História Desculpa Doutor - Camren Version - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Normani
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Dinah Jane, Lauren Jauregui, Normani Kordei, Norminah
Visualizações 290
Palavras 1.420
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, LGBT, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heeey guys demorei? Yes mas.. aqui está espero que gostem e.. Penúltimo capítulo da fic já agradecendo quem leu a história comentou e tudo mais obrigada <3.

Capítulo 18 - Capítulo 17 - A primeira vez


Fanfic / Fanfiction Desculpa Doutor - Camren Version - Capítulo 18 - Capítulo 17 - A primeira vez

Lauren Jauregui Point of View:

Camila Fucking Cabello tem tatuagens! T A T U A G E N S! Ela tinha uma rosa do lado do seio direito e no quadril com uma frase em português escrito: Apenas Ame. Agora imagina comigo, eu estava nua com a minha namorada a qual nunca fiz sexo e que poucas vezes nos envolvemos com algo relacionado ao assunto, se Claire e Charlie não estivessem ali minha sanidade iria pra longe! Estava observando o corpo moreno latino a minha frente e desejei a tocar de todas as formas possíveis Camz tinha um corpo sensacional, espetacular fora do contexto! Seus seios eram lindos sua barriga lisinha, uma cintura fina, sua bunda então O QUE ERA AQUILO JESUS? E o melhor de tudo seu coração ela era a melhor pessoa que eu poderia ter conhecido nessa vida.

- Vamos tia Lolo vamos!

- Vamos mamãe!

Voltei para o local que estávamos tomando banho e vi Camila me olhando com uma interrogação na cara.

- Amor?

- Sim?

- Vamos?

- Sim vamos sim!

Camz me entregou uma toalha e comecei a me secar a mesma já estava enrolada na sua e entrou no quarto com as duas pequenas, fiquei pensando em algo e me perguntei se Camila queria o mesmo que eu, pelas diretas antes do banho acho que sim. Entrei no quarto também e observei à latina Camz usava uma cueca preta da Calvin Klein e um top da Stassy. Ela colocou um shortinho verde e uma camiseta grande por cima do top. Apressei-me colocando uma lingerie preta e uma camiseta azul grande e um short preto e amarrei o cabelo em um rabo de cavalo.

- Mama? Quero comer.

- Vamos tia Camz, Lolo.

- Mamãe, vamos!

Camila e eu concordamos e descemos para a cozinha toda minha família estava ali e sorriram quando nos viram.

- Que banho demorado em?

Dinah disse sorrindo e quase voei nela.

- Estávamos com duas crianças Dinah Jane.

Ela olhou para nós e riu, Normani a beliscou e Ally deu de ombros enquanto conversava com Bea a garota era uma amor e era realmente apaixonada por Allycat, ficava feliz por ela.

- Mamãe, quero suco coloca?

- Coloco amor venha cá.

Peguei Charlie no colo e nos sentamos perto de Dona Clara que sorria de orelha a orelha, ela amava Claire e agora ter Charlie fazia dela uma avó babona. Mike também não ficava atrás morria de amores pela garotinha.

- Morango?

- Morango.

Entreguei para ela e Camz nos olhava sorrindo, Claire chamou a atenção da tia que começou a fazer uma salada de frutas para a menor que sorria feliz, eu olhei para toda minha família e pela primeira vez me senti bem, que eu realmente fazia parte dessa família.

[...]

- Mais isso não faz sentindo né Lo!

Chris gritou enquanto eu tentava fazer Claire dormir.

- Capeta! Sua sobrinha está dormindo!

- Quem gritou?

- Tio Chris!

- Vou comer seus órgãos tio Chris.

Todos deram risada da cara de Chris que revirou os olhos e riu. Era bom estar com todos juntos. Camila estava entre Normani e Dinah que apertavam a menor, era adorável a ver assim.

- Fico feliz que tenha a encontrado Lolo.

Meu pai disse e sorri para ele eu me sentia a pessoa mais feliz do mundo.

- Eu estou muito feliz papa. Obrigada por aceitar Camila e a mim.

- Eu te amo Lolo, você feliz é o que importa. Sinto tanto por todos esses anos.

- Está bem pai, o bom é que correu atrás e corrigiu seu erro.

- Eu te amo querida.

- Também te amo papa.

Disse o abraçando e ele beijou meu rosto. Eu realmente estava muito feliz.

[...]

- Que filme quer ver babe?

Olhei Camz tirando seu shortinho e sua blusona e ela ficou somente de top e cueca. Essa bicha queria me matar ou o que?

- A morte pede carona.

- QUE? A não Camila!

- Eu seguro você venha cá.

Camz me puxou para cima dela e colocou o filme, eu sabia que iria morrer de medo e grudar nela. O filme começou e eu já estava tremendo por Deus do céu! Camila era malvada. Não era tão mal, mas.. Por Deus por que terror?!

[...]

- Abre os olhos amor.

- Não quero Camila vou te matar sua bunduda maldita!

Camz começou a rir e apertou minha bunda com força me fazendo gemer, ela fez novamente e mordi o lábio, por Deus que latina maldita!

- Com medo ainda Lo?

- Sim ridícula! Para com isso!

Ela pouco se importou e voltou a massagear minha bunda, eu já não sabia o que fazer estava ficando excitada afinal fazia meses que eu não transava com alguém.

- Continua com medo?

- No.

Camila riu baixinho se sentou na cama e me deitou na mesma e em seguida empurrou seu joelho em minha intimidade.

- Lern..

- Sí, por favor.

- Certeza?

- Sí, continua.

Camz resfolegou e empurrou novamente.

- Lauren.. Não consigo me segurar então, por favor, não me provoca.

A puxei para cima de mim novamente e suspirei pesado em sua orelha mordendo a mesma Camila estremeceu engolindo em seco.

- Quero que me foda e quero agora.

Camz respirou fundo e olhos castanhos flamejantes estavam em mim, ela se abaixou e beijava minha perna esquerda e quando chegou ao joelho parou, ela fez o mesmo com a direita eu sentia minha calcinha molhar.

- O que disse que quer amor?

- Quero seus dedos dentro de mim.

O sorriso safado que aquela mulher deu me fez tremer, Camz se começou a beijar meu pescoço, clavícula e meus seios por cima da camiseta, minha calcinha nessa altura não existia mais, estava tão molhada que mal conseguia conter minha excitação.

- Lauren.. Você não sabe o quanto quero isso.

- A sei como sei, sinta isso.

Levei uma de suas mãos para dentro do short a fazendo apertar.

- Díos.

Camila apertou novamente e em segundos ela tinha os dedos no meu clitóris massageando aquele nervo no lugar exato me fazendo contorcer na cama.

- Cam.. Cami.. Camila!

Meus gemidos saíram um pouco alto que tive que colocar o travesseiro no rosto, e ela sabia o que estava me causando era de propósito. Maldição!

- Geme Lo, mais geme baixinho.

Seus dedos passavam pelos meus lábios e quando chegava a minha entrada ela voltava a estimular meu clitóris e eu sentia que iria morrer se Camila me provocasse mais um pouco.

- Camz.. Por favor.

- Por favor, o que?

Ela colocou seu cabelo de um lado só e voltou a me beijar levantando minha camiseta e a tirei, seus beijos eram molhados e a cada vez que ela chegava perto da minha intimidade eu tremia meu sutiã, shorts e calcinha foram os próximos a sair e quando vi estava nua à mercê de Camila Cabello.

- Por favor, faça amor comigo.

Ela riu sacana e mordeu os lábios.

- Não era foder?

Camila era mesmo uma demoníaca quando se tratava de sexo.

- Só coloque esses dedos dentro de mim ou você é frouxa demais pra isso?

Seus olhos escureceram e ela lambeu os lábios olhando meu corpo, fodeu.

- Vai se arrepender por ter dito isso.

Camila se levantou e ficou em pé em cima de mim, primeiro ela tirou o top e em seguida sua cueca, e então em entendi o que ela sentiu quando me viu nua, seu corpo era fora do comum! Eu nunca iria me acostumar. Ela voltou a se sentar na cama e logo seu corpo estava em cima do meu, minha perna esquerda foi para um de seus ombros e a outra ficou reta sobre a cama e quando entendi o que ela iria fazer e quando senti o quão molhada ela estava gemi arrastado eu somente a observava com o travesseiro na boca e ver aquela latina em cima de mim era uma visão dos deuses! Camz começou a se mexer e rebolava em cima de mim, o atrito que sua boceta fazia na minha estava me levando à loucura, seus olhos estavam sempre em mim e ela rebolava loucamente seu quadril ia de encontro com o meu e como tudo que vai volta comecei a me mover também. Joguei o travesseiro longe e ela me observava.

- Sim Camzi.. Assim, continua assim!

- Era isso que queria Lauren?

- Isso e muito mais.

To Be Continue..


Notas Finais


E ai o que acharam meus amores? Próximo capítulo passara o tempo e até depois <3.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...