História Descubra-me - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Auto-mutilação, Lgbt, Preconceito, Suícidio
Visualizações 4
Palavras 330
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - 2


Antes desse ano começar eu já tinha me descoberto como pansexual, e até pouco tempo eu sentia atração pelos homens como sentia por qualquer outro gênero, mas o meu foco era as mulheres, para mim toda perfeição esta reunida nelas, corpo magnifico e um jeito delas que eu amo, enfim, eu adorava as mulheres.

Voltando a esse ano, eu mudei da escola onde tinha iniciado minha depressão, e voltei para minha escola antiga, já esperava encontrar meu amigos anteriores, e com quem eu passaria o ano inteiro, afinal não sou muito bom em fazer amigos, nunca fui, porém o que não esperava era encontrar meu novo melhor amigo, pelo menos eu o considero assim, ele me assustou chegando em mim no primeiro dia e dizendo que já éramos melhores amigos, eu não consegui dizer nada, então ele achou que eu não havia gostado dele, então ele partiu para falar com outra pessoa.

Antes de continuar a história vamos da um nome a esse meu amigo, que vai ser preto, porque ele está sempre com roupas desta cor, voltando...

Algumas semanas depois eu fui convidada para a festa da Bege (sim, vai ser esse o nome dela),fui com o meu “irmão de outra mãe”, o Amarelo, cheguei mais cedo que as outras pessoas, e o Preto chegou logo depois, sentamos nas cadeiras que havíamos arrumado anteriormente e começamos a conversar, era a primeira vez que conversamos de fato, e até hoje lembramos desse dia como “o dia que viramos amigos”.

Depois desse dia começamos a conversar muito mais, era como se nos conhecêssemos a anos, é em pouco tempo ele já dizia para todo mundo que eu era o melhor amigo dele e que ele confiava muito em mim, fiquei feliz com a decisão dele, em pouco tempo nos já estávamos em um grupinho juntos, ele de fato era muito legal, e muito carente, pois toda hora ele queria me abraçar, e na primeira vez eu fiquei meio incomodado com isso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...