1. Spirit Fanfics >
  2. Desde sempre- Bakudeku >
  3. Capítulo I

História Desde sempre- Bakudeku - Capítulo 1


Escrita por: uzumakibella

Capítulo 1 - Capítulo I


Deku P.O.V

 

Desde sempre eu amo o Bakugou Katsuki.

 

Ele sempre foi incrível e eu só queria que ele me notasse, pena que não tive a atenção dele do jeito que queria, mas hoje não me importo mais, aconteceu muitas coisas e eu só quero mesmo estar ao lado do Katsuki, apesar dele não me querer ao lado dele.

 

Com tudo o que aconteceu entre a gente durante todo esse tempo, eu acabei me aproximando muito dele depois de ter contado sobre o One for All.

 

Atualmente nós estamos em uma relação que eu não saberia se progredimos ou regredimos, não nos falamos muito quando outras pessoas estão por perto, mas quando ficamos sozinhos parece até que voltamos à época em que éramos crianças.

 

Nesse momento por exemplo, nós estamos no ginásio treinando, na verdade ele está treinando enquanto eu estou vendo a beleza dele, não sou muito de acreditar nos Deuses gregos, mas sei que se eles existissem o Kacchan certamente teria sido esculpido perfeitamente por Atena apenas para ser o ser mais belo que existe. já que ele é um pedaço de mal caminho muito gostoso;

 

Eu posso até parecer inocente, e eu sou, mas desde o momento que percebi que o meu amor por ele não era apenas amor de amigo e sim algo mais forte, eu me descobri membro do grupo LGBT+ e meio que comecei a ver umas coisas sobre gays e acabei sabendo de algumas coisas sobre isso. Não é estranho eu perceber que ele é gostoso, ok? Já viram aquele tanquinho? Daria de tudo pra encostar naqueles gominhos que ele tem.

 

Enfim, voltando ao foco principal, acabamos criando um costume de treinarmos juntos, por isso quando chegamos juntos para falar com o Aizawa-sensei ele já dá a chave do ginásio com a condição de o devolvermos do jeito que achamos.

 

 Acabo tomando um susto quando escuto a porta de metal ser aberta, revelando o incrível All Might, meu ídolo, vindo em nossa direção.

 

- Jovens, não acham que já treinaram muito por um dia? -Ele perguntou se aproximando mais de mim e do loiro.

 

- Não enche velho, eu nem comecei direito, só estava me aquecendo.

 

- Kacchan, não fale assim com o All Might, e outra ele tá certo, já são seis da tarde, precisamos organizar tudo aqui e devolver a chave pro sensei- disse olhando o relógio que estava preso na parede.

 

- O nerdzinho já está cansado é? Desse jeito virar o numero 1 vai ser brincadeira de criança- ele me provocou, mas não é como se não fosse acostumado a isso.

 

- Só não quero problemas com o Aizawa- sensei Kacchan, vamos logo.

 

- E quem disse que eu ligo para algo que aquele zumbi fala em?

 

- Kazinho, você tem que respeitar mais os professores e…

 

- Quem disse que eu ligo pra isso, Deku, eu sou muito melhor do que qualquer um deles, na verdade eu sou muito melhor do que qualquer um de vocês.

 

- Ok, jovens, já chega com isso- o All Might interveio no que seria uma possível briga entre a gente- Jovem Bakugou, você pode guardar algumas coisas pra mim enquanto o Jovem Midoriya limpa a quadra?

 

- Tsk… eu vou porque eu quero e não porque você pediu, aonde ta a merda que eu tenho que guardar?

 

Depois de tudo organizado entregamos a chave pro All Might devolver ao Aizawa e nós estávamos indo em direção aos dormitórios neste instante.

 

- Ei, maldito.

 

- Sim Kacchan?

 

- Você até que não foi tão ruim assim, mas nunca vai chegar aos meus pés.

 

- Obrigado Kacchan. mas saiba que eu não vou perder, a cada dia que passa eu sinto que o One for All vira mais meu poder, logo logo vamos ter uma verdadeira luta e…

 

- Eu não quero saber seu nerd, só torna esse poder logo seu para eu te provar que sou o melhor.

 

- Eu já sei que você é o melhor Kacchan, o melhor em tudo, até mesmo em roubar o meu coração- respondi bem baixinho, afinal eu não faço a mínima ideia de como ele vai reagir a isso e a última coisa que eu quero  é o afastar.

 

- Falou alguma coisa, idiota?

 

- Uh.. não, nada.

 

- Tsk.

 

Continuamos a andar e eu não pude evitar de olhar pra ele, a luz do pôr do sol favorece tanto ele, queria poder tirar uma foto pra guardar de recordação, mas nunca ele ia deixar isso acontecer.

 

Quando chegamos no prédio nós despedimos com um simples aceno, na verdade eu que acenei já que ele me ignorou, e fomos para os quartos. 

 

Sei que parece que o Kacchan é mau, mas é só o jeitinho dele, ele pode até ser orgulhoso porém eu sei que lá no fundinho ele também gosta de mim e da minha companhia. Só queria que fosse da mesma maneira que eu gosto dele.

 

 

 

Continua…. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...