1. Spirit Fanfics >
  2. Desejo insaciável (Jungkook, Jimin e Yoongi) >
  3. Vamos deixar as lembranças em off

História Desejo insaciável (Jungkook, Jimin e Yoongi) - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente, sim eu voltei, fiquei com saudades💓
Nesse meio tempo eu fui louca, eu criei um Ig de utilidades no insta, é @_._ultilidades_._
➡Boa leitura
➡Desculpem por erros ortográficos
🔹Comentem não escrevo para fantasmas!!!

Capítulo 8 - Vamos deixar as lembranças em off


P.O.V'S: SN

No dia seguinte  eu acordo em uma imensa cama de casal, eu não vejo Blake, e nem suas roupas jogadas pelo quarto. Eu tiro o edredom que com certeza não era dela, tinha cheiro de eucalipto. Eu deposito meus pés no chão aveludado e me levanto com dificuldade, minha visão estava girando e fazia uma pressão enorme na minha cabeça, eu sigo até o banheiro para poder me arrumar e vejo Yoongi de com sua calça social preta fazendo a barba.

-Yoon- Yoongi?!-Exclamo vendo seu abdômen maravilhosamente definido

-Oi sn que bom que acordou

-O que eu estou fazendo aqui?

-Ah...-Fala pensando na resposta

-Você abusou de mim?!-Falo prestes a dar um tapa em seu rosto, mas ele larga a Gilete e segura meus dois pulsos e abaixando os mesmo na mesma hora

-O que você lembra de ontem?

-Eu lembro que... lembro que eu briguei com o Jimin e fui para a piscina acompanhada

-Lembra quem era?-Fala voltando a aparar sua barba

-A Blake.... E eu lembro que eu.... ai meu deus eu beijei o cara do balcão

-Okay é mais grave do que eu pensava-Fala lavando a gilete

-Não, eu realmente beijei o cara do balcão para conseguir beber uma garrafa inteira de Whisky-Ele responde abrindo um pouco mais seus olhos-Depois disso não lembro de nada.

-Você voltou bêbada  com a Blake e começaram a tocar músicas altas até as 03h30min da manhã, eu fui no seu quarto e você quase que rasgou minha camisa, então eu resolvi separa-las e leva-la para cá-Fala terminando a barba-Eu achei que não gostaria de ver o Jimin 

-Me desculpe

-Sabe que... boatos circulam muito rápido por aqui né?-Respondo fazendo sim com a cabeça enquanto me olhava pelo espelho.-Correm boatos de que você é virgem...

-É eu sou mesmo, qual o problema?

-Nenhum, não tem nenhum problema em ser virgem, é que falam que você tem medo de perde-la-Fala se voltando para mim

-Eu não chamaria de medo-Falo desviando e virando para  a pia olhando para o espelho

-Você tem sexofobia (rsrs)-Fala rindo muito

-Que engraçado você inventando essas coisas-Falo rindo ironicamente

 Ele chega por trás de mim, me fazendo parar de me mexer, ele segura minha cintura e deposita um selar em minha clavícula

-Pode mudar de posição? Seu celular está me incomodando

-Não é meu celular-Fala rouco. Eu respondo abrindo um sorriso de canto

-Eu tenho que voltar para o quarto do Jimin, ele vai ficar uma fera comigo-Falo mudando de assunto

-Mas já?

-Já-Falo colocando meus sapatos

Assim que eu levanto ele me agarra fortemente e olha diretamente em meu olho que olhava estericamente os dele. Ele encosta seus lábios molhados nos meus e me da um selinho

-Tchau sn

-Tchau-Falo em choque pelo seu quase beijo

Eu andava rapidamente pelo corredor procurando o quarto do Jimin e quando entro ele estava colocando uma camisa preta

-Demorou para acordar? Ja são 10:30-Pergunta frio

-É eu sei-Falo sentando na cama prestes a tirar meu sapato

-O que você tem?

-Nada

-Você está estranha

-Estranha como? Tudo que eu faço é estranho para você, me desculpa se eu devia mostrar algum sentimento por um babaca-Falo olhando seus olhos fixamente, até que ele me faz olhar para sua boca, ele deu uma leve e profunda mordida em seu lábio inferior

- Não, eu não disse isto, tem algo te incomodando?

- O que? Não!

-Precisa contar algo para mim?

Eu permaneço em silêncio e ele chega mais perto de mim sentando na cama

-Sn?

-Não, não tem nada-Falo decidia

-Pode me contar anjo-Fala passando a mão pelos meus cabelos louros

-Anjo?! Você me estupra e me chama de anjo?!

-Ah-Fala travando

- Acho que pra quem sempre tem mil e umas palavras agora não tem nenhuma ne?

-Fala logo-Fala com um tom de voz um pouco alto e levantando da cama 

-Jimin! Eu Não sou virgem!-Falando caindo na cama

-O que? Como assim? Com quem? Onde e por que???

-Eu tinha 14 anos, eu não fazia idéia do que eu estava fazendo, foi na festa de Halloween da escola, eu ja namorava um menino faz tempo, até que ele no meio do beijo me puxou para o banheiro masculino e...-Falo fazendo uma pausa-Eu fiquei grávida, semanas depois sofri um acidente de carro e no hospital minha mãe descobriu pelos exames que eu estava grávida e colocou uma pílula abortiva no meu suco de melancia do hospital. Ela me obrigou a falar quem era e expulsou a família do menino da cidade.

-Eu sinto muito- Fala arrependido-Me desculpe por tudo?

- cinco anos depois meu pai me estuprou, nunca contei a ninguém-Falo vendo o Jimin chorando

-Eu gosto disso, gosto do prazer, mas as consequências que isso deixa na minha mente é desastrosa, por isso procuro não fazer...

-Mas você quer?-Fala sentando na cama novamente

-Não suporto o tesão

-Ah é?-Fala abrindo um sorriso de canto-Seus pais não estão mais aqui

-Eu sei, mas eu tenho pavor, eu ja amava meu bebê e eles fizeram  sair de mim as forças, descobri que abortei quando eu comecei a sangrar uns minutos depois

-Não quer ter filhos?

-Quero, mas-Falo parando para olhar sua boca. De repente o tempo parou, tudo passava calmamente, como se o que me fizesse mal havia passado. Eu via seus cílios piscando calmamente seus olhos dilatados, seu hálito de hortelã invadindo meu sistema, a saliva descendo por sua garganta, sentia minha parte íntima formigando. Eu de repente perco o controle agarro sua nuca  começo a beija-lo, ele retribui. Eu caio em cima dele e ele vira ficando para cima de mim. Seu beijo era como um pé de hortelã pronto para ser transformado em alimento.

-Demorou para tomar a decisão certa-Fala parando de beijar

-Cala a boca! Falo voltando para o beijo

-Rebola no meu  colo e diz que é só minha?

-Posso gemer em inglês se você quiser

-Prefiro vender sorvete

-Ah?

-Eu empurro e você grita

-Oh puta que pariu!

-Me chama de comida japonesa, e me come com o pau-Falo voltando a beijar

-Você ta muito magrinha, precisa de vitamina E, eu chupando você.-Fala tirando minha blusa e jogando na cama

Eu desabotuava a sua camisa e lembrava do meu pai, daquele dia que ele fechou a porta do quarto e desabotuava sua camisa cor creme listrada com azul. Meu tesão parou na hora e minha mão também

-O que foi?-Fala um pouco menos animado

-Nada-Falo tentando esquecer o ocorrido e voltando a desabotuar sua camisa. Ele me ajuda e tira seu cinto deixando-o perto de mim, Jimin tira também sua calça e fica de cueca. Eu abria o zíper do meu jeans e ele me olhava com prazer

-O que vai fazer com esse cinto?-Pergunto santa

-Nada que você não saiba-Fala ele enquanto prendia minhas mãos do cinto, fazendo uma espécie de algema. Ele coloca meus braços para cima e tira meu sutiã e minha calcinha.

Ele coloca seu queixo no meu estômago e respira, dando um selar no mesmo, ele explora todo o meu corpo antes de me deixar inconsciente da minha ação. Ele morde minha coxa direita e me faz lembrar do meu pai, onde ele mordeu no mesmo local.

-Fica de quatro agora pra mim!-Fala ele se levantado da cama e ficando na minha frente. Eu me mexo e antes de ficar na posição eu agarro e tiro sua cueca com as mãos ainda presa, eu revelo uma anaconda gigante prestes a me adentrar e começo a chupa-lo, ele se surpreende ao ver minha habilidade até que alguém bate na porta.

-Jimin?! Está atrasado para trabalhar-Fala C2 atrás da porta

-Ja vou!

***********

Vcs lêem a notas do autor?





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...