1. Spirit Fanfics >
  2. Descendentes: A Segunda Geração >
  3. Capítulo 9

História Descendentes: A Segunda Geração - Capítulo 9


Escrita por: e Sara__Cristiny


Capítulo 9 - Capítulo 9


Fanfic / Fanfiction Descendentes: A Segunda Geração - Capítulo 9 - Capítulo 9

05/11 -- Terça

– Bom dia, acorda Carly. -- Digo para a minha garota.

-- Santo Dálmata, porquê tão cedo? -- Diz ela, enquanto esfrega os olhos.

– Levanta logo. – Eu disse sorrindo.

Carly bufou e então respondeu:

-- Ok, vou me arrumar.

2 minutos depois...

-- Estou pronta, vamos aonde?

– Nossa que rápida. Vamos no refeitório primeiro, estou louca de fome.

-- Medo. -- Carly disse rindo.

🍏

– Qual vestido coloco hoje? Azul ou vermelho?

-- Azul com a bolsa vermelha de coração. -- Disse Kate.

– Tenho que admitir irmãzinha, você é boa nisso.

-- Obrigava, quer que eu te espere ou já posso ir para o refeitório?

– Pode ir, vou demorar um pouco.

-- Okay.

💎

Bom, eu sei, quem não conhece Cristiano Encantado? Mas como falar de mim é a coisa que eu mais amo fazer… lá vai:

Tenho 18 anos, lindos cabelos loiros, alto, olho azul, musculoso, garanhão e muitas outras coisa, pois o que não me falta são qualidades.

Meus pais são o Rei Chad e a Rainha Ruby. Neto da Cinderela e do Encantado, da Rapunzel e do José Bezerra. Tenho uma irmã mais nova chamada Cristal. Minha família é toda da realeza, portanto sou um príncipe.

Cristiano 💎

– Chloe, como você está linda. – Eu disse, indo para cima da minha princesa.

-- Cristiano, sai daqui. -- Respondeu ela.

– Qual é, até quando você vai continuar me ignorando? Você me ama! – Eu disse.

-- Não, eu não o amo e isso eu tenho certeza você é um mal caráter como seu pai! – Respondeu Chloe.

– Você me ama sim. – Eu disse, puxando-a pelo braço.

-- Me solta, agora!

– Cristiano, você não ouviu? Ela mandou você soltar. – Disse Benício olhando seriamente para mim.

– Ah, ótimo, agora que é rei vai querer dar uma de mandão? Sai daqui você nunca ouviu aquela frase “em briga de marido e mulher não se mete a colher".

– Primeiro, que você não conseguiu nem manter um relacionamento namorando, imagina se fosse casado, solta ela agora! – Disse Benício firmemente.

-- Chega os dois, Cristiano me solta agora antes que eu chame a Fada Madrinha e Benício muito obrigada pela ajuda mas eu sei me defender sozinha.

– Ainda não terminamos. – Eu disse olhando para Benício e soltando o braço de Chloe.

– Tenho coisas a fazer, tchau Chloe – Disse Benício seguindo o caminho do corredor.

– Nossa. – Disse Chloe sem entender mais nada.

🎧

– Oi, vou querer bolo de baunilha e um café com açúcar, por favor! – Eu disse para a moça da cantina.

-- E eu bolo de morango, com um copo de suco natural – Disse Ayla.

– Uau Ayla, não sabia que você gostava de bolo de morango. – Disse Malvina entrando na conversa.

– Meu preferido! – Respondeu Ayla.

– Temos algo em comum. Quero o mesmo que a Ayla mas quero um refrigerante de... Uva.

-- Refrigerante logo de manhã cedo? – Perguntei.

– Tenho costume. Vocês vão no jogo de esgrima hoje? – Perguntou Malvina

-- Vamos! – Respondeu Carly.

– Opa, “vamos" – Disse Malvina dando seu sorriso diabólico.

As meninas pegaram suas bandejas, eu também e fomos sentar na mesa.

Malévola

– Preciso achar uma forma, de tirar o Hill do meu caminho, garoto nojento. Parece que está na hora, da Malvina perceber que amor não existe. – Falei, dando meu sorriso diabólico.

Algumas horas depois…

– Acordo fechado, você ganha seus olhos verdes em troca de um beijo no jovem Hilliam.

-- Claro, além de conseguir meus olhos verdes, terei minha vingança. -- Disse Chloe, ao sair da sala de Malévola.

– Chegou a hora. – Eu disse com meu sorriso diabólico. Que os jogos comecem.

🍏

– Oi Hill, escuta como vai seu relacionamento com a Malvina?

-- Ã.. oi, por que quer saber?

– É que... – Não sabia como enrolar mas antes de eu falar avistei Malvina vindo na nossa direção e logo o beijei.

– Hil... O QUE SIGNIFICA ISSO HILLIAM?! -- Gritou Malvina.

-- Você nunca ouviu a palavra destino? -- Respondi com minha cara de deboche preferida.

– Hill, como pode? -- Dizia Malvina com seus olhos enchendo de lágrimas, nunca a vi chorar, e olha que nos conhecemos desde bebês.

-- Malvina, eu posso explicar. -- Disse Hill.

— Explicar o que para essa lagartixa? Ela teve o que mereceu. -- Eu disse, mas a partir desse momento os olhos de Malvina começaram a brilhar e ficarem extremamente verdes, até o olho azul foi consumido pelo brilho verde.

😈

Não consegui dizer nada, apenas senti algo muito forte saindo de dentro de mim e não pude impedir.

-- MALVINA!! –- Gritou Hill assustado.

– Oh my god, nunca mais chamo você de lagartixa. -- Falou Chloe.

– Malvina, calma sou eu seu irmão, estou aqui com você. – Disse Benício vindo em minha direção.

Eu não estava entendendo nada, mas pela primeira vez senti uma dor enorme em meu peito, desceu uma lágrima e a partir desse momento senti a tristeza tomando conta de mim e assim voei em direção a ilha.

🍎

-- Por que fez isso, irmãzinha? Machucou a Mali de um jeito que… Mais que merda Chloe! Tudo isso pelo que? Orgulhar a vovó? Mostrar como você é má? Vingança contra a Malvina? Isso tudo é insignificante Chloe, você sempre age sem medir as consequências, mas dessa vez foi longe demais e eu não vou estar do seu lado para consertar tudo.

-- Kate, espere, por favor, você não entende. -- Diz ela com lágrimas inundando seus olhos.

-- Não, Chloe. Você que não entende. Eu sou sua gêmea, temos os mesmos pais e os mesmos avós. Sei que é difícil, toda essa pressão de “você é boa ou má?”, eu escolhi o meu lado e fico muito triste em saber que você escolheu o oposto.

🧜🏽‍♀️

-- Vocês viram a Malvina se transformando? Foi irado! -- Falei.

-- Foi muito irado, Arabella, mas as circunstâncias foram horríveis. -- Respondeu Carly, Ayla segurou a mão dela para apoiá-la. Que fofas.

-- Kate, o que deu na sua irmã? -- Perguntei.

-- Não quero falar sobre isso.

-- Oi, vocês viram o Benício? -- Perguntou Bernardo.

Meu Deus não vemos ele desde a coroação, porque ele apareceu justo agora nesse auê todo?

-- Oi, ele está no escritório do pai dele. -- Diz Ayla com uma voz nada firme.

Bernardo olha para as mãos da Ayla e da Carly entrelaçadas e diz, um obrigado amargo.

Que tensão.

🦁

– Pai, mãe, a Malvina... – Não conseguia falar, estava com falta de ar.

-- Benício! – Disse Mal.

– Vão atrás da Malvina, agora! Ela precisa de vocês. E dessa vez é sério.

-- Vai Mal, vou ficar aqui com Benício. – Disse Ben, e eu senti novamente aquele poder dentro de mim.

-- Estou indo, mas preciso saber o que aconteceu.

– Ela se transformou em Dragão, e está muito mal. – Eu disse sentindo uma dor forte no peito, Mal foi até a varanda do escritório e se transformou em dragão, indo atrás de Malvina .

😈

Voei até chegar a ilha dos perdidos e ali foi para as ruínas de Hades.

– Por que, porque isso aconteceu justo comigo? Poxa eu estava realmente gostando do Hill e pego ele em flagrante me traindo e ainda me transformo nisso. – Desabafei para as paredes feitas de rochas.

-- Neta Malvina, o que faz por aqui? -- Perguntou Hades sentando em uma poltrona próxima de mim.

– Oi vovô, eu bem... fui traída e me transformei em Dragão, tem como ficar pior? – Eu perguntei, contendo as lágrimas, essa é a primeira vez na vida que eu choro e não consigo parar. Que droga!

-- E quem a traiu? -- Perguntou Hades.

– Fui traída pelo Hill, o único garoto que eu tinha a certeza que podia falar que gostava, mas como a vovó Malévola sempre fala "amor não existe". – Eu disse, enxugando as lágrimas que insistem em rolar pelas minhas bochechas.

-- Minha querida, se transformar em Dragão está no sangue da geração de sua avó, ao longo do tempo você vai se entender como os seus poderes funcionam e não diga isso o amor sempre será complicado mas não significa que ele não esteja presente em sua vida, tudo são fases. -- Disse ele.

– O foda é que não tenho nem como descrever o que eu sentia por ele. – Eu disse, suspirando.

-- Você não amava esse garoto?

– Eu não sei, o que eu sentia pelo Hill era diferente mas depois disso parece que aquela chama que ficava acesa dentro de mim se apagou. – Eu disse.

-- Malvina, essa chama era amor. -- Respondeu Hades. -- Garotos são complicados, e se aquele beijo foi realmente sem querer? -- Disse Hades.

– Como sabe que foi um beijo? – Eu perguntei.

-- Sou Hades, Malvina, sei tudo e sei que você não deu tempo para o garoto se explicar, apenas ignorou a pessoa que você amava e deu lugar ao ódio, deixando ele falar mais alto que seus verdadeiros sentimentos.

– Mas como faço para consertar isso? E vovô sou Malvina e quero me vingar da Chloe.

-- Uma boa conversa sempre funciona, agora na parte de se vingar fica com você. -- Respondeu Hades, continuando. -- Quando me casei com sua avó, eu não sentia amor por ela, e quando mal nasceu eu já tinha ido embora mas tentei me redimir, era um pouco tarde mas nossa relação pai e filha falou mais alto que o ódio que Mal sentia ao saber que cresceu sem um pai.

– Então eu devo dar uma chance a Hill?

-- Aí é com você, vai antes que seja tarde. -- Respondeu Hades, e nisso eu parti para Auradon novamente.

👑

-- Chloe o que foi aquilo? -- Digo puxando ela pelo braço para olhar em seus olhos. -- Meu Deus! O que é isso em seus olhos? Porque estão verdes? Chloe me responda agora!

-- São lentes Ayla, nada demais.

-- Não minta pra mim você é alérgica a lentes de contato coloridas.

-- Não sou mais. -- Ela deu de ombros.

-- Eu disse para não mentir pra mim.

-- Ayla, você sabe que eu te amo, então não me faça perder a paciência, ok?

-- Tomara que perceba os inúmeros erros que cometeu hoje, minha amiga.

Hades

-- Olá, Malévola, o que a traz em meu refúgio?

-- Não se faça de burro, cadê Malvina? -- Pergunta ela colérica.

-- Bom, ela está voltando para a casa dela. -- Digo sorrindo.

-- Porque diabos você a deixou ir? Porque disse a ela todas essas coisas melosas? Você se tornou tão molenga, por isso que a Mal é desse jeito.

-- Que jeito, mamãe? -- Questiona Mal, se transformando em humana.

-- Você sabe, não se faça de tonta!

-- Não se preocupe meu bem, sua mãe está brava porque Malvina veio até mim, e não atrás dela.

-- Porque você quer tanto assim que Malvina se transforme, mamãe? -- Pergunta minha filhota.

-- Ora, porque se Malvina se juntar a mim, terei mais chances de me vingar.

-- Meu Deus mulher, sempre esse papo de vingança, você não pode relaxar um segundo? -- Digo.

-- Relaxar? Com você, aposto.

-- Não seria nada mal. -- Dou de ombros e Malévola dá sua risada diabólica.

-- Exato! Eu quero coisas más, querido, e você… Você não é mal.

-- Ok, eu vou voltar e ver minha filha, se me dão licença. -- Disse Mal saindo voando com suas asas de dragão.

😈

-- Hill, eu sinto muito. -- Digo quando o vejo sentado em algumas almofadas, no lago mágico.

-- Aqui, Mal, foi onde me declarei pra você, perguntei se você me amava e você disse que não sabia o que é amar. Desde então eu te mostrei o que é o amor, repeti várias vezes que te amo. Mas você nunca falou as três malditas palavras que me enchem de insegurança.

-- Você inseguro? -- Digo sorrindo.

-- Isso é sério, Mal.

-- Eu sei… Hill, eu sei que você nunca beijaria a Chloe, me perdoa por duvidar de você. Eu fui até as Ruínas de Hades falar com meu avô, e… eu…

-- Fale logo, Malvina!

-- Hill eu nunca disse que te amava, por que não sabia se eu era boa o suficiente para você, mas agora com toda a certeza eu posso dizer, eu te amo.

-- Fala de novo. -- Pede ele com brilho nos olhos.

-- Eu amo um idiota chamado Hilliam.

-- Eu também te amo Malvina. -- E nisso eu o beijo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...