História Destined For You - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Block B, F(x), Girls' Generation, Jessica Jung, Kris Wu, Red Velvet
Personagens Hyoyeon, Jaehyo, Jessica Jung, Jung Hoseok (J-Hope), Kris Wu, Krystal Jung, P.O., Personagens Originais, Sooyoung, Wendy
Tags Block B, Choi Sooyoung, Comedia, Família, Girls' Generation, Gravidez, Hyoyeon, Jaehyo, Jbw Produções, Kris Wu, Krystal
Visualizações 17
Palavras 1.241
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoas!
É histórinha nova.

Capítulo 1 - Capitulo 01


Fanfic / Fanfiction Destined For You - Capítulo 1 - Capitulo 01

Kris Wu

-Está pronto?- Pergunta meu pai.

-Mais do que nunca.- Digo a ele.

Subimos no palco. Me impressiono quando olho para o público.

-QUEM AÍ ESTÁ ESPERANDO POR UM BOM ROCK?- Meu pai grita ao microfone e as pessoas gritam e aplaudem. -Dê o seu melhor filho. -Meu pai diz ao retornar ao seu devido posto.

Aquele enorme público grita e aplaude loucamente. É como se estivesse nas nuvens.





[...]






-KRIS! - Meu pai grita.- Dá para parar de pensar no passado e passar a chave-inglesa para mim?!

Aquele que você vira acima, era eu, no palco da Coachella, com apenas 6 anos, sim aquilo foi em 1996, agora tenho 29 anos e estamos em 2019. Meu pai é rockeiro de carteirinha, ele já montou uma banda em 1995, me anúnciaram como guitarrista em 1996, mas a banda acabou em 2000, com a morte de um dos amigos de meu pai e também com a falência da gravadora, agora, meu pai é mecânico, concerta carro pela a manhã e vai para o bar durante a noite.

-Pai, me empresta 50 doláres?- Pergunto a ele, esse que de debaixo do carro e me encara.

-Para que?- Ele pergunta.

-Você sabe que eu vou tocar em shows e o dinheiro que eu ganho eu dou para os pobres, mas preciso de 50 doláres para entrar.- Digo a ele, que retira o dinheiro do bolso e me dá.

-Faça isso mesmo.

Saio de casa. Se não se ligaram o tempo me ajudou bastante, me ensinou a ser um guitarrista profissional e um ótimo mentiroso. Querem saber o que eu vou fazer com essas 50 pratas? Vou trocar com algum de meus amigos por 100 pratas, hoje tem festa.



[...]



- Ele acreditou? Como ele nunca se toca de que você gasta com festas.- Diz Rodrick, enchendo outro copo de cerveja.

-É melhor assim mesmo, se ele descobrir, eu não vou mais poder abrir contas para nós bebermos.- Digo virando o copo e digerindo todo o liquído que havia dentro.

- Então nunca conte a ele e nem faça besteira, se não, seu pai descobre.- Diz Brad.

Nós, 6 velhos amigos do colégio, saimos todos os dias, conhecemos a cidade inteira, somos amigos desde os 11 anos, nunca nos formamos, há assim, esqueci de apresenta-los, além de mim, tem o Rodrick (Rod), ele é o mais velho do grupo, com 37 anos, ele é o mais experiente em saquear bebida dos bares sem ninguém perceber, Bradley (Brad), é um dos mais novos entre nós, ele tem somente 25 anos, quando nós nos o conhecemos ele tinha somente 6 anos, Arthur (Artie), ele é irmão mais velho do Brad e o único que nunca fica bêbado, ele sabe o nome de todas as bandas de rock que existem no mundo, tem também o Phillip (Phil), isso mesmo Phillip Aýlee, ele é Havaiano, filho de Ronald Aýlee, o magnata, os pais dele tem bastante dinheiro, na verdade rico é pouco, é com ele que nós trocamos dinheiro, os pais dele tratam ele como o maior anjinho, sem saber do que ele apronta, assim como meu pai me trata, o último e não menos importante, Lewie (Lil), ele é o piadista do grupo, ele adora filmes de terror, além de assustar todos com a sua voz grossa, é bastante parecida com a de um cantor de Heavy-Metal, na verdade, ele era um fumante de carteirinha, no minímo 287 cirragos por semana.

- Vai ter festinha hoje?- Pergunta Artie.

-Festinha nada, vai ser uma festa inesquecível, que vai marcar as nossas vidas.- Digo.

-Podem deixar a conta da boate comigo.- Diz Phil, eu ía negar, mas ele diz. -Kris, tu sabe que eu sempre vou gastar meu dinheiro com vocês.

- VOCÊS NÃO TEM VERGONHA NA CARA?- Pergunta Sr. Bartley, dono do bar.- BEBENDO EM PLENA MANHÃ? VOCÊS NÃO TEM VERGONHA?! SEUS VAGABUNDOS. SAIAM DAQUI!- Ele nos coloca para fora do bar.

-Para de escandalo, quer que a NY inteira esculte? - Pergunta Rodrick.

-Cala a boca, vão procurar outro bar para bagunçar, depois, eu ainda vou servir para educar os filhos de vocês.- Diz o Bartley.

-Até pareçe, nós vamos ser homens livres.- Diz Brad.

- Esperem até apareçerem aqui com um time de baseball.- Diz Bartley.

Descidimos sair daquele local, Bartley havia acordado com o pé esquerdo hoje. Depois de uma curta caminhada, avistamos meu meio-irmão, Jaehyo, ele estava voltando da faculdade, ele tem 21 anos.

-Olha só se não é o mascote.- Diz Lil apontando para Jaehyo.

-Me deixa Lil.- Diz Jaehyo emburrado.

-Estressadinho.- Diz Artie fazendo uma voz fina.

Eu deí para ele o apelido de mascote, alguns anos atrás, ele vivia seguindo eu e os caras, como um verdadeiro cachorrinho.

-Ei, mascote, preciso que me ajude a ir a festa hoje.- Digo a ele.

-Tá, você sabe que eu sou bom nisso, só não volta para casa com um bebê.- Diz Jaehyo revirando os olhos.

-Esse é meu mascote, prometo que você não vai ser tio hoje.- Digo a ele.- Nem nunca.

-Papo de boiola.- Diz Rodrick.

-Olha só que fala, nunca ficou com ninguém.- Digo.

-Vamos parar com isso e ir lá em casa.- Diz Artie.



[...]




-Ontem eu estava jogando football no quintal e a bola caíu no quintal do vizinho, quem vai pegar?- Diz Brad e um enorme silêncio caí sobre a sala.- Ô galera!...- Ele começa a fazer birra. - Que tipo de amigos vocês são?! Vou contar para os pais de vocês que vocês estão mentindo para eles a todo momento.- Ele diz apontando para mim e Phil, nos levantamos em um salto.

-Ei, Brad, num fala nada para os meus pais não, eu tenho um filho para sustentar.- Diz Phil.

-De que lado caíu?- Pergunto.




[...]




-Cuidado com a minha cabeça.- Resmunga Phil.

Lá estava eu, pronto para pular a cerca (No bom sentido), na verdade, a cerca era grande o suficiente para me fazer ficar de pé sobre os ombros do Phillip, mesmo assim, acima da cerca ficava somente da minha cintura para cima. Me inclinei para a frente, não sei o por que, Phil deu um pulo, o que me fez ficar pendurado de cabeça para baixo do outro lado da cerca.

-AAAAAAAA.- Grito.

-Que foi isso?- Pergunta Adam.

-Eu me assustei com esse diabo, que me derrubou na casa do vizinho.- Digo, assim que fecho a boca, despenco, com tudo, no quintal do vizinho.




[...]



-Vai usar o que na festa?- Me pergunta Lewie.

-Roupas.- Digo e ele revira os olhos.

-Piadista.- Ele diz.

Continuamos a nos arrumar.





[...]




-Olha só Rod, só para baixinhos.- Diz Lewie rindo.

Rodrick estava um pouco mais adiante brincando com o filho do Phillip. O filho do Phillip era um garoto esperto, puxou ao pai, ele é um garotinho de apenas 3 anos, ele mora com a mãe dele, Phillip está disposto a fazer tudo para se reconciliar com a mãe do filho dele. Rodrick não se toca que ele vai ser o tio da cerveja se ele continuar a brincar com o filho do Phillip.




[...]





-Oi, tá perdida?- Pergunto a uma garota que parecia estar um pouquinho bêbada.

-Só procurando minha amiga, mas acho que ela foi embora.- Diz ela.

-Tá afim de dançar?- Pergunto a ela.

Não posso negar que ela é bem bonita, seu corpo é bem proporcional.

-Claro, vim aqui para me divertir, não para ficar de babá da minha amiga.- Ela diz.


Notas Finais


Sinto cheiro de capitulo novo pela a frente.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...