1. Spirit Fanfics >
  2. Descendência dos Cameron >
  3. 18

História Descendência dos Cameron - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


oi a quarentena me deixou sem o que fazer então criei uma história nova. espero que alguém goste.

Capítulo 1 - 18


Fanfic / Fanfiction Descendência dos Cameron - Capítulo 1 - 18

Estou aqui desde que me lembro, não tenho sobrenome, nem familiares.. nem se quer uma lembrança. a única coisa que sei é que me deram pra adoção com um colar de prata em forma de pomba então começaram a me chamar de Dove.

não sei o dia do meu nascimento, mas foi registrado no dia em que cheguei dia 04 de Junho. Por acaso amanhã é aniversário de um dos internos da instituição, ele finalmente faz 18 anos e vai estar livre desse lugar.

- Que inveja..- disse remexendo a comida no prato.
- ano que vem você sai! - Mason me conforta apesar de não parecer preocupado.
- parece que falta muito..- bufei
- vai passar rápido! - Jack um dos nossos amigos completa.

À VÉSPERA DA MEIA NOITE..

- não acredito! - disse ofegante ao correr pela rua escura.
- no que? - Mason olha para trás enquanto corre também.
- espera! - paro pra descansar já com dificuldade para respirar. - não acredito que é nossa última escapada da casa...
- nem eu..- respira fundo. - me arrumaram um emprego bosta de entregador..
- vou pedir alguma coisa assim você vem visitar.- andei em sua direção.
- com que dinheiro? - o rapaz de olhos verdes passa mão na lateral do meu pescoço.
- dou um jeito de te pagar...- ri sem graça.
- vou sentir falta desse sorriso.. - ele morde o lábio.
- não me olha assim! - corei envergonhada.
- Vamos! ainda faltam 2 quilômetros! - ele volta a caminhar na beira da estrada deserta.

caminhei ao seu lado indagando como seu futuro seria, chegamos ao bar onde Mason tinha alguns amigos e comemoramos seu aniversário ali mesmo.

2 HORAS E MEIA DEPOIS..

- shhh! vão descobrir a gente! - diz tirando a mão de dentro da minha blusa.
- ninguém mandou mexer nas minhas costas! faz cócegas! - sorri ao segurar seu rosto.
- então sai do meu colo Dove!
- por que? - olhei em volta por todo o jardim do orfanato achando que alguém tinha aparecido.
- porque vai ter consequências..- olhou para baixo.
- e daí? - sussurro.
- daí que estamos no Jardim.
- isso nunca te impediu antes..- mordi levemente a lateral de sua mandíbula.

Ele sorriu negando com a cabeça sabendo que não sairia dali até conseguir o que queria.

Em meio a nossa "aventura" no Jardim do orfanato, a fulga, os sentimentos não ditos e nossos gritos presos e contidos. Eu não fazia ideia de que aquele também seria meu último dia na casa dos órfãos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...