História Desencalhando a Melhor Amiga - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Aiolia de Leão, Aioros de Sagitário, Aldebaran de Touro, Camus de Aquário, Dohko de Libra, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, June de Camaleão, Kanon de Dragão Marinho, Kiki de Appendix, Marin de Águia, Mascára da Morte de Câncer, Miro de Escorpião, Mu de Áries, Saga de Gêmeos, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shaina de Cobra, Shaka de Virgem, Shion de Áries, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda, Shunrei, Shura de Capricórnio
Tags Desencalhandoamelhoramiga
Visualizações 20
Palavras 2.482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite!!!!!

Primeiramente e como sempre, agradeço muito a todos os favoritos, comentários, visualizações e passadinhas.
Quero dedicar este capítulo a todas as autoras maravilhosas que venho conhecendo nessa pequena trajetória da minha vida como autora. Suas dicas e opiniões me ajudam bastante a melhorar a cada dia. Muito obrigada!
Aqui vai mais um capítulo!
Espero que gostem!

Beijos Dourados!

Capítulo 6 - Capítulo 6


Os dias passavam e o envolvimento entre o sagitariano e a canceriana aumentava.  Aiolos ligava para Érika todos os dias para saber como ela estava, fazendo com que o coração da moça se enchesse de alegria.

As amigas começaram a notar que a violinista estava mais feliz, pois ela não era de cantar perto de outras pessoas e agora cantarolava pelos cantos enquanto trabalhava ou até mesmo arrumando a casa ou ajudando-as em seus afazeres.

Até que um dia, as garotas estavam reunidas na cafeteria dos pais de Larissa quando Aiolos apareceu de surpresa com um buquê de flores perguntando por Érika.

- Oi meninas!  Lari, a Érika está trabalhando hoje?

- Sim, ela está na cozinha fazendo o inventário do estoque.  Só um minuto que vou chamá-la. - respondeu Larissa.

- Não fala para ela que sou eu! - pediu o sagitariano.

Larissa respondeu que sim com a cabeça se dirigindo para trás do balcão em direção da porta que dava acesso a cozinha.  Enquanto o cavaleiro esperava, as outras garotas ficaram conversando com ele elogiando o belo buquê de rosas que segurava, onde ele disse que as belas flores foram confeccionadas por Afrodite.

- Para serem lindas assim, só podia ser obra do Peixinho mesmo! - disse Koga.

Enquanto isso, Larissa passou pela cozinha, onde chegou até o estoque do local e lá encontrou uma Érika fazendo a contagem das caixas de chá com uma prancheta na mão cantarolando uma música que ela não reconhecia.  A canceriana estava tão distraída que nem percebeu a amiga chegando por trás dela silenciosamente, onde a grega não resistiu e pegou nos ombros da brasileira gritando um "Buuuuuu!!!!" fazendo com que Érika se assustasse a ponto de jogar caneta de um lado e prancheta do outro.

- Aiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!  Que susto, sua louca!!!!! Quer me matar do coração? - disse Érika indignada, esperando Larissa parar de rir.

- Desculpa, amiga, mas você precisava ter visto a sua cara... hahaha - disse a grega, que parou de rir quando Érika fez um bico -  Só vim te avisar que chegou um cliente que deseja ser atendido por você.

- Ai, pela Deusa!  Será que é aquele chato daquele turista que ficou insistindo em pedir para que eu mostrasse a cidade para ele? 

- Olha, eu não sei não! Acho melhor você mesma ir lá ver! - sugeriu Larissa - Pode deixar que continuo para você.

A brasileira entregou a prancheta e a caneta para a amiga e gerente e se dirigiu até a frente da loja.  Chegando lá, se surpreendeu ao ver o restante das garotas, mas ela se surpreendeu mais ainda assim que se deparou com um belo buquê de rosas vermelhas e, escondido atrás dele, um certo sagitariano com aquele sorriso de tirar o fôlego para ela, que sentiu seu coração parar de bater por um momento, mas se recompôs, retribuindo o sorriso dele com a singela surpresa.

- Oiiiiiiii!!!! Que rosas lindas!!!!  Está perdido por aqui?

- Olá, Linda!  As rosas são lindas mesmo e são para você!  E, não, não estou perdido. Aproveitei para te fazer uma surpresa, pois o meu expediente acabou mais cedo e lhe dizer uma coisa já que as meninas estão aqui. - respondeu Aiolos.

Hina foi correndo chamar Larissa para se juntar a todos e assim que elas chegaram, Aiolos respirou fundo e começou a falar.

- Érika, antes de te conhecer, eu achava que nunca encontraria alguém que fizesse meu coração bater mais forte até você aparecer na casa do Debas.  Quando te vi, meu coração se aqueceu e meu mundo ficou mais colorido. O que eu quero dizer é que estou apaixonado por você e que não vou desistir até conquistar o seu coração.

As amigas de Érika ficaram emocionadas com a cena que viam e a canceriana não conteve a emoção.  Ela pegou o belo buquê que o cavaleiro oferecia para ela e o abraçou dizendo que também estava apaixonada por ele, o beijando em seguida.

x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x

Mais tarde, as meninas estavam reunidas no apartamento de Lorena e ficaram conversando sobre a linda cena que presenciaram.

- Ainnnnnnn, que coisa mais linda!  Isso me lembrou quando o Mask finalmente se declarou para mim! - disse Calixto piscando os olhos várias vezes.

- Você quer dizer depois de quase um século né, Amiga!  Porque a gente estava quase a ponto de dar um chute nele para ver se parava de enrolar! - disse Koga rindo e sendo acompanhada pelas outras, menos por Calixto, que mostrou a língua e fez um bico para ela.

- E então, Érika, como está se sentindo com toda essa paixão? - perguntou Hina com um olhar curioso.

- Na verdade nem sei como defino tudo isso.  Uma hora penso que estou sonhando, outra hora acordo e vejo que é realidade mesmo!  Mas ao mesmo tempo, fico com um pouco de receio de me entregar e acabar me magoando. - explicou Érika sorrindo triste.

- Aiolos não é esse tipo de pessoa.  Ele é um homem de verdade e, quando digo homem, quero dizer que ele é correto e honrado e jamais brincaria ou magoaria os sentimentos de uma mulher.  Falo isso porque o Shura é muito próximo dele e já me disse que ele não é do tipo que sai com garotas apenas por diversão. Pelo que ele me contou, antes de te conhecer, ele saía com uma serva do Santuário que ele flagrou aos beijos com um soldado de primeira classe.  Ela até tentou fazer o Aiolos voltar para ela, só que o Centauro não quis saber. - explicou Lorena.

- E agora ele encontrou você, Amiga, que é tão especial. Vocês dois ficam tão lindos juntos!  Eu disse ao Milo que vocês eram feitos um para o outro e aquele Peçonha não acreditou! Só acreditou mesmo quando viu a troca de olhares no churrasco e a dança no Brettos. - disse Luísa.

Érika disse às amigas que, mesmo apaixonada por ele, vai se envolver com calma para não se machucar, onde ouviu um "ir com calma para quê se já está mais do que envolvida!" vindo de Hina, onde as garotas desataram a rir novamente e mudaram de assunto até que todas partiram para suas casas e foram descansar. 

Já Aiolos chegou em casa e viu que Garan, seu servo e de Aiolia, estava preparando o jantar, onde o cumprimentou dizendo que não precisava ter se preocupado recebendo um "só estou cumprindo meu dever!" do mesmo e se dirigiu ao seu quarto para tomar um banho.  Quando voltou à cozinha, a refeição já estava na mesa, onde se serviu e convidou o servo para jantar junto com ele após bastante insistência.

Enquanto jantavam, Aiolos começou a falar de Érika para o servo, pois além de Shion, também o via como uma figura paternal e um confidente, dizendo que gostaria de convidá-la para passar o dia com ele em Sagitário ou então fazer um jantar especial.  O servo pensou por alguns segundos com a mão apoiada no queixo e disse:

- Bem, senhor Aiolos, eu acho que o senhor poderia fazer um dia especial para ela, já que está apaixonado.  Me atrevo a dizer que fico muito feliz por ter encontrado a pessoa que procurava. Pelo que me contou dela, parece ser uma boa moça.

- Ah, ela é sim, Garan!  Uma pessoa maravilhosa!  Não digo isso só porque estou apaixonado por ela, mas sim porque ela gosta das coisas simples da vida, está sempre sorrindo, é muito ligada a família e tem um bom coração. - respondeu o sagitariano.

Os dois ficaram conversando por mais algum tempo, onde o cavaleiro acabou decidindo por fazer um dia especial para ela na casa de Sagitário, combinando o que ia ser preparado para a ocasião.  Garan foi para sua casa após Aiolos o dispensar dizendo que ele mesmo ia limpar a cozinha, onde o cavaleiro e advogado arrumou tudo para depois pegar um livro para ler, porém não conseguiu se concentrar na leitura, pois uma certa moça tomou conta de seus pensamentos até que o sono chegou.

No dia seguinte, Aiolos levantou bem cedo, foi correr um pouco pelos arredores do Santuário e quando chegou, seu servo já estava terminando de preparar o café da manhã que continha: pães, queijo de cabra, café, suco, frutas para que o cavaleiro estivesse bem alimentado para mais um dia de treino.  Porém, foi convocado por Atena via cosmo para ir até o décimo terceiro templo assim que terminasse seu desjejum.

Chegando lá, a deidade a aguardava com o grande mestre, onde o sagitariano fez uma mesura respeitosa para ambos se levantando em seguida, após a deusa gesticular com a mão.  Assim que ele ergueu a cabeça, ela olhou para o cavaleiro e disse com um sorriso cordial:

 - Bom dia, Aiolos!  Sei que esta é sua semana de folga, mas preciso saber se já revisou os documentos que lhe entreguei sobre a compra daqueles dois prédios perto do porto?

- Bom dia, minha Deusa e Grande Mestre!  Sim, já revisei os documentos e não encontrei nenhuma divergência que a impeça de comprá-los.  A não ser que os proprietários queiram um valor diferente do que consta, mas nem eu e nenhum dos outros advogados foram notificados sobre isso. - explicou Aiolos.

- Ótimo! - respondeu Atena - Mestre Shion, peça por gentileza, que marquem uma reunião com o Sr. Onassis na próxima segunda para fecharmos o negócio.  Esses prédios darão uma ótima escola e um hospital para as famílias que moram na região do porto. Estou muito empolgada! 

Aiolos e Shion se olharam e depois viraram para a deusa com um sorriso por vê-la feliz em mais uma vez poder ajudar a humanidade como sempre desejou.  Quando Aiolos se preparava para sair após o agradecimento de Atena e do Grande Mestre, a deusa se virou para ele e perguntou, curiosa:

- Então, Aiolos, fiquei sabendo que você e a Érika estão saindo.  Como vocês estão?

- Estamos bem!  Já saímos para jantar, nos falamos todos os dias quando temos tempo e ontem eu fui até a cafeteria e me declarei para ela. - disse Aiolos.

- Ora, mas isso é maravilhoso!  E como ela reagiu com essa declaração? - perguntou a deusa, já sabendo da resposta, pois sentiu a felicidade na alma de seu cavaleiro.

- Ela reagiu muito bem, dizendo que sente o mesmo por mim!  Não imaginava que fosse gostar tanto assim de uma pessoa como gosto dela! 

- Fico muito feliz que finalmente encontrou o amor da sua vida, Aiolos!  Estava preocupada em vê-lo sozinho por tanto tempo! Tenho certeza que você e Érika serão muito felizes.  Senti na alma dela a solidão e a vontade de encontrar alguém especial. - explicou Atena.

- Eu lhes agradeço, Atena e Grande Mestre pela preocupação!  Mas agora me sinto o homem mais feliz do mundo! - disse o sagitariano com os olhos brilhando.

- Pelo menos agora, não há mais desculpas para não querer sair conosco, não é mesmo, Cavaleiro? - perguntou Shion com um gracejo.

O dourado sorriu para o grande mestre e para a deusa dizendo que realmente não havia mais desculpas.  Após rirem desse momento raro de humor de Shion, Saori aproveitou para perguntar se o sagitariano já tem planos com Érika para o fim de semana, pois ela gostaria muito que a canceriana viesse ao Santuário almoçar com ela e que tocasse violino para ela.

Aiolos informou que está planejando um dia especial para a violinista, mas que não haveria problema nenhum na moça almoçar com a deusa e agradá-la com sua música, pois ele confessou que está curioso para vê-la tocar.  Após combinarem os detalhes do almoço, a deidade pediu para seu cavaleiro avisar a violinista e aproveitou para pedir ao Grande Mestre que chamasse também sua namorada e as outras garotas, pois queria todos reunidos junto com ela e que depois a moça estaria livre para passar o restante do dia com ele.

Assim que o assunto foi encerrado, o sagitariano partiu para a arena para mais um dia de treino se lembrando que mais tarde tinha que ligar para Érika para informá-la do planos que ele tinha para o fim de semana dos dois.

O treino dos cavaleiros, como sempre, terminou no fim da tarde.  Aiolos estava subindo a trilha que dava para a escadaria do monte zodiacal quando ouviu a voz de Aiolia o chamando.

- Ei, irmão, espere por mim! 

Assim que alcançou o mais velho, o leonino se apoiou nele para tomar fôlego, onde ouviu um "está ficando mole, hein, Olia!" de Aiolos, onde os dois riram da piada, até que Aiolia perguntou, curioso:

- E então, como estão indo as coisas com a Érika?

Aiolos explicou ao irmão que estava tudo bem.  Contou sobre a surpresa que fez para a moça na cafeteria e do fim de semana que estava planejando para ela, além do convite de Atena para que todos almoçassem juntos.

Aiolia achou a ideia muito boa, dizendo que ia falar com Marin, onde os dois foram subindo as escadarias do Monte Zodiacal, até que o leonino ficou em sua casa e o sagitariano seguiu seu caminho até a sua.  Chegando lá, após fazer sua higiene pessoal, pegou o celular e ligou para Érika, onde a moça atendeu no segundo toque.

- Oi, Linda! Já chegou em casa?

- Oi!  Faz um tempinho que cheguei.  Estou ajeitando o violino e as partituras para a aula de música de amanhã.  Depois, vou procurar algumas músicas para o repertório da praça. - explicou a canceriana - E você, já está em casa?

- Não faz muito tempo que cheguei também.  Estou te ligando porque queria te comunicar que Atena a convidou para almoçar e passar o fim de semana no Santuário. - disse o sagitariano.

Érika ficou feliz e, ao mesmo tempo, surpresa com o convite da deusa e combinou com Aiolos o horário que ele ia buscá-la na escola de música.  Depois, ficaram conversando sobre amenidades e trocando palavras de carinho, até que a brasileira se despediu dizendo que ia terminar de ajeitar as coisas.

Já o grego, depois que desligou o telefone, foi até a cozinha preparar seu jantar, pois seu servo já tinha ido para casa, onde foi para a sala com seu prato desfrutando de sua refeição enquanto assistia a um filme.  Mais tarde, Shura apareceu em sagitário, onde os dois cavaleiros ficaram conversando até a hora em que o sono chegou para ambos e o capricorniano partiu para sua casa.

Ao chegar em seu quarto, Aiolos tirou a camiseta deixando o peitoral definido a mostra, pois fazia muito calor nestes últimos dias em Rodório.  Deitou-se em sua cama e começou a contar as horas para chegar o momento em que teria Érika em seus braços novamente até adormecer.

 


Notas Finais


Ai... ai... o amor está realmente no ar!
Até eu me derreti que nem sorvete com uma declaração dessas...
Mas o que será que vai acontecer neste dia especial?
Aguardem cenas do próximo capítulo!
Beijos Dourados!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...