História Descendentes - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Asuma Sarutobi, Chiyo, Chouji Akimichi, Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Iruka Umino, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Konan, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Rock Lee, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shion, Shizune, Suigetsu Hozuki, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Gaaino, Naruhina, Naruto, Nejiten, Sasusaku, Shikatema
Visualizações 91
Palavras 961
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Tenten


Fanfic / Fanfiction Descendentes - Capítulo 9 - Tenten


Oii me chamo Tenten, eu tenho 16, cabelos longos e escuros, olhos castanhos escuros, pele bronzeada e corpo bonito. Eu moro na Ilha dos Perdidos mais especificamente em um barco chamado Jolly Roger bom vocês já devem conhecer meu pai James Hook mais conhecido como Capitão Gancho.

Meu pai foi expulso da Terra do Nunca para este lugarzinho mequetrefe por aqueles imbecis de Peter Pan e da Wendy. E desde então ele está preso neste lugar e logo eu nasci e detalhe eu sou filha de um vilão com uma mocinha hahaha nem da pra acreditar né mas é verdade minha mãe se chama Pocahontas ai depois de um tempo tempo ela se cassou e não conseguiu mais ter filhos, eu sou única.

Bom minha mãezinha nunca quis saber de mim mas não tenho raiva dela eu entendo que ela não podia simplesmente chegar e falar “Eu tive uma filha com o Gancho” ela seria humilhada e deixada de lado. Então eu a entendo este lugar não é pra ela, este mundo não é pra ela.

Meus amigos acham que sou louca por não ter raiva da minha mãe mas qual é eu taco meu lindo Foda-se não sou obrigada a aceitar o que eles querem.

Estou no Jolly Roger arrumando algumas coisas quando vejo um dos mensageiros engomadinhos do Reino subindo a rampa do barco.

-Acho que está muito longe de sua praia não acha?_ Falo.

-Venho em nome do Reino lhe entregar este pergaminho como oferta de paz a todos os pais e filhos de vilões da Ilha dos Perdidos._ Diz ele com um pergaminho pergaminho em mãos.

-O que tem ai?_ Pergunto.

-Quer que eu leia o pergaminho para a senhorita?

-Quero sim, por favor._ Digo me sentando em um banco que tinha no convés.

-Srta. Tenten é com imensa satisfação que nós do Reino de Konoha lhe convidamos para estudar em nossa fundação Konoha High School onde você estudará com nossos excelentes alunos e professores. Você foi escolhida com mais quatro adolescentes dentre todos os outros jovens da Ilha dos Perdidos. Se a srta. aceitar o convite esteja na estrada quebrada às 16 pm do domingo, um carro irá lhe buscar com os outros adolescentes caso os mesmos aceitem também. Você ficará hospedada nas acomodações cedidas pela fundação e terá todos os livros e materiais de estudo necessário em seu armário também cedido pela escola, só ser a necessário suas roupas e objetos pessoais.

-Pocahontas sabe sobre isto?_ Pergunto

-Sim, a senhorita a conhece?_ Perguntou curioso

-Não não só ouvi dizer que ela é muito bonita

-Sim ela é muito linda._Diz sorrindo.

-E eu vou ter tudo isso mesmo que falaram ai nesse pergaminho mesmo ?

-Sim todo material escolar, acomodação e alimentação tudo do bom e do melhor.

-E serei tratada como uma pessoa normal e não como uma vilã né?

-Será tratada como uma lady.

-Bom então eu acho que eu vou sim._ Digo._ É só eu aparecer e tudo certo?

-tem que levar sua bagagem e o pergaminho com a assinatura dos Reis e Rainhas do concelho._ Diz ele me entregando o pergaminho em mãos.

-Muito obrigada eu irei Sim._ Digo pegando o pergaminho.

-A senhorita é muito educada se dará bem em nossa escola._Diz ele saindo do barco e logo vejo meu pai subindo.

-O que aquele mensageiro estava fazendo em meu barco?

-Ele veio me entregar um convite._Digo.

-Que tipo de convite?

-Para estudar na Konoha High School.

-Deixe-me adivinhar, e você irá não é mesmo?

-Sim irei._Vejo ele vindo em minha direção e depois, depois me abraça.

-Minha menininha está tão crescida._Diz ele quase me matando de tão forte o abraço.

-Obrigada papai, agora me solte não to respirando._Falo com dificuldade.

-Então pretende ver sua mãe?

-Eu não sei, acha que devo?

-Você deseja isto?

-Eu sempre quis ao menos falar com ela mas é se ela não se lembrar de mim?

-Querida tenho certeza de que sua mãe se lembra perfeitamente de sua garotinha.

-Acha mesmo?

-Sim eu acho minha princesinha._Diz ele me abraçando sem tanta força como da primeira vez.

-Tome isto._ Diz ele tirando seu gancho e me dando.

-Para que?

-Para se lembrar de mim enquanto estiver lá.

-Mas pai é seu gancho sem ele como você fará?

-Eu arranjo outro gancho mas leve quero que se lembre de mim.

-Tudo bem papai mas com gancho ou sem eu sempre vou me lembrar de você._Digo abraçando ele.

-Eu também sempre me lembrarei de você minha linda garotinha._ Diz com os olhos marejados._Agora vá arrumar suas coisa e não seja uma má garota la em.

-Tudo bem pai irei me comportar. Vou arrumar minhas coisas então._Digo entrando em meu quarto para arrumar tudo.

-Hoje você Jantara comigo e eu farei a comida._Ouço ele dizer quando fecho a porta de meu quarto.

-OKAY CAPITÃO._ Grito de meu quarto pegando umas malas para guardar minhas roupas e assim passo o dia.

-TENTEN VEM JANTAR._ Grita meu pai do convés e assim que chego vejo meu pai e toda a tribulação sentada em uma gigante mesa que brotou de algum canto.

-O que é tudo Isso?_ Pergunto sem entender.

-Este é seu último jantar com a sua família então tem que ser especial._ Diz ele e realmente a tribulação é minha família todos eles ali trocaram pelo menos uma frauda minha hahaha.

-Eu já disse que amo todos vocês?!._ Digo me sentando ao lado de meu pai, me servindo da deliciosa comida e nós jantamos assim em meio a brincadeiras e risadas e um pouquinho de briga mas acima de tudo com uma coisa que nós compartilhamos...Amor.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...