História Descendentes - The Flash - CW - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon (Vibro), Iris West, Personagens Originais, Wally West (Kid Flash)
Visualizações 29
Palavras 561
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Surge Bolt


Fanfic / Fanfiction Descendentes - The Flash - CW - Capítulo 2 - Surge Bolt

Oi, sou eu de novo, Mathew, e como eu havia dito anteriormente eu sou filho do homem mais rápido do mundo, que costumava ser o Flash.

Mas o que eu mais quero dizer é que hoje aconteceu a coisa mais irada da minha vida! Eu finalm...

Ehrm, quer saber, melhor você mesmo ver.

[...]

Colégio de Central City – 07:12 / 18 de Outubro de 2041

Certo, vou continuar. Hoje a caminho da escola estava tudo normal para nós, eu estava com o Ethan e a Cassie e quando chegamos finalmente na escola, vimos um cara estranho no estacionamento, ele estava vestindo couro da cabeça aos pés e o estranho daquilo era que estava fazendo um calor de trinta graus.

De repente, chegaram vários carros policiais e os tais saíram sacando seus revólveres em direção ao figura, dizendo para ele pôr as mãos na cabeça e para se ajoelhar.

Aí que eu realmente desconfiei da situação. Minutos depois de insistência o cara tirou a jaqueta e o capuz que vestia, quando eu vi finalmente que estava por debaixo daquilo tudo, eu me perguntei... “Como eu pude ser tão ignorante?!”, a pessoa escondida era o Capitão Frio, o que era meio óbvio.

A polícia (iludida como sempre) tentou convencê-lo a se render, ele então abriu aquele sorriso sínico e gelou geral. Não deu outra e eu chamei o tio Wally, ele veio em questão de segundos e prendeu o Snart como sempre faz com os vilões. Como o Wally não é muito humilde, ele sempre para pras fotos e como está atualmente namorando com a repórter local, ele tinha uns créditos extras.

Voltando da escola, eu peguei um caminho mais curto para ir pra casa. E em um beco que eu passei, eu vi uma mulher sendo assaltada, me frustrei novamente, não podia fazer nada e como eu me senti inútil passei reto. Mas aí eu parei, e pensei no seguinte: “Eu não preciso ter poderes para ser um herói, o Arqueiro Verde não tem poderes, nem o parceiro, Espartano. Mamãe é ótima em combate e sempre soube se defender. Eu posso ser um herói”. Então juntei toda a bravura que havia dentro de mim, parti para cima do assaltante e comecei a bater nele, ele me socava e eu socava de volta, mas eu estava com tanta adrenalina que nem senti os socos dele.

Mas aí para a minha infelicidade, ele sacou a arma, eu nem podia apelar pra fugir sem contar para ninguém porque eu tinha dado um esporro nele. Ele então deu o tiro... Naquele momento meu coração parou por alguns segundos e eu pude ver literalmente tudo em câmera lenta, foi aí que eu senti, meu coração voltou a bater insanamente a mil por hora, meus batimentos cardíacos estavam anormais, eu pude sentir em mim a força de aceleração, uma energia inexplicável e eletrizante que percorria por todo o meu corpo e me fez perceber... Eu sou rápido.

Em dois segundos eu desviei da bala, retirei o revólver do ladrão e amarrei-o em arames que inusitadamente e covenientemente estavam ali em uma caixa.

Eu usei a tática do meu pai e estremeci meu rosto para não ser reconhecido pela moça e saí correndo de volta para a minha casa.

[...]

Então você já entendeu, né? Meu nome é Mathew West-Allen e eu sou o garoto mais rápido do mundo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...