História Desculpa Doutor - Camren Version - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Normani
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Dinah Jane, Lauren Jauregui, Normani Kordei, Norminah
Visualizações 334
Palavras 1.405
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, LGBT, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E aqui está o último capítulo espero que gostem e que tenham gostado da fic, agradeço mesmo obrigada amores <3.

Capítulo 19 - Capítulo 18 (Final) - Felizes


Fanfic / Fanfiction Desculpa Doutor - Camren Version - Capítulo 19 - Capítulo 18 (Final) - Felizes

Camila Cabello Point of View:

Eu tinha sido feita sobre medida para Lauren e ela para mim, ter aquela latina embaixo de mim gemendo e fazendo movimentos circulares estava me deixando maluca, toda mulher que já transei na vida diz que fico selvagem no sexo, eu só gosto de mostrar o quanto posso ser boa nisso, o atrito entre meu corpo e o de Lauren era delicioso! Ela estava tão molhada e eu nem precisava falar de mim, estávamos encaixadas perfeitamente uma na outra toda vez que eu sentia seu clitóris seus lábios nos meus mais eu tinha vontade de fazê-la gemer, mais Lo se controlava e eu não ficava atrás, tinham crianças na casa e mesmo querendo a fazer gritar me contive. Lauren iria ter seu orgasmo a qualquer momento parei de rebolar sobre ela e a mesma me olhava indignada e eu juro que segurei para não rir.

- Camzii continua.. Por favor?

Lo fazia um biquinho lindo que me deu vontade de morder, mas.. Tinha outros planos. Sentei-me de costas para ela e beijei sua intimidade, ela estava muito excitada se eu fosse rápido demais ela iria gozar e eu não queria isso, não agora.. Me abaixei e chupei seu clitóris a fazendo gemer alto e como ela estava sem o travesseiro o som ecoou por todo o quarto, meus dedos foram para seus pequenos lábios e massageava em volta dos mesmos, Lauren cravou as unhas na minha cintura e me dediquei a chupa-la seus gemidos eram roucos e gostosos de ouvir o que acabava me estimulando a ir mais rápido eu queria a sentir por inteiro, parei novamente e ela bufou irritada mais quando fiquei de quatro em cima dela e a penetrei ela quase gozou.

- Não me toque Jauregui não é a sua vez ainda.

Eu sabia que Lauren era uma teimosa e que dizer A para ela e a mesma faria Z, meus dedos faziam um vai e vem calmo, Lauren começou a beijar minhas pernas e apertar minha bunda e resfoleguei e ela riu baixinho, não teria piedade dela, comecei a estocar com velocidade e Lern pra provocar começou a me chupar grunhi nervosa e aumentei meus movimentos comecei a chupar novamente Lo gemeu na minha boceta e eu a chupava e a estocava ao mesmo tempo.

- Camzi!! Camila!

Lauren me penetrou com dois dedos e gemi em sua boceta, e de propósito aumentei meus movimentos parei de chupa-lá e disse.

- Goza pra mim Lern goza!

Seus dedos entravam de um modo gostoso dentro de mim me fazendo rebolar nos mesmos, Lauren empurrava seu quadril em meus dedos e eu estocava mais forte e de um modo duro, quando ela apertou meus dedos não consegui me conter e chegamos ao orgasmo quase ao mesmo tempo, segurei meu peso para não pesar para ela e escutava Lo respirar cansada, sorri satisfeita e me levantei de cima dela deitando ao seu lado.

- Não faltou o espancamento de Dom/Sub?

Ri baixinho e abracei seu corpo a aconchegando no meu, seus olhos estavam em mim e ela parecia curiosa.

- Não, ainda é cedo não quero te assustar.

Disse brincando e ela riu baixinho.

- Camz.. Da onde sai tanto fogo?

- Soy latina.

- Eu também.

- Sabemos.

Demos risada juntas e beijei sua testa.

- Eu te amo Camila.

- Eu também te amo Lauren.

[...]

Seis anos depois, Hotel Plaza, 12h00min:

- Você vai casar! Casar aaaaa não acredito Mila!

Dinah disse gritando me fazendo quase desmaiar, eu me olhava no espelho meu vestido era lindo tinha detalhes de flores, com obrigação de Sofia eu usava uma coroa ela dizia que eu iria usar e eu nem seria maluca de dizer não a minha gêmea.

- Mama a mamãe está tão linda ela está..

Dinah tampou a boca da sobrinha que olhava feio para ela, Charllote com seus nove anos era uma menina um tanto inteligente e quando se juntava com Claire e seus maravilhosos dez anos como ela dizia a bagunça era garantida.

- Dinah tire suas mãos da boca da minha filha.

Sim aquilo realmente tinha acontecido minha pequena irmã virou minha filha Lauren e eu adotamos a menor. Charlie era feliz isso me deixava mais do que feliz.

- Tia Dinah você é tão grossa. Isso não é educado.

Dinah olhou a menor que parecia uma princesa, seu vestido era parecido com o meu e seus olhos claros estavam brilhando, ela era linda.

- Camila olha como essa criança é educada ela não deveria ser assim!

- Tia Dinah, não tenho culpa se você é lerda, eu sou inteligente.

DJ revirou os olhos e logo Claire entrou no quarto, ela parecia brilhar de tanto brilho que tinha em seu pequeno rostinho.

- Tia Jaguar está mesmo bonita tia Tiger.

Sorri para a menor e ela veio me abraçar Charlie ciumenta como sempre veio junto, Dinah riu e foi aí que minha filha mostrou o dedo do meio para a madrinha.

- Estão prontas meninas?

Dona Clara entrou no quarto chamando as netas que foram com ela.

- Oh querida você está tão linda! Não posso chorar.

Olhei Clara e sorri ela foi como uma verdadeira mãe para mim, e para Sofia e eu era muito grata por tudo que ela tinha feito por nós.

- Obrigada tía, está tão linda também. Ela está pronta?

- Sim e você também. Irei entrar com você Mila.

Senti meu rosto molhar e Dinah me bateu.

- Não sua demônia! Não era pra chorar sua encapetada! Vou chamar a maquiadora de volta! Ridícula.

- Linguajar Tia Dinah!

Charlie e Claire falaram juntas e Dinah saiu revirando os olhos.

[...]

- Karla Camila Cabello Estrabao você aceita Lauren Michelle Jauregui Morgado como sua legítima esposa, para amá-la e respeita-lá na saúde e na doença e em todos os momentos de sua vida?

- Sim.

- Lauren Michelle..

- Sem querer sem educação Sr.Padre sim eu aceito.

Todos deram risada incluindo o padre que concordou e continuou.

- Podem beijar as noivas.

Lo sorriu para mim e a puxei para mim e finalmente estava beijando minha esposa. Nossos últimos seis anos foram difíceis passei dois anos na Europa e Lauren precisou ir para o Japão ficamos dois anos separadas, e Charlie teve que ir com ela. No ano seguinte nossa filha quase morreu em um acidente de carro quando um caminhoneiro bateu no carro de Sofia com ela, no ano seguinte Chris e Taylor tiveram que se mudar para Miami o que deixou Mike e Clara um tanto abalados com todos os filhos fora. Meu sogro então se candidatou para o senado e ganhou para senador de New York. Os próximos três anos basicamente foram entre eu e Lauren e Charlie nos encontrando às vezes ser uma engenheira mecatrônica era algo sério e então nos últimos dois anos ficávamos indo e vindo. Até quatro meses atrás em Janeiro no mês que nos conhecemos há seis anos atrás e então agora estávamos finalmente juntas era nosso casamento. Eu observava minha esposa com nossa filha que sorria animada.

- Karla Camila está casada.

Disse Sofi me abraçando e sorri para minha irmã. A abracei tão forte que ela riu.

- Obrigada por ter voltado por mim.

- Obrigada por me perdoar. Tenho orgulho de você Kaki, você se tornou uma grande mulher.

- Você também Sofi, você é o meu exemplo.

- Não Camila, você é meu exemplo.

Sorri para ela a apertando mais e quando vi minhas duas princesas vindo senti meu coração bater forte, era sempre assim quando eu via Lauren desde os 19 para 20 anos e continuava assim com 26 anos e sempre seria assim.

- Mama olha o que a mamãe sabe fazer! Faz mamãe!

- Vamos chamar a mama para dançar conosco?

- Mama vamos dançar? Venha também tia Sofi.

Minha filha saiu puxando a nós três enquanto eu a soltei a observava três das mulheres da minha vida. Eu não poderia ser mais feliz eu tinha Lauren, e uma família era tudo que eu dia eu tinha pedido para Deus e consegui.

- Hey linda.

Olhei para Lauren e sorri.

- Oi Srta. Cabello-Jauregui. Como você está linda hoje e sempre.

- Olá Srta. Cabello-Jauregui, eu amo você.

- Eu também te amo Lauren eu te amarei para sempre.

- Eu também te amo Camila e será para sempre. Nosso sempre.

THE END.


Notas Finais


The end guys logo logo tem nova história <3.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...