1. Spirit Fanfics >
  2. Descobertas de um passado e futuros >
  3. Aparências Pela Sobrevivência

História Descobertas de um passado e futuros - Capítulo 22


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem 😀😉😘

Esse planeta é um exemplo de lugar longe onde seria o planeta do reino do rei Drente, ali grande parte dos seus moradores seriam da cor roxa e tinham antenas em suas cabeças, e são controladores de um poder com ar onde isso faz os Saiyajins não chamaram tanta atenção, já os olhos moradores são alienígenas que sobreviveram de invasões em seus planetas feitas pelo imperador Freeza e conseguiram um lar assim muito são talvez os últimos do seus povos.

Capítulo 22 - Aparências Pela Sobrevivência


Fanfic / Fanfiction Descobertas de um passado e futuros - Capítulo 22 - Aparências Pela Sobrevivência

Vegeta on

Eu ficando de frente para Freeza que estava rodeado com seus soldados bajuladores e bem firme disse enquanto todos me olhavam:

-Preciso fazer uma viagem para superar minha perda.

O imperador olhou desconfiado para mim, eu via que para ele isso parecia uma mentira mais eu também tinha certeza que em sua cabeça pensava "o que uma pequena crianças sem família e planeta poderia fazer?", então ele sorrindo enquanto seus servos olhavam desconfiados disse:

-Está bem, jovem príncipe Vegeta, por tudo que fez até agora entendo sua dor com todos os acontecimento recente, mais também não pode afetar seu desenvolvimento para nossas conquista então esteja de volta em uma semana, só isso vou lhe dar.

Eu olhando serio para ele com um ar de realismo pois não teria mais que isso ou ele desconfiaria então disse:

-Acredito que esse tempo seja suficiente, eu agradeço, e peço licença.

Nesse momento eu me curvando sai do salão, sendo olhando por muitos insetos que seguia ele, mais o mesmo apenas sorria, mais quando estavam indo para uma nave para partir a nave dos sobreviventes, Nappa e Raditz foram até mim correndo pois ficaram sabendo do meu pedido, então Nappa disse confuso:

-Senhor Vegeta onde pretende ir? Gostaria que nois dois fossemos com você?

Eu olhando sério e cruzando os braços disse:

-Não, eu quero pensar melhor no que farei.

Então os dois ficaram desanimados, e eu olhando com meus olhando de águia percebi que tinha alguns soldados nos vendo, nesse momento eu tinha medo que eles poderiam desconfiar então mesmo não quendo disse:

-Esta bem, podem ir comigo, mais antes vão comer isso.

Nesse momento eu tirando do bolso mostrei dois doces para eles os mesmos confusos para saber da onde isso vinha Raditz disse:

-Mais o que é isso, Vegeta?

Eu sério disse:

-Se querem ir comigo comam logo, é uma ordem.

Nesse momento os dois com medo pegando e colocaram na boca, então percebendo que tinham comido entramos na nave e fomos embora.

Vegeta off

Depois que Vegeta tinha saído da sala um dos soldados de Freeza disse desconfiado:

-Senho não acha que devemos ficar de olho nele? E até seguir para onde ele vai?

Outro alienígena que estava ali também disse com um ar de deboche:

-O que uma criança, sem planeta e dinheiro faria agora?

Nesse momento eles começaram a discutir sobre isso e Freeza já cheio de toda essa tolice disse:

-Já chega, ele pode ir para onde quiser mais nada mudará que ele é um escravo do meu poder, agora voltem a suas funções.

Nesse momento quando as naves dos três Saiyajins saiu da grande nave, vegeta usando o comunicador começou a chamar pelo dois bobos que quiseram ir com ele mais não teve resposta e sorrindo animado tirou seu comunicador.

Vegeta on

Isso finalmente estava completo, aqueles idiotas estão desacordados, e sem usar o comunicador vou poder sair e mechendo em alguns botões invadi o sistema de navegação das três naves cápsulas, e mandei para um planeta desabitado como se fosse um lugar para eu pensar assim ninguém desconfiaria e com Nappa e Raditz dormindo eu não seria incomodado, então quando chegamos eu sai da minha nave e abrindo o deles fui conferir se tudo estava certo e tendo certeza sorrindo fechei as portas e também fechando a minha, peguei meu relógio no bolso e sorrindo disse enquanto apertava alguns botões:

-Bom eu tenho cinco dias ate alguém ficar desconfiado e vir aqui e esses idiotas também não vão acordar até lá, então vamos.

E sorrindo eu apertei um botão verde e como se estivesse disfarçado uma nave apareceu eu também peguei três robes em miniatura que ganhei em uma viagem que fiz deixei que eles me vissem e ficassem com minha aparência e dos outros então os deixe ali assim seria mais uma garantia e olhando novamente para a nave acabei entrando nela fui embora rumo a nave central onde estava minhas irmãs, e algum tempo depois eu chegando entrei na nave, quando meus pés ficaram dentro eu sorrindo disse enquanto Emi e Aia estava esperando perto da porta da nave:

-Então quem vai me dar um abraço?

Nisso as duas sorrindo foram correndo felizes de poder me ver e eu também abraçando elas disse:

-Estão todos aqui?

Emi olhando para mim disse sorrindo:

-Sim, mais....

Nesse momento parou de falar e olhou para baixo, então eu confuso e mais serio disse:

-O que houve? Qual o problema?

Aia olhando para mim disse:

-Nossos irmãos, pais, amigos e povo se foram, e agora vamos fazer o que?

Eu olhando para elas, e soltando as do meus braços e disse:

-Vamos até onde todos estão eu preciso falar com todos.

Nisso elas concordaram com a cabeça,  e foram andando pela nave, até chegar na sala de controle e entrando ali, todas as outras crianças filhas e filhos de nobres estava dentro chorando e chamando por seus pais, mais quando me viram ficaram calados, afinal já sabiam como eu agia serio entrou quando a porta se fechou eu disse:

-Quero saber se os pais de vocês deixaram as coisas como eu pedi.

Todos concordaram com a cabeça ainda triste, nisso eu disse tentando os dar coragem:

-Eu sei que seus pais e até talvez amigos não estejam mais nessa mundo, e que nosso planeta também tenha ido embora, mais vamos sobreviver além disso mais a frente teremos uma nova casa eu dou minha palavra, por enquanto desejo que sejam fortes, eu também estou sofrendo mais vou cuidar de você desde que aceitem confiar em mim e claro obedecer tudo que eu falar.

Todos ali se olhando, triste mais com coragem, fizeram continência para mim e gritaram bem alto:

-"Vida linga ao príncipe Vegeta, vida longa a família real que no cuida, viva, viva, somos fortes, corajosos, venceremos, e vamos prevalecer".

Eu sorrindo disse:

-Sim, somos Saiyajins a raça guerreira mais forte do universo, e venceremos.

Nesse momento todos nós sorrimos animados, então eu observando que todos estavam com roupa de batalhas disse:

-Quero saber, todos estão com os relógios que o meu cientista participar fez? E o anel disfarce?

Todos sorrindo mostraram os braços e as mãos e lá estava os objetos, nisso eu sorrindo disse:

-Otimo, sabem o que devem fazer, apatir de agora até quando ficamos no planetas estranhos vão ficar com eles, e se disfarçar a final somos alienígenas nômades que precisamos de um lar e seu muito bem onde encontrar, agora vão dormir e descansar vou mexer nos controles e amanhã chegamos.

Nisso todos concordaram com a cabeça e foram para seus quartos, tentar ter uma noite de sono já que seria impossível, enquanto isso eu fui para a mesa de controle e coloque as informações para ele ir até o planeta afastado que me deviam ajuda, além disso com os anéis não poderiam ver nossas caldas, e com os relógios teríamos roupa e acessórios que nos fizesse se adaptar ao planeta onde estávamos assim não chamaríamos menos atenção, e apertando também alguns botões ali distanciei a nave, então tudo feliz fomos ao planeta meu plano estava ótimo, mais minha irmã Emi confusa diz:

-Irmão Vegeta, com todos esses disfarces vamos conseguir um lugar? Por que não matamos o Freeza e acabarmos com isso?

Eu olhado sério para ela disse:

-Você está sendo idiota Emi, ele tem aliados e servos, antes de tocamos nele vamos morrer, você lembra da nossa mãe foi isso que aconteceu com ela, nos somos uma raça guerreira que tem esse objetivo desde que nascemos então vamos ganhar dinheiro e poder fazendo isso.

Aia nos olhando confusa disse:

-Mais como pensa consegui ajuda?

Eu olhando sério disse me sentando em uma cadeira ali:

-Bom voe vender ou melhor fazer um casamento político, assim teremos um planeta, um lugar onde treina e até onde consegui mais dinheiro.

Então Emi não concordando disse:

-Mais isso não é justo irmão, vamos achar outro coisa, nos....

Nesse momento eu a interrompendo disse:

-Ja chega, eu decidi que vamos fazer isso além do mais, vamos ficar apenas alguns anos depois vamos fazer outra coisa eu prometo que vai tudo dar certo, agora acho melhor você também irem vão estar cansadas amanhã e eu já estou acostumado.

As duas triste concordaram e foram para seus quartos também, e quando a porta foi fechada.

Vegeta off

Quando Vegeta estava sozinho ele apertou um botão da mesa de controle da nave e no grande telão ali apareceu sua mãe, e a mesma sorrindo disse:

-Ola meu menino, possivelmente o que você tanto temia aconteceu, mais por sorte se está vendo isso conseguiu fugir e melhor salvar as outras crianças, eu lhe desejo sorte e força, seja o príncipe que eu tenho certeza que vai vencer, além do mais eu deixei tudo que você precisa para saber sobre seu legado e da nossa raça um dia você vai abrir e ler tudo, eu desejo sorte e saiba que te amo.

Então a mensagem se fechou, vegeta sorrindo disse:

-Eu farei meu melhor mãe, mais agora chega de tristeza eu tenho trabalhado a fazer, vou treinar um pouco até chegar no outro planeta.

E saiu da sala de controle, e foi para uma sala reservada e ficou lá treinando, então depois de algumas horas a nave chegou ao seu destino e quando aterrissou em uma área deserta do planeta, todos desseram, e colocando seus relógios e anéis, Vegeta fez a nave ficar invisível, depois disso eles apertaram alguns botões e como se fosse mágica, seus corpos ficaram mais altos e isso aparentava que eram mais velhos então todos tirando Vegeta pareciam jovens e adolescentes, então todos voando foram direto para o castelo do rei do lugar e chegando ali eles invadiram o salão centro assutado todos, nesse momento quando todos entraram Vegeta estava na frente e sorrindo apenas ficou olhando para o rei, já o mesmo com medo disse tentando disfarçar:

-O pequeno príncipe Vegeta cinto muito por sua perda, eu soube tenho certeza que deve estar sofrendo muito, mais o que lhe trás até minha presença? Principalmente com esse pequeno exército?

O Rei que estava ali gostava da raça Saiyajin e depois de saber que eles tinham morrido ficou triste pensava em unir povos e quando o príncipe apareceu novamente sentiu que conseguiria seus objetivos então Vegeta sorrindo disse se inclinando:

-Obrigado por seus sentimentos rei Drente, tenho certeza que meu pai o rei Vegeta iria ficar feliz de saber por seus atos, mais o que venho fazendo aqui é estritamente político.

Então Vegeta que estava curvado em sinal de respeito levanta sua cabeça de falar a última palavra, nisso seus olhos se cruzaram com a princesa daquele reino e ela sorri envergonhada logo depois ele já de cabeça levantada e olhando para o rei que sorria e disse:

-Vamos meu jovem diga o que deseja?

Vegeta falou em alto e bom som para todos os outros alienígenas escultarem:

-Peço uma aliança política, ao qual ajudará todos, eu tenho um grupo de sobreviventes da minha casa, como pode ver e eles poderão ser grande soldados para proteger seu reino, já eu me casarei com a princesa para unir nossos povos assim acredito que não vai haver revoltas, porém eles devem ser tratados sem preconceito por seu povo é claro que não contaremos que somos, e devem ser tratados como nobres aqui com todos as regalias.

O rei ficou assustado como o menino tão novo poderia sugerir tudo isso além de ser bem específico, seria uma grande oportunidade e sabe quando teria outra assim, mais também uma armadilha se Freeza soubesse eles morreriam, então se levantou e foi até a frente dele e estendendo a mão disse:

-Você é um grande negociados, ambos os lados ficaremos satisfeitos, aceito seu combinado, desde que Freeza não saiba.

Vegeta deu um pequeno sorriso e disse:

-Tenho certeza que isso não vai acontecer.

E pegou a mão do rei Drente e firmaram o acordo, agora tinha como proteger seu povo mesmo sendo ele o sacrifício isso serviria por enquanto, logo depois ele e o rei entraram em um lugar mais reservado e escreveram seus requerimentos de cada lado colocando mais algumas coisas como poderes e diretrizes da aliança, e formaram o contrato e nos dias depois seus sobreviventes se estabeleceram no planeta e receberam os títulos de nobreza do lugar depois do rei eles eram os mais poderosos socialmente e em força, e quando tudo ficou decidido Vegeta voltou para a nave de Freeza e continuou com sua vida.


Notas Finais


Se gostou favorita, e qualquer dúvida estou disposta a responder 😎


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...