História Desejos de Aniversário - Capítulo 1


Escrita por: e r_dfoxy

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Namjoon (RM), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga)
Tags Aniversário, Namgi, Namjoon, Sugav, Taegi, Taesugamon, Taeyoon, Taeyoonjoon, Vmon, Vsuga, Yoonjoon, Yoontae
Visualizações 110
Palavras 1.956
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fluffy, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


quase não saiu, mas tá aí a comemoração de aniversário do nosso líder favorito!! como todos devem saber e, se não sabem, vão saber agora, nós somos um projeto focado em taegi, entao, quando é aniversatio de algum outeo integrante, a gente foca em yoongi, taehyung e no aniversariante.

voa mlk @namjoon

Capítulo 1 - Happy b-day, Namu


Yoongi bateu na porta do pequeno apartamento onde seu amigo morava e então deu um passo para trás, podendo abraçar com seus dois braços o engradado de cerveja que havia comprado na primeira loja de conveniência que viu. Ele sabia do aniversário de Namjoon, mas não tinha muito o que fazer em plena quinta-feira, então pensou em comprar bebida e tomar algumas com seu melhor amigo para no dia seguinte ir a faculdade. Uma pequena festividade, apenas para não passar em branco mesmo. 

Kim Namjoon era um homem feito, não curtia mais festinhas como as que seus pais faziam até seus quatorze anos e também não aguentava mais as festas que o seguiram desde os dezesseis anos até os vinte e três anos, quando ainda se dava o trabalho de ir a todas as festas do campus, beber até não se aguentar em pé e sofrer de ressaca no dia seguinte, não mais. Ele iria se formar em direito, seria um advogado e admitia não ter mais idade para certos eventos como esses. Por isso, quando lhe foi perguntado o que ele faria em seu aniversário, ele simplesmente disse que ficaria em casa, dormindo e colocando a matéria em dia. 

Mas, aparentemente, Yoongi não estava disposto a deixar seu amigo fazer qualquer um dos seus objetivos para aquele dia, qualquer um que não fosse beber cervejas baratas com ele enquanto discutiam coisas filosóficas demais para as suas mentes levemente embriagadas. 

A porta abriu e Namjoon não pareceu a pessoa mais feliz do mundo quando olhou para Yoongi, na verdade, ele parecia como quem tinha acabado de ver o professor mais chato de sua vida. Min sabia que era chato, algumas vezes, mas não tanto como o amigo estava demonstrando. 

— Se não quer a minha companhia, é só dizer, não precisa fazer essa cara aí de desgosto — disse irritado com a maneira a qual seu amigo o encarava. 

— O quê? Não, não, eu ‘tô feliz que você veio… É só que… — Respirou fundo e então saiu do apartamento, fechando a porta devagarinho. — Meu irmão ‘tá aqui. 

— ‘Tá, e? — indagou confuso. — O que isso tem a ver?

— Claro que diz isso… — suspirou e abriu a porta. — Entra, vamos beber e socializar, mas eu digo com antecedência.

— O quê? 

— Meu irmão não é pro seu bico. — Avisou, assumindo uma postura autoritária que fez Min se encolher um pouco intimidado. 

As palavras de Namjoon não fizeram sentido nenhum para ele, não até que ele fosse em direção a sala e o visse. 

Ele compreendeu perfeitamente assim que pôs seus olhos felinos no garoto de cabelos loiros no sofá. 

Merda.  

— Tae, esse é o Yoongi, um colega meu. — Kim sorriu, apresentando-os de modo simpático, mas em seu interior ele surtava. 

Kim Namjoon conhecia tão bem seu irmão, sabia tudo sobre ele e principalmente o seu gosto por brincar com corações alheios e os fazerem sofrer depois que ele termina. Ele poderia não se importar, claro, mas Taehyung era o “tipo” favorito de Yoongi, tanto em questão de personalidade como de aparência. 

Taehyung era extremamente lindo e isso ele reconhecia, mas que possuía aqueles olhos que brilhavam em inocência e então oscilavam com um olhar perigoso, afiado e era extremamente isso que Yoongi gostava. De garotos maus com a fachada de bom moço, era isso que excitava seu corpo de uma maneira descomunal.

— É um prazer conhecê-lo, Yoongi. — Taehyung esboçou seu melhor sorriso doce. — Vem cá, a gente ‘tá vendo “As Branquelas” pela quinquagésima vez e o Joonie ia fazer pipoca. 

— As Branquelas? — Yoongi riu e ergueu a sobrancelha em direção ao melhor amigo, este que apenas revirou os olhos, indo para a cozinha. — Não sabia que gostava. 

— É um dos filmes favoritos dele, mas não explana, não, meu irmão gosta de bancar de inteligente conceituado que só vê filme difícil e cult. — Riu e bateu no lugar vago ao seu lado. — Ele ama um romance água com açúcar também. 

— Isso fica evidente, sabia? Uma vez citaram Cidade de Papel na faculdade e eu juro, com a minha dignidade, eu vi uma lágrima. — Segredou baixinho enquanto seus olhos felinos se encantavam, mais uma vez, pela beleza do Kim mais novo. 

— Não acredita nele, Tae-ah, ele não tem dignidade alguma — Namjoon disse da cozinha, lançando um olhar raivoso para o melhor amigo. — Vocês, por obséquio, poderiam parar de me expor? 

— Não — respondeu Taehyung, dando língua para o irmãos mais velho e em seguida olhando para Yoongi. — Me conte mais, hyung, conte todos os podres do meu irmãozinho. 

— Oh, ficaremos a noite toda aqui… — Brincou e fora acertado com um pano de prato, o que trouxe gargalhadas do garoto louro diante de si. — Kim Namjoon!

— O que é?! Para de me expor, desgraçado — disse raivoso, caminhando da cozinha para a sala, enquanto segurava de modo desajeitado o balde de pipoca e o engradado de cerveja. — Vocês dois, fiquem longe um do outro, são um perigo para a minha reputação. 

— Você tem uma, irmão? — perguntou, tombando a cabeça para o lado e sorrindo debochado.

— Cala a boca ou eu ponho você ‘pra fora, Kim Taehyung. — Ameaçou e então encheu a boca de pipoca, sentando-se no meio dos dois, convicto em evitar que se aproximassem mais que o necessário. — Vamos terminar o filme. 

Yoongi concordou e se esticou para pegar uma das garrafas, abrindo-a com facilidade e tomando um gole generoso para em seguida oferecer aos outros dois, que aceitaram de bom grado, dividindo a garrafa. 

Eles seguiram a noite toda assim, bebendo cerveja barata e comendo pipoca enquanto assistam ao filme, que fez Kim Namjoon chorar como o garotinho que era e isso trouxe as risadas de Yoongi e Taehyung a tona, porque, céus, como ele era tão neném

Quando o filme acabou, Taehyung fugiu de mansinho para a cozinha e pegou o seu presente de aniversário para o irmão. Era um simples cupcake escrito “happy b-day, Namu”, mas que havia se tornado especial pelo fato de que ele mesmo havia feito isso e estava mais orgulhoso que nunca. 

Colocou um fósforo no meio do bolinho e acendeu, começando a cantar a música tradicional de parabéns, que despertou o aniversariante quase adormecido. 

Namjoon sorriu bobo quando se deparou com a cena de seu irmão e seu melhor amigo cantarolando e segurando o pequeno cupcake. Não era nada demais, mas fez o coração do aniversariante se aquecer demais com a cena. 

— Vocês… — suspirou, sorrindo bobo. — Obrigado, de verdade. 

— Não precisa agradecer, você merece muito mais, mas você não quer festa… — Taehyung resmungou, porque preferia ter feito uma comemoração grande. — Enfim, assopre a vela e faça um pedido, hyung. 

— Hm… — ele suspirou e olhou para o melhor amigo e para o irmão, pensando em um pedido de aniversário. 

Namjoon tinha tudo que queria, não havia nada de especial para pedir para si, mas seus olhos afiados haviam notado como o melhor amigo havia ficado admirado e bobo com seu irmão, então ele só pediria por uma coisa, não para si, mas para os dois a sua frente. 

Por favor, que nenhum de vocês dois se machuquem. 

E então ele assoprou a vela, sorrindo bobo e alternando o olhar entre seu irmão e Yoongi, esperando que seu desejo desse certo para que ano que vem pudesse pedir uma Harley Davidson.

Um ano depois.

Namjoon tirou a jaqueta jeans e a embolou em suas mãos, respirando fundo enquanto encarava a porta do seu apartamento. Era seu aniversário e, por incrível que pareça, ninguém tinha parabenizado ele. Será que haviam levado tão a sério os pedidos dele que agora nem sequer lembravam? Sim, estava um pouco magoado com essa possibilidade, mas tentou esquecer durante todo o trajeto da faculdade para casa. 

Ele teria feito isso acompanhado ou estaria mais calmo em relação a isso se não soubesse que Yoongi tinha saído com Taehyung na noite anterior e provavelmente eles devem ter aprontado horrores, porque o Min não havia aparecido na faculdade. Ou estava de ressaca ou exausto, talvez os dois. 

E, para a surpresa dele, Min Yoongi durou mais de sete dias com Taehyung e não foi apenas um brinquedinho nas mãos do irmão. Namjoon viu todo o relacionamento ser construído, viu atitudes e inseguranças de ambos e os orientou, no momento que viu, através dos seus olhos mortais, que aqueles dois idiotas eram feitos um para o outro e que, também, ele confiava em Yoongi e sabia que este jamais causaria mal a Taehyung, nenhum intencionalmente. 

Por fim, os dois começaram a namorar e a largar Namjoon de mão, aos poucos, e ele não reclamou, claro que não. Mas agora sentia falta de ser incomodado pelos dois, de receber ligações e mensagens espontâneas. Realmente, essa semana do seu aniversário havia sido a que ele praticamente não existiu para o casal, nadinha lhe foi direcionado. 

Buscou as chaves no bolso da calça jeans e abriu a porta de casa, vendo todo o ambiente escuro. Acendeu as luzes e se deparou com duas coisas que o fizeram rir alto, como se tivessem contado a melhor piada do mundo. 

Seu irmão e Yoongi estavam sentados no sofá aos beijos e carícias leves, tão imersos no próprio mundinho, enquanto, ao redor deles, estava uma decoração de festa surpresa impecável com buffet farto para três pessoas. O casal havia organizado uma comemoração surpresa, mas haviam se distraído na parte do “surpresa”. 

— Ah! Nam hyung… — Taehyung se afastou do namorado às pressas e pegou um dos lança confete, estourando-o na direção do irmão. — Surpresa! 

— Feliz aniversário, Nam! — Yoongi riu, imitando o namorado e estourando mais um lança confete. 

— Obrigado… — Sorriu bobo. — Eu pensei que vocês tinham esquecido. 

— Impossível, o Taehyung falou disso o tempo todos, sério. — Yoongi começou, cruzando os braços. — No banho, no sono, transando, comendo, estudando, tirando foto, cagando… Foi literalmente o tempo todos “a gente tem que fazer uma festa surpresa pro Nam”.

— E então a gente fez um circo todo ‘pra fazer você acreditar que a gente tinha esquecido… — Taehyung concluiu o raciocínio do namorado, indo abraçar o irmão com força. — Mas eu jamais esqueceria o aniversário do meu irmão preferido.

— Mas eu sou seu único irmão. — Franziu o cenho. 

— Por isso que é o favorito. — Brincou e recebeu um beliscão na bochecha do Kim mais velho. — Ei! Machucou, hyung! 

— Era a intenção. — Riu e virou-se para Yoongi, vendo o cunhado e melhor amigo vir em sua direção com um cupcake idêntico ao do ano passado. — Oh… 

— Parabéns ‘pra você… 

Yoongi começou a cantar baixinho a música e Taehyung o acompanhou, batendo palminhas enquanto Namjoon apenas sorria bobo pelo ato.

Ele não gostava de festas, mas, se fossem todas assim, ele poderia passar a gostar. 

— Faz um pedido, Nam. — Taehyung tocou o ombro do irmão, encorajando-o.

— Certo, certo… — Ele fechou os olhos e soprou a velinha única no cupcake.

Uma Harley Davidson, por favor. 

— E então, o que pediu? — o Kim mais novo indagou, curioso. — Aliás, o que você pediu ano passado? Eu não perguntei. 

— Eu não posso contar ou não se realiza… — Brincou com o irmão. — Mas ano passado… Eu pedi algo ‘pra você… Vocês dois, na verdade, e, olha, deu certo. 

Taehyung encarou o irmão e então encarou o namorado, sorrindo bobo e concordando, porque havia dado certo, mesmo, e ele estava extremamente feliz com isso. 


Notas Finais


é isto
feliz aniversário pro bebezao de 1.80!! te amo

betagem por: @btsletters
capa por: @blobfish

Se quiser mais fanfic de taegi, por favor, verifique a conta do projeto, @taegi_pjct, para futuras postagem com foco no seu casal favorito! 😊❤🏳️‍🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...