História Después de la gira - Capítulo 7


Escrita por: e mbmc20

Postado
Categorias Agustín Bernasconi, Carolina Kopelioff, Karol Sevilla, Michael Ronda, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna, Valentina Zenere
Personagens Luna Valente, Matteo
Tags Ruggarol
Visualizações 563
Palavras 1.238
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Hide and seek


Fanfic / Fanfiction Después de la gira - Capítulo 7 - Hide and seek

Ruggero Pasquarelli

 

 

A semana passou bem depressa, entre eu e a Candelaria ainda estava um clima meio estranho, por mais que já tivéssemos feito as pazes, e ela estava no maior amor comigo, eu estava chateado com toda situação de domingo.

 

Logo chegou a sexta feira e nós vamos para o show da MYA eu estou super animado, pois irei cantar uma música junto com eles, apesar de Agustín não se da muito bem com a minha novia, ela vai comigo, melhor assim para evitar estresse.

 

- Então já está pronta Candelaria ?. Perguntei a ela, porque eu tinha que chegar um pouco mais cedo que os outros para ensaiar a música que iria cantar com os meninos.

- Só mais um pouco amor, estou quase bem linda para você. Candelaria fala.

- Hum, está bem. Espero que esteja mesmo. Falei sorrindo.

- Cheguei amor, o que acha?

 

De repente estava mexendo no celular e levanto a cabeça, me deparo com a Candelaria com um short curto e um blusa de alcinha Preta de renda, e uma cabelo de rabo de cavalo baixo, me deu uma vontade de sorrir, porque ela tentou está sexy, mas como um bom namorido que sou, eu a elogiei.

 

- Está muito bela. Falei à ela.

- Obrigada meu amor, agora vamos. Ela pegou pela minha mão e fomos.

 

Descemos para a garagem do condôminio para pegar o carro e fomos para o show, quando chegamos lá, ainda não tinha quase ninguém, só os músicos e Maxi e Agustín, fomos logo fazer a passagem do som, enquanto isso Candelaria sentada nas mesas dos convidados enquanto ensanhavamos, acabou o ensaio para a pequena participação que eu iria fazer, fui sentar junto com minha novia nas mesas dos convidados.

 

- Bem profunda essa música que vocês cantar em ? Candelaria falou.

- Sim, é música que gosto muito, que traz um pouco de verdade. Falei

- Verdade? Que verdade.

- Verdade, sobre o que muitas pessoas que se amam passam e não pode ficar juntas, por alguma causalidade do destino.

- Você que escolheu cantar ela, junto deles ?

- Claro que não, aqui sou apenas convidado e não tenho direito de escolher nada.

- Está bem, vamos beber alguma coisa ?

- Agora eu não prefiro beber nada, só depois da minha participação.

- Ok, então vou buscar algo para mim. Candelaria falou e foi buscar sua bebida.

 

Logo foi chegando o resto dos convidados e o público do show, a casa estava ficando cheia, logo logo começaria o show. Candelaria já tinha voltado do bar com sua bebida, quando de repente resmunga sobre algo.

 

- Até aqui essa garota tem que estar, era só o que faltava. Candelaria falou.

- Quem? Eu pergunto.

- Olha e veja com seus próprios olhos. Candelaria falou.

Me viro e deparo com Karol, estava junto de Gastón, fiquei assustado não só por sua beleza, mas também por ela está aqui, fiquei pensando que se foi Agustín que à convidou ele me pagaria, por ter feito isso, sempre atiçando as coisas.

- Você já sabia que ela viria né ?

- Claro que não, estou até surpreso.

- Surpreso, por que?

- Por ela está aqui, sei que não é muito de está em festas.

- Conhece bem ela em ?

- Já vai começar Candelaria.

- Está bem, desculpa.

- Vamos esquecer ela, e aproveitar o show, que jaja começa.

 

Gastón depois veio falar comigo e com Candelaria, chamei ele para sentar conosco, mas disse que se sentaria com Karol para não deixar ela só.

Karol Sevilla

 

 

A semana foi corrida, onde trabalhei muito, dei umas entrevistas, até pensei que não chegaria logo sexta à noite, para um descanso e durmo muito, mas logo me lembro que terei que sair, pois prometi ao Maxi que iria a esse evento da MYA, então descansei um pouco e me arrumei, fui com uma calça bem apertada rasgada, uma blusa branca bem estilosa e um sapato vermelho alto meu cabelo estava solto uma maquiagem básica, estava bem vestida e arrumada, peguei uma taxi e fui para o evento, chegando lá encontro Gastón logo na entrada!

 

- Olá. O cumprimentei.

- Oi, que surpresa vê-la aqui. Gastón falou.

- Tem razão, mas não podia recusar o convite.

 

Então entramos para o show ao chegar vi que o Ruggero estava lá junto de sua amada, fingi que não vi ele e fui sentar na mesa, enquanto isso Gastón foi falar com o Ruggero e Candelaria, logo vi que ele estava voltando e se sentou comigo, acho que ele não quis me deixar sozinha, gostei da sua atitude, ficamos conversando até a hora em que começou o show, na hora em que começou Maxi olhou para mim e sorriu, os meninos cantaram algumas músicas e então pararam e chamaram o Ruggero para cantar, me surpreendi, pois não sabia que ele iria cantar, logo começaram a cantar "a escondidas"

He intentado no llamarte

He intentado no buscarte, y aquí estoy, frente a ti

Sé que ahora tienes otra vida, que él te da lo que tú pidas juro que lo intenté, y no puedo estar contigo

Pero yo sé que a ti te gusta lo prohibido, tú sabes que nos atraemos amor, y siempre terminamos tú y yo

A escondidas
Vamos llenando los segundos con caricias

A escondidas
Imaginando que tenemos otra vida

A escondidas
Nos encontramos en secreto cada noche
A escondidas
¡Qué no daría por que tú fueras solo mía!

 

Y solo mía, tan sólo mía
Y no a escondidas
Tú sabes que nos atraemos amor
Y siempre terminamos tú y yo

A escondidas nos besamos
Recorremos cada esquina de nuestra habitación
Mañana pediremos perdón
Pero hoy lo hacemos una y otra vez

Y no puedo estar contigo
Pero yo sé que a ti te gusta lo prohibido
Tú sabes que nos atraemos amor
Y siempre terminamos tú y yo

A escondidas
Vamos llenando los segundos con caricias
A escondidas
Imaginando que tenemos otra vida

A escondidas
Nos encontramos en secreto cada noche
A escondidas
¡Qué no daría por que tú fueras solo mía!

Y solo mía, tan sólo mía
Y no a escondidas
Tú sabes que nos atraemos amor
Y siempre terminamos tú y yo
A escondidas

 

No meio da música senti uns olhares do Ruggero sobre mim, não sabia exatamente o porque, fiquei um pouco envergonhada, percebi que o Gastón também via esses olhares, fiquei rezando para que a noiva dele não percebesse isso, acho que ela não percebeu, os meninos cantaram mais umas músicas e acabou.

 

Depois que acabou o show fui falar com os meninos.

 

- Olá, vocês arrasaram meninos. Falei com Agustín primeiro e abracei ele.

- Feliz de te ver aqui. Agustín falou.

- Olá, amei o show, obrigada pelo convite. Falei a Maxi e o abracei.

- De nada, que bom que você veio, pensei que não viria. Maxi falou.

- Prometi que vinha, então vi. Falei sorrindo.

- Depois vai ter uma festinha aqui para os convidados, vai ficar né.

- Bom, será ? Fico sim.

- Ótimo. Ele me abraçou.

Depois dos meninos ter falado com todos os convidados, fomos para a festa. Maxi ficou com o tempo todo me dando assistência conversando, sentou a mesa junto comigo e Gastón e Agustín depois foi sentar conosco, a festa estava bem divertida, até que o Ruggero veio sentar na mesma mesa com a gente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...