História Descobrindo o Amor 2 - Capítulo 56


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Karin, Ko Hyuga, Kurenai Yuuhi, Maito Gai, Metal Lee, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shion, Toneri Otsutsuki
Tags Borusara, Gravidez Adolenscente, Naruhina, Sadusaku
Visualizações 91
Palavras 3.164
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, gente, antes de mais nada que agradecer de coração mesmo os comentário, eu amo ver o retorno e a torcida de vocês, e assim também é uma fora de eu adequar a historia de forma a agradar o maior números de leitores possíveis, por isso comente, me deem sua opiniões, quero agradecer também os novos favoritos, espero que gostem da historia, e comentem também, pois vocês são os meus termômetros, eu queria me desculpar pois atrasei para postar, eu planejei postar as 16:45 mas o capítulo ficou maior do que eu esperava era muita coisa para colocar em pratos limpos, muita coisa para explicar eu eu quis fazer isso de uma vez só. agora sim, boa leitura

Capítulo 56 - Gravida do meu irmão parte II


Fanfic / Fanfiction Descobrindo o Amor 2 - Capítulo 56 - Gravida do meu irmão parte II

―Lola, sou eu, eu vim te ver, que susto você me deu garota, escute eu preciso que você viva, se você morrer eu morro junto, eu preciso de você se você está me escutando mexa o dedo― e dizendo isso o dedo mínimo da Lola se mexeu, de alguma forma ela escutou ou apenas pressentiu a presença de Naruki

―Viu isso nii―san? ― Disse Naruki paralisado com a reação de Lola

―Isso oque nii-chan?

―A Lola ela se mexeu para mim, o dedinho você viu?

―Impossível nii-san, ela está totalmente dopada não mexeria nem um músculo

―Eu sei que não estou ficando doido― Naruki rebateu

―Doido não, mas talvez cansado... vamos para casa, já está de madrugada ―tenho que levar Sarada, nem sei o que acometeu com o pai dela, e também não sei aonde está a mãe dela, e para falar a verdade não sei nem dos nossos pais ― concluiu Boruto

―Mas afinal o que está acontecendo que acabou afetando a todos assim? Uma bomba nuclear?

―Quase Naruki, lembra uma teoria que a gente tinha de que a família dele tinha um grande segredo

―A Lola até tinha uma teoria…. Mas pelo amor de kami Bolt que fique só entre a gente, a Lola tem certeza de que o Metall não é filho do pai dele, isso já a algum tempo, mas acho que ela ficou com pena de contar

―Bom, pois se esse era o segredo já era todos mundo já sabe e essa e a causa das tragédias, parece que ele é filho da Sasuke,

―Nani?

―Sim, o garoto tem sangue Uchiha correndo nas veias, por isso ele sempre foi tão bom com jutsu...

―Quer dizer então que a Lola?

―Isso mesmo esta gravida do irmão, entendeu porque que deu pane nela? Nisso parece que Sasuke sumiu, Metall também Sakura e papai estão atrás de Sasuke e mamãe foi com ela

―Naruki se sentou sem saber o que pensar, meio desnorteado como engoli uma história assim

Na casa de Sakura

―Te achei― disse Sakura abraçando o marido, que já se encontrava em casa deitado na cama e de barriga para cima, eu apoio a cabeça no peito dele― o Naruto está até agora na floresta te procurando, ta explicado porque ele não sente a sua presença

―Eu precisava de um tempo para mim, sabe... colocar as coisas em ordem

―Precisamos conversar

―Eu sei, mas preferia fazer isso de uma vez só cadê as meninas....

―As meninas...... Sasuke, eu não vou menti, deixei Itachi com meus pais, eu de verdade fique tão fora de mim que não sei de Sarada, e a Lola ― nesse momento Sasuke pulou da cama

―A Lola!!! É mesmo, eu fiquei tão desnorteado que esqueci que ela está gravida dele...

―É por isso que precisamos conversar.... Lola ficou muito impressionada com tudo, passou mal, ela está muito grave no hospital, pode... ― Sakura encarou o outro lado― pode ser que ela não saia dessa com vida― e uma lagrima escorreu do rosto da rosada― você precisa ir vê-la no hospital....

―Saky― Sasuke abraçou Sakura eu….

É logico que não podemos duvidar de nada vindo da Sara... mas tem algo de muito errado nessa história.... Merda, mesmo depois de anos esse biscate está destruindo minha família

Na casa de Lee

Metall irrompeu pelo porte, se nem ao menos bater, sua expressão era de ódio, quem mais sabia dessa história? Como eles deixaram as coisas chegarem tão longe? Que mais sabia? Seu pai? Seu avô? Não eles provavelmente não, seu pai não seria capaz de uma coisa dessas, e seu avô não ciaria o filho de outro, mas sua mãe com certeza sabia, ela havia sido egoísta o bastante para esconder isso tudo até agora

Povs Metall

  No caminho para casa do meu avô eu relembrava quando minha mãe implorou para que eu não odiasse Sasuke, sem nem um motivo aparente, era isso minha mãe sabia, eu agora chorava de raiva ao relembra quantos vezes a protegi, defendi e até mesmo apanhei do seu avô por ela, nunca admiti que dissessem mal da minha mãe, mas sempre foi tudo verdade, cada vez que chamaram ela de puta dissimulada e mentirosa como ela pode guardar por tanto tempo um segredo desses? Mesmo depois que sabia que eu estava namorando... droga que eu estava namorando com a minha irmã, será que era por isso que eu a amava tanto? Sim pois inegavelmente Lola é a menina que eu mais amo no mundo, se que sou um vacilão quase sempre, mas eu a amo, não quero perde-la, não consigo me imaginar sem ela, sem meu filho que agora também é meu sobrinho, e que por culpa dela (minha mãe) é quem vai sofrer com isso tudo, coo explicar que o pai dela e na verdade o tio? E eu e Lola como lidar com tudo isso? Continuar com a família uma vez que a merda já tinha sido feita? Não isso seria insustentável, provavelmente não conseguiríamos lidar com isso, mas droga eu não consigo deixar de ama-la de deseja-la querer ela na cama cm migo, será que isso faz de mim um pervertido? Desejar com tanto fervor a minha irmãzinha, naquele momento eu fugi...  Fugi porque não conseguia encara-la, cheguei na casa do meu avô, e a porta impedia minha entrada “tap” eu chutei a porta para abri-la, não queria perder tempo batendo e estava agitado de mais para isso, todos se assustaram ao ver o estado que eu entrei, pela mina visão o sharingan ainda estava ativado

―Como ousa― meu avô começou a dizer

―cala a boca velho nojento―eu respondi com ignorância, não era neto dele não tinha porque obedece-lo mais, se bem que aquilo explicava muita coisa, eu nunca fui a favor do que minha família fazia, me sentia um aliem ali, é logico que convivendo tanto tempo com eles, acabei aprendendo o jeito deles de fazer as coisas e isso não era bão, talvez se Sasuke tivesse me criado hoje eu seria uma pessoa melhor, teria um outro jeito de ver as coisas e seria um marido melhor para a Lola, mas o que eu estou pensando, eu não posso ser marido da Lola droga que raiva

―Meu filho, mas o que é isso? ―Perguntou meu pai (si meu pai, eu o amava de mais)

―Cadê a mamãe― eu disse bufando de raiva

―Foi colher lenha, mas o que significa isso― disse meu avô ríspido

―Eu é que pergunto, que significa isso― eu disse apontando para o meu olho e todos repararam em meu sharingan

―Sharingan? Meu pai sussurrou? Mas como assim?

―É isso que queremos saber, uma vez que só quem tem o sharingan são os Uchiha, e o único Uchiha vivo é o pai da minha mulher

―Aquela vadia nos enganou a todos― disse meu avô ríspido, mas seco

―Quer dizer que você é irmão dela, nesse caso vocês não podem ficar casados― disse Erika

―Cala a boca infeliz, não comece a ter ideias sem sentidos

―Quer dizer então que você não…. ―Ia dizendo o meu pai

―Não otousan― era raro eu usar honoríficos, mas a situação pedia ― nós sempre seremos pai e filho, eu nunca reconheceria aquele metido como pai, porque já tenho o melhor pai do mundo― eu disse, mas meu pai abaixou a cabeça e saiu, achei que ele precisaria de um tempo, bom, eu vou esperar por minha m.... pela Sara― eu disse me sentando

Na casa de Naruto

Naruto já havia voltado Hinata também, quando os garotos chegaram

―Naruki meu filho ― minha mãe disse vindo me abraçar

―Eu liguei para ele ― Boruto se entregou― sei que não devia, mas a situação

―Não meu filho, você fez certo estamos perto de viver uma grande crise, e bom que ele esteja aqui― disse Naruto― Miuki já sabe?

―Não, e a e mesmo tenho que ligar para ela ― Naruki disse correndo até o telefone― a situação é essa, se eu fosse você voltava também pelo menos por um tempo porqu...

―Não precisa explicar, eu não sou nem um monstro Naruki, apenas pensei que fosse só um mal-estar passageiro, Lola é minha amiga, volto o mais rápido possível, e levo suas malas, me desculpe por tudo Naruki, eu fui insensível... eu te amo Naruki ― disse Miuki do outro lado

―Eu também gosto muito de você Miuki ― respondeu Naruki e desligou

―Madrinha... será que eu posso dormir aqui essa noite? La em casa bem... o clima.

―Mas é claro querida, você fica no quarto da Hima

―Mas mamãe? ― Questionou Bolt

―Sem mais Boruto, seu irmão está aqui e a última coisa que precisamos é mais confusão― disse Hinata em um tom definitivo― eu vou ligar para Sakura

―Bom, isso explica algumas coisas― disse Naruki caindo no sofá

―Como por exemplo? ― Quis saber Boruto

―como por exemplo, o fato de que a Miuki sentiu  a presença de chacra do filho de Lola, bem no início da gravidez, nem eu nem ela nunca entendemos coo isso foi possível, já que a criança era de uma Uchiha com um homem comum, e para o chacra se desenvolver cedo assim a criança precisaria ter um grande poder, por exemplo, se ela fosse m... meu filho, já que tanto o papai quanto a mamãe são portadores de poderes enormes e os do papai inimagináveis, ai sim seria normal, mas ele uma pessoa comum, com um pai e uma mãe comum isso seria praticamente impossível, a criança teria que treinar muito pa.. A vocês entenderam, mas isso explica trata-se de um Uchiha praticamente puro, tendo um pai e uma mãe Uchiha, algo como a muito tempo não se via

―pena que o pai e a mãe dele são irmãos e não podem ficar juntos― disse Boruto― eles terão que se separar, nesse momento Naruki não pode deixar de ficar feliz com essa possibilidade Lola livre de novo, e o melhor para criança seria se escondessem de quem ela era filho, ai nesse caso ele poderia ser o pai, aceitaria o cargo de bom grado, na verdade ele se ofereceria para isso, daria a ideia com certeza era a melhor solução, não tinha porque infligi um trauma  a criança, com o cair da noite, Sari ainda estava no quarto dos meninos, nesse momento ela chorava nos braços do irmão, cama dele, disse que não queria ficar sozinha, meus pais já tinham dormido, eu estava sem sono, e as coisas estavam particulares demais entre meu irmão e a Sari não queria ficar escutando a conversa deles resolvei então descer para ver tv, deixei meu irmão consolando Saradah que agora estava deitada em seu peito enquanto ele afagava seus cabelos, ela precisava disso de aconchego e nesse momento eu também, mas resolvo que dormiria sofá, assim daria mais liberdade a eles, depois eu diria a mamãe que desci  para assistir tv e peguei no sono, sai sorrateiramente do quarto e desci. Fiquei imaginado como a ida das voltas, se me dissessem a um ano atrás que eu estaria casado aos 16 com uma mulher que não fosse a Lola, morando longe dos meus pais, e isso tudo sem nem um grande motivo (uma gravidez por exemplo) certamente eu nunca acreditaria

Povs Lola

Tudo que eu consigo me lembrar, é de meu pai brigando com meu marido, quase o matando, eu entrando em desespero por achar que ficaria viúva antes de ser mãe e Metall ativando o sharingan para se defender, o sharingan…. minha cabeça que geralmente não era tão hábil como a do Shikamaro e a do Naruki, ágil rápido, me lembrei que há algum tempo eu desconfiava que Naruki não era filho do pai dele, me lembrei que minha irmã me disse que um dos motivos para o papai não querer aceitar Metall era um possível envolvimento entre ele(papai) e a mãe dele(Metall) no passado, me lembrei de Metall jogando isso na cara de papai, me lembrei da habilidade com fogo de Metall que era um jutso originalmente Uchiha, e me lembrei que meu pai era o único que podia passar os genes do sharingan para alguém tudo isso passou pela minha cabeça em segundos, e me deu um instalo, eu estive apaixonada e estou gravida do meu irmão, e outro instalo como vou explicar isso ao meu filho, tudo que eu podia desejar era morrer e levar meu filho junto, para poupar a nós dois desse sofrimento, já tinha decidido desistir da vida e me deixar morrer, só queria garantir que levaria meu filho junto, quando de repente me lembrei que tinha um motivo para viver, deitada aqui nessa cama de hospital completamente imóvel, o único sentido que ainda me obedecia era a audição, escutei a voz dele... ele veio para ficar ao meu lado quando eu mais precisei, eu não o perdi para sempre afinal de contas, ele ainda era meu, ele me pediu um sinal e para mim isso era impossível, estava com sedativos fortíssimos, minha vontade era de grita de pular, me esforcei com toda força do meu ser mas tudo que eu consegui foi mexer um dedinho, mas ele percebeu r para mim foi o suficiente, não podia morrer sem ver o sorriso dele pela última vez, nos últimos dias, o que eu sentia por Metall ficava cada vez mais fraco, com a convivência, ele era grosso e insensível, eu não estava acostumada com isso, eu cresci com Bolt, Naruki, Shikadai, e até o Toni, todos eles eram um cavalheiro com as mulheres, isso pelo exemplo que tinham em casa, meu próprio pai tão bravo na rua em casa lava até louça, tio Naruto meu padrinho em fim, nunca imaginei que realmente existiriam homens como Metall, nunca até eu conviver com ele, meu coração desejava cada vez mais Naruki, e eu não podia morrer sem ver o sorriso dele pela última vez, decidi lutar apenas maus um pouco pela minha vida

Na floresta

Povs Sara

―Lee!? Oque você quer aqui? E que cara é essa― perguntou sara ao ver Lee chegar na floresta com das malas, seus olhos demonstravam odo e sofrimento

―Metall esta te esperando em casa― disse eu meio desesperado ― ele quer te pergunta uma coisa― ele disse chorando― ele quer saber o porquê ele tem sharingan― ele conclui em fim e a compreensão invadiu a minha mente ele tinha descoberto, eu cai de joelhos no chão

―Pelo amor de kami Lee não é o que você está pensando― eu disse

―como não é sua vaca você nos enganou por esses anos todos ― ele tirou uma faca e me impresso contra uma arvora, ele estava transtornado parecia até o pai dele, nunca o tinha visto daquele jeito― você tem brincado com migo esses anos todos Sara, disse ele com a faca ainda no meu pescoço― você me disse que era virgem quando fizemos amor, e por isso eu me casei com você, achei que fosse minha obrigação, achei que de qualquer jeito eu nunca seria feliz com a Sakura e quando você me disse que estava gravida, eu fiquei feliz finalmente teria má família, realizaria um sonho― ele apertava a faca contra o meu pescoço e eu achei que fosse morrer― agora eu vejo que sempre fui um estupido, mas eu não consigo nem te matar sua puta ele disse e nesse momento levantou meu vestido e tirou a minha calcinha― agora você vai me servir assim como serviu seus homens infeliz― ele disse  puxando o meu cabelo e levantando uma de minhas pernas, eu nunca o vi tão viril― você sempre se fez de santinha com migo, dizia que só sabia fazer uma posição isso tudo não passa de mentira não é ― ele dizia com ódio enquanto estocava, e não tinha vontade de fazer sentia dor... muita dor, ele me virou de costa, meu rosto encostado na arvore e enfiou na minha parte de traz, dolorosamente― eu sempre quis fazer isso, mas você me dizia que era pura demais não é Sarinha― ele continuava estocando, e nunca antes demorou tanto tempo, geralmente não passava de cinco minutos ― eu me odeio por não consegui te matar Sara, mas não serei amis o mesmo, lembra quando você me contou que estava gravida, eu e senti o homem mais feliz do mundo― eu só queria que aquilo acabasse logo― e depois você me convenceu a ir com voe para longe, e depois me disse que o bebe nasceu três meses e meio antes, e que você não sabia como ele tinha nascido tão saldável, que provavelmente foi porque e você rezou e pediu a minha mãezinha que salvasse seu filho, quando viu que entrou em trabalho de parto antes da hora que tinha sido um milagre, até o espirito da minha santa mãezinha  entrou no meio das suas mentiras, porque você sabia o quanto e amava― ele puxou meu cabelo e estou com mais força, coo se extravasasse anos de raiva em mim― e depois você me convenceu a não contar para ninguém que Metall era prematuro, me disse para falar com meu pai que nós já tínhamos ido para cama antes, e que quando nos casamos você já tinha três meses de gestação, disse que ninguém entenderia o milagre e que assim seria melhor para preservarmos Metall, se nós dois soubéssemos já seria suficiente― agora ele ria como um louco―  imagino como você riu de mim por trás, como foi fácil me enganar nesses anos todos, com certeza você me achava um bobo, e então será, o que acha do seu bobão agora, disse ― mas eu só conseguia chorar ― vire-se quero gozar na sua boca ―e me virei de joelhos para ele

―Eu nuca quis...

―mentira, como eu queria consegui te matar agora piranha― ele disse me dando m tapa na cara, e soltando seu liquido em seguida― ele me levantou pelo cabelo e disse― apesar de tudo, você me fez feliz― agora sua voz era mais calma― me deu uma família e um filho que apesar das circunstâncias me ama e faz questão de carregar o meu nome, já não sei viver sem você e por isso não consigo te matar, mas meu pai quer te matar, seu filho quer te matar provavelmente a família do Sasuke toda quer te matar, e eu não duvido que a Tsunade te prenda para fazer um interrogatório― ele dizia puxando os meus cabelos― porque afinal de contas a sua mentira fez um irmão engravidar o outro e isso é crime, eles não podem pagar pois não tiveram culpa, provavelmente eles viram atrás da culpada

―Nani? Mas Lee― eu finalmente falei eu não

―Cala a boca, consegui sai despercebido com as bolsas de casa nós vamos fugir

―Mas eu preciso me explicar, principalmente para o meu filho ele n.

―Faça isso depois, ninguém vai te ouvir agora todos estão com ódio de vocês você aparece na vila a gora você está frita ou melhor morta, vamos dá um tempo longe― e dizendo isso fomos floresta a dentro


Notas Finais


alguns pontos
-Miuki:ue te amo Naruki: eu tambem gosto muito de voce. Oque?????
-naruki fantasiando em assumir o filho de Lola
-Metall endoidou de vocês, ou virou homem de vês rsrsr
-Erika querida tanata pessoa para voce se apaixonar, logo o Metall
-Lola assmui que a vida de casada não é como ela sonhava
-Miuki na cidade
-sasuke lava louça rsrs
gente a imagem acima simboliza o quanto Lola e Metall estão preocupados com o furos do filho, no meio disso tudo, e isso é o maior motivo do sofrimento deles, vamos combinar, a criança vai ser a mais prejudicada
hoje vai ter mais um capítulo não percam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...