1. Spirit Fanfics >
  2. Desejo proibido. >
  3. Irresistível.

História Desejo proibido. - Capítulo 5


Escrita por: mendessgrl

Notas do Autor


Capítulo fresquinho, espero que gostem

Capítulo 5 - Irresistível.


Ponto de vista: Justin.




Meu coração se acelera ao escutar sua voz doce me pedindo algo tão errado. Seus olhos me encaram de maneira tão avassaladora que minha alma parecia querer sair do meu corpo, me arrepio inteiro e busco uma alternativa pra esse “problema”.




 Se ela fosse qualquer outra garota, não mediria esforços pra lhe atender logo, afinal não sou de negar meninas, ainda mais tão lindas e gostosas quanto minha irmãzinha. Me sinto um pervertido, mas ela é incrivelmente irresistível, não tem como negar.




—Acho que você ainda tá chateada e não está pensando direito, tem noção do que acabou de me pedir?— Falo tentando manter minha sanidade, esperando que a mentira saísse tão boa quanto parecia em meus pensamentos.



—Eu sei que é errado Justin, mas você é q única pessoa que eu confio pra isso. Sei que já beijou muitas meninas e pode me ensinar a fazer isso, veja como uma aventura, ninguém precisa saber disso.—






Ela toca em minha mão e começa a fazer um carinho na mesma enquanto me olha com uma carinha de cachorro sem dono, eu estava fodido mesmo. Nunca consigo negar algo pra ela com essa cara, por pior que seja a coisa. 




 Respiro fundo, algo me dizia que se tocasse seus lábios macios pela primeira vez, eles seriam minha perdição para toda a vida. 




—Ninguém pode saber é desse seu pedido louco, espero que nunca mais pense em me pedir isso, você é só a porra de uma criança, nem tem idade pra beijar ainda.— 




 Eu sabia que havia pego pesado com isso, mas eu não podia dar esperanças pra ela, ou melhor, pra mim. Óbvio que ela já poderia beijar e a melhor coisa do mundo seria que eu a beijasse, mas infelizmente eu nasci com o carma de ser o seu irmão. 




 Solto minha mão e viro meu corpo, andando até em direção a saída.




—É isso que eu sou pra você, não é? Só a porra de uma criança.— murmura ela sendo irônica e me arrependo pela maneira que agi.— Nem sei porque te pedi isso, você é um ridículo mesmo, eu nunca te beijaria, você é um idiota que só se preocupa com si mesmo, eu te odeio.— ela cospe as palavras, eu sabia que era tudo de boca para fora, mas fôra o suficiente pra me fazer voltar até ela.




 Nunca deixaria que ela falasse que não me beijaria. Eu já havia percebido que assim como o meu, seu corpo reagia à cada passo que eu dava, reparei em seu olhar em meu cacete quando saí da piscina mais cedo, como ela o media e imaginava coisas desvirtuosas com ele. Eu posso ser um cuzão, mas era um cuzão que mexia e muito com ela. 




Ando em passos largos até a loira e sem pensar duas vezes, seguro sua cintura com uma das mãos e com a outra subo pelo seu corpo, até chegar em sua bochecha. Ameaço fazer um carinho nela, mas logo levo a mão em seu lábio inferior, esmagando-o entre meus dedos. 




—Tem certeza? Porque você parece estar louca pra me beijar, aposto que está toda molhada.— murmuro malicioso e aproximo seu rosto do meu, ameaçando lhe beijar. 




 Ela fecha os olhos e espera meu toque, mas não seria tão fácil assim. Ri dela quando abre os olhos e cora instantaneamente, ela não estava esperando que eu a negasse.



—Seu estúpido, está brincando comigo?— diz ela com raiva, dessa ver com um olhar mortal.



—Estou e aposto que você vai gostar muito.— sussurro no pé de seu ouvido e desço minha boca até seu pescoço, dando beijos molhados por toda a área e uma mordida fraca, para que não ficasse marcada. 




 Ela solta um gemido fraco e meu pau endurece, estava ficando duro como pedra, mal sabia ela que aquilo estava sendo um desafio para mim e para ela. 




—Se você soubesse o que eu gostaria de fazer com você agora, como eu gostaria explorar essa sua boca gostosa de todas as maneiras… Ah minha doce irmã, você não sabe aonde está se metendo, o quanto vai se queimar.— desço meus beijos e carícias até o colo de seus seios, aquilo era o máximo, qualquer outro lugar abaixo disso era proibido.



—Por favor Justin, para de me torturar e me beije, eu te imploro.— diz em um fio de voz e me sinto satisfeito, depois de dizer que nunca me beijaria e acabar implorando por meus beijos já era o suficiente pro meu ego.




 Além de que se continuasse, não sei se iria conseguir parar. Elle é muito nova e é minha irmã, por mais que eu quisesse a comer em todos os cantos dessa casa e me fazer implorar pra chupar o meu pau, eu nunca poderia fazer isso. Não sei se conseguiria lidar com tamanha culpa, não sei o que minha mãe que está no céu pensaria de mim. 




 — Copie tudo que eu fizer, certo?— Antes que pudesse lidar com o sentimento de culpa e antes que ela concordasse, agarro seus cabelos, fazendo um rabo de cavalo entre meus dedos e aproximo meu rosto de sua tão delicada e rosada boca. 




 Colo nossos lábios em um movimento rápido e abro minha boca, sinto ela fazer o mesmo e delicadamente adentro minha língua, encontrando a sua um pouco perdida. Começamos um beijo lento e quente, mordo seu lábio inferior sem colocar muita força e volto a travar uma batalha deliciosa entre nossas línguas.




 Não sei ao certo quantos minutos ficamos nos beijando, mas sei que com toda certeza não foi nada rápido. Seu beijo era completamente viciante e não queria me separar de seus lábios nunca, mas infelizmente o ar começava a me faltar e fui obrigado a terminar o beijo mais gostoso que já havia dado na vida. 




 —Então Justin, como me saí?— abro os olhos aos poucos e encaro seus olhos azuis, essa menina era sem dúvidas era minha maior perdição e agora que a provei, não pararia nunca. 



—Se eu soubesse o quão boa você é antes, eu já teria te provado a muito tempo.— Digo me aproximando e ataco seus lábios novamente.


Notas Finais


gostaram? dêem fav e comentem pfv, ajuda muito, amo vcsss❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...