1. Spirit Fanfics >
  2. Desejos >
  3. Capítulo único - Desejos de grávido

História Desejos - Capítulo 1


Escrita por: e Jimin4Jeon


Notas do Autor


Olá, meus amores!
Bem vindos a uma nova história bem fofa do Jimin gravidinho para esse projeto maravilhoso.

Quem não gosta de um Jimin gatinho todo manhoso? Isso é o que mais teremos aqui.

Espero que gostem!
Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo único - Desejos de grávido


Fanfic / Fanfiction Desejos - Capítulo 1 - Capítulo único - Desejos de grávido

Jimin ronronava enquanto recebia carinho em suas orelhas e abraçava o marido. Um biquinho surgiu em seus lábios quando acabou o carinho e ele encarou o mais novo, que apenas riu enquanto beijava sua testa.

— Calma, gatinho. Eu só vou preparar o nosso jantar.

— Pede uma pizza.— disse, manhoso, encarando os olhos negros 

— Amor, você precisa comer algo saudável. Comprei muitas cenouras e batatas, vou cozinhar e fazer um arroz.

— Você é o coelho aqui, eu não quero cenoura.— manhou, sentando-se no colo do esposo e segurando as orelhas longas — Eu estou com desejo de pizza! — disse alto, fazendo um biquinho choroso

— Ai, para! Eu vou pedir uma pizza.

— Quero de frango com queijo.— sorriu e se levantou

Correu para a cozinha com as mãos repousadas sobre a barriga grande e redonda, sentindo as movimentações e chutinhos de seus filhotes. O rabo longo de gato balançava,  vagarosamente, de um lado para o outro, enquanto observava o que tinha dentro da geladeira. Acabou pegando a jarra de leite e serviu um copo, caminhando até a sala e bebendo enquanto via Jungkook ligando para a pizzaria.

Se casar com um híbrido de coelho não estava em seus planos, afinal, ele era híbrido de gato. Mas foi impossível não se apaixonar por aquele coelhão lindo e sexy que o seduziu e roubou seu coração. Foi uma grande surpresa para as famílias de ambos a relação deles.

Jimin conheceu seu amado Jeon Jungkook na festa de um amigo quando estavam na faculdade. O Jeon era um calouro e estava em sua primeira festa, onde conheceu um belo gatinho que bebia e dançava animadamente. Por um acaso, o dono da festa e melhor amigo de Jimin, estava no mesmo curso que Jungkook e acabaram conversando um pouco. Foi ali que eles se aproximaram, quando foram apresentados e começaram a beber juntos. Pode ser que talvez eles tenham exagerado na bebida e ficado aos amassos num canto. Jungkook não via mal em experimentar a sensação de ficar com híbridos de outros animais e nunca havia ficado com um gato. Após tudo isso, ficaram apenas na amizade, os acontecimentos foram só uma famosa "ficada" numa festa e seguiram como amigos.

Mas, claro, acabou virando algo bem maior que uma amizade. Jimin teve seu coração fisgado de jeito por aquele maldito coelho de cabelos negros. 

— Como estão nossos bebês? — Jungkook perguntou após terminar de pedir as pizzas — Os coelhinhos do papai estão se mexendo muito? — dizia, acariciando a barriga do loiro e beijando o local.

— E gatinhos também. Espero que eles não nasçam com problemas.

— Eles vão ficar bem, meu amor. Viu os bebês do Tae com o Yoongi? Taehyung é híbrido de raposa e Yoon de lobo.

— Lobo e raposa são parentes próximos. Gato e coelho não.— fez um biquinho, acariciando o barrigão, enquanto bebia seu  leite — Estou com desejo de sorvete. Compra pra mim?

O Jeon encarou o esposo confuso.

— A pizza já vai chegar, meu amor.

— Mas eu quero sorvete também. Você não quer atender os desejos dos nossos filhos? — dramatizou. 

— Amor, vamos deixar para amanhã. Eu prometo que compro amanhã, bem cedinho.

— Mas eu quero sorvete agora! — disse, e voltou a fazer aquele biquinho choroso, com algumas lágrimas surgindo em seus olhinhos — Nossos bebês querem sorvete!

— Jimin…

— Vai deixar nossos bebês com fome? Não ama eles? — disse já prestes a começar a chorar de verdade.

— Okay, eu vou comprar sorvete.

Jungkook suspirou, e o gestante sorriu feliz.

***

Jimin chorava, emocionado com o filme que assistia na televisão, devorando sua pizza junto do pote de sorvete. Seu marido achava a mistura nojenta e estranha, mas parou de reclamar quando recebeu um tapa forte em seu braço. O gatinho ia realmente de 8 a 80. Ora estava carente e manhoso, ora irritadiço e marrentinho.

Ao acabarem de comer, ficaram agarradinhos no sofá. Jimin se aconchegou nos braços de Jungkook, enquanto este lhe acariciava os cabelos e a barriga, sentindo os movimentos dos bebês. O Jeon era bom em acalmar seus filhotes e fazer eles pararem de chutar com força, o que incomodava muito seu querido esposo, que queixava-se de dores constantes após uma noite de chutes e festa em seu ventre.

Eram cinco filhotes a caminho e eles estavam casados há apenas 7 meses. Jimin engravidou durante a lua de mel no Japão. Tantos filhotes fazendo festa dentro de você realmente incomodava, mas, pelo menos, eles teriam irmãozinhos da mesma idade. Jungkook tinha 24 irmãos e amava todos eles.

É um grande número de irmãos, mas fazer o quê? Ele veio de uma família de coelhos.

— Vamos colocar algum filme mais alegre.— Jungkook disse, se afastando para pegar o controle da televisão, enquanto o esposo secava as lágrimas de seus olhinhos. 

— Jungkookie…

— Diga, meu amor.— falou, procurando algum filme de comédia

— Estou com desejo de chocolate branco.

Jungkook choramingou baixinho. Olhou para o gestante, que o encarava com ambas as mãos pequenas em seu barrigão e um biquinho manhoso nos lábios cheinhos. Ele morria de amores pelo esposo assim, mas sabia que morreria enforcado se não atendesse ao desejo.

— Está tarde, amor. Todos os mercados já estão fechados.

— Mas eu quero chocolate.— manhou, balançando os pezinhos e fazendo birra como uma criança

— Eu prometo que assim que acordar, eu compro uma caixa cheia de chocolate. Está muito tarde para sair.

— Tá bom.— Jimin disse sério e Jungkook suspirou, aliviado.

— Obrigado por entender, bebê.— disse e deu um selinho no esposo.

Jimin encarou o marido e cruzou os braços.

— Eu entendo. Vou já pegar o travesseiro e um cobertor pra você, uma roupa limpa e tudo certo. Assim que acorda já pode ir direto para o mercadinho mais próximo.

— O quê? — questionou, confuso, vendo o menor se levantar.

Jimin pegou um travesseiro e cobertor em seu quarto, jogando-os no sofá. Foi quando o Jeon entendeu e passou as mãos pelo rosto.

— Eu não quero dormir no sofá, amor.

— Meus bebês só querem dormir perto de quem se importa com nossos desejos.— disse, já chorando, e partiu para o quarto, fechando a porta com força.

O jovem coelho suspirou, puxando as próprias orelhas longas de frustração, antes de se levantar e pegar a chave do carro.

***

Jimin devorava seu chocolate, que demorou para chegar. O pobre Jungkook correu com o carro pela cidade toda procurando um local aberto para comprar um bendito chocolate. E aquela não foi a última vez.

Duas horas depois, o gestante pediu uma torta de maçã, que o Jeon precisou sequestrar da casa do melhor amigo, que havia feito por sorte para o namorado comer. Em seguida, vitamina de morango. Ele precisou correr para chegar até um mercado do outro lado da cidade e achar por sorte a última caixa com morangos.

Nesse momento, já eram quatro horas da manhã, e Jungkook entrava em seu apartamento bocejando, com uma sacola cheia de pacotes de chocopie. Deixou sobre a mesa e se jogou no sofá, enquanto Jimin levava tudo pro quarto e devorava.

O Jeon conseguiu permissão para entrar no quarto e se jogou na cama, pegando no sono em menos de um minuto. Ele apenas rezava para que os próximos 2 meses passassem rápido e o esposo desse a luz aos seus filhotes. Não aguentava mais seu gatinho tão bipolar e dramático.  Quando soube que seria pai, esperava que seriam nove meses de alegria. Sim, ele estava feliz. Adorava Jimin manhosinho em seus braços carente e pedindo atenção. O que não gostava era os pequenos surtos, o drama e ir pro sofá por não comprar uma torta as três horas da manhã.

Jungkook resmungou quando ouviu o esposo chamá-lo com a voz manhosa para acordá-lo. Choramingou baixo, abrindo os olhos e encontrando o menor sobre si, sentado em seu colo e com aquele mesmo biquinho manhoso de sempre.

— Jungkookie-ah, estou com desejo.— aquela frase fez o Jeon querer chorar.

— O que quer dessa vez, amor? — suspirou derrotado, sentando-se e segurando a cintura de Jimin.

Eu quero você.— disse com a voz arrastada e dengosa, beijando seus lábios e em seguida o maxilar — Estou com desejo do marido agora.

O Jeon riu, puxando o rosto do esposo para um beijo ardente e apaixonado. Bom, nem todos os desejos da madrugada eram ruins. E Jungkook não negaria aquele nunca. Podia reclamar, mas adora seu barrigudinho manhoso cheio de desejos.

 


Notas Finais


E acabamos por aqui! O que acharam do Jiminzinho todo manhoso e cheio de desejos? Não se esqueçam de comentar o que acharam.
E muito obrigada a todos que leram.

Agradeço a @minskjin pela capa e banner maravilhosos e a @notthingblue pela betagem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...