História Desesperada Paixao - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Jensen Ackles
Personagens Jared Padalecki
Tags Padackles
Visualizações 106
Palavras 1.735
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


SERA QUE ESSE SOFRIMENTO VAI TER FIM?
SORRY PELOS ERROS
BOA LEITURA

Capítulo 40 - Meu amor ta vivo


Fanfic / Fanfiction Desesperada Paixao - Capítulo 40 - Meu amor ta vivo

Jared abriu os olhos e logo ouviu um choro..um choro alto e fino..um choro de bebê..seu bebê

-parabéns papai!falou bobby so entao o moreno percebeu sua presença

-bo..bobby.. 

jared tentou levantar mais bobby o impediu.

-está muito fraco..nao se esforce

-eu..eu preciso.

-o medico ja te examinou e..

-ele..eles..

-estao bem.bobby deixou as lagrimas cairem

-bobby..

-é um..um menino jay..

-um..um menino..

-parabéns filho.

-bobby.. as  lagrimas do moreno cairam.

-voce é pai garoto!bobby o abraçou como pode.

-aii!gemeu o moreno de dor

-desculpa seu pontos..

-tudo bem..

-como se sente?

-dolorido..fraco

-é melhor te levamos a um hospital

-bobby..

-um de verdade

-e de la direto pro presidio.

-eu..

-estou bem..é serio.

-jay..

-como..como ele...

-desmaiou devido o esforço mais vai ficar bem..eles estão bem..

-obrigado.

-eu nao..pelo que?

-trouxe meu filho ao mundo..pai. jared falou e voltou a dormir

-eu te amo..filho.bobby beijou a testa do moreno.-descansa.

Jensen acordou e a primeira coisa que notou foi um berco azul marinho no meio do quarto,seu coraçao palpitou rapido ao lembrar do nascimentou de seu filho.

-filho.. sussurrrou olhando pra barriga que nao estava mais enorme sorriu e olhou pro berco.-meu bebê..Com cuidado levantou da cama e foi ate o berço.

Seu coraçao acelerou mais ainda enquanto pegava o pequeno filho em seus braços tremulos.

-filhinho.sussurrou o loiro ao embalar o filho nos braços,notando que tinha traços cabelos loiros com poucas sardas no rosto e quando o bebê abriu os olhos seu coraçao disparou era tao castanho quando de jared.-meu lindo..meu filhinho.. jensen começou a brincar com o filho o fazendo rir.-voce é lindo..eu te amo filho eu..covinhas. jensen deixou as lagrimas cairem quando notou duas covinhas na bochecha de seu filho.-eu..eu vou cuidar de voce..eu prometo e..e ele..ele vai ter orgulho de mim.

A noite veio rapido todos do barco paparicava o bebê jensen sorria um bando de assassino que ele muitas vezes jugou dizendo que eles nao tinha coraçao agora olhava eles brincando fazendo um monte de palhaçada so pra ver seu filho rindo.

-boa noite meu anjo.falou o loiro colocando o filho no berço.

uma semanas se passou e jared nao estava aguentando mais ficar trancando em sua cabine

-como se sente?perguntou roger.

-melhor.respondeu o moreno.-e o bebê?

-dormindo.

-eu..

-vamos embora daqui á tres dias.

-o..o que?o coraçao do moreno falhou varias batidas.

-ele ja deu á luz e está..estão bem e..

-mais o mark..

-vamos ficar um tempo na casa do meu irmao..san antonio

-san..san antonio?

-sim,ate pegarmos o mark

-pegarmos?

-eu na policia e voces..voce entendeu

-claro.jared forçou um sorriso.

-nao se preocupe que nao vou contar nada..que voce está vivo.

-eu sei..obrigado.

-eu que agradeço.falou roger o abraçando.-voce é cara muito especial padalecki.

-obrigado..acho.corou o moreno.

-sei que ta frustrado por nao te conseguido achar o mark

-vou acha-lo..isso pode ter certeza.

-eu..

-vou com conversar com o bobby..Jared saiu indo em direçao onde estava o homem.

-oi jay eu..

-eles vao embora.falou o moreno segurando as lagrimas.

-jay..

-eles vao bobby..vao pra longe..

-pensei que fosse isso que queria.retrucou o homem

-eu..claro que é isso mas..

-mas?

-é que..

-mudou de ideia é isso?

-nao bobby..nao mudei de ideia. jared faou tentando converser a si mesmo.

-entao porque ta assim?

-eu..

-o que ta havendo gatoro

-nada..so preciso..preciso de ar.jared saiu 

-espera jay!gritou bobby indo atras do moreno.

-bobby so preciso ficar sozinho..so isso

-mais..

-eu so..

-voce quer ve-lo é isso?

-e..eu..

-jay..

-meu bebê..

-e o amor da sua vida.

-bobby..

-mesmo negando sei que ainda o ama

-eu nao..

-jared padalecki!

Jensen acordou ao ouvir o choro do bebê,sorriu lembrando que esse era um grande motivo pra continuar vivo.
-papai ta aqui. jensen falou levantando ao ouvir o choro do fiho..o pegou nos braços.-papai ta aqui amor..ano se preocupe.
jensen deu a mamadeira e  o colocou pra dormir cantando a musica que felipe costumava cantar pra ele.
-dorme bem meu pequeno anjo.sussurrou colocando o bebê no berço
ficou um tempo observando durmir ate que sua barriga roncou
-acho que agora é minha vez.sorriu dando uma olhanda pro relogio era oito da noite.-papai ja vem..
O loiro calçou os chinelos e quando colocou a mao na maceneta ouviu uma voz que o deixou sem reaçao.
Aquela vozinha rouca que tanto conhecia,sentiu seu coraçao palpitar mais rapido.
-ja..jay.. o coraçao do loiro falhou uma batida
eu preciso bobby..
jared padalecki
ele pensa que voce está morto
é melhor assim bobby
entao porque..
so uma vez..eu preciso..a ultima.
jensen deu um passo para trás e quando percebeu ja estava no chao agarrando os proprios joelhos.
-nã..não..ele..ele nao..nao fez..fez isso comigo..nao.. Jensen fechou os olhos, mas isso não impediu que grossas lágrimas descessem pelo seu rosto.
Os flash vieram em sua mente e tudo começou fazer sentindo,porque os capangas o ajudaram.. o medico..o berço..ate o bebê nascer.
tudos eles fizeram isso porque jared mandou,jared cuidou de tudo..isso que dizer que..ele ainda o amava.mais porque fingir que estava morto?porque o deixou sofrer tanto?sera que jared nao acreditasse no seu amor?
é mehor ele continuar achando que estou morto..
eu preciso..mais uma vez..a ultima
Jensen balançava a cabeça negativamente, sem entender o que estava acontecendo. Como Jared poderia está ali? Ele estava morto há meses. Que tipo de brincadeira era essa que estavam fazendo com ele? Será que não viam o quanto ele estava sofrendo?sera que todos os pesadelos..as vezes que ele acordava gritando o nome do moreno..e os sonhos.
Os sonhos..todos sonhos que ele aparecia no quarto..o beijava..dizia que o amava..
-na..nao era sonho.sussurrou o loiro entre um soluco e outro.-me..meu amor..ele..ele ta vivo.. jensen sorriu se dando contar da realidade..seu amor estava vivo..e o protegia..nada mais importava..jared estava vivo.
a ultima vez.
Lembrou das palavras do moreno..ultima vez?entao ele..ele ia parecer ali..mais uma vez..a ultima
-nao..a ultima vez não.falou o loiro descidido.-mais a primeira de muitas. jensen nao estava disposto a perder seu amor..seu verdadeiro amor.
Jared conversou mais um pouco com bobby antes de ir ate á cabine do loiro.
O coraçao do moreno disparou quando entro no quarto e se deparou com o berço do fiho.
Com o coraçao querendo sair do peito o moreno se aproximou do berço.
-oi.. sussurrou fazendo um leve carinho no rosto do filho.-me..meu fiho..meu bebê. jared nao resistiu e com as maos tremulas o pegou nos braços.-eu..eu te amo meu filho..meu filho.
jared estava com o coraçao acelerado mais nao tanto quanto um de certo loiro
jensen sentiu seu coração parar de bater ao ver Jared bem na sua frente..segurando o bebê..filho dos dois..
jared estava de costa por isso nao percebeu que o loiro estava acordado e olhava.
jensen deixou as lagrimas cairem jared estava ali na sua frente..
-meu amor..sussurrou suforçando o grito na garganta,mesmo estandando com pouca luz na cabibe jensen reconheceria o moreno de longe..aquela silhueta a milhoes de milhas.
-nao vou deixar que nada e ninguem te machuque.falou o moreno.-vou te proteger meu filho..de longe.jared o colocou no berço.-te verei crescer se tornar um homem de bem,mais tudo isso longe..eu te amo pequeno.
jensen limpou as lagrimas e fechou os olhos tentando regularizar sua respiraçao.
Jared beijou a testa do filho,tentou todo custo nao olhar pro outro lado onde jensen dormia,mais seu corpo tinha vontades propria tanto é assim que quando deu por si estava indo de encontro a cama.
-meu loiro. jared acariciou o rosto do loiro o fazendo se arrepiar.-é melhor assim..sei que vai cuidar bem dele..eu..eu amo voce..
"ele me ama..meu amor ainda me ama..Deus ele ta qui..nao to acreditando..que saudade desse toque..do seu perfume..ele me ama..me ama..ele ta chegando perto..posso sentir sua respiraçao quente tocar meu rosto e.." jensen nao concluiu o pensamento pois seu corpo formigou quando sentiu os labios do moreno no seu.
Desnuda, bajo la luna de abril
Perfecta, si yo pudiera elegir
Me guardaría solo ese momento
Como el mas puro de los sentimientos que llegue a sentir
Por ti
Cuando empezaba a recorrer tu cuerpo
Y nos hacíamos mil juramentos
 

-Adeus meu amor.. jared falou ao romper o selinho fazendo o coraçao do loiro apertar.-cuida dele..

jared se afastou do loiro com o coraçao quebrado em pedaços respirou fundo e tocou na maçaneta

-nao vai! jensen levantou da cama,nao podia ficar parado vendo seu amor indo embora..quem sabe pra sempre..nao ia suporta..nao depois de saber que ele estava vivo.

O coraçao do moreno falhou mil batidas ao ouvir a voz do loiro,seu corpo ficou tenso nao conseguia se mover.
-na..não vai jay.. jensen deixou as lagrimas cairem.-eu amo voce..
jared deixou as lagrimas cairem com mais força esculta isso novamente o fez querer se virar e abraçar jensen..abraça-lo e nunca soltar.
-eu amo voce..  jensen chegou mais perto do moreno ambos estava com a respiraçao pesada e choravam.-eu te amo.. jensen o abraçou forte colando seu peitoral nas costa do moreno que se arrepiou todo.
jared apenas encostou a testa na porta enquanto suas lagrimas caiam
-sei que errei e..
-porque? jared falou quase num sussurrou.
-jay..
-Te dei todo meu amor..
-E eu o meu.jensen falou o virando pra si,seus olhos se encontraram..saudade era tudo que ambos refletiam.-eu te dei o meu amor..meu coraçao.
Todo o controle que Jensen tentou manter desde o momento em descubriu que o moreno estava vivo desapareceu quando ele viu o abraçou pela costa e agora o vendo de frente..olhando pra ele..em pe na sua frente e sem se importar com mais nada, o braçou com força, chorando descontroladamente assim como o moreno.
jared estava vivo, ninguém estava brincando com ele.
-vo..voce está aqui.Jensen conseguiu dizer em meio ao turbilhão de emoções que estava sentindo. Mal conseguindo respirar.
-jen...  O moreno abriu os olhos, sentindo os braços do loiro o envolvendo com força. Afastou-se bruscamente,nao podia se fraço e tambem nao estava preparado pra falar..pra ve-lo olho no olho.
-jay.. jensen o segurou pelo braço.-nao faz isso..nao foge de mim.
-nã..nao to fugindo. jared se odiou por garguejar.
-voce ta mesmo aqui. jensen voltou a abraça-lo
-eu.. 
-voce ta aqui..meu amor.disse alisando o rosto do moreno e sem perder tempo selou seus labos num beijo quente e apaixonado
Y ahora necesito tu respiración
Y el beso de tu piel para mi soledad
Decirte que me duele tanto el corazón
Desde que tu no estás
Y ahora necesito tu respiración
Y el beso de tu piel para mi soledad
Decirte que me duele tanto el corazón
Desde que tu no estás
 

 

 

 

 


Notas Finais


AGORA VAI..OU NAO?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...