História Desde o Primeiro Encontro - Vauseman - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Orange Is the New Black
Personagens Alex Vause, Piper Chapman
Tags Adolescentes, Alex Vause, Drama, Festa, Lgbt, Orange, Piper Chapman, Revelaçoes, Romance, Tensão, Vauseman
Visualizações 69
Palavras 5.041
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção Adolescente, LGBT, Magia, Mistério, Orange, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite!

Chegando mais um capitulo fresquinho!!!

Capítulo 21 - Sol e praia


Fanfic / Fanfiction Desde o Primeiro Encontro - Vauseman - Capítulo 21 - Sol e praia

           

Depois do desastre que foi na saída do colégio hoje voltamos em silencio no carro, meu pai já estava mais calmo enquanto dirigia no caminho pra casa que graças a Deus é curto, pois moramos perto do colégio.

Meu Deus como a Alex pode fazer isso com meu pai, como eu pude me enganar tanto com ela!!

Eu preciso esquece-la de uma vez por todas, dessa vez não resta nenhuma esperança para nós!

Queria tanto que fosse diferente!

 

— Piper, Ei Filha!!!

— Piper, oooou, ta com a cabeça onde garota!! — Call me acorda de meu transi

— Já chegou, eu estava distraída Call, credo! — Desci do carro e caminhamos até a porta da frente

Minha mãe estava na sala como sempre com suas intermináveis revistas de moda, culinária etc...

Nus recebeu com um sorriso fitando a nossa entrada, — Nossa que cena mais linda, o pai que vai buscar seus filhos na escola em!!! – Sorriu largamente!! — Isso merecia uma foto!!!

Nós a encaramos sério, pois não tinha nada de bonito depois daquela briga toda.

— Acorda mãe! — Call apontou para a mão toda ralada do papai

— Bill, mais o que aconteceu com a sua mão? — Minha mão pegou a mão de do papai para ver o ferimento

— Foi a sua brilhante ideia de ir buscar os garotos na escola, acabei cruzando com a filha do Lee Vause aquela tal de Alex.

— É mãe, eles discutiram e a Alex empurrou o papai — Falei com mágoa nos olhos

— A Alex não empurrou ninguém não, foi o papai que tropeçou e caiu Piper — Call disse terminando a frase com um tom mais calmo, e percebendo o olhar triste do papai ele disse — Bom, eeuu, eu vou pro meu quarto!

— Bill, é melhor você ir pro Hospital não? — Disse a mamãe

— Ahh que isso Carol, não exagera, eu posso fazer esse curativo eu mesmo! — Papai se levantou e foi em busca do kit de primeiros socorros.

Minha mãe me fita

— Eu não esperava que a Alex fizesse isso mãe!

— Eu esperava filha, eu esperava, olha não da mais pra gente ir pra lugar nenhum que esbarre nos Vauses e eles tentam agredir a gente!

Entrei em meu quarto bufando.

Que saco de vida também!

Alex se comportou como uma perfeita idiota hoje, não precisava toda aquela agressividade e ainda me dizer todas aquelas coisas me acusar sem ao menos saber, lógico que não fui eu quem escreveu aquelas coisas da família dela eu nunca faria isso, ainda mais depois de ontem, mais até ai tudo bem agora agredir meu pai daquela forma foi a gota d’água, ela não tinha esse direito, será que ela não pensou na gente um minuto se quer que saco Alex porque você fez isso!

Vou ligar pra Polly, faz tanto tempo que não falo com ela, Polly é minha prima e também uma das minhas melhores amigas lá de Dunas, ela já sabe tudo sobre a Alex, mas ainda tenho que contar sobre ontem e as brigas de hoje se não ela me mata depois. Sinto tanto a sua falta!

***

Naquele dia no fim da tarde Lorna chega ao Star Café dirigindo o carro com Vinny

— Foi ótimo Vinny, você é muito paciente, eu estou adorando, ta me ajudando muito! Diz Lorna estacionando, ela realmente está melhorando no volante, não está mais tão barbeira!

— Que isso Lor, não é nada, está sendo um prazer desfrutar da sua companhia! — Responde Vinny com um sorriso bobo enquanto eles descem do carro.

Nicky estava na porta do bar com os braços cruzados e os fitava caminhando sorridentes.

— E ai? — Franziu o cenho — Como foi a aula de hoje? Passearam muito? — Perguntou com um tom de cinismo.

Lorna e Vinny se entre olharam.

— Que isso Nicky? Que agressividade é essa? Não estou entendendo o que que foi? — Perguntou Lorna

— Porque você não tinha me contado que você estava tendo aula de direção com o Vinny em Lorna? Fui saber por acaso né? Deve ser por isso!

— Ué, porque eu não estou escondendo nada, não to fazendo nada de errado oras! — Respondeu a garota

— O Nicky calma ai, a gente só deu umas voltas — Disse Vinny, mas Nicky não esperou ele terminar sua frase

— O Vinny, não se mete não que o meu assunto não é com você! — Disse Nicky estendendo a mão para o rapaz

— Calmaa, Niii, se você esta chateada não desconta em cima do Vinny não que ele só esta tentando me ajudar!

Nicky maneou a cabeça em positividade prensando sua boca.

— O Vinny é tão prestativo né Lorna?

— É... Ele é prestativo sim, ele é prestativo, ele é paciente, ele é calmo, educado, coisa que você não foi quando foi tentar me ensinar a dirigir não é Nicky? — Lorna respondeu ríspida

— Escuta, eu sou a única maluca aqui ou a gente já não brigou mais cedo, eu pensei que você iria parar com essas aulas, Lorna, eu acho melhor você arrumar outro professor pra praticar direção com você! — Sugeriu Nicky mais calma agora!

Vinny esta no meio dos dois sem saber o que dizer, parecia até que e estava com medo de Nicky

Lorna arregalou os olhos — O que? — Deu uma risada — De jeito nenhum né Nicky, essas aulas com o Vinny estão me ajudando muito e outra cosia, eu vou tomar um suco porque eu não vou ficar aqui discutindo esse assunto não ta! Se você quiser vim comigo como minha namorada pode vim, mas se for pra ficar de ciuminho bobo também não quero!

Nicky encara Vinny com uma carranca e a acompanha mesmo revoltada com aquela situação! Nicky gostava muito de Lorna e não iria entrega-la de mão beijada para Vinny.

Enquanto Nicky jogava sinuca para passar o tempo Lorna conversava em uma mesa mais distante com Piper que havia chegado.

Elas estavam desabafando seus problemas.

— Olha a Nicky não tem do que reclamar não viu, quando eu andava com ela a gente não conseguia 100 metros sem gritos e brigas, ficava gritando comigo o tempo inteiro, eu precisava de alguém pra treinar oras! — Lorna desabafou roendo as unhas de nervoso

— É lógico que você precisava de alguém pra treinar né, mais esse alguém não foi qualquer pessoa Lorna, foi o Vinny, tava na cara que isso ia dar confusão, pra não dizer outra coisa né! — Piper tomou seu suco de uva.

— Pipeeer, eu já terminei meu namoro com o Vinny já tem um tempão, não tem nada a ver a Nicky ficar com ciuminho agora viu, e tem outra coisa ele era a única pessoa que estava disposta a me ajudar! Sem nenhuma segunda intenção não tem nada a ver, ele é meu amigo!

— Tem certeza?

— Tenho, olha e mesmo se ele quiser alguma coisa comigo eu não vou querer sabe por quê?

— Huum?

— Porque eu sou apaixonada pela louca da Nicky, e ela sabe muito bem disso! — Deu um sorrisinho sapeca

— OOowww que bunitinho!!! — Piper riu docemente para a amiga!

— Pie eu sinto muito por você e a Alex viu, muito mesmo! Uma pena ela ter agido daquela forma né! Hoje até discuti com Silvia por causa dela!

— É amiga, um saco mesmo tudo isso, mas eu quero mais é esquecer, aquela garota só me magoa, não dá amiga, nós duas nunca vamos dar certo nunca!

Lorna responde com um bico de canto com pesar. — Piper, será que a Nicky tem razão?

Piper responde com o mesmo olhar com um bico de canto maneando a cabeça, olhares que só amigas entendem mesmo!

ALEX POV

Cheguei em casa e já contei tudo sobre o Bill pro meu pai, antes que ele ficasse sabendo por boca dos outros, ele ficou muito bravo comigo, tomei a maior bronca!

Ouvi tudo calada porque eu vacilei mesmo, peguei pesado, fui uma perfeita idiota hoje, aproveitei que ele e Red estavam entretidos com os classificados do jornal e fui pro meu quarto, eles estão procurando emprego, mais que emprego? Se meu pai não sabe fazer nada da vida a não ser praticar esportes e agora isso ele já não podia mais fazer o que deixava ele mais entediado ainda.

Porra, porque eu fui tão idiota, eu parti o coração da Piper de novo, mais também que que ela tinha que escrever aquele jornal? 

Que saco também!

O que aquele cara tinha que ter ido lá no colégio?

Depois de um tempo adormeci com meus pensamentos...

— Droga Alex, droga droga!!! — Nicky entrou gritando em meu quarto.

— Piper? — Acordei assustada.

Droga tava sonhando com ela e o sonho era bom — Que droga Nicky que susto tinha que me acordar logo agora? Que que foi em? — Perguntei coçando meus olhos

— Você vai ter que deixar pra me contar seus sonhos insanos com a Piper depois, porque agora eu to muito pilhada!

— Sonhos insanos! — minha vontade era de rir mas fiz uma careta — Fala ai o que aconteceu?

— Você acredita que a Lorna ta fazendo aulas de direção com o Vinny? Com o Vinny Alex?

— Vinny não é aquele carinha ex dela?

— Aham, pra você ver o meu desespero, e pior, ela disse que não vai parar, que ele é educadinho, paciencioso!! Eu mereço mesmo!! — Nicky bufou

— Isso que da se apaixonar por garotas héteras né? — Ri dela e caminhei pro banheiro pra jogar uma água no rosto.

— Ahh ta, ta me zoando agora? — Riu ironicamente — E você que esta apaixonada pela Piper? Já esqueceu que ela esta pra cima e pra baixo com aquele ex dela?

— Primeiro Nicky, eu já esqueci aquela garota e segundo eu não namoro com ela né, então? — arqueei a sobrancelha dando um meio sorriso.

— Vai se ferrar vai!

— Olha Nicky eu tava aqui pensando, acho que eu peguei pesado hoje mesmo, apesar da Piper ter escrevido aquele jornal ridículo eu peguei pesado com o pai dela né?

— É, não foi mesmo legal Alex, se ela já te odiava agora então amigaaaaaa!!!

— Acha que eu devo falar com ela? Ela deve estar achando que eu sou uma troglodita que sai batendo nas pessoas! E eu não sou assim!

— Talvez fosse mesmo uma boa ideia, quem sabe... Mas leva seu escudo porque vai que você apanha né! — Riu de mim aquela vaca.

— Olha Ni, você não pode ter esses ataques de ciúmes você e a Lorna se dão bem, cuidado pra não estragar tudo em! — A aconselho, pois de tanto agir por impulso devo estar aprendendo alguma coisa.

— É, ta certo, você esta certa tenho que confiar nela né?

Nicky passou em casa e fomos pro colégio, confesso que estava numa boa, eu ia tentar pelo menos falar com a Piper pra me desculpar pelo ocorrido com o pai dela, sei que a gente não vai voltar mais pelo menos ela não vai ficar pensando que eu sou uma desvairada que sai atacando as pessoas isso eu não poderia deixar ela pensar de mim! Eu não sou assim!

 

PIPER POV

Larry passou em minha casa para me acompanhar para o colégio ele estava bem próximo eu estava até gostando de sua companhia ele não estava mais dando em cima de mim, agia como amigo mesmo, parecia até que tinha desencanado de mim, o que era uma benção, parecia até que estava afim de outra pessoa e bem que eu gostaria que estivesse mesmo.

Quando entramos no colégio estava uma gritaria!

— IIx Piper, acho que  "O BERRO” deu cria aqui em — Disse Call pegando um dos muitos jornas no pátio do colégio

Nossa mais um jornal? Agora a Alex vai pensar que fui eu que escrevi de novo aff.

Nem quis ver o que estava escrito até alguém gritar.

— Extra, Extra, tem jornal novo na área "O ALARDE" e dessa vez acusando o Bill Chapman! — Gritou um garoto que nem conheço.

Arregalei meus olhos,

A não!

Peguei um dos jornais e comecei a ler — Quem beijou confirma Piper tem mal hálito, Hã? ? ? Filho de peixe peixinho é, filha de Bill tubarão é Piper Piranha! PIRANHA!!! — Meu sangue ferveu nas veias — Gente o que é isso em? Piranha? Eu não acredito nisso gente! — Fitei Larry incrédula 

— Olha a Alex é muito mal caráter mesmo em Piper escrever isso sobre você? Falando isso do seu pai assim? — Disse Larry com jornal na mão assim como o colégio todo.

Mas meu sangue ferveu ainda mais quando vi Alex se aproximando com uma carinha boa.

Cínica!!

Ela viu minha cara de ódio e mudou seu semblante — O que foi? Ta olhando o que garota? — Ela perguntou

Não segurando minha raiva voei nela — CÍNICA!!! — Dei um tapa em sua cara

Ela se afastou com a mão no rosto retirou seus óculos, fez cara de dor, levou a  mão no queixo

Ela me encarou por uns instantes e eu olhei furiosa em seus olhos

Ainda com a mão no rosto ela disse — Você ficou maluca garota?

— Ahh Alex eu esperava tudo de você menos essa baixaria aqui! — Estendi o jornal

— Eu não sei do que você ta falando garota você ta louca? — Me olhou incrédula

— Aham, então agora além de piranha eu sou louca também Alex? Mas você se esqueceu de colocar isso no seu jornal ta bom! — Minha voz era do choro que eu tentava segurar

— Que jornal é esse que você ta falando Piper? — Alex tomou o jornal que Nicky segurava

— O ALARDE? Olha aqui Piper, tudo que eu penso sobre você eu falo é  na sua cara entendeu? Muito ao contrário de você que ficou me ofendendo naquele seu jornalzinho ridículo e depois se escondeu — Disse Alex exaltada, parecia furiosa. — Você é uma covarde isso sim! — Terminou dizendo em um tom mais baixo me olhando com os olhos inundados em lágrimas, mais ela nunca chorava.

— Covarde, covarde foi você que bateu no meu pai!

— Ai, ai, — Ele levou as mãos em seus cabelos — Esbarrar no seu pai sem querer agora é um crime né? Agora bater na minha cara sem motivo nenhum você acha muito bonito não é? — Ela se exaltou novamente.

— Foi um tapa merecido ta bom, foi pelo meu pai e foi por essas coisas ai horríveis que você escreveu sobre mim.

— Piper pelo amor de Deus!! — Ela se aproximou

— Vai me prova? Me prova que não foi você que escreveu?

— Quem vai provar é você, que não escreveu aquelas babaquices sobre mim antes! — Me fitou nervosa.

Tudo isso era tão doloroso tanto pra mim quanto pra ela, dava pra ver em seus olhos!

— Para gente, vamos parar com isso vocês em!! — Nicky entrou no meio de nós duas nos separando. — Vamos parar que vocês estão passando dos limites agora, vocês perderam o controle foi? — Alex e eu nos encarávamos. Nicky continuou — Vai pra Aula Alex vai.

— Eu vou sim viu Nicky, e você que ature essa fofoqueira! — Alex deu as costas

— Ah Alex, fofoqueira é aaaa... — Nicky me segurou pra eu não voar nela de novo

— Calma piper, calma! — Eu já estava em lágrimas, Nicky olhou ao redor — Ei povo, vocês não tem mais o que fazer não em? Cambada de urubus, vai pra aula vai, que o show acabou!

— Piperzinha ta tudo bem né — Larry se aproximou tentando ajudar.

— Tchau Larry, vaza! — Nicky o mandou sair e me deu um abraço

— Aiiin Nicky...

— Passou Piper, passou!

— Meu Deus do céu!! — Estou em prantos

***

Nicky como uma boa amiga que era levou Piper para biblioteca lhe dando um copo de água para que ela se acalmasse, pois o estresse dessa vez foi grande!

— Toma isso Piper, respira fundo, se acalma vai! — Coloca o copo de água sobre a mesa onde elas estavam sentadas.

Piper enxuga suas lágrimas respirando fundo assim como Nicky disse.

—Obrigada pela força Nicky, a Alex me tirou do sério.

— Olha Piper, em minha opinião a Alex nunca seria capaz de escrever uma coisa daquelas! Isso é coisa de gente baixa você não devia nem dar bola pra esse tipo de coisa, você esta muito acima desse tipo de gente!

Piper lhe deu um sorriso doce e meigo

— Agora você falou quinem a Glória.

— Quem é Gloria?

— Uma baba que eu tive quando pequena que sempre me defendia!

— Eu nunca tive baba, sempre me defendia sozinha — Nicky deu um sorriso.

— É Nicky, mais eu não, eu sempre fui muito medrosa e tímida e as vezes as meninas se aproveitavam disso! Ai a Gloria dizia “ não da trela não que você esta muito acima dessas meninas” ai eu sempre me sentia melhor

Nicky deu uma risada leve

Silvia estava escondida na biblioteca ouvindo a conversa das duas.

— Olha Piper, já me chamaram de burra, besta mais baba? Essa foi a primeira vez — Sorriu fazendo a amiga sorrir também

— Não, mais essa baba a Gloria ela era muito querida e ela era manca de uma perna sabe, mais ela nem ligava, mais ai um dia ela se casou e foi embora, nunca mais ela voltou e as vezes eu sinto saudades da proteção dela!

— Fica tranquila, você agora esta protegida sempre ok? Vou ser a Nicky baba, agora vamos pra aula?

— Ok,— Assinto — Nicky, valeu pela força viu, mais uma vez você provou ser uma grande amiga!

— Vamos que te acompanho até a sua sala!

 Nicky passou a mão nos ombros de Piper e a acompanhou como disse que faria, quando entrou em sua sala e acabou de se sentar Alex a cutucou.

— Nicky, como é que esta a Piper em? — Perguntou a morena com o semblante preocupado.

— Melhorou, e você como que ta?

— To mal né.. — A morena abaixou seu olhar

— Ué Alex você não ta achando legal que tem gente te defendendo não?  — Perguntou Sophia que ouviu a conversa.

— To achando sim, eu gostei, só que eu acho que não precisam xingar as pessoas pra me defender né.

— Pô o Lee deveria viajar né amiga? Pra fugir dessa confusão toda, porque que ele não vai pro hawaii? Ele gosta tanto de lá! — sugeriu Nicky

— A, ele vai pra lá fazer o que? Se não pode nem pegar onda?

Larry curioso se inclinou para ouvir a conversa.

— Tem milhares de coisas pra se fazer no hawaii Alex, ele não fez um curso de tiro quando morou lá?

— Ahh Nicky, isso foi a muito tempo atrás e depois que a Tricia nasceu ele desistiu disso, não quis saber nem de ter arma em casa, e outra a praia do meu pai não é tiro não, meu pai gosta de natureza, esporte ao ar livre entendeu ? — Alex disse com brilho nos olhos.

— Só o que ele não pode fazer agora né?

Respondeu Nicky deixando a morena de babes baixo

Larry colocou sua caneta na boca parecia pensar em algo.

Enqunto isso no 3º A

— Piper, eu gostei de ver que belo tapa você deu na cara da Alex em! — Call falou com a irmã sorrindo no tom de zoação que sempre tinha.

— Ai Call.. — Piper tampou seu rosto com as mãos

— É mais você só precisa escolher melhor seus alvos viu, sabe, ser um pouquinho mais inteligente porque ta mais que na cara que não foi ela que escreveu esse jornaleco né!

Piper franziu o cenho — Não sei não, e pelo sim  e pelo não ela já estava merecendo também viu, por tudo que ela ta fazendo e fez contra o papai...

— Eu discordo tá, mais eu não vou entrar nesse assunto porque eu não quero apanhar também! — Call se virou dando risadas e Piper lhe fez cara feia.

 

Larry se encontrou com Silvia depois da aula no Star Café para botarem os planos em dia.

— E ai Larry? Satisfeito com os efeitos do meu ALARDE?

— Larry a fitou, você não precisava ter xingado tanto a Piper né, e além do mais falou que a Piper largou de mim porque eu sou broxa? Ahh tenha paciência né!

— Ahh não se preocupa, ta assim ó de gente pra defender ela... Agora você? Deve ser broxa mesmo depois que se negou a  me ajudar ontem!

— Você ta falando assim porque gostou do meu beijo ontem e quer me desdenhar né? — Larry a encarou

Silvia gaguejou para responder — Beijo, a me poupe né!

— Você gostou sim, pode dizer, e se quiser mais é só pedir, — Sorriu de canto — Mais agora eu vou entrar com artilharia pesada nessa guerra dos jornais, não vou deixar barato o que você falou sobre mim.

— É, pois pode ir preparando a sua vingancinha porque o ALARDE também não vai deixar barato, eu já tenho um assunto bem bombástico pra soltar amanhã!

— Eu também, agora eu vou embora porque tenho muito o que fazer!

O moço se levantou tocou em seu queixo e a deixou solitária.

ALEX POV

Nicky veio pra minha casa depois da aula, pois eu estava muito irritada e ela era quem estava sempre comigo segurando as pontas.

— Nicky eu não aguento mais sabia, a Piper me tira do sério, ta difícil aturar viu! — Disse jogando minha mochila sobre a cama.

— Olha Alex eu acho que ta passando da hora de vocês pararem com essa briguinha viu, eu acho que a Piper nunca escreveria aquilo pra te falar a verdade.

— Talvez, mais e o tapa que ela me deu que esta doendo até agora?

— Alex tem dó, a Piper bate como uma Barbie, ela fez por impulso tenho certeza!

— Uma Barbie? Mais doeu viu! — A fito mexendo no meu queixo

E como doeu

Doeu mais foi lá no fundo mesmo!

Como eu queria calar aquela língua afiada dela!

— Olha Alex o que você acha de uma praia hoje? A gente chama seu pai ele ta precisando sair! — Nicky sugeriu.

E eu achei uma ótima ideia

Saímos pela sala animadas gritando

— Paiee, bora na praia?

— Ai que bom, adoro praia, vamos todos — Silvia estava na sala com Tricia e meu pai mais eu nem sabia

— Ahh, huum você vai também é? — Desanimei na mesma hora, pior que nem consegui esconder minha cara.

— Então bora todo mundo que hoje vai ser dia de praia! — Meu pai se levantou animado!

— Ótimo, eu só vou passar em casa pra pegar umas coisas e encontro vocês lá! — Disse Silvia empolgada

Nicky me encarou querendo rir e eu fechei os olhos em desdenho.

Rapidamente organizamos tudo, peguei minha prancha e fomos todos, o dia estava maravilhoso o mar com umas ondas maravilhosas, tudo que eu realmente precisava hoje, Nicky teve uma ótima ideia!

— Descemos da camionete  Tricia que estava muito empolgada disse  — Esse mar ta maravilhoso, não vou perder um só minuto! — Saiu correndo em disparada com sua prancha.

— Cuidado com o mar que hoje ta brabo em filha, olha não sei quem essa menina puxou viu! — Disse meu pai firmando o olhar para acompanha-la

— Quem pai, quem será que ela puxou? — Respondi enquanto tirava minha prancha da parte de traz.

Silvia já estava lá e Nicky foi com a gente disse que tinha chamado Lorna que também estaria pra chegar!

Caminhamos e arrumamos um canto, ajudei meu pai a chegar pela areia e organizamos tudo, finquei minha prancha na areia e peguei as cadeiras pra ele se sentar apoiando sua perna,

Silvia começou a tirar sua roupa me fitando, estava com um biquíni minúsculo cor de rosa... Ai Deus...

— Olha gente eu vou lá pegar umas ondas que esse mar hoje ta só me esperando! — Tirei minha roupa, ao contrário de Silvia eu usava um biquíni de gente, azul claro que eu adoro! Peguei minha prancha e sai vazada.

PIPER POV

Bem cheguei da aula e meu celular vibrava sem parar, era mensagens de Lorna

— Piper

— Piper

— piper

— Responde

— Oi, to aqui, tava no silencioso por causa da aula, esqueci de tirar, o que foi?

— Dia de praia!! Se arruma ai e vem!

Praia?

Será?

Mais hoje?

Ahh vamo ué, uma praia é sempre bom pra levantar os ânimos!

Vou chamar meu pai também já que ele esta em casa sem pacientes!

— Topo Lor, vou sim, só vou chamar meu pai pra me levar e quem sabe ele fica também né!

— Ótimo amiga!! Te esperando então!

— O pai — O chamei pela casa ele não estava na sala, então fui ao seu quarto, ele estava lá estudando como de costume

— Oi filha?

— Vamos na praia?

— Na praia?

— É pai, faz tanto tempo que a gente não vai, você esta muito branco, precisa de um bronze vamos por favor! — Insisti

Meu pai concordou e nós fomos!!

Ajeitamos uma mesa com um guarda sol pra ficarmos, ainda não tinha visto Lorna, mas eu ia ajeitar as coisas aqui primeiro pra depois procura-la!

— Nossa senhora eu estou mais branco que meu jaleco de médico — Disse meu pai enquanto se espreguiçava com sua sunga preta ajeitando seu boné se achando um garoto na praia

— É mesmo pai, cuidado pra não te confundirem com a areia em! — Brinquei com ele

— É, muito engraçadinha você né!

— Hum, e coloca um protetor solar bem forte se não vai virar um pimentão! — lhe entreguei meu protetor que é fator 70

— É, mais alguma recomendação Dr Piper? — Perguntou sorrindo

— E fica ai embaixo do guarda sol, vou dar um mergulho que eu to morta de calor — Dei nele um beijo no rosto tirei minha roupa ajeitando meu biquíni vermelho e caminhei em direção ao mar que estava maravilhoso hoje, um sol lindo, dia perfeito pra praia!

Enquanto eu caminhava distraída alguns garotos que jogava bola chutou para meu lado e eu agachei para pegar pra eles, trombei com alguém que vinha correndo, uma coisa caiu sobre mim batendo na minha cabeça, era uma prancha.

— Aii, ei... — Coloquei a mão na cabeça da dor que senti, levantei meu olhar — Alex? — Eu não tinha reação somente a olhava.

 Ela estava tão linda com seus cabelos molhados todo para traz, estava com um biquíni azul, meu Deus que corpo que ela tinha eu fiquei realmente sem reação naquele momento.

 Ela me encarou, olhava firmando as vistas por causa do sol, eu sabia que ela não gostava muito do sol devido seus problemas de vistas.

 Ela também me olhou de cima embaixo parando em meu olhar, seu semblante eta leve, quase sorrindo boba.

 Quase ri da cara que ela fez.

Seu olhar era terno e carinhoso.

— Piper, desculpa te machuquei? — Ela se aproximou tocando minha cabeça, nem ligou pra sua prancha que voou longe.

— Não... — Não conseguia parar de olhar pra ela.

Ela me deu um sorriso doce e se aproximou de mim de vagar

Ela simplesmente não disse nada e nem eu, parecíamos duas retardadas.

Ela passou a mão de leve em minha cintura e eu lancei meu braço direito ao seu ombro

Sua respiração era forte, ela parecia nervosa e eu também.

Ai meu Deus ela vai me beijar

E ela me beijou.

Céus, ela deu um beijo de tirar o folego, adentrava sua língua na minha boca e eu acompanhava levei meu outro braço aos seus ombros e ela abraçou minha cintura me juntando mais a ela, ela virava seu rosto entre o beijo pra lá e pra cá o tornando mais intenso do que já era, me beijava com tanta vontade tanto carinho, suas mãos acariciavam com respeito minhas costas, ela puxava meus lábios e aquilo era tão gostoso, eu parecia estar nas nuvens.

Porque me sentia assim em seus braços?

Porque eu não queria sair dali nunca?

Porque era tão inevitável?

Porque não conseguimos nos controlar?

Mais uma coisa me veio na minha mente de repente, parecia um bloqueio, parecia que eu tinha que acordar daquilo então finalizei o beijo a empurrando de mim.

— O que é isso garota? Ta maluca? Agora além de ficar inventando mentiras sai agarrando as pessoas por ai?

Ela deu seu melhor sorriso pra mim — Ahh perai Piper, eu não agarrei ninguém, você que se jogou pra cima de mim ! —  levantou o cenho, 

Ela continuou rindo enquanto eu estava irritada, e ela parecia gostar disso!

— O que você esta insinuando em? — Perguntei

Ela fechou a cara — Não to insinuando nada, você que se jogou pra cima de mim e agora esta ai distorcendo as coisas! — Ela levou a mão aos cabelos — Você bem que me beijou também!

Maneio a cabeça, ela tem o poder de me irritar — A ta bom Alex, não vou ficar discutindo com você não viu, numa boa, e faz um favor pra mim, fica bem longe tá!

Virei-me pra ir embora e ela puxou meu braço nossos rostos ficaram bem pertinho — Você bate tão bem quanto beija sabia? — Ela deixa sair um sorriso e me solta indo pegar sua prancha, pegou e se aproximou novamente — Ahh e vê se olha por onde anda ta bom? Uma hora vai se machucar...

"Bate tão bem quanto beija?"

Eu não sei, mais gostei disso...

Alex sempre com esses joguinhos

— Huuuuu como você é irritante! — Bufo

— Ah e vê se para de ficara agarrado as pessoas na praia ok! — Falou sério arqueando a sobrancelha

— Você se sente mesmo né — Falei entre os dentes

— E você é uma Barbie mimada!

— Insuportável.

— Chata!

— Peraiii, ei o que esta acontecendo aqui? — Era meu pai, gelei na mesma hora, ele odeia a Alex — O que você quer com a minha filha em?

— Eu não quero nada com a sua filha, nem com ela e nem com ninguém da sua família ouviu, "Dr Bill"! — Alex respondeu com firmeza — Além do mais a praia é publica — Me encarou

— A praia é publica sim, mais eu quero te dizer uma coisa, eu não quero você nunca mais perto da minha filha! Você entendeu? — Papai apontou o dedo para Alex com um tom autoritário.

Nos encaramos diferente dessa vez nossos olhares eram tristes

parecia que alguém tinha tirado um doce de nossas mãos.

Poxa, deixa a gente brigar em paz afff...

— Vamos Piper, vamos... — Meu pai me levou dali

Sentei-me  na mesa onde estávamos, esperando meu pai ir buscar uma água de coco!

Viajei em meus pensamentos

Eu estava pronta pra seguir em frente e esquece-la!

Ela pinta e borda comigo e depois simplesmente me beija daquela maneira...

Alex tem as manhas, ela faz meu coração tremer e o pior é que ela sabe disso!

Ela sabe que é meu ponto fraco!

Como ela consegue ser tão natural daquele jeito?

E ainda dizer que fui eu que agarrei ela, mais é muito cínica mesmo! Ainda riu da minha cara!

O Deeeeus que beijo, que beijo!!!

Era só naquele beijo que eu pensava agora!

Que pegada! 

Como você vai esquecer essa garota Piper, como?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Ahhh essas duas!!

Eu amo a Nicky ela é uma ótima amiga!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...