História Destino AyA - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chávez, Christopher Uckermann, Dulce María, Maite Perroni, Rebelde
Personagens Alfonso Herrera, Anahí, Christopher Uckermann, Dulce Maria
Visualizações 12
Palavras 527
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - Capitulo 21 - Você era minha amiga


Dul — suspira pesado — :. Ta, ok eu assumo, eu menti para os dois.

Any :. Que ? por que você fez isso?

— questiona muito surpresa —

Dul :. Por que como não aceitava amar o Ucker, eu me enganei pensando que amava o poncho.

Ucker :. Não mente, Dulce se amava ele era só dizer.

— fala e pelo tom da voz já está alterado —

Dul :. Não é assim Ucker, eu sempre te amei, eu juro! Mas eu achava que era errado te amar, que você não tinha olhos pra mim e vi conforto, um certo consolo no poncho. Acreditei que com ele era possível, sabe? 

Any — era um absurdo o que eu estava ouvindo —:. Mas Dulce, ele sempre foi meu namorado, sempre o amei e ele me amou. com você teve coragem de fazer isso ?

Dul :. Você tinha ido embora, pensei que era só um namorinho de infância que com a distancia e o tempo vocês se esqueceriam. A Belinda se aproximou dizendo que eu deveria investir no poncho. Eu investi ate perguntei se ele separado de você, daria chance a outro relacionamento, ele disse que não que iria sempre  amar você.. Eu desisti antes de me declarar mas a Belinda queria tentar então a ajudei.

Any :. Mas você era minha amiga deveria nem ter tentado e me avisado do que estava acontecendo.

Dul :. Claro que eu iria dizer mas você só queria saber dele, me ligava pra falar dele só escrevia pra ele..

Any :. ciumes ou inveja ? — sorri sem graça —

Dul :. Pode ter sido.

Any :. Como você fez tudo isso?

Dul :. Eu convenci você a mandar pra mim com a desculpa da mudança de endereço do Poncho, com funcionou, passei o ultimo ano recebendo e guardando cada uma delas, a ultima eu escrevi dando um fora no poncho e entreguei. —  eu lembro bem desse dia, aconteceu isso mesmo. — 

Any :. E o que ele fez ? 

— não queria ouvir mais nada mas preciso saber de tudo que aconteceu, então permaneço calado —

Dul :. Ele leu tudo na minha frente, chorou, releu, rasgou e sumiu da minha vista.  Eu liguei para a Belinda contei o que aconteceu, ela que o procurou, achou e conseguiu o que ela queria, desde então começou a ter um caso com ele.

Any :. E você conseguiu viver com isso esse tempo todo sem um pingo de arrependimento.

Dul :. Eu não tive tempo de pensar em tudo isso, eu me empenhei em me reaproximar do Ucker, pois tinha a auto confiança pra lutar por ele, não é atoa que consegui e estamos juntos serio há um ano.

Any — dá um tapa no rosto de Dulce —  :. Some da minha frente.

Poncho :. Eu quero as cartas que ela me mandava

—  Finalmente falo, não aguentava mais ficar só ouvindo. —  

Ucker :. Pode deixar, eu busco pra você e te entrego amanhã. tchau gente!

Poncho —  cumprimento ele —  :. Obrigado, Ucker. Que decepção Dulce, achei que fosse minha amiga ou melhor nossa amiga.

Any — dá pra ver pela sua carinha que está segurando o choro — :. Bye, Ucker. 
—  Vondy Saem do Restaurante visivelmente discutindo —



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...