1. Spirit Fanfics >
  2. Destino >
  3. O que está fazendo aqui?

História Destino - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Esse capítulo ficou meio parado, EU SEI!
Mas vou colocar um hot ou ação!

Boa leitura ♥♥

Capítulo 16 - O que está fazendo aqui?


Suran on~

A omma estava desaparecida ja fazia 2 meses, o Dylan até cuidava de mim e do Kai, irmão estava muito "problemático", vivia brigando na escola, além disso ele se tornou muito agressivo, não comigo, mas sim com varias pessoas que conhecemos.

Eu estava sentada no sofá até que ouço a porta se abrir super forte e bater da mesma forma.

—Kai?—logo depois, o vejo todo cheio de sangue—O que aconteceu? Por que está assim?

O mesmo para e me olha dando um sorriso de ladinho.

—K-Kai... V-você está me assustando!—digo dando leves paços para trás—

(Kai)—Matei Suran, eu matei ele!—disse então vem na minha direção—não vou fazer nada contra você!

—Q-Quem? Quem você matou?—eu tava com medo... Ele matou alguém!—

(Kai)—O idiota que deu em cima de você princesa!—disse com um sorriso no rosto—

—O Yukine?—falei sem acreditar—

(Kai)—Esse desgraçado mesmo!—me empurrou fazendo eu me sentar no sofá novamente—Ele não vai mexer em você!

Eu não acredito... Ele matou o Yukine, meu melhor amigo... Não falei nada, não queria que fosse real, ele matou alguém e esse alguém era Yukine.

Não digo nada, sinto meus olhos arderem e uma lágrima escorrer em minha bochecha.

(Kai)—P-Princessa não chora—se abaixou em minha frente e limpou minha lágrima, deixando um pouco de sangue no meu rosto—

Eu o empurrei fazendo o mesmo cair sentado no chão.

—NÃO QUERO AIS VER VOCÊ!—ele me olhou surpreso com minha atitude—VOCÊ MATOU O YUKINE! EU TENHO NOJO DE VOCÊ!

sai de lá correndo e fui para meu quarto me trancando no mesmo.

Kai on~

Tá... Eu sou meio novo pra matar e talz, mas não quero aquele nojento perto da minha irmã!

Odeio só pensar algum homem chegar perto da Suran ou da nossa omma, quando Jimin sequestrou a omma eu senti tanto ódio que comecei arrumar muitas brigas.

Comecei a "participar" mais da EDC, e pra falar a verdade estou super normal!

Aish... A Suran que é dramática, ele é apenas um nojento! Quando eu o vi passando as mãos nojentas dele nela aaah meu sangue ferveu.

Mas fiz isso pois eu antes vi ele "dando" em cima de outra garota, mais especificamente a "melhor amiga da Suran", outra puta!

Flashback on~

Eu estava andando pelos corredores até que vejo Yukine abraçando e querendo beijar uma das amigas da minha irmã, mas quem liga? Eu não tenho nada a ver com a vida "amorosa" dele!

Sai andando normalmente, fui até minha sala e tive aquela aula super chata de matemática, aquela professora era uma velha que falava tão divagar que eu até dormi!

Depois que sai da minha sala avistei Yukine conversando com minha irmã, o mesmo passava sua mão no cabelo dela, me aproximei divagar para ouvir o que eles estavam falando.

(YN)—Ei pequena, relaxa! Vamos fazer assim, você vai na minha casa!

(SN)—Ok Yuki!—a mesma fala sorrindo—

(YN)—Te amo viu!—dissl sorrindo e a deu um beijo na testa—Até!

(SN)—Até!

O mesmo saiu e eu o segui, quando ele se afastou um pouco pegou o telefone e ligou pra alguém.

(YN)—Oi amor...sim.... Ela é trouxa!... Só quero a popularidade do Kai!.... Sim.... Eu sei da vaca da omma deles!.... Sim...ok!... Tchau!

Meu sangue ferveu! Primeiro fala mal da minha irmã! Depois efalou mal da ÚNICA mulher da minha vida minha omma!

Fui até o desgraçado eu dei algumas batitinhas em sem ombro.

(YN)—Hã?... Ah oi Kai!

—Oi—falo ríspido—

(YN)—Tudo bem cara?—fala sorrindo—

—Posso dar uma palavrinha com você?

(YN)—Sim, pode falar!

—Não aqui... Vem me segue!

O levei para uma sala vazia(as aulas já tinha acabado), mandei uma mensagem para Suran avisando que podia ir sem mim.

Tranquei a porta da sala e me virei ficando de frente com ele.

(YN)—Por que trancou a porta?

—Você vai ver....

Peguei uma pistola que sempre deixo na minha mochila.

(YN)—O-O que você vai fazer com isso?

—Eu?—dou um sorriso—você acha que eu ia deixar barato? Você brinca com a minha irmã e depois fala mal da minha omma?

(YN)—Do que você está falando?

Apenas olho para o teto e depois pego uma faca e vou em direção a ele, o golpeio na barriga o fazendo cair.

(YN)—P-Por que f-fez i-isso?

Fala no chão.

—Pra você nunca mais mexer com minha família!!

Subi em cima dele e dei várias facadas nele , tanto no rosto quanto no corpo.

Me levantei e vi seu corpo já morto.

Era estranho matar alguém, sou novo de mais pra fazer algo desse tipo, mas eu eu gostei, não me sinto culpado!

Saio da sala e deixo o corpo do vagabundo alí mesmo, e vou pra casa.

Flashback off~

Vou tomar banho e fico assistindo TV, maldito Yukine....

Agora que matei um.... Poderei matar outros!

Jungkook on~

Eu estava deitado na minha cama até que ouço minha porta de abrir.

—Jin eu já disse que não vou descer!—falo me sentando na cama—

Quando vejo não é o Jin, mas sim a minha pequena, ali me olhando fixamente.

(S/N)—Jin? Sou eu.... Mas se quiser posso ir embora.

—N-Não, fica por favor!

A mesma me dá um sorriso doce, aish que sorriso maravilhoso, a mesma senta no meu lado.

(S/N)—Vim conversar sobre uma coisa...

—O que?

(S/N)—Nós!—a mesma diz e me beija—

Era uma vejo quente e exitante, mas também calmo e romance, a mesma se senta no meu colo e começa a rebolar.

—S-S/N—digo em um gemido manhoso—

(S/N)—O que foi Daddy?—fala com um sorriso sapeca no rosto—

—Você vai ver Baby!—a empurro ficando em cima dela—Tão gostosa!—dou um tapa na lateral da sua coxa—

(S/N)—Aaaah D-Daddy—a mesma geme alto—

—Você gosta né? Quando eu te pego de jeito!

A mesma me da um sorriso e leva suas mãos até a barra da minha blusa, então eu a ajudo tirar.

Tirei a roupa da S/N, deixando a mesma só de lingerie, que corpo... Sinto meu membro pulsar só de vê-la toda submissa a mim!

Fui beijando seu pescoço, e depois fui descendo devagar.

(S/N)—Jungkook!, Jungkook!

—Relaxa baby!

???—JUNGKOOK!!!

Acordo com Jin me chamando, pera, aquilo foi tudo um sonho?

(Jin)—Acorda seu preguiçoso, vamos comer!

—Hmm ok!

O mesmo sai do meu quarto.

Caralho! Eu tô duro!, Vou ter que me aliviar sozinho!

Suga on~

Recebo uma ligação do Jackson, vou pra fora da casa e atendo.

Ligação on~

Oi Suga, tenho notícias do "amiguinho" da S/N!

Como? Onde ele tá?

Tá se preparando pra aparecer novamente!, Mas isso não vai te prejudicar relaxa!

Espero que você esteja certo! Não quero me envolver em problemas!

Logo, logo ele irá voltar, mas olha o lado bom, a S/N vai ficar super feliz com você!

Sim, pelo menos ela vai ficar feliz...

Olha, tenho que desligar... Vou fazer algumas coisas aqui!

Ok, mas ele ainda tá no Japão?

Sim, ele está morando aqui comigo, quando ele for aí pra Coreia, eu vou junto!

Ok, pode fazer o que tem que fazer, tchau!

Tchau!

Ligação off~

Desliguei e voltei para a sala, como se nada tivesse acontecido.

(Nam)—Porque saiu assim do nada?

—Algumas coisas do trabalho...

(Nam)—Ok....

Almocei e fui para meu quarto em silêncio.

Jackson está me ajudando dês de sempre, mesmo do Japão, ele trabalha pra mim as escondidas, ele "cuida" de algumas coisas pra mim.

S/N on~

Depois de chegar FINALMENTE em casa vou direto para meu quarto, na ouço barulho de choro no quarto da Suran.

Sem mais nem mesmo entro no quarto e a vejo deitada chorando, vou até ela e me sento ao seu lado.

—Ah meu amor, o que foi? Porque está chorando?

(SN)—O-O K-Kai ele matou o Yukine!

—O Kai fez o que?—pergunto incrédula—

A mesma apenas me olha e eu vou direto para o quarto do Kai.

Nem bato na porta, já vou entrando, que do entro vejo o mesmo sentado na cama.

(Kai)—Omma?—da um sorriso—

—Kai, me explica o que você fez!

(Kai)—A Suran já te falou né?

—Já sim! Quem você matou?

(Kai)—Aish, foi o Yukine omma.

—Porque matou ele?

(Kai)—Ele tava brincando com a minha irmã! E ainda te chamou de vaca!

—Filho... Você é muito novo pra fazer essas coisas, não precisava matar, somente descutia ou sei lá! Só não matava o muleke!

(Kai)—Tudo bem omma, vou falar com a Suran, vou pedir desculpas pra ela...

—Acho bom mesmo!

Saiu do quarto dele e ele entra do da Suran, e eu vou dormir.

Si on~

Eu estava deitado na minha cama até que vejo a S/N parada no pé da cama.

—S/N?

(S/N)—Eu... Posso dormir com você?

—P-Pode!—falo corado—

A mesma deita ao meu lado, e fica de frente pra mim.

(S/N)—Obrigada Si!

—Denada S/N...

A mesma sorriu e se vira, eu arrisco colocar meus braços em volta dela, mas S/N não faz nada, deixou eu ficar abraçado com ela.

Dormimos de conchinha, no outro dia acordo e vejo ela de frente pra mim ainda dormindo.

—Tão linda....—passo minha mão em seu rosto—

Me levanto e desço, dou de cara com os meninos sentados no sofá.

—Bom dia!

(Todos)—Bom dia!

Depois de um tempo S/N desceu, ficamos conversando até wue alguém bate na porta, a empregada abre, quando a "pessoa" entra na sala, faz todos arregalaram os olhos.

????—Voltei!!

(JK)—O que você está fazendo aqui?

(S/N)—V-Você....




Notas Finais


Até a próxima amores ♥♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...