História Desafio de Alfas. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Lemon, Namgi, Omêga X Alfa, Short Fic, Taegi, Yoongi Bottom X Bts Top, Yoonjin, Yoonkook, Yoonmin, Yoonseok
Visualizações 240
Palavras 2.091
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu tenho fics pra atualizar sim, mas enquanto vcs estão aí de boas, eu fiz esse pequeno tiro. Depois eu faço a capa.

*AVISOS:

Yoongi é bottom pra todos, e não vai rolar suruba! Pelo menos não ao mesmo tempo '^^

Em nenhum momento eles vão estuprar o Yoongi, nada será feito contra a vontade dele, e isso será explicado depois.

Vai ter no máximo nove ou oito CAPÍTULOS, incluindo o prólogo e o final.

Cada capítulo vai ser lemon de um shipp com o Yoongi passivo.

BOA LEITURA, ALQUIMISTAS!!!!!!!

Capítulo 1 - Desafio de Alfas: Prólogo.


Jin levantou mais cedo que todos naquele dia. Após o lançamento do álbum, das turnês e do BBMAS, os rapazes estavam esgotados, e o alfa mais velho decidiu que estava n hora de agirem... Normalmente

Isso começou com o café que fez sem pressa, já que os outros nunca acordavam na hora certa. Passou rapidamente para o lado do quarto que pertencia á Yoongi, para garantir que ele não iria acordar.

  Olhou distraído para o calendário em frente ao guarda-roupa, e suspirou. Dia seguinte seria o primeiro dia de cio de Yoongi. Ele ficava completamente diferente nesses dias.

  Se isolava mais que o normal, falava menos ainda, e dormia por quase o dia todo. O recorde de dormir vinte horas seguidas foi conquistado no seu último dia de cio.

  E pra constar mais, ele era o único ômega de toda a casa. O único em todo o grupo, mas isso era escondido da mídia. Se soubessem que Yoongi era ômega, e que ele passava os cios dopado, não se sabe o que aconteceria.

  — Hyung? —o moreno disse abrindo preguiçosamente os olhos pequenos.— O que foi?

  — Nada. —respondeu suspirando.— Vou fazer o café, volte á dormir.

  Dito e feito, como o esperado. Jin sorriu, descendo para fazer o café. Ele só não sabia que Yoongi não voltou á dormir.

  O estado de pré-cio o deixava constantemente alerta, ele não conseguia dormir bem. O que lhe dava sono, eram os remédios e por isso ele dormia tanto. Não que ele não gostasse disso.

  Se sentou, observando o calendário com a maior preguiça possível. Abriu a gaveta do criado mudo que ficava ao lado de sua cama e tentou achar a cartela de remédios. Mas suas mãos encontraram apenas o vazio. E agora, com o corpo totalmente alerta, ele procurava com sua lentidão pelos remédios. Decidiu controlar seus surtos quando não encontrou nenhum.

  — Ah, que droga...—murmurou respirando fundo para não ter um surto. Sentiu sua nuca arder, e soltou um arfar com isso.— Eu não acredito! Vai começar agora?

  O calor desceu por suas costas, se instalando em seu peito e no baixo-ventre, o fazendo arfar baixinho. Por enquanto, ele tentaria esconder seu verdadeiro estado daqueles alfas que viviam consigo, era só tomar um banho frio.

****

  — Bom dia, Yoongi. —Namjoon disse se sentando no sofá, vendo o outro descer as escadas devagar.— Ah, hyung... Tenho um notícia ruim para você.

  "Ah, que coisa linda." O ômega pensou lendo a mensagem.

  Ela dizia sobre supressores estragados. Basicamente eles eram a base do cio de Yoongi, o moreno não podia ficar eles. Iria passar uma semana inteira com dores?

  — Quando é seu próximo cio? —Namjoon perguntou franzindo a testa.

  — Amanhã. —disse suspirando.— Se quiserem falar comigo, estou no estúdio.

  — Vai tomar café primeiro! —Jin disse fazendo bico.— Anda logo, depois eu explico a situação pros outros.

  Yoongi odiava quando Seokjin conseguia lhe convencer, odiava quando todos conseguiam lhe convencer. Apesar de ômega, Yoongi tinha personalidade forte, e raramente conseguia se convencido de algo. Mas às vezes os alfas conseguiam, como agora.

  O pequeno tomou o café resmungando e pensando em sua situação, isso que foi notado pelos outros, que observavam tudo com os lábios prensados.

  — Hyung, a gente pode ver se tem alguém com supressores por aí. —Namjoon disse dando de ombros.

  — Namjoon, o boato se espalha. Se descobrirem que sou ômega... Não, eu me aguento por uns dias sem isso. —disse quase convencendo os rapazes disso, mas sabiam bem que não era assim.

  Ômegas ficam muito sensíveis durante os cios, eles sentiam dores, óbvio, mas era mais que isso. Bem mais. Além das dores, tinha o lubrificante, o calor e o incômodo de tudo junto. Jin lembrava de sua mãe, quando ele tinha cios e seu pai não estava em casa. Ele ficava vendo ela se desgastar dentro de casa enquanto sentia dores e calor. Ela era um pouco esquecida e não lembrava de comprar os remédios, o que rendia para que ele e seu irmão mais velho tomassem conta da casa.

  — Você não pode se aliviar?—Namjoon perguntou dando de ombros, a testa franzida. Yoongi riu.

  — Não Namjoon, me tocar só faria piorar. —ele respondeu.— Porque um toque já exige outros mais intensos. Por isso, eu me recuso á me tocar.

  "Acho que não é só por isso..." Namjoon pensou dando de ombros. Mas ele não queria seu hyung assim, odiava ver elas sentindo dor. Mas se era decisão dele, não iria se meter.

  — Agora eu vou pro estúdio. —Yoongi disse se levantando, saindo da cozinha enquanto os garotos restantes desciam para tomar café.— Ah e... Podem ficar de bico fechado!

  Depois que o de cabelos negros subiu as escadas, os outros quatro se sentaram e comeram em silêncio. Até Jungkook sorrir de canto.

  — Yoongi hyung entrou no cio, certo?—ele perguntou rindo fraco.— Eu acho graça quando ele fica assim. Ele muda tanto.

  — Não ria disso Kookie, os supressores sofreram estragos sérios, e ele vai ficar sentindo dor por essa semana. —Jimin disse revirando os olhos para o mais novo.

  — Ai, desculpa voz da paz, eu esqueci!—ele disse.— Enfim... Mas não tem nenhum sobrando?

  — Não, exportar para cá levaria tempo, todos os da Ásia sofreram com fabricação. —Namjoon disse suspirando e tomando um gole de seu café.— Estou com pena do hyung.

  — Eu ainda não entendo como a gente consegue. —Taehyung disse com a mão no queixo.— Digo, passamos anos com Yoongi hyung, e mesmo com supressores, ele fica soltando cheiro.

  — Os supressores só abafam a dor e o calor, não param o cio. —Seokjin disse suspirando.— Yoongi também nunca passou um cio acompanhado... Esse com certeza vai ser a pior semana pra ele.

  — Ele se recusa á receber ajuda. —Jimin sorriu descrente.— É um ômega teimoso mesmo.

  — E se a gente ajudasse ele? —Jungkook perguntou sorrindo de canto, aquele sorriso começava á assustar os outros.

  — Ele não vai deixar. —Taehyung revirou os olhos.

  — Bem, ele não. Mas o cio sim. —Jungkook deu de ombros.— Digo, o que vai acontecer se o Yoongi passar mal em frente á uma entrevista? E ainda por causa de cio?

  — Jungkook tem razão, mas fazer Yoongi se entregar pra nós não seria contra a vontade dele?—Namjoon perguntou passando as mãos sobre os fios.

  — Quem disse que vai ser contra vontade? Ele não vai negar. —o maknae disse dando de ombros.

  A mente do mais novo funcionava de um jeito diferente, mas ele tinha em mente que queria ajudar Yoongi. Mas também tinha em mente o desejo que seu alfa tinha pelo mais velho e que era um ômega teimoso, além de que completamente não submisso. E bem, e juntaria o útil ao agradável. Ele também sabia que esse era o desejo de todos os alfas interiores que estavam ali, ele sentia.

  Todos os alfas tem sua vontade de se mostrarem melhores que outros, era instinto que não se podia mudar. E no caso daquela casa com seis alfas e um único ômega, o desejo era possuir o pequeno.

  — Enfim, o que acham de transformar isso em um desafio?—ele perguntou dando de ombros.— Quem conseguir que Yoongi se entregue facilmente, ganha.

  — Isso é muito sujo, Jungkook!—Seokjin disse apertando as mãos na mesa.— Não vou fazer nada que não seja para ajudar Yoongi!

  "Mas vai fazer... Mordeu a isca, hyung." O maknae pensou rindo fraco.

   — Mas vai fazer e isso já conta. —o mais novo deu de ombros.— Enfim, como vamos definir os dias?

  Yoongi ouvia tudo com o riso preso na garganta. Não que achasse que iria resistir, não, como seis alfas daqueles em sua cola, seria impossível que ele conseguisse manter sua líbido sobre controle. Mas queria ver quem conseguiria lhe fazer ceder primeiro. E infelizmente, sua mente de ômega se pegou ao lado de que eles iriam "lhe ajudar", o que já era motivo para sair dali. Sabia que era tudo orgulho alfa, mas deixou de lado.

Se os meninos diziam que ele era trapasseiro, ele discordava. Ele apenas sabia como viver nesse mundo, então se aproveitar disso o faria ter o melhor cio da sua vida. Suspirou e ficou apenas o suficiente para ouvir o que eles planejavam, e em seguida voltou para o estúdio.

  — Bom, cada um coloca uma shocker sua aqui. —Namjoon disse estendendo uma caixinha.— A gente dá um jeito de fazer o Yoongi usar uma por dia, e no aleatório, quem ele escolher tem sua tentativa.

  O de cabelos castanhos não concordava com a parte da aposta, mas não queria correr o risco de perder. Odiava quando seu alfa tomava o controle, tinha medo de magoar Yoongi, mas não era ele.

  — Mas, para ser justo, vou pegar uma do Yoongi. Se eles escolher a sua, ele passa um dia sozinho. —disse se levantando e indo para o quarto do moreno, tendo sorte em o mesmo não estar lá. Pegou uma shocker preta do moreno e desceu as escadas novamente.— Pronto. Agora, vamos ver no que vai dar.

*****

  Yoongi deu o máximo de si para esconder seu calor e dor. Acordou sentindo a cama molhada de suor, depois durante o café, ficou sentindo como se emfiassem agulhas em seu baixo-ventre de cinco em cinco minutos. Estava acostumado á sempre ter supressores, e aquilo estava uma luta.

  — Hyung, olha o que eu achei!—Taehyung disse descendo as escadas com a "caixinha da discórdia", com denominou.

  Eram as shockers, ou coleiras como ele chamava, mas ele não sabia de quem eram. Estava com medo de escolher uma e... Bem, seu psicológico não estava preparado.

  — Dá pra usar uma por dia. —ele disse, como quem não quer nada, parecendo que não sabia de toda a história.

  — Escolhe uma. —Jimin disse bebendo seu suco de uma vez.

  Yoongi sabia. Então, de olhos fechados, ele pegou a sua própria shocker, a colocando no pescoço.

  — Amanhã eu vejo qual vai ser. —disse sentindo os olhos pesados.— Eu vou pro estúdio, qualquer coisa, me chamem.

  E foi o que fez. Foi para o estúdio e ficou por lá, mas quem dera fosse compondo. Ele na verdade estava só tendo surtos de dor, e além disso, de calor. Precisava lembrar de colocar o ar-condicionado em nível Ártico, porque não era possível que estivesse com tanto calor assim.

  Yoongi ainda se recusava á se tocar. E não faria isso. Sua mãe lhe contou uma vez: um toque, gera um toque mais intenso. Se masturbar iria precisar de uma foda em seguida, e depois disso... Yoongi temia onde havia acabado de se meter.

  — Hyung?—ouviu a voz de Taehyung e se recompôs.— Eu posso entrar?

  — O que você quer?—perguntou tirando os cabelos da testa, que mesmo estando frio pra porra insistia em grudar de suor.

  — Eu só quero ver como você está. —disse revirando os olhos.— Eu não vou fazer nada.

  Taehyung estava sendo sincero. Não faria nada que Yoongi não permitisse, e jamais conseguiria lidar com seu hyung de qualquer forma. Ele tinha orgulho alfa sim, mas ficaria mais orgulhoso se não fizesse muito e Yoongi praticamente lhe pedisse para ser tocado.

  — Entra. —Yoongi disse abrindo a porta de seu estúdio, logo voltando para seu teclado, dedilhando sem muita vontade.

  — Como você está?—o rapaz de cabelo longo perguntou tirando seus cabelos da testa, assim como ele havia feito antes.

  — Com calor, com dor... E agora, com fome. —disse dando de ombros.

  — Você vai é ficar doente com esse ar-condicionado, tá pensando que tá na Antártida?—o mais novo perguntou brincando, fazendo o outro rir seco.- Quanto á comida... Pega, é meu último mas eu compro mais depois.

  O castanho lhe entregou um pacote de biscoitos, uma coisa que ele tinha sempre consigo, apenas para garantir que quando estivesse com fome não surtaria.

  — Obrigado, Taehyung. —o ômega disse lhe abraçando levemente, fazendo o outro mexer em seus fios suados.

  Dali veio um cheiro doce de baunilha e algo mais que lhe lembrava lírios, mas o cheiro mudaria para cada alfa, para cada momento. Taehyung tinha uma queda por fragrâncias doces, e por isso ele gostava de ficar inebriado com o cheirinho de Jungkook. Mas no momento, o seu preferido era o de Yoongi.

  — Eu vou descer, se algo acontecer, pode me chamar e aos outros, ok?—Taehyung disse dando seu sorriso quadrado e saindo do estúdio do mais velho.

  Assim que saiu, passou a mão pelos cabelos e os puxou levemente, rindo fraco.

"Essa aposta de alfas vai render."


Notas Finais


Pqp, fui no editor e quase não achei a versão certa, eu fiquei com o cu na mão lkkakkqkalakaa

Ainda vou fazer os banners dos capítulos, mas o próximo logo bem com capa. E com lemon 🌚

Até mais, Alquimistas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...