História Descendentes - A vingança dos vilões - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Descendentes
Personagens Carlos de Vil, Chad, CJ, Dizzy, Doug, Dude, Evie, Freddie, Gil, Harry Gancho, Jane, Jay, Lonnie, Mal, Personagens Originais, Princesa Audrey, Príncipe Ben, Uma
Tags Descendentes
Visualizações 18
Palavras 502
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Lírica, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Não!


Fanfic / Fanfiction Descendentes - A vingança dos vilões - Capítulo 2 - Não!

Mal

Acordei assustada e percebi que o dia já estava amanhecendo, Ben ainda dormia calmo ao meu lado. Como não consegui dormir sentei na cama e com cuidado para não acorda-lo, peguei sua cabeça e o deitei no meu colo fazendo carinho em seus cabelos caramelo.

Fiquei pensando no sonho que tive. Evie é uma pessoa muito especial pra mim, não sei se suportaria perde-la algum dia. Resolvi me afastar desses pensamentos, aquilo foi tudo um sonho, sonhos são sonhos.

Voltei meu olhar para o meu rei e o mesmo já estava abrindo seus lindos olhos. Abaixei minha cabeça levando os lábios a sua testa .

- Bom dia! - Ben disse sonolento

- Bom dia amor - respondi acariciando seus cabelos.

- Vamos levantar, pra irmos sair? - perguntou sorrindo.

- Mas tá tão bom aqui. - falei me deitando novamente no seu peito.

- Então vamos ficar aqui mais um tempo e depois não tem desculpa, ok Mal Bertha?

- Não, eu não vou levantar daqui nem tão cedo.

- Dúvido!

- A é , dúvida, sei. - declarei me aconchegando mais a ele.

...

Algumas horas depois, acordei com meu celular tocando, percebi que Ben não estava mais na cama. Olhei para a tela do aparelho e havia várias chamadas perdidas do Jay e do Carlos.

Liguei para Jay e ele atendeu.

- Jay? Aconteceu alguma coisa? - perguntei preocupada já que ele estava chorando.

- Mal, a Evie morreu. Alguem matou ela - Naquele momento meu mundo desmoronou. Não podia ser, isso não pode ter acontecido.

- Jay, né diz que ela esta aí e isso é só uma pegadinha, por favor. - implorei com a esperando de ser brincadeira deles.

- Não, não é Mal. Nós nunca iríamos brincar com algo assim. - Não falei nada por alguns segundos processando todas as informações, até que comecei a chorar desesperadamente.

- Tchau - disse no meio de lágrimas e desliguei o telefone.

Não podia ser, meu sonho ou melhor pesadelo havia se tornado realidade .

Me agarrei aos travesseiros e chorei como nunca chorei. Minutos depois senti braços me envolverem, era Ben.

- Ei, vem cá - ele me abraçou apertado.

- Você já sabe? - perguntei manhosa.

- Sei sim, meu pai me ligou, ele já mandou o avião vir nós buscar. Vai tomar um banho rapidinho, em menos de uma hora a gente já vai estar voltando pra Auradon. Eu vou pegar uma toalha e uma roupa pra você tá? - Ele beijou minha testa e foi até às malas.

Milhões e milhões de flashbacks passaram pela minha cabeça.

Flashback

(Todos os créditos a Disney descendants 2)

"- Maçã ou agulha, aquilo levou dias. 'Mal'

- Mas não tinha importância, os dois foram desfeitos por um beijo de amor verdadeiro 'Evie'

- Funcionando toda vez. 'Mal e Evie' "


...

Narradora

Eram 13:30 da tarde, Ben e Mal haviam acabado de chegar em Auradon e Ben levou Mal até a casa dos garotos mas ficou do lado de fora, ele não queria ser intruso em um momento como esses.

...








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...