1. Spirit Fanfics >
  2. Descendentes - Zayn Malik. >
  3. Libertação.

História Descendentes - Zayn Malik. - Capítulo 28


Escrita por:


Notas do Autor


Oh, mas a vergonha que eu tô KSKSK

Boa Leitura, xoxo

Capítulo 28 - Libertação.


 

Z A Y N

 Me arrependo da ideia assim que chego no quarto com Ella, mas já que já estava ali com a menina, não a deixaria na mão, como eu possivelmente ficaria, já que nada daquilo estava verdadeiramente me agradando. 

 - Isso foi incrível. - Ela fala ofegante do meu lado, depois de ter tudo terminado. Dei graças a deus por finalmente ter acabado e penso num jeito de conseguir ir tomar banho e voltar pra festa, se não tinha conseguido gozar, pelo menos iria tomar um porre. - Onde você vai? - Ella pergunta com uma voz que eu julgo ser uma tentativa de soar sexy e eu dou de ombros. 

 Jogo a camisinha no cesto antes que ela perceba que está vazia, não queria ferir seu ego ou algo assim e vou direção ao chuveiro, mas ela vem atrás e eu quero morrer. Péssima ideia, péssima ideia, péssima ideia. 

 - Mas você já está pronto pra outra? - Ela pergunta esperançosa e até impressionada ao descer a mão pro meu pau e perceber que estava duro. Bem, a questão é que eu não estava pronto pra "outra" eu estava pra primeira que não tinha rolado. 

 Acho que Niall deixou de fora a parte que subir, sobe, mas finalizar o trabalho não. Eu o mataria. Mesmo que ele não tivesse nada a ver com isso. 

 - A gente não precisa fazer nada mais, na verdade, eu quero voltar pra festa. - Aviso e ela insiste em continuar a me bombear, a questão é... Estava bom, como estava bom a minutos atrás, mas eu sentia que não chegaria a lugar nenhum. Ficaria nisso pra sempre. 

 - Eu posso te chupar. - Ela oferece e eu fico pensando em como negar. 

 - Realmente não precisa, El... - Ela estava de joelhos na minha frente, o senhor, o que eu fiz pra merecer isso? 

 Meus pensamentos estavam em como eu era azarado com tudo, quando suas mãos frias voltam em torno do meu pau. Não sei porque, mas agradeço a seja lá quem, quando finalmente sinto alguma coisa a mais do que "ah, okay". Imediatamente meus pensamentos mudam e eu puxo o banquinho atrás de mim me inclinando para trás, assim como os lábios deslizam sobre meu ainda não totalmente ereto membro.

 Já estava tão frustrado da última hora, que ela iria precisar ter um pouco mais de trabalho para me deixar completamente dentro disso. Ella percebe minha mudança de atitude e sua língua começa a girar em torno da ponta antes de deslizar-lo completamente em sua boca e, em seguida, bater contra a parte de trás da sua garganta. A cabeça deslizou mais fundo do que a maioria das meninas que eu fiquei sem engasgar, e eu percebi que tinha uma profissional em minhas mãos. Não é que Liam estava certo?

 Tendo finalmente um pouco de ação, meu pau fica completamente ereto e não meio mastro. Levantando meus quadris eu empurrei mais profundo em sua boca com um gemido de prazer.

  - Foda-se. - Murmuro ao pegar um punhado de seu cabelo e mantê-la no lugar. Ela tinha começado algo que eu estava prestes a terminar. Finalmente alguma libertação.

  Suas mãos agarra as minhas coxas e eu começo a entrar e sair de sua boca com golpes duros. Seus olhos levantam para encontras os meus e um brilho triunfante estava neles. Isso não ia me ajudar, então eu fechei meus olhos e imaginei um outro par de olhos. 

 Aqueles olhos que mudavam de cor e olhavam as coisas de forma tão curiosa e as vezes até inocente. Ou como fugiam dos meus em qualquer contato visual. Pensando em tê-la de joelhos diante de mim, me levando assim, me fez pegar o banquinho atrás de mim como o meu corpo começou a sacudir com o orgasmo que parecia estar preso durante todo esse tempo.

 O arrepio continua e eu mantenho meus olhos fechados, aproveitando os últimos segundos do meu estado de relaxamento. As unhas afiadas travando em minhas coxas me trouxe de volta para o mundo real, e eu abri meus olhos para ver um sorriso de satisfação sobre Ella e eu me frustro de novo. 

 Não era ela que eu queria ali, não importasse o quanto eu tivesse tentado. Ella não me fez gozar, a visão dela não chegou nem perto de me agradar quanto apenas malditos olhos tinham feito. Eu estava me odiando agora. 

 Dessa vez, realmente consigo convencer Ella a voltar pra festa e quanto tomo banho, me esfregando mais que o necessário por estar me achando sujo de algum jeito e considero não voltar. Já tinha ficado fora por mais de uma hora, já devia ter achado que eu não voltaria. 

 Mas então outro pensamento vem na cabeça. Ella comentaria? Arielyn ficaria sabendo? Eu a estaria magoando de alguma forma? Eu não fiz nada de errado. Tento me convencer, mas não era isso que eu estava sentindo. Nem de perto. 

 Com um suspiro derrotado e de banho tomado, pego outra roupa, bem parecida com a anterior - calça e blusa branca larga - e saio do quarto, voltando em direção a festa. Percebo meu cabelo molhado, mas agora já era tarde pra pensar em secar. 

 Quando alcanço os meninos, nenhum está com uma cara muito boa e logo percebo que estavam faltando três pessoas na mesa. 

 - O que aconteceu? - Louis tira a cara de cu por um momento e murmura um "transou, né safado?" mas não tão animado quanto o de costume, fico confuso. 

 - Podia ter transando com outra pessoa, né, Malik? - Niall resmunga e eu fico sem entender. 

 - O que aconteceu? - Repito. 

 - Bem, você escolheu transar com a irmã má, literalmente, e ela não fez questão de poupar aos detalhes contando pra "Hailee", aspas porque ela resolveu contar pra todo mundo da mesa. - Arregalo os olhos. Que?! E deu tempo de fazer isso enquanto eu tentava esfregar com sabão e tirar qualquer resquício de ela de mim? 

 - Porque eu sinto que não foi o pior? - Louis sorri, mas sem graça. 

 - Porque ela xingou e humilhou os meninos o máximo que podia e acabou que eles ficaram bravos com a gente também. - A menina do que sabia chupar, sabia contar as coisas rápido. 

- Com vocês também? Com a gente? Como assim. - Peço pra explicar direito, mas Louis não parecia estar com cabeça pra isso. 

- Ela jogou umas coisas pro nosso colo também, mas eu não soube responder na hora e só piorou a situação.

  Ótimo, eles, aparentemente, não estavam só chateados com Ella e - possivelmente comigo - como também estavam com Niall e Louis. Perfeito, não poderia ficar melhor.

 - Quanto tempo eu demorei pra chegar depois dela? - Sinceramente, não sabia que tinha demorado tanto no banho. 

 - Uma meia hora? Não ligo, só sei que eu perdi o clima, pensando em voltar pro quarto. - Niall concorda e olho em volta, Hailee estava aparentemente brigando com Ella num canto, avisto apenas Harry por ele ser mais alto numa roda que só tinha Perdidos, mas vejo Arielyn e Liam o seguirem para a parte aberta do ginásio. 

 - Vocês vão aquietar a bunda aqui, temos que concertar isso. - Louis bufa. 

 - Então agora você se importa? - Niall ignora Louis e se vira pra mim. 

 - E como você pretende fazer isso?. - Ele parecia estar se sentindo mal. Droga, eu que não sabia o que ela tinha falado estava me sentido mal, imagina os dois que presenciaram. 

 - Isso é uma boa pergunta. 


Notas Finais


Nos vemos amanhã ou ai embaixo, xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...