tentei, e não deu certo k...

Cá estamos nós, 2019, eu consegui fazer amizades, mas nem tudo é perfeito... Eu não como bem, vamos dizer que só besteira, ou quase nada... Por conta disso eu tenho desmaios, junto com ansiedade e pressão baixa... Não me cortei mais, nem tentei me matar, mas às ideias ainda passam em minha mente, não que eu não estou bem na escola nova, lá ele não me julgam, todo mundo sabe, até meus professores (por conta da minha mãe trabalhar la)...

Esse ano, aconteceu coisas que eu nunca imaginaria... Minha amiga tentou se matar, o que eu consegui ajudar a fazer ela a mudar de ideia; minha ex namorada, se matou, por conta de quem...? Eu... Eu me odeio por isso, eu fiz de tudo por ela, ela quis termina, mas eu, eu não fui atrás dela... Meu best, bem, a gente ficou, mas eu sla, a gente se afastou, e agora que tamo voltando a se falar...

Minha bff, e uma menina (vamos chamar assim: BFF: m.r; menina: carioca), pegaram meu coração, eu não paro de pensar nelas um minuto, e eu sei que não tenho chance com nenhuma, uma eu até falei, ela está de rolo com outra, eu entendo, e eu não quero estragar a felicidade dela, e eu não irei ser hipócrita, pois eu faria o mesmo, eu seria sincera... Se ela está feliz, vou estar feliz por ela, certo...?

A m.r, não falei com ela, pois ela é hétero, e eu sei que não tenho chance, e isso tá me destruindo...

Agora, o por que de eu estar aqui? Bem, gosto de escrever, e aqui quero dizer que vocês não estão sozinhos, e farei o possível em que meus desabafos, poemas, músicas, eu ajude vocês... Vocês não estão sozinhos, eu estou aqui, e vou ajudar.

Ok, vocês não me conhecem, nunca me viram, mais isso não é problema, pois com base de minhas palavras, vou tentar passar conforto, ajuda, um abraço virtual, onde vocês podem falar comigo. Eu estou aqui para o que precisarem, mas eu pesso, de fundo do meu coração, nunca fazem/tentem, suicídio e automutilação, ou bebidas, drogas, tanto faz, isso só irá piorar. Vai por mim, eu sei...


Notas Finais


É isso, sinta-se livre❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...