História Descobrindo o Amor - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Malhação
Tags Benê, Bruno Gadiol, Daphne Bozaski, Gune, Guto, Malhação
Visualizações 261
Palavras 1.234
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiee!! Consegui produzir mais um capítulo que tá saindo fresquinho!!! Obrigada a todos que favoritaram e a Liv que comentou, valeu pelo incentivo!

Bora pra mais um capítulo dessa história Gunê!

Capítulo 2 - Achado ou Perdido?


Fanfic / Fanfiction Descobrindo o Amor - Capítulo 2 - Achado ou Perdido?

Por Guto:

Acordei cansado, abri os olhos e senti a cabeça latejar. Segunda feira, a semana começando e tudo que eu queria era ficar dormindo. Olhei o relógio e percebi que daria tempo de tomar um banho. A agua quente sobre minhas costas aliviaram um pouco as dores de quem havia dormido muito pouco. Faziam dois dias desde o encontro com a Benê no Hospital, as palavras de Felipe ecoavam na minha cabeça junto com imagem que eu não havia presenciado, mas que minha mente insistia em projetar. Nela eu via uma Bene receptiva e aberta ao beijo daquele mané do Juca, e por mais que eu não quisesse , não conseguia evitar de me sentir muito incomodado. Quanto mais eu tentava evitar a imagem mais ela me atormentava. Será que o Felipe tinha razão?Será que eu gosto da Bene? Não, o Felipe tá viajando, gosto da Bene como um irmão mais velho, não posso estar gostando dela. Vou ficar feliz por ela que merece ser feliz. Vou tentar me acertar com a Clara, essa é a solução.

Cheguei no colégio e de cara já encontrei o Juca conversando com a Samantha. Eles não viram eu me aproximar e acabei escutando o ele todo feliz falando da Benê:

- Pois é Sam , é verdade sim , a gente se beijou. A Benê é uma menina tão doce e delicada.

-Hummm , está apaixonado é?? Que bonitinho!!! Samantha apertou a bochecha de Juca e logo me viu revirando os olhos. Eu estava começando a odiar esse cara.

-Guto!!! Que bom que você chegou! Já está sabendo do mais novo casal do momento?? Já tenho até o nome do Shipp vai ser Junê. Ela abraçou o garoto que ficou mais sem graça que eu ao escutar aquele nome ridículo.

-Ah vai ver se eu estou na esquina vai... Até parece que eu tenho tempo para ficar shippando casalzinho. Cheguei mais perto do Juca e não me contive, apontei o dedo bem próximo do rosto dele e falei:

-A Bene é minha amiga e se eu souber que você desrespeitou, maltratou ou fez ela sofrer eu te garanto Juca que você vai se arrepender de um dia ter botado a mão nela! Estamos entendidos?

-Nossa Guto, eu você nunca defendeu desse jeito! Samantha falou enciumada, mas eu a ignorei e fiquei encarando o babaquinha até que ele respondeu:

-Olha Guto, não que eu te deva alguma explicação, mas saiba que eu AINDA não estou namorando a Benê, nós apenas nos beijamos. E sim, eu gosto muito dela, DE VERDADE, jamais faria algo para magoa-la... Diferente de outras pessoas que eu conheço. Agora você me dá licença que já ta na hora de ir pra sala.

O cara de pau passou por mim, me deixando furioso. Quem ele pensa que é pra falar assim comigo??

- Bah Guto, podia ter passado sem essa hein! Agora vamos para sala brabinho que a aula já começou.

Passei o resto da manhã emburrado, não consegui prestar atenção nas aulas e dei graças a deus quando deu a hora do almoço. Tudo que eu queria era sair daquela escola, voltar para casa e dormir a tarde inteira. Sai da sala assim que o sinal bateu na esperança de fugir da galera, mas infelizmente escutei a Clara me chamar:

- Guto, amor me espera! Ela chegou me agarrando no pescoço e foi me beijando. Dei apenas um selinho e me desvencilhei dos braços da garota.

-Oi Clara, desculpa é que eu dormi mal essa noite então vou para casa, depois a gente se fala pode ser?

-Ahh amor, justo hoje que eu ia te convidar pra ir almoçar e depois a gente podia namorar um pouquinho...Vamos Guto?! Prometo que faço essa dor passar...

Só o que me vinha na cabeça era exatamente o oposto, que com ela a dor de cabeça só iria piorar.

-Desculpa Clara, hoje não vai dar mesmo. Preciso dormir. Mas depois te ligo tá?! Dei um beijo rápido na minha namorada e não pude deixar de me sentir um pouco culpado. Sai apressado e quando estava virando a esquina da escola meu telefone vibrou, era uma mensagem no whatsapp, da Bene. O sorriso foi involuntário quando vi que era ela.

Bene:

Oi Guto, tudo bem? Vamos ter aula hoje à tarde? Escutei uma música linda ontem e eu quero muito aprender a tocar.

Guto:

Oi Bene, tudo bem sim. Claro que podemos ter aula hoje. Que horas podemos nos encontrar no galpão? To indo para casa almoçar e depois estou livre.

Bene:

Te vejo as 14h30 então, pode ser?

Guto:

Combinado. Beijos.

Fiquei esperando a resposta dela, enquanto caminhava para casa. Vi que ela visualizou, mas não mandou beijo de volta. Será que ela está chateada comigo?! Hoje vou perguntar para ela se ela está gostando do Juca. Será que ela está gostando dele? Ahhh eu vou ficar louco. Olhei para o celular de novo e nada de resposta. Pensei em puxar assunto perguntar qual a música que ela gostou tanto, mas...melhor não incomodar mais. Cheguei em casa, engoli a comida e fui para o quarto dormir um pouco. Botei o celular para despertar para não correr o risco de me atrasar para a aula.

 

Por Bene:

 

Sei que não devia ter mandado mensagem para o Guto, eu ainda estou bem triste por que o Guto beijou a Clara. Eles não combinam, tenho certeza disso. Mas quero muito aprender a tocar essa música. E eu prometi para ele que eu não ia mais confundir as coisas. Ele é meu professor de piano e só. Eu não sei namorar, não sirvo para namorar. Sei que o Juca gostou de me beijar, na verdade não foi um beijo ruim, mas também não foi um beijo bom. Quando o Guto me beijou na Balada Cultural eu senti como se tivesse muitas coisas no meu estomago e me deu um arrepio. Ahhh chega! Não quero mais pensar no Guto , não quero lembrar do beijo, não quero gostar o Guto. Peguei o celular e mandei um whats pra ela.

Bene:

Ellen amiga. Me ajuda!

Ellen:

Oi Miga, fala ai.. o que houve?

Bene:

Como você faz para parar de pensar em um garoto?

Ellen:

Ihhh, Tá pensando no Guto Miga?

Bene:

O Juca me beijou e eu quero gostar dele. Como posso deixar de gostar do Guto e gostar do Juca? Tem algum livro, algum passo a passo? Preciso organizar , deixar em ordem essa parte da minha vida. Não gosto de bagunça e to bagunçada e não sei o que fazer.

Ellen:

Amiga , acho que se você quer esquecer o Guto, a primeira coisa a fazer e parar com as aulas de piano. Quem sabe se você parar de encontrar ele ajuda, e de repente você começa a estudar alguma coisa com o Juca pra tentar gostar dele.

Bene:

Mas eu amo piano. E eu amo ter aulas com o Guto. Ele é um bom professor. Quero gostar dele como professor.

Ellen:

Mas então fica difícil amiga. Realmente não sei o que mais poderia te ajudar. Pensa no que te falei. Tenho que ir agora a mãe tá chamando pra ajudar ela . Beijo amiga fica bem tá.

Bene:

Tá bom Ellen. Muito Obrigada.

A Ellen não ajudou muito. Vou me arrumar para a aula de hoje. Peguei a partitura da música, coloquei na bolsa e fui para o galpão.

 


Notas Finais


No próximo capítulo Guto e Bene finalmente se encontram e essa aula vai ser muito interessante!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...