História Despercebidos - Temporada 1 - Capítulo 10


Escrita por:

Visualizações 2
Palavras 5.097
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sci-Fi, Universo Alternativo
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


No nosso universo, Isolda e Dr.Griw tentam investigar o mundo depois do portal enquanto lá, Christine e Joas começam uma amizade e Colton conquista a confiança da familia real. Jaqueline continua presa.

Capítulo 10 - Espionagem


O dono da casa que Christine invadiu se apresenta e diz para ela chamar ele de Joas, ela se apresenta como Cristiane, e ele pede que ela sente na mesa e entra na cozinha, que é integrada com a sala, e começa perguntando o que ela era e de onde veio. Ela diz que veio de Napos e era presidente de uma associação de moradores mas brigou um uma pessoa de grande poder e ficou escondida durante um curto tempo até parar nessa cidade, e ele se confunde não sabendo o que é uma associação de moradores. Ele pergunta onde é esse lugar, mas ela não sabe dizer por que não sabe como foi parar lá e pergunta sobre a cidade onde está, e ele diz que se chama Aqualumin e na verdade ninguém sabe como entrou na cidade, e a maioria delas são pessoas mais antigas, também há alguns poucos nativos, mas que descenderam de pessoas que foram parar lá. Christine pergunta para Joas assustada como ele foi parar lá. (2min)

                                              

Na penúltima questão, para desempatar os grupos e decidir qual é o segundo grupo a entrar direto no reality, todos escutam apreensivos "1 em cada 4 pessoas em Kulatra têm mais de 50 anos". Dois grupos começam apertando falso, e quase perto de fechar o tempo, os outros grupos apertam rapidamente em verdadeiro e o enunciador diz que a questão é falsa e dois grupos sentem as cabines levantarem, e tudo fica ainda mais tenso até que uma mulher do grupo de Tomas que estava agitada e ansiosa desde o inicio desmaia ao saber que errou a questão. O programa dizia não ter verbas para saúde dos candidatos no momento, então os próprios competidores foram acordá-la e dar água a ela também nervosos com a situação. 

A mulher acorda do desmaio gritando achando que havia morrido, mas ao voltar pro mundo natural levanta pedindo para que continue a competição, o monitor que não ligava para a situação começa a ter um ataque de riso e diz que foi tudo uma pegadinha, e a questão era verdadeira, então os outros cinco grupos que responderam verdadeiro sentem a cabine levantar o dobro, 20cm. Os grupos que responderam falsos ficam furiosos dizendo ser injusto e questionando a seriedade do programa, enquanto os outros grupos também tem ataques de riso ou ficam aliviados e pedem a próxima pergunta. Na ultima pergunta, haviam três grupos empatados com 7ptos e outros três com 8ptos, e o enunciador anuncia a próxima questão. (1,5min)

 

Isolda e Grimeoder abrem a câmera nova do pacote que ele acabou de comprar e ele diz que cometeu um erro, e que não tinha pensado na outra parte da ideia, e agora precisaria de um pequeno drone para fazer a câmera voar e se movimentar para onde ele quisesse. Ela conta que Colton tem um drone e o idoso comemora animado e os dois correm para a casa dele buscar o objeto (30s)

 

Joas diz que há alguns vinte anos quando era jovem se perdeu num lago e acabou se afogando, e apareceu não sabe quanto tempo depois em um barril que armazenava água dentro de um navio. Ela fica ainda mais assustada e segundos depois confessa que também se afogou num rio, após cair de uma ponte e surgiu numa cachoeira na cidade há dois dias e passou esses dias procurando lugares para dormir após não conseguir nada no castelo no primeiro dia. Ele diz que no castelo as coisas não vão muito bem por que estão todos preocupados com o rei, que está doente e não tem sucessores, então precisará ser feito uma assembleia pela população para eleger um novo governante, e pergunta á ela mais sobre de onde ela veio. (1min)

----toca a vinheta----

 

Numa sala escura de pedra com apenas pequenas janelas de ferro no alto das paredes e uma mesa muito longa de madeira 30 com cadeiras, na principal e mais alta cadeira que fica a frente de todos, Teobaldo, o imperador, se senta com ajuda de duas cuidadoras e pede que chame todos os seus mordomos e servos para uma reunião.

Ao todos estarem sentados, como servos, cuidadoras, uma rainha, dois príncipes, e os mordomos inclusive Colton como um novo deles, o imperador se prepara para falar e diz ser um assunto sério sobre a cidade, que vêm sofrendo ataques de Nobbans, uma espécie de animais parecidos com humanos e macacos que existem próximo a cidade e não são são nada gentis, que impedem que qualquer pessoa que saia da cidade volte vivo. Colton levanta a mão pedindo a palavra e o imperador adverte aos seus seguranças que eles ainda não foram apresentados um ao outro, e eles ficam atrapalhados e dizem que não houve verbas para realizar uma nova cerimônia, mas ele pode ser apresentado agora. 

Colt se levanta e fica diante do imperador, após ele pedir a saudação e ele diz seu nome e estende sua mão para dar um aperto de mão, deixando ele confuso, então faz uma saudação oriental, se encurvando para ele. O imperador pede para os seguranças o ensinarem a se cumprimentar, e ele aprende o cumprimento cruzando seu braço com o dele, como se fosse medir um braço de força sem segurar as mãos. Colton senta e pergunta se ele pode dar sua palavra agora, e começa dizendo que quando saiu do castelo de manhã para fazer seu turno de segurança foi ameaçado por três deles mas conseguiu escapar. Todos pensam ser uma piada dele e começam a rir, pois parece impossível sobreviver aos ataques desses animais, então ele ri junto para disfarçar. (2min)

 

Isolda e Grimeoder conseguem integrar o drone com a câmera colando os dois com super cola mas ela percebe que o pequeno drone está sem bateria e ele pede para ela não se preocupar que ele têm vários tipos de combustíveis estocados no laboratório. Após ele improvisar na bateria do drone, argumenta que o aparelho precisa de uma proteção pois pode ser destruído ao passar pelo portal, então eles começam a confeccionar uma caixa de plástico transparente para colocar quase todo o aparelho dentro tirando a hélice. Ela se pergunta novamente por que está se juntando ás suas loucuras, e ele olha nos olhos dela e diz que é porque ela o ama e quer sua segurança. (1min)

 

Christine diz para Joas que ele é uma pessoa muito boa, e nunca conheceu ninguém assim antes, e ele diz que procura ser amigável com os estrangeiros por que os outros habitantes da cidade já não são por que a cidade corre perigo por ser a única região que existem humanos, então todos ficam receosos com os que surgem do nada. Ela comenta que percebeu que ele é um caçador, pelas suas espadas, espingardas e os tapetes pendurados no varal que ele confirma vender, e pergunta que tipo de coisa ele caça. Ele diz que são animais selvagens comuns, como linces, onças negras ou pequenos lobos, mas nos últimos tempos a caça está um pouco escassa porque ele não pode chegar muito longe da região da cidade porque lá fora existem criaturas nada amigáveis chamadas Neandertais, um ser primo da espécie humana que seguiu um passo diferente na linha da evolução, que lembra de ter estudado sobre eles quando era do outro mundo e misteriosamente eles existem nesse. Ela fica curiosa e diz que se ela está lá, terá que aprender a se sustentar como nova cidadã, e pede que ele a ensine a caçar, mas ele ri dizendo ser perigoso demais para ela e ela deve descansar por um tempo até se acostumar, e senta mais perto dela. Ela pergunta se ele já assistiu televisão e ele confirma dizendo que tem saudades de seu programa favorito e nessa terra não existe nada das tecnologias do outro mundo de onde vieram, e eles descobrem que os dois assistiam o mesmo desenho na infância e trocam um olhar profundo. (2min)

 

Na reunião, uma das cuidadoras do imperador diz que precisa fazer uma advertência ao ele sobre o novo mordomo, e todos olham estranho para Colton. Ela diz que flagrou ele andando junto com a cortesã louca que está a solta no reino e todos estão a procurando para prender no sanatório, e ele pergunta se ela estava falando da princesa Selena. A rainha Lucy se levanta revoltada e diz que era só o que faltava, agora a louca se faz de princesa para conseguir entrar na nobreza, que é o que ela quer a qualquer custo, e ele fala suspeito que não sabia quem ela era e acreditou nas suas palavras. Uma das cuidadoras diz que na cidade todos estão enjoados de ir aos bordéis, então as cortesãs estão ou o abandonando e começando a trabalhar nas feiras ou estão ficando loucas por que ficam quase confinadas e estão sem visitas.

O imperador diz que esse caso eles precisam ignorar por um instante, e agora eles precisam trabalhar nos assuntos que os trouxe até a reunião, que são os Nobbans que estão atacando ao redor da cidade mais do que nunca antes. Colton pergunta se eles têm um exército organizado para guerras, mas o rei diz que eles nunca precisaram pois não há reinos vizinhos, então ele dá uma grande ideia deles construirem um exército para o reino contra os Nobbans e todos abraçam a ideia. (2min)

 

Jaqueline anda ao redor de um sofá redondo com uma tornozeleira eletrônica dentro de uma sala um tanto luxuosa com várias câmeras. Ela é monitorada dentro de uma mansão de aluguel pelo grupo policial que faz parte enquanto cumpre seu castigo para voltar á missão secreta durante vinte dias. Um homem com roupa de garçom chega até a sala com uma bandeja com chá e pedaços de pizza, mas ela não aceita e diz que está sem apetite. (1min)

 

O imperador diz que o assunto contra os "Nobbans" já está resolvido e essa já acabou de resolver o segundo assunto, que é quem sucederá o rei quando ele morrer pois já está muito debilitado. Todos ficam espantados, o rei dá uma gargalhada e diz que Colton é um mito e por isso está escolhido por ele para ser o próximo rei. Colt fica mais espantado e diz que não sabe organizar um reino inteiro, e que por isso não sabe se aceitará a proposta, e o rei diz que não é só uma proposta é um compromisso. (30s)

 

[Horas depois, á noite]

Gabrielle imprime uma receita de um pavê de seu computador, coloca o leite para esquentar no fogão e começa a mexer lentamente. Em cima do fogão, há uma janela grande na casa de Gabriella de vista para seu canteiro de flores no quintal e um muro de um metro e meio que impede de ver a rua, com um caminho de pedra da sua porta de entrada até o pequeno portão, que permite ver o carro do casal posicionado na larga calçada. Quando ela se vira de costas e vai até até a sala para assistir ás dicas de culinária a chamado de seu namorado Luan, Dona Ninguem aparece do lado de fora da casa e pula o portão da casa do casal.

Gabrielle fica entusiasmada com as dicas e não desgruda os olhos da televisão, enquanto a idosa entra na casa escondido pela cozinha, abre o armário roubando dois pacotes de biscoito Maizena e sai da cozinha sem fechar a porta, e agacha de frente á janela da cozinha. Gabriella lembra que tem uma panela no fogo e quando chega na cozinha se espanta com a porta aberta, fecha a porta pensando que pode ter deixado a porta aberta, tira a panela do fogo e coloca na bancada, mas quando vai desligar o fogo, vê uma figura suja de terra com a cabeça com cabelos brancos de costas subindo na janela e começa a gritar. Dona ninguém se vira e olha para dentro da cozinha assustando ainda mais a garota, que faz o óleo que segurava pingar no fogo aceso e faz o fogão inteiro começar a pegar fogo. (2min)

 

Dois integrantes do grupo policial que pretende acabar com a comunidade Salenopolis chegam até o departamento com uma pasta grande que dizem estar cheias de informações sobre o projeto que foi descoberto graças a Jaqueline que investigaram durante a semana. O líder do grupo lê em voz alta numa sala escura diante dos dez policiais presentes, o relatório da investigação, que diz que há quase dois meses o grupo Salenopolis confina três bandidos chamados Penélope, Nollan e Simon, sujeitos que estavam sendo procurados há meses pela policia e recentemente teriam fugido da prisão. Não se sabe ao certo para quê de verdade eles estão prendendo os sujeitos no porão do Corácio, mas a alternativa mais aceita é de que eles estão sendo experimentados e testados pela comunidade para se integrarem mais tarde aos sócios deles. 

Após o líder ler a parte em que eles não têm um bom tratamento no porão tendo apenas duas refeições por dia de cereais, vegetais e frutas, um dos policiais faz uma observação que faz todos ficarem pensativos. Ele diz que não podem agir como a comunidade que eles intitulam corrupta pois estão fazendo quase o mesmo com Jaqueline e se não fosse ela, eles não teriam descoberto o projeto de Salenopolis e terem a chance de desmascará-los mais uma vez. No mesmo instante, todos concordam que devem soltar Jaqueline e pararem de monitorá-la enquanto ela cumpre seu castigo. (2min)

 

Luan ao flagrar a situação de incêndio pelo espelho do corredor, chega rápido na cozinha com um extintor e apaga o fogareiro aceso, abraçando GabriellE desesperada e fala que tudo já ficou bem. Mas ela continua gritando e aponta para a janela para ele ver a idosa do lado de fora, mas antes que ele a veja ela consegue fugir pulando pelo portão, então não vê nada de mais ao olhar para a janela. (30s)

 

Enquanto Joas tenta curar sua ferida que se causou na caçada, Christine escolhe os melhores legumes que ele tem em seu armazém e diz que fará uma sopa para os dois, e ele comenta que desde criança não come uma boa sopa e que é seu prato favorito por trazer lembranças nostálgicas do outro mundo. Ela acende o fogo com a pouca lenha que resta no fogão antigo e ele vai até o lado de fora pegar mais pois não dará para esquentar a água com o tanto de lenha que resta.

[mais tarde...] Joas e Christine tomam a sopa feita por ela e que ele não para de elogiar e diz que ela salvou o dia dele, e diz para ela que espera que eles se tornem grandes companheiros. Ela fica sem graça e deixa escapar que podem não ser só apenas companheiros, e ele surpreso, após terminar a sopa junto com ela, coloca as tigelas na pia e os dois sentam no sofá ao mesmo tempo. Ele dá um suspiro rápido até que os dois não se aguentam e começam a se beijar lentamente. (2min)

 

No sofá assistindo televisão abraçada com Luan, Gabrielle jura para ele que viu uma idosa no quintal deles mas ele diz que foi só a imaginação dela e que quando as pessoas ficam desesperadas começam a ver coisas. Ela se convence finalmente e dá um sorriso, comentando que ele salvou a vida dela, e agora ela está morrendo de vontade de realizar uma fantasia com ele nesse exato momento. (1min)

 

Jaqueline deita na sua cama em seu alojamento em Estorph, e respira aliviada por não estar sendo vigiada e monitorada, mas ainda está fora do grupo por um tempo. A campainha toca, e quando ela abre a porta, Tomas aparece e os dois se abraçam, e ela comenta feliz que eles dois serão companheiros durante as suas semanas de castigo, que acabam no dia em que ele estreará no reality show. Ele diz que não está acreditando até agora que vai participar e agora fará de tudo para ganhar a competição, mas anda preocupado com uma pessoa e quer fazer uma surpresa para ela também, mas pra isso eles terão que ir até Cresif, e Jaqueline acha ótimo pois por morar lá poderá voltar para sua casa.

No dia seguinte...

Tomas bate várias vezes na porta do apartamento que fica num patamar da escada no exterior do prédio, e vê que Flavie não atende, e comenta que várias vezes já ligou para ela na última semana e ela não atende, e também não faz login no Skype há dias também. Ele olha pela janela e observa que parece estar tudo quebrado no apartamento, então Jaqueline decide que eles precisam investigar isso e improvisa na chave, abrindo a porta com um grampo para eles entrarem. Quando eles entram no apartamento, observam que está tudo empoeirado, caído e bagunçado, e há um bilhete em cima da mesa que Tomas fica desesperado ao ler. No bilhete em que Flavie assina embaixo está a data de uma semana atrás e escrito que se a moradora desse apartamento não estiver voltado em dois dias, certamente ela está morta. Jaqueline olha nos olhos dele e pede que ele fique calmo que eles investigarão isso o mais rápido possivel. (3min)

 

Dona Ninguém sobe até o sótão do prédio onde moram ela e Isolda, toda vestida de branco e suja de terra e de flores, e vai em direção á um cômodo construido todo de madeira isolado debaixo do alto telhado. Ao entrar no cômodo, que está com duas escrivaninhas e um refrigerador cheio de potes com moscas com brilho amarelo dentro e um deles aberto em cima de uma das escrivaninhas, ela comemora feliz dizendo que seu Marcador deu certo e tampa o pote vazio. Ela fica emocionada e diz que mesmo após sua comunidade química ter ido á falência, seus legados ainda estão ativos e em funcionamento, e pega um monitor pequeno com um controle velho com fios desencapados que estão em cima da mesa. Ela começa a apertar os botões, abre mais um dos potes do refrigerador colocando em cima da escrivaninha e uma das moscas sai do pote e sai do cômodo por uma das brechas da parede de madeira. A mosca é artificial e funciona como uma câmera que tudo que filma mostra a imagem pelo monitor antigo, e a idosa controla o movimento da mosca, e diz feliz que essa vai salvar muitas vidas. (2min)

 

No outro universo, numa lagoa suja e esverdeada, Flavie surge no fundo e sobe até a borda da água da lagoa e ao ver tudo ao redor, grita por Gary enquanto sai e sobe até a grama alta. Ela está toda suja, e fica desesperada pensando que morreu por desconhecer o lugar onde está, até que acha um caminho pela floresta e decide seguir. (1min)

 

Isolda e Dr.Griw comemoram ao finalizar a confecção do aparelho voador espião que ele deu a ideia para colocá-lo no portal e vigiar o que tem depois dele, e ele pergunta para ela se ela está preparada para participar pela primeira vez de uma de suas loucuras. Ela dá um sorriso e pede desculpa por ter duvidado de tudo, mas agora eles precisam entrar em ação. O doutor chega ao final do labirinto segurando o aparelho e dá para ela, pedindo para que ela o jogue no portal. Ela joga o aparelho e vê ele sendo sugado e desaparecer no portal.

Após eles voltarem ao laboratório e conferirem no monitor que planejaram uma transmissão ao vivo para a câmera, observam tensos que durante vinte segundos a imagem fica totalmente branca e lentamente começa a escurecer. Depois de um tempo quando a imagem fica boa eles veem que o aparelho está dentro de um cômodo escuro de pedra com uma abertura e do lado de fora só há uma floresta, e quando cai a ficha que eles conseguem ver do outro lado, Izzy e Griw ficam felizes e eufóricos. Mas quando ele tenta monitorar o voo do aparelho percebe que não é possivel controlar a câmera do outro lado, apenas ver a transmissão da imagem, então os dois ficam um tempo apreensivos olhando a imagem (2min)

 

Flavie fica cansada após andar durante bastante tempo pela floresta e encosta na árvore durante os segundos, mas quando volta a andar, vê uma clareira no fim do caminho e corre até lá. Quando ela chega até a clareira observa que nela há um alto-forno antigo e pensa ser um abrigo, então tenta entrar dentro e percebe que lá tem um aparelho estranho, um drone embutido com uma câmera dentro de um suporte de plástico com a hélice de fora.

Isolda acorda do cochilo na sala de monitoramento no laboratório e percebe que Grimeoder também está cochilando, e percebe que a câmera mudou de lugar pela imagem, então começa a acordar o doutor. Ele acorda e não tira os olhos do monitor após perceber que a imagem mudou, e Flavie, do outro lado, pega o aparelho no colo e começa a girá-lo do lado de fora, e por um instante a câmera vira e foca no rosto dela. Grimeoder chega mais perto e observa pelo monitor o rosto de Flavie, e começa a reconhecer, até que fala sozinho assustado "é você, Ursula!?"(1min)

 

Katlen ensaia uma partitura em seu piano que fica no seu grande quarto no Corácio, concentrada e calma, até que começa a ouvir pessoas gritando e se desconcentra em aprender a partitura que está lendo para tocar. Ela tenta voltar a se concentrar mas não consegue, errando as notas da melodia, que faz ela perder a paciência, fechar o piano e guardar as partituras. Ao guardar as partituras, ela deita na cama, mas o barulho do lado de fora do Corácio a faz ficar atordoada até que ela abre a cortina e vai para a varanda ver o que está acontecendo do lado de fora. Quando ela olha para baixo debruçada na sua sacada luxuosa, há centenas de pessoas segurando vários tipos de cartazes com uma bandeira prata e amarelo pedindo o seu impeachment, dizendo que o país acordou das mentiras da presidenta e ela deve sair.

Katlen fica desesperada ao ver a situação, e entra de novo para seu quarto e fecha as cortinas antes que a vejam, e diz baixo para si mesma que ninguém tirará seu poder. Quando ela coloca tapadores de ouvido e deita na cama para se deitar novamente, seu quarto é invadido por vários militares com a arma apontada para ela e ela se rende perguntando o que eles queres. Jaqueline surge no meio dos militares e também aponta para Katlen, mas anda até a frente de todo o exército e atira no peito da presidenta. Katlen acorda do pesadelo e logo fica aliviada ao passar a mão no peito e não sentir a bala, se levanta e vai abrir a cortina em direção á varanda. Ela olha para baixo da sacada e não vê ninguém, mas encara como uma premonição dizendo que ela precisa parar de ser tão convencida. (2,5min)

 

Com o drone de dr.griw nos braços, Flavie vê as pegadas de Colton na entrada da floresta e mesmo cansada decide seguir o mesmo caminho até o castelo. No meio do caminho ela se dá de cara com Selena, que está toda suja e descabelada, novamente dizendo que é uma princesa perdida e oferecendo joias de ouro puro a ela, fazendo-a acreditar. Flavie insiste em dizer que ela está morta e esse lugar só pode ser o céu, ou talvez o inferno, deixando Selena com medo, que diz que esse lugar realmente é um mistério e todos que acabam de chegar lá não conseguem sair nunca mais e cada um chegou de uma forma diferente. Selena pergunta que objeto é o que ela está segurando, mas é interrompida quando Flavie percebe que ela está sendo guiada e pergunta para onde a cortesã está levando ela. Ela responde que em meia hora de caminhada elas estarão na casa onde ela morou antes de se tornar princesa e talvez Flavie possa ser abrigada lá. Isolda acompanha tudo apreensiva no laboratório do Dr.Griw, que tapa os olhos com a mão dizendo que só pode ser um pesadelo de seu passado, mas mesmo assim ela narra tudo que acontece. (2,5min)

 

Dona Ninguém controla uma mosca artificial com câmera por um controle velho que transmite a imagem para um monitor mais velho ainda, num cômodo de madeira no sótão do prédio onde fica seu apartamento. No monitor, ela observa e viaja pelas altitudes da cidade de Napos e decide guiar a mosca pelo rio Gzunly, entrando nos barcos alheios e tentando ver o que está acontecendo, mas se dá por conta que não tem som. Após revirar todo o cômodo, ela não acha o fone que diz estar procurando e decide assistir mesmo assim, até que depois de voar muito acha um barco que parece não ter ninguém. Nesse barco, ela encontra Gary morto esparramado no chão já quase se decompondo com a coloração de pele esverdeada e vários insetos entrando e sobrevoando nele. Ela faz uma cara alegre e exclama que achou o que queria finalmente, pousa sua mosca no cadáver apertando um botão verde, que solta um liquido escuro sobre o rosto de Gary. Após pousar a mosca em outro lugar, ela observa tranquilamente a coloração do corpo voltar ao normal em poucos segundos. (2min)

 

Selena e Flavie chegam numa casa muito grande feita de pedra com portas e janelas de madeira, e a cortesã diz que ela já pode entrar e se apresentar. Percebendo que ela já está como se fosse fugir, Flavie estranha e pergunta se ela não irá entrar junto com ela já que já conhece o lugar, e Selena justifica que se ela entrar, as suas patroas vão obrigá-la a morar nessa lá de novo. Antes de correr para a floresta, Selena empresta suas roupas para Flavie, dizendo que suas roupas estão fora de moda no local, algo que é inadmissível naquela casa, e elas trocam de roupa lá mesmo. Flavie deixa o drone que segurava no chão e bate na grande porta três vezes, mas vendo que ninguém atende, ela abre a porta e entra. Do outro lado, Isolda diz desanimada que não dá para ver mais nada pois Flavie esqueceu o aparelho jogado, e diz para o doutor que ainda estava agoniado se acalmar e ela levará os dois para fora dali. Flavie entra envergonhada e se assusta ao ver várias mulheres com a roupa igual á que ela está, agitadas limpando a grande e luxuosa casa e ao mesmo tempo conversando e rindo alto. (2min)

 

Dona Ninguém cansa de observar o monitor, se espreguiça na cadeira caindo aos pedaços e se dá conta que há um ninho de baratas no dentro do frigobar sem porta que fica em baixo da mesa onde ela coloca os aparelhos em cima. Ela pega uma das baratas com a mão e diz que está com fome, então coloca o animal na boca e mastiga com gosto. Após comer a barata, elogia que está tão crocante como nada antes que já comeu, e volta a observar o monitor e fica espantada com o resultado. Gary se levanta vivo e atordoado com a cor da pele normal e vários insetos mortos caindo de sua roupa, e tenta falar alguma coisa, mas engasga e cospe mais insetos. Dona Ninguém dá uma gargalhada silenciosa, mas que expressa muita euforia, e controla a mosca para fora do barco de volta e em direção ao prédio. (1,5min)

 

Todo o grupo policial rebelde kulatriano aguardam dentro de uma van preta com os vidros filmados, alguém que irá chegar em breve e trazer informações. Segundos depois, finalmente aparece o policial Selênio disfarçado de escoteiro com uma bolsa que tira de dentro uma pasta com uma carta dentro de um livro. Todos comemoram dizendo que ele estava fazendo falta e ele diz que finalmente concluiu sua investigação sobre Salenópolis e está com todas as provas no papel, e agora eles precisam ir até o departamento para verem com os próprios olhos e saberem como atacar a comunidade.

Já no pequeno e escuro auditório, todos os onze integrantes líderes do grupo policial escutam Selenio narrando sua tese, que passa como slides das provas no telão.

 

"Em 1967 surge uma grande empresa kulatriana chamada Nimácua, de biotecnologia e fisica cresce rapidamente conquistando a população com produtos dos mais diversos tipos de funcionalidade, muito tecnológicos para a época, para a comunicação e principalmente saúde. Ao longo de seis anos, Nimácua revolucionou o país, tomando o governo e comprando uma cidade com o mesmo nome que virou a nova capital, e manipulava as pessoas com seus grandes produtos. Mas o que eles não sabiam é que eles soltavam substâncias que causavam manipulações no cérebro e genéticas das mais diversas na população, e praticavam espionagem por meio de moscas eletrônicas com câmeras que todos pensavam ser naturais.

Em 1975, após uma grande epidemia de vários tipos de câncer de pele nos consumidores do país, uma equipe canadense também de biotecnologia se camuflou do próprio exército kulatriano e desmascarou Nimácua diante de todo o país, fazendo eles falirem em poucas semanas. Até hoje, a história que 99% dos kulatrianos sabem é que eles logo que faliram tiveram sua cidade inteira destruída com fogo e a comunidade foi extinta para sempre, mas não foi bem isso o que aconteceu.

Logo após falirem, Nimácua recebeu diversas ameaças mas agiu primeiro, abrindo um portal para outro universo no fundo do rio Gzunly e a maioria dos integrantes dessa comunidade fugiu para lá, e os outros pegaram as fórmulas e instrumentos mais importantes e fugiram para outros países ou outros cantos de Kulatra. Alguns membros que restaram no país, a família Kapplan, repassou as fórmulas e instrumentos secretos de Nimácua para a sua próxima geração, e a comunidade despercebidamente se reergueu da mesma forma que antigamente, hoje com o nome de Salenopolis.

Dessa vez, eles investem intensamente e apenas na biotecnologia e manipula a população geneticamente por meio da alimentação, que dizem ser muito sustentável por ser 100% vegetariana, mas na verdade não é. Seu lider se chama Pietro Kappan, o herdeiro, mas ele usa disfarces com seu nome falso Sal Pipper, e nunca aparece em público. A presidente do país, Katlen, é manipulada por ele desde que entrou na comunidade como sócia, e eles estudam aprisionando três novos soldados, que são os procurados pela policia há meses, Penélope, Nollan e Simon." (4min)

 

----CONGELA NO GRUPO POLICIAL OLHANDO O NOME "SALENOPOLIS" NO TELÃO----

43min



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...