História Descendentes 3 - Dad? - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Descendentes
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Comedia, Contos De Fada, Descendentes, Drama, Festa, Ficção Adolescente, Heterossexualidade, Magia, Misticismo
Visualizações 39
Palavras 1.174
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpa a demora, teve um problema aqui com meu carregador e eu sumi por um tempo, porém, aqui estou eu de volta. Aproveitem o capítulo e bolem suas teorias, hoje conheceremos Beanca. Capa nada haver com o capítulo, porém supondo que as roupas que eles estavam usando eram quase essas! Boa leitura! <3

Capítulo 11 - Beanca.


Fanfic / Fanfiction Descendentes 3 - Dad? - Capítulo 11 - Beanca.

Beanca.

Eu e Ben brincávamos no quintal de nosso castelo, estava fresco e eu via o sorriso dele sempre estampado, ele era meu protegido, meu irmão mais novo, o caçula, eu necessitava o proteger do mal. Mamãe e papai nunca ligaram muito para mim, aliás eu era a garota-rebelde e não necessitava de atenção nenhuma. Eu e ele decidimos irmos brincar nas Cachoeiras Cantantes, algumas sereias viviam cantando por ali e assim recebeu este nome, estranho, não? No meio do caminho Ben tropeçou e acabou rolando colina abaixo, e eu, como sempre, corri loucamente atrás dele.

— Socorro, Beanca! — Ele gritou com medo enquanto descia velozmente.

— Eu estou indo irmãozinho, não se apavore! — Falei enquanto me preparava para pular, eu precisava salvar ele. 

E ali, eu pulei.

Eu consegui chegar na velocidade de Ben, ele estava todo cortado por causa das pedras no caminho, ele tombou contra um arbusto, assim como eu, eu corri em direção a ele quando vejo o pequeno encolhido perto da árvore, eu corri até ele e o abracei, sua respiração ofegante e o coração acelerado, estávamos longe das Cachoeiras Cantantes e muito longe de casa.

— Eu me machuquei, Beanca! — Ele gritou olhando para o braço, estava chorando e também sofrendo. Meu rosto ficou pálido e eu gelei.

— Calma, calma. Vamos fazer alguma coisa, vou te levar para casa. — Peguei ele no colo com dificuldade por conta de seu braço, estava com medo de tocá-lo e machucá-lo.

— Papai e mamãe vão brigar com você, sendo que eu que dei a ideia de virmos até aqui... — Ele chorou de novo.

— Não importa, você tem que consertar este braço. Vamos. — Eu sequei suas lágrimas, também com dificuldade, logicamente. E continuei a caminhar colina acima, procurando o castelo de alguma forma.

Estávamos com problema pois o castelo parecia estar afastado, quando ouvimos um barulho vindo de um arbusto bastante suspeito. Ben ficou com medo novamente e eu jurei o proteger, era um animal, feroz, um leopardo, o mesmo que destruiu a família de Tarzan, por que ele estava ali? Ele rosnou para mim o que me fez ir para trás rapidamente, ele estava agressivo, e eu era uma criança indefesa.

— Saia da frente! — Gritou alguém, uma voz reconhecida por mim, o que fez meu coração desacelerar, era Julie, filha de Tarzan e Jane.

A garota corajosa saltou em cima do leopardo, brigando feio com ele, ela não tinha medo de suas presas e garras, somente batalhava com sangue nos olhos. Até que ela conseguiu jogar o leopardo longe e finalmente fazê-lo ir ao óbito.

— O que os dois estão fazendo nas áreas restritas da Cidade de Jungle? — Ela me olhou com a bochecha cortada por conta do ataque do animal.

— B-bem, nós iríamos tomar banho nas Cachoeiras Cantantes, só que Ben caiu e eu fui atrás dele e chegamos aqui. Não sabíamos que fomos tão longe ao ponto de chegar á Cidade de Jungle. — Falei, envergonhada por estar tão suja perto de Julie.

— Sim, estão longe demais. Mas venham, irei levar vocês de volta para Auradon, mas não antes de darmos um retrato neste teu braço. — Ela olhou Ben e depois voltou a olhar para mim.

Ela pegou Ben no colo e começou a andar na frente, a morena era muito habilidosa e forte, porém gentil e sempre sincera.

— Por que o Leopardo fêmea que atacou a família do seu pai estava aqui? — Perguntei abanando os mosquitos para longe. 

As roupas de Julie eram iguais de Tarzan, porém era um vestido construído com algum material de Jungle, onde os irmãos de Julie, Tarzan e Jane e os animais conviviam em paz.

— Bem... Por que talvez aquele não seja a Leopardo que atacou a família de meu pai, e sim um leopardo qualquer. Jungle não abrigava somente macacos e pássaros, também temos elefantes, peixes diversificados, e por fim; leopardos. Dentre muitos outros. — Ela me olhou séria, era um assunto pessoal tocar no nome dos avós dela.

E a partir dali, chegamos na Cidade de Jungle, onde cipós estavam presente em tudo quanto tipo de lugar. Os irmãos de Julie, Jacob e Jake corriam livremente junto com os filhotes de macaco, eles não se importaram comigo ali e muito menos os outros gorilas/macacos na região.

E a partir dali eu fui mandada de volta para a casa de meu avô, pai de Bela, após chegar em casa em péssimo estado e com um irmão de braço quebrado e um gesso de cipós. 

E a partir dali, eu senti raiva e rancor pelos meus pais. Muita fúria guardada no meu peito.

Até hoje... 

Eu estava perdida nos meus pensamentos quando uma voz feminina, na qual era de Mal me chamou.

— Ah, o que foi, Malzinha Berta? O que quer agora? — Perguntei, debochada.

— Onde está o Conselho? Você não havia solicitado a presença deles? — Ela perguntou séria e seca.

— Eu disse que solicitei? Pois eu queria dizer "ignorei" na verdade, pois aquela garota, filha de Úrsula é problema seu e não do Conselho. Trate de enviá-la agora mesmo para os tubarões de onde ela veio! — Me levantei, zangada. Ignorando-a e seguindo até meu quarto.

Mal.

Como ela pôde ter feito isto? Pois é agora que eu contato a Fada Madrinha.

Segui até Carlos e Jay, Evie estava atrasada.

— E então? — Jay se pronunciou.

— Ela não solicitou o Conselho, apenas mentiu. — Eu estava nervosa, claramente dava para perceber pela minha voz.

— E o que faremos agora, vamos deixar Uma aqui? Em Auradon? — Carlos disse também nervoso.

— E pôr em risco todos os habitantes daqui e dos outros reinos? Claramente não, — Evie falou por trás de nós, nos dando um baita susto — eu contatei o Conselho pois achei que pela situação de vocês, vocês não fariam. E também me desculpem pelo atraso, o Conselho é algo difícil de aceitar solicitação.

— Ai Evie! Você é um anjo! — Abracei-a, enquanto Carlos e Jay ainda continuavam nervosos.

— Mas mesmo assim, mesmo que o Conselho esteja chegando a Uma vai acordar, o efeito de sono que a Mal deu nela vai acabar, e se ela tentar fugir? — Jay disse enquanto parecia quase desmaiar.

— Vai ser muito improvável ela acordar, o efeito que dei vai durar um bom tempo, no mínimo três horas, e também, se ela fugir nós iremos atrás dela e a lançamos para os tubarões — Falei, séria e seca, eu ficava assim em situações como essa.

Nós tentamos relaxar e nos sentamos para tomar um chá, a especialidade de Maddie. Pensei por que Beanca mentiu, ela não é uma princesa? Talvez até uma rainha, pelo visto. Ela é filha de dois heróis, por que não é boa? Talvez seja como eu, invés de ir pelo caminho de seus pais seguiu seu próprio caminho.

Eu fiquei delirando nos pensamentos quando Evie estalou os dedos na minha frente, fazendo-me voltar ao presente.

— Sim? — Perguntei mexendo em uma das minhas mechas roxas.

— Eles chegaram, vamos? — Evie perguntou e todos nos levantamos, comportados.

— Vamos! — Respondemos em uníssono.

Eu fiquei pensando por três horas?!

E dali nós fomos até a sala do rei, onde estava o Conselho.

 


Notas Finais


Foi isso! Gostaram? Comentem o que acharam, rsrs. A Beanca tá muito suspeita, e gostaram da Julie? Jacob e Jake terão mais aparições assim como Julie pessoal, não se preocupem pois já já tá saindo o próximo episódio, juro de dedinho. E por favor, mais uma vez, perdoem-me por não ter postado antes!!! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...