História Descendants School - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Descendentes, High School Musical
Personagens Carlos de Vil, Evie, Jay, Mal, Príncipe Ben
Tags Easthigh, Longliveevil, Musical
Visualizações 63
Palavras 2.393
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrig Pra Quem fav :3 moram no core hehe
Enjoy :3

Capítulo 4 - Refectory


Fanfic / Fanfiction Descendants School - Capítulo 4 - Refectory

Harry POVs

Era minha hora de agir, já que rolou aquela ceninha ‘’adorável’’ vamos mostrar o que é melhor para Mal. Avistei a mesma sozinha no refeitório, fui até ela se apoiando na mesa a seu lado.

- O que uma dama faz sozinha? –Perguntei já puxando o assunto com meu melhor sorriso encantador. Ela olhou para mim e riu pelo nariz.

- Estudando, aliás deveria fazer o mesmo –debochou continuando a anotar algo no caderno. Nós encaramos rápido e começamos a rir.

- Bela jogada, quem não te conhecesse diria que é uma garota estudiosa, mas quem tem tudo o que quer pode tudo –sentei ao seu lado virado para fora. Passei meus dedos sobre a mecha do seu cabelo louros enquanto a via mastigar seu chiclete. – Senti muito sua falta nesse verão, Sunshine.

- Hum –ela apenas me encarou parando de mascar por um segundo e voltou a mascar desviando de mascar com um sorriso perverso. – Eu também.

- Isso é música para meus ouvidos, aliás te ouvir cantar na sala com o Beny bobo –fiz careta ao mencionar aquele jogador e ela riu pelo nariz. – Seria muito mais melhor você cantando solo.

- Era aula, não podia simplesmente negar, até que ele nem é tão mal assim –ela disse a última frase sem se tocar do que disse e apertou os olhos com um bico. Sorri de canto negando com a cabeça.

- Tem bom coração a patricinha –brinquei e ela me deu um empurrãozinho enquanto pelo canto do olho pude ver Beny bobo entrar sozinho no refeitório. – E se a gente aproveitar o que não deu para fazer no verão?

- O que por exemplo? –Ela tinha um sorriso sapeca em seus lábios. Me aproximei acariciando seu rosto angelical.

- Acho que você já tem uma ideia não é do que se trata –sussurrei num tom rouco e ela apenas riu assentindo e então a beijei até espero que o Beny bobo veja, ficamos trocando caricias.

Ben POVs

Fui buscar um lanche para mim no refeitório pois já estava quase na hora do intervalo, a comida daqui era divina, já havia provado por conta dos meus pais trabalharem aqui. Estava pegando minha bandeja quando vejo alguém tropeçar na minha frente, larguei a bandeja para ajudar.

- Você está bem? –Logo vi que era Uma que havia caído, a ajudei a levantar mas ela grunhiu de dor.

- Acho que torci o meu tornozelo –indagou segurando o mesmo gemendo de dor. A carreguei no colo e a sentei na mesa mais próxima.

- Onde você machucou? –Perguntei pois já sabia ligar com isso já que no time muitos se machucavam e eu que socorria. Ela apontou e eu fiz uma leve massagem na região a vendo fazer muitas caretas. Comecei a rir por ser muito engraçado suas caretas e ela riu também. Ouvi murmúrios e encarei do lado vendo o que eu jamais pensei que iria ver, Mal e Harry se beijando. Não sei por que mais aquilo mexeu demais comigo que eu até fiquei em transe sem nem perceber até ouvir um estralo.

- Você gosta dela, não é? –Perguntou como se fosse obvio e eu a encarei franzindo o cenho junto com uma careta. – Não adianta negar.

- O que? Não eu só estou surpreso por eles estarem juntos –balbuciei olhando novamente para o casal e nessa Harry me encarava de canto com um sorriso vitorioso o que me fez engolir em seco.-  muito surpreso.

- Como quiser, mudando o assunto, meu tornozelo está bem melhor leva jeito para coisas Bolton –ri pelo nariz com o elogio e a ajudei a descer da mesa pois o sinal já tocou.

- Quando precisar, só chamar –brinquei a fazendo rir. – Agora vamos comer? Estou faminto!

- Vamos! –Ela pareceu olhar para algo atrás de nós e eu me virei para ver, me reprendi em inúmeras vezes por ter virado, o casal estava na nossa frente.

- Olha será o novo casal do East High! –Debochou Harry enquanto Mal ria mas parecia fuzilar Uma pelo olhar, seus olhos verdes transmitiam ódio de longe mas deve ser coisa da minha cabeça.

- Por que você não cuida da sua vida! –retrucou Uma cruzando os braços e Harry fingiu se ofender.

- Vai deixar a dama te defender, é tão fracote assim Beny bobo –ele se aproximou e fez gestos com a mão em meu queixo só para me provocar, e murmurou ‘’bilu bilu’’.

- Não preciso de ninguém para me defender. –Harry começou a imitar uma galinha só para me irritar e conseguiu. Não respondi por mim e o soquei com toda minha força o fazendo cambalear e Jay vir correndo até mim separando a gente.

- Ben, ficou maluco?! Relaxa cara! –Jay segurou em meus ombros num tom calmo. Mal estava com a boquiaberta, mas foi ajudar Harry.

- Só estou descontando o que ele me fez no verão inteiro. –Sim ele apareceu nos meus treinos durante o verão junto com seu amigo Gil, para jogar e ficava torrando minha paciência em ficar mencionando sobre a Mal, como se ela fosse um objeto premiado.

- Cara você pode levar uma suspensão. –Advertiu Carlos me lembrando que Harry era filho da Diretora. Bufei ao ver Sra. Darbus vir até nós com a diretora.

- Mas o que aconteceu aqui? –Esbravejou Sra. Darbus vendo Mal cuidar de Harry que se fazia de coitado e a diretora foi até ele.

- Ele me agrediu, sem eu ter feito nada! –Choramingou apontando para mim e a minha vontade era de soca-lo novamente, mas Carlos e Jay me seguraram.

- Mentira! Você me provocou e teve o que mereceu! –Disse entre dentes ganhando olhar reprovador da diretora.

- Eu vi tudo diretora, ele está dizendo a verdade –se pronunciou Uma em minha defesa, senti nesse momento um olhar diferente sobre mim e encarei quem era, era a Mal. Ela estava mais vermelha que um pimentão e seus olhos ficaram mais brilhantes que o normal mas ela disfarçou bem.

- Sabe que violou as regras, merece punição –exclamou Srta. Darbus apontando seu dedo para mim.

- Não tenho outra escolha, Sr. Bolton vai ficar depois da aula e irá passar a noite aqui no colégio! –Disse a diretora no seu tom calmo como profissional pois ela não interfere o profissional com o Pessoal. Revirei os olhos bufando e vi Harry sorrir vitorioso ao ver que todos estavam prestando atenção na bronca que eu estava levando.

- Como a senhora preferir –disse por fim já me soltando dos meus amigos. A diretora assentiu e saiu com a Srta. Darbus tagarelando no ouvido dela, senti um tapa no meu braço e olhei para o Lado era Evie.

- O que eu te falei para não arrumar confusão? –Me reprendeu como se fosse a mamãe, a cada dia ela se parece mais com a própria. – Nossos pais não vão gostar nada disso.

- Eu sei, por favor não conta para eles –fui interrompido pois os mesmos estavam vendo tudo no meio da multidão.

- Tarde demais, nós já sabemos –disseram em uníssimos me repreendendo pelo olhar. Bufei novamente vendo a multidão se espalhar e não ficar amontoada.

- Eu não tive culpa, ele veio me provocar como sempre fez durante o verão e eu contei a vocês isso –tentei me explicar e parece que eles relevaram.

- Sem celular por uma semana –disse minha mãe já estendendo a mão, fui abrir a boca mais ela fez o sinal de silencio e então entreguei o celular para ela.

- Pai! –Pedi ajuda a ele o mesmo estendeu os braços em rendição.

- Sabe que quando ela ordena a gente abaixa a cabeça e obedece –murmurou ganhando um tapa da minha mãe.

Mal POVs

Não deixei de ouvir que Harry atormentou Ben durante as férias, não sei porque mais isso me deixou curiosa em saber o motivo. Fiquei num transe que só acordei quando senti um beijo em minha bochecha.

- Ei, você está aí? –Me chamou Harry estralando os dedos. Assenti piscando os olhos rapidamente. – Ficou calada depois da suspensão merecido para o Beny bobo.

- Fiquei? Não reparei –dando a menor importância para o que ele disse, já que não concordo pela suspensão por mais que ele agrediu Harry.

- Sunshine –segurou meu rosto e pude ver o canto do seu lábio inferior roxo com um pequeno corte o que me fez querer rir, mas me controlei. – Estive pensando, podíamos realmente oficializar nosso lance, o que acha?

- Er ... –arregalei os olhos avistando Evie que se aproximava como minha desculpa, já que fiz um breve sinal a ela que só eu e ela entende. – Acabei de me lembrar, tenho um trabalho em dupla com Evie para entregar e se eu não fizer, minhas notas vão embora e minha mesada também.

- Mas você não estuda... –Ouvi ele sussurrar assim que me distanciei.- NÃO VAI ESCAPAR DE MIM NA PROXIMA, SUNSHINE.

 - Deixa eu adivinhar, ele fez a pergunta? –Assenti mordendo o lábio rindo do escândalo dele. – Sabe que não vou estar por perto sempre que ele perguntar.

- Eu sei, só preciso de tempo para pensar, foi um verão incrível sem a presença dele e agora com ele está sendo bom mais não sinto mais nada diferente do que eu sinto com o ... –parei de falar assim que ia mencionar o nome dele, ou melhor, falar bobagem.

- Diferente do que você sente pelo meu irmão? –Acrescentou rindo pelo nariz pela minha careta mais logo fechei a cara. – M, para de fingir que não sente nada, eu te conheço e conheço meu irmão, uma hora vai acontecer.

- Me avisa quando essa hora acontecer por que estarei esperando sentada –falei sarcástica fazendo Evie rir mais ainda.

- Está bem, se você diz eu vou fingir que acredito, qual foi a desculpa da vez? –Perguntou com um sorriso travesso nos lábios.

- Que a gente é dupla e temos um trabalho para fazer. –Apertei os olhos com um bico e sorri em seguida.

- Só se for trabalho das Compras, não é mesmo? –Brincou e eu assenti fizemos nosso toque que era, high-five com um soquinho, mas antes do soquinho acontecer a gente estrala os dedos e fazemos um movimento com nossas mãos para frente dizendo ‘’Fabulous’’.

Uma POVs

Harry vinha em minha direção e fomos para sala onde ninguém estava, ao encara-lo não evitei de rir de seu machucado/roxo. Ele me prensa na parede com um olhar de ódio.

- Isso é culpa sua, deveria ter o distraído mais –esbravejou e eu me soltei rápido saindo de perto dele.

- Oh, não me culpe se você é mesmo o fracote da história. –Debochei imitando a galinha dele rindo em seguida. – Achou mesmo que ele não ia te bater? Atormentou o verão todo dele.

- Não fiz nada além do meu dever em provar que Mal é só minha, aliás tinha que ver as jogadas dele quando eu dizia coisas sobre ela, ele errava todas as bolas e ficava um pimentão –começou a rir sozinho imaginando a cena e eu ri imaginando junto.

- E qual é o próximo plano? –Perguntei um tanto curiosa pois seu sorriso era diabólico.

- Vamos mexer com os palitinhos dele, nem que ele perca o que é mais importante para ele –sorriu pegando um apontador com formato de bola de basquete o quebrando acertando na parede com força.

Jay POVs

Fui seguir o Ben, mas Carlos me interrompeu.

- Deixa ele esfriar a cabeça –respirei fundo assentindo e parando ali mesmo. – Alias preciso da sua ajuda.

- Minha ajuda? E para que seria? –Cruzei os braços sobre o peito e vi que ele olhava para uma direção, era o grupinho da Jane. – Hoho oh, Nosso Carlitos está apaixonado.

- Cala boca –me deu um soco no braço que foi como cocegas. – Mas preciso de ajuda para conseguir falar com ela sem gaguejar, aliás vou ensinar uns passos para ela.

- Uau, que evolução –disse batendo em seus ombros em deboche o mesmo fez careta. – Mas é sério, se quer mesmo falar com ela, mantenha a calma e seja você mesmo é assim que eu conquisto.

- Mais e se eu for um bocó? –Resmungou cruzando os braços.

- Vamos deixar bem claro que você que está afirmando e tirando palavras da minha boca –ele foi para me socar de novo, mas eu o segurei. – Estou brincando, seja romântico mais não tão romântico, conquiste-a pelas coisas que ela gosta e se você gostar das mesmas coisas, então Bingo!

- Acho que saquei, tenho que ser eu mesmo e agrada-la com que ela goste –assenti cruzando os braços.

- Se você falhar, garanto que ela vai gostar, aliás elas gostam dos desastrados as fazem rir –brinquei e ele fez uma careta pronto para me dar um soco. – Calma aí campeão, deixe suas garras para conquista-la não para me bater.

- Mudando o assunto, o que iremos fazer em relação ao Ben? –Sorri de canto colocando meu braço sobre seus ombros bagunçando seus cabelos loiro.

- Me conhece bem, vamos fazer companhia ao nosso amigo. –Carlos franziu o cenho me encarando como se perguntasse ‘’Como? ’’. – Invadiremos a escola a noite e iremos fazer uma party nossa só precisamos chamar mais algumas pessoas.

- Posso chamar a Jane? –Pediu e eu sorri orgulhoso assentindo. – Beleza, você manda mensagem para Evie e ela avisa a Mal.

Pegamos o celular, eu mandei uma mensagem para Evie:

‘’Night de Filmes na Escola, chama a Mal também iremos fazer uma surpresa e companhia a Ben’’.

Evie POVs

Senti meu celular vibrar em meu bolso, peguei o mesmo vendo a mensagem era de Jay, sorri ao ler e já tenho planos para essa noite que inclui um certo casal.

- O que foi? De quem é? –perguntou Mal tentando olhar meu celular e eu peguei e o guardei.

- Vamos dar a East High o gostinho da maldade, iremos desrespeitar as regras e invadir aqui hoje à noite, e aí topa? –Perguntei arqueando a sobrancelha com um sorriso travesso e Mal me encarou com um sorriso mais perverso que o meu.

- Mirror, mirror on the wall Who's the baddest of them all? Welcome to my wicked world, wicked world! –Cantarolamos juntas fazendo um high-five, sabia que ela toparia na hora.


Notas Finais


Continua..
Comente ai o que achou...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...