História Descobrindo quem eu sou - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Xena, a Princesa Guerreira
Personagens Cyrene, Gabrielle, Lívia, Personagens Originais, Xena
Tags Amor, Aventura, Castelo, Descobrir, Mistério, Mudanças, Reviravolta, Romance, Vida, Xena
Visualizações 40
Palavras 766
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


algumas semanas atrás, alguns leitores perguntaram qual era a relação de xena e gabs, então achei que esse cap seria interessante para resolver suas dúvidas.
<3 adoro quando vocês opinam, isso ajuda muito a guiar a estória de uma maneira que todos possam perceber os detalhes.

Capítulo 19 - Como se eu não percebesse...


Uma bela manhã de sol e Eden acordou bem mais cedo que o normal, virou-se para a esquerda, a direita, e nada de ver as duas companheiras de viagem; levantou se espreguiçando e logo após foi tocando nos tecidos que haviam ficado no chão, estavam frios, indicando que já fazia algum tempo que não estavam ali.

Não era a primeira vez que isso acontecia desde que Xena retornara, mas nas vezes anteriores ela sempre voltava a dormir. Olhando em volta percebeu que o cavalo ainda estava ali perto pastando, a água da cachoeira próxima parecia cantar, haviam achado um bom lugar e estavam felizes ali; Disposta a lavar o rosto com a água fria da cachoeira para acorda melhor, ela pôs-se a caminhar entre as árvores e as rochas até ela.

Belas borboletas voavam em direção a uma parte diferente da rocha, ela queria vê-las de perto, então deu a volta pelo lado oposto a cachoeira, entrando em uma trilha onde as alguns pequenos animais se moviam, foi subindo por uma ladeira de areia e pedras até chegar a metade da rocha, onde as borboletas se encontravam sob um punhado de flores, eram tão lindas, azuis, amarelas e brancas.

De lá de cima pode ouvir uma gargalhada, então escondeu-se atrás da rocha para observar de onde vinha.

— Gabrielle! — Disse Xena — Isso foi muito alto, ela vai acabar descobrindo.

— E qual é o problema?

— Bem, eu ainda não sei como dizer isso a ela, você me disse que ela pode ser um pouco ciumenta as vezes e eu realmente não quero que ela se sinta dividida

— Eden não é assim, ela ficará triste se sentir que não confiamos nela, aliás, eu acho que ela já percebeu, antes que possa falar algo, ela pelo menos suspeitará, ela é mais esperta do que você pensa.

— Então o que você quer fazer?

— Eu? Se você quiser, o fará! Eu não direi nada — E gargalhou mais uma vez — Está na sua vez de fazer o papel difícil.

Enquanto Gabrielle gargalhava, Xena a abraçou por trás, mas havia um detalhe, elas estavam nuas, tomando banho na cachoeira, as duas viraram-se por um momento ao ouvir um barulho, mas continuaram o seu banho, pois havia pequenos a animais ali e possivelmente um deles havia produzido o tal barulho.

Eden não viu muito mais da cena, somente Xena beijando o pescoço da loira enquanto ela quase se contorcia de prazer. A menina andou de volta correndo ao acampamento, apenas por temer levar reclamação por estar espiando adultos. Odiava quando era tratada como se não pudesse compreender nada, era difícil não estar no convívio das amigas de sua idade e apesar de Xena e Gabrielle a acompanharem o tempo todo, sentia-se triste por parecer inferior tanto nas lutas, quanto agora, por não confiarem nela.

Ela já tinha percebido uma certa proximidade entre Xena e Gabrielle, mas não sabia ao certo o que pensar, já havia ouvido falar disso, duas mulheres estando juntas, não queria se sentir invasiva perguntando nada, preferiu deixar os dados rolarem, se algo estivesse acontecendo, saberia, mais cedo ou mais tarde.

Perdida em pensamentos, assustou-se quando uma voz falou atrás dela.

— Uh, Eden?

Ela quase saltou

— Que susto! O que houve?

— Ah, eu-bem — A guerreira gaguejava e Gabrielle prendia o risinho virando-se para o outro lado — Eu tenho que conversar com você sobre... bem, é algo que talvez seja um pouco delicado de contar

— Tem a minha atenção — Disse um pouco distraída.

— Bem, você já entende algumas coisas e eu queria conversar sobre nós três.

— Hmm, prossiga

— Você já deve ter entendido que nós, que nós.

Eden prendeu um risinho desta vez — Nós?

— Gabrielle e eu nós temos, nós estamos.

Eden prendia o riso com todas as suas forças por vê-la tão nervosa.

— Chega, conversamos mais tarde, eu não sei o que dizer.

A guerreira esquivou-se e caminhou um pouco.

Eden Caminhou até onde Gabrielle estava e a abraçou de lado enquanto esta via Xena passar direto e fingir se ocupar com qualquer coisa só para evitar falar com ela.

— O que houve com ela?

— Ela queria me contar sobre vocês.

Gabrielle riu — Ela conseguiu dizer algo?

— Não

— Eu disse a ela que não era necessário e que você é esperta o suficiente para ter percebido a muito tempo.

— Eu continuo fingindo que não entendi? — Deu um sorriso travesso

A loira bagunçou seus cabelos

— Você quer mesmo torturá-la?

A menina riu alto

— Sim, quero!

Gabrielle lhe olhou como quem diz: Você não vale nada!

— Bem, tente não deixa-la muito nervosa, admito que foi engraçado ver aquela guerreira forte se embolando nas palavras.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...