História Descobrindo Você (Hiato) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Minato "Yondaime" Namikaze, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Personagens Originais, Rin Nohara, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yahiko
Tags Depressão, Feminismo, Machismo, Masoquismo, Narusasu, Naruto, Romance, Sadismo, Sadomasoquismo, Sasunaru
Visualizações 336
Palavras 1.072
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eai, meus parça? ;3
Espero que estejam sentados.. XD
Só tenho uma coisa para falar sobre esse capítulo: 'cês vão pirar!! Kkkkkkkk
Eu vou parar de falar e deixar vocês lerem.
Até as notas finais, boa leitura e não me matem :3

Capítulo 12 - A Verdade


Capítulo Anterior:


eu vou fazer o que for preciso para conquistar o Naruto, e triste será o destino daqueles que tentarem me atrapalhar.


Capítulo Atual:


P. O. V. Naruto


Ao chegar a noite, decidi voltar para o meu apartamento, pois no dia seguinte seria segunda e eu teria que ir para o colégio. Sasuke se ofereceu para me levar, me deixando levemente surpreso, já que o mesmo sempre recusava quando lhe pedia para me acompanhar. Tentei recusar, mas o mesmo foi bastante persistente e acabou me dobrando. Andamos lado à lado, sob a penumbra noturna.
- O céu está escuro.. - Falei, quebrando o silêncio que se instalara sem o meu consentimento.
- Entendo. - Ele olhou a escuridão por um tempo, passando a me encarar em seguida. - Você quer saber o porquê? - Perguntou, fazendo-me confirmar, sem deixar de admirar a imensidão sem estrelas. - É porque já anoiteceu. - Informou, simplista.
- Você é um palhaço, Teme! - Afirmei, sentindo o meu corpo impactar-se contra uma corrente de vento gélida. - Está ficando frio.
E, novamente, o silêncio se fez presente. Mas não era um silêncio 'estranho' como o de hoje cedo, e eu não estava com à mínima vontade de quebra-lo. Após alguns minutos, estavamos de frente para o conjunto de cubículos, onde eu havia decidido morar. Me despedi do Uchiha, adentrando o prédio e seguindo em direção ao meu respectivo cubículo. Ao chegar em frente a minha porta, à abri, entrei no cômodo e fechei-a novamente.
Fui em direção ao meu banheiro, para tomar banho e ao sair do mesmo, me joguei em minha cama. Minha cabeça parecia querer explodir. A conversa que tive com Deidara foi, no mínimo, catastrófica. É terrível saber que, talvez, eu não tenha superado o meu passado.


Flashback. On.:


- Eu não entendi, mas vou confiar na sua sabedoria de loiro. - Falei, fazendo com que o loiro risse.
- Nós, loiros, somos muito sábios, Narutinho. - Ele me disse, com franqueza cintilando nos olhos azuis.
Eu concordei, vendo-o sorrir de forma maliciosa e esperei que a merda viesse.
- Naru, posso te fazer uma pergunta? - Ele questionou e eu concordei de prontidão. - Você.. já pensou em namorar com alguém do mesmo sexo? - Ele perguntou, me deixando envergonhado.
Eu estava corado e nervoso, meu estômago abrigava centenas de borboletas e o olhar curioso do Dei me deixou ainda mais encabulado. Eu balancei a cabeça timidamente, vendo o sorriso do mesmo triplicar o tamanho.
- Sério?! - Ele falou, ainda com o sorriso estampado no rosto. - Quem, quando, onde e como? - Despejou as palavras em um único fôlego.
Eu lhe encarei seriamente, olhei para os lados, para averiguar o ambiente, e me aproximei do mesmo.
- Prometa que vai guardar esse segredo com a sua vida. - Lhe pedi, vendo-o pensar por um tempo, e só depois de longos segundos ele confirmou.
- Se é um segredo.. você não se declarou? - Ele perguntou, fazendo com que eu fechasse a cara. - Tudo bem..! Eu, Yamanaka Deidara, prometo não contar para ninguém o seu segredo. - Falou, revirando os olhos.
- Bem, quando eu era pequeno, eu tinha uma paixonite pelo.. - Respirei fundo, soltando o ar em seguida, abaixei minha cabeça e prossegui. - Pelo Itachi. - O loiro arregalou os olhos, sua boca se assemelhava a letra 'O' e, quase que de imediato, eu comecei à rir. - E-eu... 'tô brincando! - Minha risada se intensificou conforme o rosto do Yamanaka se contorcia, em uma expressão de ódio.
- Desgraçado! Eu pensei que era verdade! - Ele socou o meu ombro, e eu me forcei à parar de rir. - Você é um idiota! - Afirmou, me fazendo sorrir abertamente.
- Eu sei que você me ama! - Me joguei sobre o seu colo e lhe abracei a cintura.
- Fale logo, antes que eu decida te esganar..! - Ele disse lentamente, me lançando um olhar mortal.
- Sim.. - Falei, com um profundo sentimento de apreensão. - Eu gostava do.. Sasuke. - Contei-lhe, vendo o mesmo ficar pasmo.
- Nossa..! E quando você percebeu isso? - Me perguntou, com os olhos brilhantes e um leve sorriso.
- Quando ele beijou a Ino.. - Disse, apertando-o mais em meus braços. - Eu tive uma crise de ciúmes e fiquei duas semanas sem falar com ele. - Sorri fracamente, relembrando do ocorrido de anos anteriores.
O pedaço de água oxigenada começou a rir, me deixando irritado e, levemente acanhado.
- Pare de rir! - Exclamei, com a raiva subindo-me a cabeça. - Não tem graça..
- É porque você não sabe! - Explicou, me deixando confuso. Ao perceber isso ele me contou. - A Ino pediu para o Sasuke beija-la, pois ela queria que a Sakura ficasse com ciúme.
"E o Suke queria fazer o mesmo com você." - Pensou o loiro, sorrindo ainda mais, pois a estratégia do cunhado havia funcionado.
- Eu já sabia disso! Todo mundo sabe que a Ino é apaixonada pela Saki..! - Falou o que considerava óbvio.
- Tá, tá! E o que aconteceu depois? - Me questionou, passando a mão direita por entre meus cabelos.
- Eu fingi que nunca senti nada, comecei à namorar a Hinata e tentei ver o Teme apenas como meu melhor amigo. - Lhe disse, sentindo a mão do Deidara repousar sobre minhas madeixas.
- E você conseguiu esquecer esse sentimento? - Voltou a acariciar os meus fios dourados, com um sorriso gentil e acolhedor adornando os lábios.
O Uchiha mais velho adentrou a sala, nos olhando com raiva. Olhei para o loiro, que, rapidamente, compreendeu as minhas intenções. Fazer Uchiha Itachi se roer de ciúmes!


Flashback. Off.:


Eu, sem sombra de dúvidas, já superei essa paixão platônica! Como ele pôde pensar que eu ainda tenho sentimentos por aquele.. Teme?! Ser amigo dele já é suficientemente complicado, imagina ter que namorar com ele.. Não! Eu não vou imaginar nada! Ele é meu amigo, apenas meu amigo e nunca será nada além disso..
- E são nesses momentos que sentimos pena de nós mesmos. - Falei comigo mesmo, sentindo uma tonelada pesar em minhas costas. - Senhor Buda, por que o tormento não acaba? - Perguntei, na esperança de que o mesmo me respondesse, e apaziguasse a minh'alma.
Decidi varrer meus problemas para os confins de minha mente, para assim, finalmente, conseguir pregar os olhos.


Continua..


Notas Finais


'Cês piraram? Espero que sim..! pq eu sou do mal >:3
'Tô doida para ler os comentários!!! X3
Agora vocês entenderam o porquê de eu ter feito o Suke narrar? Foi pra despistar, seus bobinhos!! ;3
E conforme forem passando os capítulos, o babado vai se desenvolver, e vai dar merda!!! Kkkkkkkk
Beijokas e baybay 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...