História Descendants School - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Descendentes, High School Musical
Personagens Carlos de Vil, Evie, Jay, Mal, Príncipe Ben
Tags Easthigh, Longliveevil, Musical
Visualizações 112
Palavras 1.396
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Enjoy :P
Obrig pelos FAV ^^

Capítulo 7 - Detention III


Ben POVs

Nos escondemos no refeitório mesmo e torcemos para que ninguém nos visse. Ouvimos os passos se apressarem.

- É minha mãe –quase exclamou a não ser por Carlos tampar sua boca.

- Vocês ficam aqui enquanto eu resolvo aqui –me pronunciei já levantando. Eles assentiram, troquei um olhar com a Jane, já que a mesma teria que ficar ali na frente comigo por motivos que avisou sua mãe que estava apenas indo me ver e dar comida para mim.

- I met this girl that rocked my world Like it’s never been rocked And now I’m living just for her And I won’t ever stop I never thought it can happen to a guy like me –comecei a cantarolar para insinuar que era eu cantando. Estava cantando o que me vinha na cabeça e forcei uma dancinha já que me empolguei e fiz uma voz engraçada que fez Jane rir. - Don’t want to go another minute Even without you That’s if your heart just isn’t in it I don’t know what I’d do.

- Ah são vocês –exclamou a diretora com seu roupão e pantufas. Me recompus com Jane a meu lado já que estava dançando imaginando um ritmo com ela. – Jurava ter ouvido, mas vozes.

- Só tem a gente aqui, não é Jane? –a encarei a mesma assentiu rapidamente. – Apenas na diversão entre amigos.

- Mas a Jane não canta e nem dança –afirmou confusa e eu pensei rápido antes que ela faça mais perguntas. – Não é Jane?

- Get ready, set it off –fiz o passo para ela me acompanhar e ela seguiu meio assustada mais no final riu. - We got to set it off! on the right!

- Get ready, set it off! to the left! We got to set it off!  –Apontei com a cabeça e ela conseguiu seguir as coordenações. Depois terminamos cantando a última parte. - Ohay ohay hey!

- Bravo, Bravissimo –a diretora aplaudir emocionada e eu apenas fiz uma referência para Jane que retribui pois entrou no clima. – Jane, por que não me contou disso?

- Estou me descobrindo ainda mãe, Ben e seus amigos estão me ajudando nisso, não que eles estejam aqui –deixou escapar e eu tampei sua boca forçando um sorriso.

- Estou ajudando ela, nós estamos, mas como pode ver só tem a gente aqui –forcei um sorriso convincente torcendo para que ela acreditasse e deu certo a mesma assentiu.

- Estou tão orgulhosa de você, Jane –veio até nós segurando a mão dela e eu me distanciei para o momento mãe e filha. – E devo agradecer, por ajudar minha filha.

- A gente só está dando um empurrãozinho, os méritos são todos dela –garanti sorrindo e a diretora olhou para mim e Jane.

- Bom, se estão todos bem, vou voltar ao meu sono da beleza –brincou e se virou para sair, suspiramos aliviados mais antes se virou para nós e engolimos em seco disfarçando. – Podem dizer para eles saírem de lá de trás, temos câmeras aqui e vou fingi que estou com muito sono que mal percebi e que isso não se repita, Ouviram: Evie, Jay, Carlos e Mal!

- Sim fada madrinha! –Responderam em uníssimos saindo dos lugares ela apenas deu uma piscadela e saiu. Ficamos nos encarando boquiaberto, mas depois comemoramos rápido ela não ter dado castigo.

- Vocês tinham que ver a cara do Carlos lá trás, estava mais branco que a farinha da prateleira –debochou Jay nos fazendo rir e Carlos corou.

- Não tenho culpa de não lidar sobre pressão –cruzou os braços emburrado e Jane foi até ele o abraçando.

- Meu herói –brincou Jane apertando a bochecha de Carlos e o mesmo ficou um pimentão. O pigarro da Evie nos chamou atenção. Eles ficaram trocando certas caricias sem notar a gente ali.

- Se me derem licença, combinei com o Doug de estudarmos na biblioteca –disse já saindo e eu fui para segui-la, mas Mal me segurou a fazendo a fitar.

- Nada disso, Beny boo –murmurou ajeitando minha franja e fazendo um biquinho fofo. – Deixa eles.

- Mas eu –Mal coloco seu dedo indicador nos meus lábios e sussurrou um ‘’Shh’’. Bufei levemente a fazendo a rir.

- Acho que eu sobrei aqui, então eu vou na quadra treinar um pouco enquanto os pombinhos se divertem, Fui –acenou já indo para quadra. Vi que tinha morangos com chocolate na mesa ao nosso lado, lembrei que Mal adora isso.

- Já que ele se foi, por favor feche os olhos e abra a boca. –Ela franziu o cenho confusa e eu ri pelo nariz, mas por fim ela fez, peguei o morango e coloquei em sua boca. – Morde!

- OMG! Isso é –ela deu uma pausa para se deliciar mais do morango e morde-lo até fez a melhor careta possível abrindo os olhos. Eu ri assentindo. – São meus favoritos!

- Eu sei, me lembro da primeira vez que comeu um –mordi o lábio ao lembrar e notei seus lábios todos sujos de chocolate. Levei minhas mãos aos seus lábios na intenção de limpa-los mas acabei me aprofundando em seus olhos verdes, ela tomou impulso e juntou nossos lábios num beijo rápido e riu mordendo o lábio assim que se distanciou.

Evie POVs

Doug me esperava já cochilando sentado na biblioteca, o que me ficar admirando ele um pouquinho, mas me aproximei sentando ao seu lado e dando um beijo em seu rosto o despertando.

- Desculpe o atraso, belo adormecido –brinquei fazendo ele rir e ajeitar os seus óculos.

- Deixa eu adivinhar, sua carruagem virou abobora no meio do caminho? –Assenti rindo junto com ele.

- E a fada madrinha apareceu dando seu bibidi bobidi bu versão sermão –acrescentei fazendo careta e Doug me encarou preocupado. – Ela estava de boa, não nos deu castigo.

- Ainda bem -disse aliviado colocando a mão no peito. – Então pronta para estudar um pouco?

- Claro, aliás com sua ajuda posso tirar um 10 –murmurei um pouco corada o fazendo ficar sem graça. O abracei de lado. – Vamos a batalha!

- Por qual você quer começar? –Perguntou apontando para os livros o que me fez sentir um peso gigante e até fiz uma careta que ele acabou rindo. – Vamos lá, Evie. Aprender nem é sempre tão ruim!

- Ok –peguei meu espelho na minha bolsinha e a encara-lo. – Espelho, Espelho na mãozinha, qual matéria devo começar para entrar na minha cabecinha.

Doug começou a rir, mas me explicou tudo em menos de 1 hora, já estava fazendo os exercícios.

- Chega por hoje, deve descansar pois está bem tarde –advertiu Doug guardando os livros e quando foi pegar o ultimo segurei em sua mão.

- Espera! Não te agradeci o suficiente! –Sussurrei o encarando um pouco envergonhada mas respirei fundo. – Não seria nada sem você, Doug!

- Não precisa agradecer, você é uma garota brilhante! –Admitiu ajeitando os óculos e engolindo em seco por dizer sem pensar. – Digo...

- Tudo bem! –Me aproximei o deixando suar frio. – Eu entendi! –Sorri dando um beijo em seu rosto novamente.

Jay POVs

Fiquei ali jogando sozinho para deixar meus amigos com privacidade, até que um vulto tomou a bola das minhas mãos dando uma risadinha.

- Eii –chamei a atenção e quando vi era Lonnie. – O que faz aqui?

- Eu moro do lado, vi vocês entrando e pensei: ‘’Por que não? ’’. –Deu ombros segurando a bola, fui até ela tentar pega a mesma desviou. – O que foi Jay, está perdendo para uma garota?

- O que? Não só estou bonzinho hoje. –Menti forçando meu sorriso e cruzando os braços, ela se aproximou manuseando a bola.

- Soube que não é tão bonzinho quando se trata de garotas! –Me desafiou com um sorriso malandro no rosto. Me aproximei rindo dela.

- Posso te provar que sou! –Disse convicto abraçando pela cintura a puxando para mim, mas ela jogou a bola para cima me dando um golpe que me fez cair no chão em segundos e pegou a bola de volta.

- Hum, eu acho que não hein! –Riu correndo até a cesta, levantei num movimento rápido indo até ela e a impedindo de fazer a cesta.

- Nunca duvide de mim, gata –sussurrei em seu ouvido com um sorriso malicioso pois a fiz arrepiar, mas ela engoliu em seco já me desafiando para outra partida


Notas Finais


Continua haha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...