História Destino AyA - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chávez, Christopher Uckermann, Dulce María, Maite Perroni, Rebelde
Personagens Alfonso Herrera, Anahí, Christopher Uckermann, Dulce Maria
Visualizações 11
Palavras 321
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 33 - Capitulo 30 - Bom dia, Amor!


Horas Depois...
Poncho || Amanheceu e ela dormia em meus braços, tão tranquila, serena. eu fiz da minha doce menina, mulher a minha mulher. foi a mim que ela se entregou por inteira e isso não tem preço, não tem coisa melhor. o que importa para mim é ter ela comigo e vou fazer de tudo para manter ela aqui e não a afastar por nada. sou interrompido dos meus pensamentos quase que possessivos por uma vozinha doce e fofa.
Any :. Amor, está tudo bem ? Bom Dia, Amor. 
— fala com uma carinha preocupada mas sorrir —
Poncho — dou um selinho demorado nela — :. bom dia princesa. comigo está tudo perfeito! e com você?
Any :. Eu estou ótima. Dormiu bem? 
Poncho :. Sim e você? 
— aliso seu cabelo enquanto a mesma se aconchega em mim —
Any :. Dormi Muito bem ao lado do amor da minha vida! 
— beija meu pescoço mal sabe ela o tesão que despertou com esse toque, ela tira meu menbro que ganhava vida de dentro dela, só agora que percebo que ainda eramos apenas um corpo de tão unidos, ela tenta sentar na cama mas não deixo e a beijo puxando de volta para mim. —
Poncho :. fica aqui, meu amor. 
— Peço todo manhoso coisa que nunca fui pós sexo com ninguém —
Any — retribui e fala entre o beijo — :. Oh.. pedindo assim eu fico meu bebê.
Poncho — coloco ela em cima de mim e a olho nos olhos — :. Eu te amo.
Any — sorri largo — :. eu amo mais.
— volta a me beijar com tanto desejo — 
• Narradora .on || 
Ponny ficam entre beijos, carícias, palavras de carinho amor, se rendem ao desejo e acabam fazendo amor novamente só que com mais calma, dando mais prazer um ao outro sem pressa , só curtindo o momento tão desejado por ambos há muito anos. Depois de um longo tempo param ofegantes e cansados fisicamente mas realizados.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...