História Destino - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bruxas, Fadas, Fênix, Guardioes, Guerra, Magia, Mistério, Mistico, Mitologia, Nove Caudas, Poderes, Princesas, Rainhas, Romances, Unicórnio
Visualizações 8
Palavras 1.430
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - .... Capítulo 5 ....


Naquele mesmo dia, enquanto todos dormiam a noite, uma pessoa não estava na casa, essa pessoa era Thiago, o moreno não conseguiria pregar os olhos depois da discussão com seus irmãos, mas não pense que isso foi por culpa, pois não foi, nem mesmo Thiago se lembra da última vez que ele sentiu culpa... Na verdade ele sabe bem quando isso aconteceu, mas melhor não comentar sobre esse dia, na verdade Thiago saiu porta a fora apenas para não se estressar com lembranças dolorosas tanto para ele quanto para os seus irmãos, pessoas que em suas camas, ou melhor, Ryan em sua cama e Gabriel no sofá estavam sendo castigados, Ryan pensando no seu irmão, se preocupando com o mesmo, pois sabe-se lá onde ele tinha ido e o pior é que sabia que o irmão tinha a mania de ir andando até bem longe nessas brigas, além de que o comentário de Thiago o fez ficar revivendo o dia que antigamente foi o motivo de muitos dos seus pesadelos, porém ele também pensava nas meninas que dormiam nos quartos do lado, por que sabia que a vida delas se tornaria muito mais complexa e difícil a partir de agora e Gabriel estava sendo castigado em seus sonhos, pois por mais que o garoto tenha conseguido dormir ainda não estava bem, pois seu subconsciente insistia em lembra-lo do inferno que ele passou junto com seus irmãos, mas o seu sonho por ser uma espécie de experiência imersiva do dia em que eles aceitaram o destino de serem guardiões fez seu pesadelo o desesperar e assim fazendo ele acordar.

 

Pov Gabriel On:

 

Eu sempre tive esse tipo de sonho, não é nenhuma novidade para mim esse tipo de coisa, mas sempre acordo do mesmo jeito e agora é pior, por que sendo sincero dormir no sofá por mais que seja bom ainda sim depois de um tempo fica desconfortável e então eu resolvi ir para a minha cama, mas antes preciso de água pra me acalmar.

Chegando na cozinha eu peguei um copo e comecei a enche-lo, colocando na minha cabeça que era tudo um sonho, até que ouvi passos, em primeiro momento pensei ser Thiago voltando, mas dei uma olhada rápida no relógio e vi que ainda era 1 hora da manhã, cedo demais para os padrões do meu irmão, então já fiquei meio em alerta e então me virei, mas  nesse momento eu não vi um perigo, na verdade passava bem longe disso...Por enquanto, era apenas Karina que descia as escadas coçando os olhos indo até a direção da cozinha, onde eu estava.

 

- Acordada por que? – Perguntei assustando um pouco ela, coisa que me fez dar uma risadinha.

 

- Eu que te pergunto. – Respondeu sem me dar uma resposta a minha pergunta.

 

- Ok ok, eu acordei só para beber água – Não diria o real motivo que me levou a ir beber água, mas de tudo não era uma mentira.

 

- Então digo o mesmo. – Falou pegando um copo de água e bebendo e depois que colocou o copo na pia ela falou – Ah, o Ryan falou algo como ser o guardião da Larissa, quer dizer que cada uma tem um guardião específico? – Perguntou ela com um tom claramente curioso.

 

- Provavelmente o Ryan vai explicar melhor amanhã, mas sim, basicamente cada uma de vocês tem um guardião específico e antes que pergunte eu sou o seu. – Falei com um sorriso no rosto.

 

- Obrigado pela explicação rsrsrsrs, mas agora vou voltar a dormir, boa noite Gabriel – Falou ela passando por mim e voltando ao seu quarto, eu também deixei o copo na pia e subi para o meu quarto, deitei, pensei um pouco por alguns minutos sobre como seria o dia de amanhã, mas logo cai no sono.

 

Pov Gabriel Off:

 

Pov Ryan On:

 

Aí Thiago, cadê você? Esse idiota irresponsável ainda não voltou eu até entendo que ele queira um tempo para pensar sobre todas as merdas que aconteceram na nossa vida, mas ele podia não ter a mania maldita de sair andando aleatoriamente quando irritado, isso que é ruim em ser o irmão mais velho, você acaba que sem querer se preocupa com os seus irmãos, por mais que fique extremamente irritado com eles, esses pensamentos ficaram comigo até umas 2 da manhã que foi quando eu ouvi um barulho, a porta estava sendo aberta e fui ver quem era, mesmo já sabendo quem muito provavelmente era o responsável pelos passos que agora ecoavam pela casa e realmente era meu irmão que quando me viu no topo da escada quase deu meia volta e foi embora de novo, mas em uma fração de segundo eu estava do lado dele segurando seu braço o impedindo de sair.

 

- Onde caralhos você estava? – Perguntei baixo em respeito aos que estavam dormindo, mas ainda sim firme e claramente irritada.

 

- Em algum lugar – Disse soltando seu braço da minha mão com um sorriso de canto e com uma voz irritada.

 

- Olha, eu sei que você gosta de pensar sozinho, mas isso não te dá o direito de sair sem rumo e deixar a gente preocupado – Disse irritado quase explodindo com ele, se bem que desde sempre fomos os dois lados de uma moeda ele é bem irritativo e rebelde, enquanto eu sou mais calmo, porém responsável, mas mesmo com brigas não posso mentir e dizer que não me preocupo, ele ainda é meu irmão de qualquer forma.

 

- Preocupado comigo? Essa é nova. – Falou

 

- Não é nova, eu me preocupo com você, você ainda é meu irmão mais novo idiota, por isso se puder parar de dar perdido na gente e ir embora do nada eu agradeceria – Disse sarcástico e cínico, cruzando os braços.

 

- Parou de copiar meu jeito e beleza, vou tentar me acalmar, satisfeito? – Falou ele em parte divertido, em parte debochado.

 

- Muito, pirralho rsrsrsrsrs – Falei bagunçando o cabelo dele e o chamando exatamente como eu fazia quando a gente era criança, subi e fui dormir vendo Thiago pegar água e depois seguir o meu exemplo.

 

Pov Ryan Off:

 

Pov Thiago On:

 

Piralho? Sério Ryan? Ele só me chamava assim quando eu era criança e hoje eu lembrei....Do ódio que eu tenho desse maldito apelido, aff, como me irrita, não sou um pirralho, não depois que o Gabriel nasceu, mas bem, resolvi de certa forma ignorar e subir para o meu quarto, mas quando eu entrei nele, eu vi alguém na minha cama, alguém que era Lua, o que me fez acorda-la para que ela saísse do meu quarto.

 

- Ei! Lua! Acorda! – Não gritei muito, mas sacudi ela um pouco para que ela acordasse.

 

- O que foi inferno, deixa eu dormir! – Resmungou ela se virando e indo dormir novamente.

 

- Esse quarto é meu, sai logo! – Falei já me irritando com a menina que estava me ignorando e dormindo de novo.

 

- Seu quarto? Desculpa querido, mas o Ryan nos mandou escolher o quarto que quiséssemos e eu escolhi esse, então o quarto é meu, vaza! – Falou ela rindo de maneira quase superior, coisa que me irritou e muito.

 

- O quarto ainda é meu princesa, você sai, ok? – Disse ficando em pé, com um sorriso cínico e braços cruzados esperando ela sair, quem ela acha que é? O quarto ainda é meu, sempre foi, daqui eu não saio mesmo.

 

- Me tire a força se quiser me tirar daqui bebê – Falou ela debochada e então virou de costas e voltou a dormir.

 

- Ok, você pediu. – Falei já cansado.

 

Então eu peguei ela no colo, vendo ela se debater, algo que eu achei bem engraçado até, depois eu fui até outro quarto e a joguei na cama dele, pegando em seguida seu travesseiro no meu quarto e dando para ela.

 

- TUDO ISSO POR UM QUARTO? – Perguntou ela gritando claramente irritada, quase indo me bater, mas eu segurei os pulsos dela com uma mão e tapei a boca dela com a outra.

 

- Primeiro, não grita, todos os estão dormindo, segundo, você ainda não é mais forte que eu, por isso cuidado então se você parou eu preciso dormir princesinha das trevas então se me permitir vou pro meu quarto agora. – Disse com um sarcasmo extremo na minha voz toda a frase e no final eu ainda me curvei diante dela e sai batendo a porta um pouco forte demais, para logo depois poder entrar no meu quarto e deitar na minha cama pronto para dormir e assim fiz, apenas esperando o dia de amanhã chegar.

 

Pov Thiago Off:



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...