História Desejos - Imagine T.O.P incesto - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, EXO, Got7, Monsta X, Seventeen, UNIQ
Personagens Baekhyun, BamBam, Boo Seungkwan, Chanyeol, Chen, Cho Seung Yeon, D.O, D-Lite (Daesung), G-Dragon, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Hyung Won, I'M, Jackson, Jang Doyoon, JB, Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jeon Wonwoo, Jinyoung, Jisoo, Joo Heon, Jung Hoseok (J-Hope), Junghan "Jeonghan", Kai, Ki Hyun, Kim Mingyu, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Sun Joo, Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Li Wen Han, Lisa, Lu Han, Mark, Min Hyuk, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sehun, Seungcheol "S.Coups", Seungri, Shin Dongjin, Show Nu, Soonyoung "Hoshi", Suho, T.O.P, Taeyang, Tao, Wang Yibo, Wen Junhui "JUN", Won Ho, Xiumin, Xu Ming Hao "THE8", Yao MingMing, Youngjae, Yugyeom, Zhou Yi Xuan
Visualizações 46
Palavras 1.272
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amoras!! Eu sei, eu sei; Nossa, mais você não vai continuar aquela fanfic do T.O.P?
Não gente, criei essa para substituir aquela. — Mas ainda está visível para quem quiser ler.

Menos papo e mais leitura!


Aviso!!

• Essa fanfic não incentiva ninguém a fazer algum dos atos que vai ocorrer.

• Contém violência, assédio, linguagem imprópria e incesto.

• Se você não gosta de incesto não leia.


•• Não sou a favor de incesto, apenas achei interessante fazer uma fanfic sobre o tema. ••


Boa leitura!
(Se gostar não esqueça de favoritar para ajudar na divulgação e ignore a capa merda que fiz.) ;-;😢

Capítulo 1 - I - Girlfriend


Fanfic / Fanfiction Desejos - Imagine T.O.P incesto - Capítulo 1 - I - Girlfriend





Dias comemorativos era uma das piores coisas que poderia ocorrer além de escolas. Não é a data ou as comemorações, e sim, as pessoas que aparecem nas comemorações. 

Era meu aniversário, iria completar 19 anos, e tudo que uma garota quer nessa idade é liberdade e privacidade. — Uma coisa pouco provável, principalmente com um pai que é rígido e possessivo. Meu pai não é o mesmo desde que minha mãe o abandonou por suas traições. — Também, um pai desses, nem Hyuna perdoariao. Hyuna é uma amiga de infância, ela é um ano mais velha, nos conhecemos assim que minha me abandonou com meu pai. 

Havia uma parte boa de ser filha única e morar com o pai, mas havia coisas que nem ele mesmo conseguiria me explicar; Quando fiquei menstruada, ou tive um ataque de hormônios. — Mas tirando isso, ele é um bom pai. 

Estava encarando, pensativa, o teto lilas. Sabia ao certo que levaria ovada se fosse á faculdade. — Seria pior se ninguém se importasse com meu aniversário. Levantei da cama e caminhei cansativa até o quarto de Choi. 


— Pai! — Grito enquanto bato. 


— Entre. — Ouço sua voz rouca dando permissão. Adentrei seu quarto e sentei em sua cama. Choi estava com um moletom preto — Que dava um destaque em seus cabelos platinados. Mexendo em seu Aparelho telefônico. — Conhecido como celular. — Diga-me, querida. — Disse voltando seu olhar para mim. 


— Pai, hoje vai estar frio. Eles vão me molhar! — Digo passando a mão em seus cabelos macio. 


— Pare de drama, S/n! Eles nem vão lembrar que hoje é seu aniversário. — Disse me deixando tristonha. — Eles são jovens adultos, querida. Ninguém se preocupa com essas coisas. 


— É... Talvez tenha razão. — Digo sorrindo fechado. — Será que nem Jungkook irá se lembrar? — Indago a mim mesma em tom de sussurro, mas isso não evitou que Choi ouvisse e sua expressão facial mudou derrepente. 


— Espero que não! — Disse ríspido, voltando sua atenção ao seu celular. 


— Nossa pai, não seja grosso. — Digo revirando os olhos. — Pai, você sabe que eu te amo, então não faça dramas comigo. — Digo selando sua bochecha. — Irei ao seu trabalho hoje com o senhor. 


— Eu lhe dei permissão? 


— Desde quando preciso permissão para visitar o trabalho do meu pai? — Indago sorrindo. 


— Você não tem jeito! — Sorriu de volta. — Tudo bem, mas tem que deixar eu te levar para a faculdade hoje á noite. 


— Namjoonnie irá me levar. — Digo sorrindo. Namjoon era meu namorado, iriamos completar três anos. — Mas Choi não coloca fé em nosso relacionamento. Namjoon sempre foi um namorado respeitador, mas que infelizmente, não gosta de Choi. Namjoon diz que seu comportamento não é comum. 


— Namjoon? — Riu sarcástico. — Esqueci S/n! — Disse pondo sua mão na testa. — Você não vai poder ir na aula, sua festa vai ser a noite e seus tios irão vir. — Tios? Isso significa que Taeyang e Kwon estariam vindo, para ver como ficou a coelhinha deles. 


— Que legal pai! Quem sabe eles não te convença a me deixar morar sozinha. — Meu sozinha era morar com Hyuna, Choi não se dava bem com ela. 


— Só nos seus sonhos! — Disse rindo. — Agora vaza. — Revirei os olhos e sai de seu quarto. Adentrei meu quarto e liguei o notebook, entrei em minha rede social e mandei uma mensagem para Hyuna, avisando sobre minha falta. 


-"Amorzinho, não vai dar para mim ir para faculdade hoje." 


"Sério?!"


Me espantava a rapidez que ela respondia, era como se ela Morasse em um computador e ficasse alerta a todas mensagens que á mandava. 


-"Sim! Aniversário, esqueceu? Festa em casa. Titios gatos."


"Nossa, verdade! Esqueci total!"


Choi novamente estava certo, eles não se preocupava com isso. 


-"Tudo bem."


"Titios gatos? Inclui Kwon?"


-"Sim." 


"Advinha quem não vai á aula hoje?"


Revirei os olhos e bufei, isso significava que meus tios não me dariam atenção. — Isso era tedioso, precisava da atenção de ambos. 


-"Ok"


Respondi. 


Comecei a navegar aleatoriamente pela internet até ver um site de namoro com a Descrição; "Encontre sua alma gêmea, aqui e ainda hoje." 

Estava curiosa, adentrei o site que logo pediu cadastro.

Não tinha criatividade suficiente á ponto de criar um nome de usuário interessante, apenas coloquei algo sensual e chamativo. "BabyGirl177"Não era o tipo de garota que colocava foto do rosto inteiro, apenas coloquei uma foto da boca para baixo. 

Estava esperando por notificações, mas nem amigos eu tinha, ou como se diz; "Curtidas" 


— Querida, está pronta!? — Gritou Choi saindo de seu quarto. 


— O-Oque?! Para que? 


— Ué, o que você está fazendo ai? — O mesmo aponta sua cabeça na porta para me observar. 


— E-Eu? Nada. — Ri fraco, estava me sentindo uma péssima mentirosa. 


— Deixe-me ver. — Disse caminhando até mim. 


— Hã... — Sem saber oque fazer, desliguei o computador e respirei fundo. — Aqui pai, não tem nada! — Digo alterada. 


— Você desligou. Acha que sou burro. — Afirmo com a cabeça. — Não! — Nego. 


— Desculpa, não quero que você se meta nas coisas que não lhe interessa. — Digo ríspida. Choi me olha e abaixa sua cabeça mordendo o inferior de seus lábios. 


— Tudo bem, S/n. Não vou me meter nas suas coisas. — Dou um pulo de alegria e o abraço. 


— FINALMENTE LIBERDADE NESSA CASA! — Grito com as mãos para o alto. 


— Nossa S/n, sou tão possessivo assim? — Perguntou tristonho. 


— Sim. Agora vaza. — Digo o empurrando até a saída. 


— Deixe-me falar, menina! — Disse se segurando na porta. — Para tudo tem uma condição, mas a sua é diferente; Você vai aprender a viver como uma adulta, mas depois, não me venha chorando, pois vou lhe dizer "Eu te avisei". — Disse antes de sair. 


— Credo, pai. — Digo fechando a porta em sua cara. 


— Isso significa que você não vai? — Perguntou do outro lado da porta. — Aonde? 


— No meu trabalho. — Disse. 


— Não! Vou aproveitar que você vai ficar fora pra dar pro Namjoon aqui em casa. — Grito. 


— Oque!? — Disse tentando abri a porta. — S/n abre essa porta! — Ignorei seus gritos e coloquei meu fone de ouvido, aumentando o volume até no final.

Ignorar Choi era uma das melhores sensações, lógico, depois de me sentir totalmente certa — E rir por estar errado. 


Ouvi a porta de baixo ser aberta e Choi dar um grito se despedindo, peguei meu celular e mandei uma mensagem para Namjoon. 


-"Oi amor, meu pai está fora. Bora vim?"


"Desculpe-me, estou ocupado." 


-"Kim! Essa é a primeira vez que você pode vim aqui em casa e agora me diz que está ocupado!? "


"Estou ocupado, nos falamos mais tarde."  Essa foi a última mensagem que recebi dele no dia. 



...



Estava ficando tarde, e meu arrependimento de não ter ido com Choi começava a surgir. Estava me sentindo sozinha, até ouvir a campainha tocar, desci a escada correndo e abri a porta com um sorriso no rosto, que logo se desmancha ao ver Kwon, Taeyang e mais uma mulher — Atraente em minha visão. Junto á eles. 


— Chegaram cedo. — Digo fazendo bico. 


— Triste por nós ver? — Disse Kwon sorrindo. 


— O problema não é vocês, é essa mulher. Quem é ela? 


— Olá, sou Jisoo, namorada de Kwon! 




Namorada?!



Precisa entender os fatos S/n, você não é mais aquela menininha de 17 anos. Encare isso como adulta ou surte de vez! 


Notas Finais


Ahh, gostaram?
Oque vocês acha que vai acontecer?
S/n deve entender que está crescendo ou deve dar um basta porquê quer a atenção de seu tio apenas para ela? 😮

Comentem sobre oque vocês acham que vai acontecer!!

Não esqueçam de favorita se gostarem para ajudar na divulgação
E siga meu perfil: @Jiminzei

Até o próximo capitulo!! 😍😍😍
Beijos amores de minha vida!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...