História Descendants School - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Descendentes, High School Musical
Personagens Carlos de Vil, Evie, Jay, Mal, Príncipe Ben
Tags Easthigh, Longliveevil, Musical
Visualizações 115
Palavras 2.253
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrig Por Fav haha sz
Enjoy!

Capítulo 6 - Detention II


Jay POVs

Por precaução que eles não se matem, instalamos câmeras na salinha. Fomos o mais rápido para a sala aonde o Ben estava dormindo para conectar as câmeras naquele notebook.

- Incrivel como eles ainda não se mataram! Funcionou? –Perguntou Carlos meio confuso e mordendo uma maçã que estava ali. Assentimos com um sorriso vitorioso fazendo high-five.

- Finalmente, estou tão orgulhosa deles –disse Evie ao ouvir que eles se declarando um para o outro. Acabei ouvindo ele se referir ao nosso verão que foi atormentado pelo Harry, me lembro até como se fosse ontem.

-- Flash Back ON --- Ben PovS.

Estávamos treinando como sempre fazíamos todos os finais de semana, para ficarmos preparados para os campeonatos. Os treinos eram no começo da tarde até o fim da noite sem parar, só parávamos quando Mamãe preparava um lanche para gente e aí voltávamos. Na hora do arremesso, Encantado tentou jogar a bola do meio do quintal, o que fez ela entrar dentro do meu quarto já que a janela estava aberta.

- Deixa eu pego. –Avisei já saindo em direção ao meu quarto, ao abrir a porta vi várias fotos jogadas no chão, algumas rasgadas, outras nem tanto. Franzi o cenho e logo vi a Tv sendo ligada por nada mais e nada menos que o Harry, na tv passava vídeos meu e da Mal quando éramos pequenos. – Como entrou aqui?

- Shii, veja como são lindos o momento dos pombinhos –debochou apontando para a tela o que me o fuzilar pelo olhar. Ele me encarou com um sorriso vitorioso. – Pena que a Mal nunca mencionou nada disso, deve nem se lembrar do ‘’Beny boo’’.

- Sai do meu quarto –disse entre dentes apontando para a porta. Ele apenas riu se aproximando de mim.

- Não antes de dizer umas coisinhas –ele tinha aquele sorriso de canto que me fazia querer soca-lo, mas me contive. – Sabe, Beny bobo, foi muito tempo na friendzone, como se sente? Aliás eu sempre estive acima de você na escala de tê-la.

- Ela não é um troféu para disputar e eu não estava competindo. –Indaguei travando meu maxilar. Harry começou a rir.

- Ah, qual é? Vai me dizer que nunca quis beijar aqueles lábios carnudos, ter aquele corpo em suas mãos e te faze-la sua –murmurou em deboche. – Pois acredite, eu fiz e como fiz.

- Não me importo, isso não é o que um homem verdadeiro diz –retruquei cruzando o braço. Ele colocou a mão em meu ombro ainda rindo debochadamente.

- Posso ser muito mais que você, ela não reclama, ela adora! –Deu ênfase o fuzilei cada vez mais. – Admita beny bobo, está com medo, ou melhor, já perdeu, pois, ela é minha!

- Escuta aqui. –o segurei pelo colarinho o que fez ele se assustar mais sorrir vitorioso. – Eu não ligo se ela prefere algo como você, mas espero que cuide dela como uma verdadeira dama, pois ela e nenhuma garota deve ser tratada como um troféu.

- Isso foi lindo, que me fez querer vomitar. –Debochou me fazendo o segurar com mais força e eu podia sentir meu sangue ferve. – Vamos, acabe comigo!

- Acredite, é o que eu mais quero, mas –o soltei com força. – Não irei te dar esse gostinho, vou deixar que você se ferre sozinho.

Nesse momento deu para ouvir o vídeo, era eu e Mal cantando juntos e depois prometemos que sempre vamos estar juntos, juramos de dedinho. Até dei um beijo no rosto dela no vídeo o que a fez corar e ouvimos um ‘’awn’’ no fundo parecia ser minha mãe. Harry percebeu minha atenção no vídeo, foi até o VCR que a gente tinha guardado para ver os vídeos em vez de CD. Pegou a fita jogou no chão e pisou em cima.

- Oops, my bad –indagou sarcástico e saiu pelas janelas da frente sem tirar aquele sorriso da cara e dando risadinhas maléficas. Bufei derrubando a cadeira do computador, baguncei meus cabelos e encarei o chão, era foto do beijo no rosto da mal e ela corada, ele havia rasgado a foto. A partir disso eu jurei não deixar ele entrar no meu caminho, nem que para isso eu tenha que mudar algumas coisas.

-- Flash Back Off –

Evie POVs

- Eles se beijaram! YAY –gritei acordando os dois que haviam cochilado e levantaram num pulo. Eles fizeram um high-five.

- E agora? Tiremos eles de lá? –Perguntou Carlos quebrando nossa comemoração.

- Vamos, aliás estamos famintos e eles não irão sobreviver apenas de beijos –se pronunciou Jay e assentimos indo com ele até a salinha, ao abrir a porta eles estavam abraçados, Mal deitou sua cabeça no peito dele enquanto ele apoiava a sua cabeça na dela.

- Alright, Alright –murmurou Carlos atrapalhando o momento e ganhando a atenção do casal. Eles se levantaram e cruzaram os braços juntos.

- Jura? –Indaguei com a sobrancelha arqueada e a mão na cintura. – Vocês têm apenas que agradecer.

- É isso ai, graças a gente os pombinhos se resolveram –acrescentou Jay colocando o braço dele em cima dos meus e dos ombros de Carlos. Mal e Ben não evitaram de trocar um rápido olhar com um pequeno sorriso.

- Ok, chega de melação por que estou faminto e a Jane deve estar preparando algo para gente lá no refeitório. –Disse Carlos apontando para trás e saindo sendo acompanhado pelos meninos, encarei Mal e ela também me encarou, demos nosso gritinho de felicidade e seguramos nossas mãos.

- Ei Mal, Evie, vocês vem ou não? –Perguntou Ben na porta com um sorriso de apaixonado para Mal que sorriu de volta e eu estava adorando aquilo. Ele estendeu as duas mãos, uma segurou na Mal e a Outra em mim e fomos juntos ao refeitório.

Já encontramos Jay e Carlos, brigando em quem vai pegar primeiro a comida o que nos fez rir, ainda mais quando vimos a cara da Jane assustada pela briga dos dois.

- Fica tranquila, sempre foram loucos por comida –murmurei para ela que sorriu um pouco mais aliviada. Ben foi até eles dando um pulo caindo entre eles na ‘’briga’’, enquanto eu e as meninas riamos.

- Essa coxa de frango é minha! –Exclamou Carlos puxando de Jay, o mesmo puxava de novo.

- Claro que não, ela é minha –Jay tentava puxar da mão de Carlos a coxa enquanto Ben se enfiava no meio deles para separar, era hilário.

- Estou na fase de crescimento –advertiu empurrando Jay e Ben já estava ficando com o cabelo sujo de molho.

- Você não vai crescer mais, tampinha –Jay bagunçou o cabelo parando me brigar. – Mas pode comer, por que hoje eu estou caridoso.

- Serio? –Indagou o Carlos incrédulo. Jay riu pegando a coxa da mão dele e dando uma mordida.

- Nãh! –Resmungou com a boca cheia e rindo do Carlos. Todos nos rimos da briga deles por comida e Ben ficou perdido ali entre os dois.

- Tão deselegante –eu, Mal é Jane dissemos em uníssimos e nos encaramos rindo em seguida, os meninos reviram os olhos.

- Tão garotas –eles responderam fazendo caretas para gente e revidamos fazendo outra.

A fome começou a vencer, fizemos nossa refeição da madrugada, sim já era meia noite e nem vimos o tempo passar. Carlos andava de um lado para o outro, já que foi o que terminou de comer, estava pensativo.

 

Carlos POVs

Tive a brilhante ideia, já que não consigo dizer para Jane o que eu sinto, vou fazer de um jeito diferente, coloquei o instrumental da música no som do refeitório. Meus amigos me encaravam curiosos a não ser as meninas que foram num canto conversar sobre coisa de garotas.

- You can bet There's nothin' but net, When I am in a zone and on a roll –fiz um passo simples ganhando a atenção dos meus amigos. - But I've got a confession My own secret obsession And it's making me lose control!

- Everybody gather 'round! –Ben e Jay chamaram as meninas e ficaram igual estatuas para me ouvir.

- Ok, se o troy pode contar seu segredo eu posso contar o meu. Eu estou gostando de uma garota! –babulciei olhando para Jane de canto que ficou um pouco corada.

- What? –Exclamou Jay fingindo não estar sabendo disso.

- Eu sou apaixonado por ela desde o primeiro segundo que a vi. –Eles me interromperam.

- Not another sound! –As meninas se juntaram e eles fizeram um sinal de que eu estava ficando louco.

- Um dia quem saiba eu consiga me declarar –acrescentei sorrindo para Jane que ficou um pimentão.

Meus amigos se posicionaram para cantar o refrão, fizeram a coreografia que eu me juntei a eles.

No, no, no, no no, no, no Stick to the stuff you know If you wanna be cool Follow one simple rule Don't mess with the flow, no no Stick to the status quo!

Jane começou a subir em cima da mesa, com um olhar envergonhado e começou a cantarolar assim que terminamos o refrão.

- Look at me And what do you see Intelligence beyond compare But inside I am stirring Something strange is occuring It's a secret I need to share –Evie e Mal foram a seu lado enquanto eu, Jay e Ben aproximávamos.

- Open up, dig way down deep –cantarolou Evie e Mal juntas enquanto dava um apoio moral para ela.

- Hip hop é minha paixão, quero aprender a dançar, requebrar e ir além das regras –ela se requebrou tentando fazer um passinho de robô.

- Isso é legal! –A parabenizei ficando a seu lado na mesa o que a deixou corada.

- Not another peep –nossos amigos fizeram sinal de silencio.

- É só uma dança. Às vezes, eu acho mais legal que lição de casa –respondeu Jane se abraçando com uma carinha meio emburrada, o que me fez gostar mais dela ainda.

Eles cantaram novamente o refrão, dançando no ritmo como tinha feito antes só que numa maneira diferente. Jay aproveito e se sentou na mesma mesa onde estavam.

- Listen well I'm ready to tell About a need that I cannot deny Dude, there's no explanation For this awesome sensation But I'm ready to let it fly –fez um movimento com as mãos e Ben sentou ao seu lado.

- Speak your mind and you'll be heard! –Respondemos em uníssimos.

- Certo, se o Ben já tem sua garota, eu vou ser claro, eu fico feliz que sobram mais para mim –debochou Jay colocando seu braço sobre os ombros de Ben.

- Impressionante –respondeu Ben em um tom de sarcasmo.

- Olha só isso –Jay disse mostrando algo em seu celular o que Mal não gostou muito pela cara que Ben.

- A lonnie! –Exclamou apontando para o celular.

- Não, cara, está viajando! –Negou guardando o celular.

- Not another word –dissemos fazendo outro sinal de silencio.

- Pensa em conquista-la, pelo menos? –Perguntei a me sentando ao seu lado.

- Mas é claro. –Admitiu dando ombros.

No, no, no Stick to the stuff you know It is better by far To keep things as they are Don't mess with the flow, no no Stick to the status quo! –Respondemos fazendo outros movimentos a cada refrão. Ficamos nos divertindo com o solo da música, eu tentava ensinar a Jane a dançar o que ficou engraçado e acabamos rindo, Evie fazia seus passos junto com Jay e Mal ficou na nossa frente como se tivesse pensando.

- This is not what I want This is not what I planned And I just gotta say I do not understand Someting is really –ela se referia a brigas com o Ben o mesmo se levantou ficando em sua frente.

- Something's not right –ela o interrompeu levantando a mão igual sua mãe faz.

- Really wrong –fez um solo que nos fez ficar em silencio por ela ir elevando a nota, ela fechou os olhos para isso e abriu os olhos rindo um pouco corado por estarmos boquiabertos.

- And we gotta get things Back where they belong –Ben e Mal cantou junto segurando as mãos e trocando olhares. – We can do it!

- Gotta play! –Gritou Jay erguendo os braços e nós o encaramos.

- Stick with what you know –fizemos como se tivéssemos repreendendo ele por atrapalhar os pombinhos.

- We can do it! –Repetiram abrindo ainda mais o sorriso.

- Hip hop hooray –gritou Jane dançando um passo que eu havia acabado de ensinar sem errar o que me deixou encantado.

- She has got to go –fizemos a mesma coisa, fingindo a repreender por atrapalhar.

- We can do it! –Exclamaram cada vez mais alto e dessa vez entrelaçando as mãos.

- Jane is my new future girlfriend! –Disse alto em claro que até me surpreendi por ela me roubar um selinho.

- Keep your voice down low –pediram silencio novamente e fizemos outro passo, ficamos dançando envolta do casal num tom de opera. -  Not another peep No!, not another word No! , not another sound No!

- Everybody quiet! –gritou Mal lançando um olhar fuzilante para nós e todos nos encaramos Evie.

- Por que estão me encarando assim? Se é por conta de continuar essa canção, eu realmente não consigo sobre pressão –Evie jogou seu cabelo para trás e acabamos rindo do nosso pequeno show, mas algo fez a gente congelar, o barulho de passos e todas as luzes do East High se acender.


Notas Finais


Continua...
Comente..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...