História Destino - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Malhação
Tags Benê, Gadizaski, Gune, Guto, Malhação, Malhação Viva A Diferença
Visualizações 73
Palavras 511
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um

Capítulo 4 - Conversa com as fives


Benê

Acordei,  fiz minhas hingienes matinais, mas não tive coragem de correr , ainda estou com aquela dor, pelo que pude ver não é só eu.Ao entrar na cozinha para ir ao banheiro vi minha mãe em um silêncio choro.Queria perguntar a razão,  mas uma vez eu li que em alguns casos as pessoas não gostam de serem atrapalhadas nesse momento.Alem disso, poderia ser alguma razão íntima e eu não sei guardar segredo. Minutos depois ja estava deitada,  não que ainda esteja em sono mas naquele momento seria o único lugar confortável para mim.Junto as minhas bonecas,  Eu não queria mais ninguém, O celular vibrava várias vezes, mas não dei atenção. Nada me alegrava, nada.Derrepente a porta se abriu,  era minha mãe. 

Josefina:-Deitada outra vez?Benedita! Porque não sai daí,  vai estudar, correr, tocar piano?

Benê :-Mãe! Já passou da hora de correr,eu me sinto indisposta para estudar e nem tem como tocar piano, já que o Guto desistiu!

Josefina:-Quer dizer que vocês ainda não se resolveram não é? -Eu assenti meio sem jeito.-A mãe vai ter que ir, mais qualquer coisa me liga tá? Vou dar essa folguinha pra você,  Mas só hoje.-De uma Josefina  espontânea,  Minha mãe mudou de humor,  não consigo decifrar seu olhar, ela passou a olhar fixo para uma caixa de bilhetes jamais entregue ao meu pai, que havia esquecido de guarda-las, ficando assim, exposta no criado mudo. E do nada e sem pedir, me abraçou.Eu quis souta-la, mas alguma coisa veio em minha mente que precisávamos desse abraço .

******************

A porta se abriu outra vez mas dessa vez,  não era a minha mãe,era as minhas amigas.

Lica:Finalmente te achamos! Pensei que você tivesse sido sequestrada! 

Benê :-Sequestrada? Porque?

Tina:-Foi modo de falar benê , a gente tava preocupada, você não leu nossas mensagens,não foi a escola e nem foi ao galpão. 

Benê :-Desculpa meninas, eu não tava muito bem.

Elem:-Que coisa benê, mas você tá bem? 

Benê :Fisicamente eu tô bem,  não sei explicar o que sinto, é uma sensação dolorosa no peito, não que esteja doendo mas uma pulsação forte,e uma vontade de chorar, uma vontade de ver o Guto e ao mesmo tempo quero longe,  uma orquestra inteira composta por instrumentos musicais desafinados e quebradiço. Nos quais não consigo organizar e deixar no tom desejado. 

Keila :-Benedita,  você acabou de falar que quer ver o Guto longe,o que houve com vocês? 

Lica:-Pera , o Guto chingou você como antes?Porque se for, eu juro que ele me paga!

Elem:-Sem violência Lica! Deixa a Benê falar.

E eu contei o fato ocorrido a minhas amigas.Do momento que pensei em pedir o Guto em namoro, de quando ele me deu um não, quando ele cancelou nossa aula devido uma toce, mas minutos o vejo caminhando em seu melhor estado físico e o sigo e o vejo em frente ao cinema com a Clara. E todas as palavras que saem de sua boca. Ao acabar, percebo uma lágrima saindo dos meus olhos, ficou um silêncio total,até a Lica (como sempre )tomar a vez.

-Vamos atrás do Guto.

 

 

 


Notas Finais


Pra quem ainda está em dúvida, essa história acontece após o fora que Guto deu na Benê, O enrendo ta um pouco parecido, mas nós. Próximos capítulos ter um acontecimento (não ocorrido nas novelas )que mudarão a vida não só de Benê e Guto, Mas de todos em sua volta!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...