1. Spirit Fanfics >
  2. Destino Controverso >
  3. Everything Was Going Well

História Destino Controverso - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Peço perdão pela demora e espero que estejam bem e seguros, tenham um boa leitura.

Capítulo 19 - Everything Was Going Well


(Pov Selena)

Eu ainda não tinha absorvido tudo o que havia acabado de acontecer, reencontrei a minha mãe e apresentei o meu filho a ela, era muita coisa para um dia só e independente de qualquer coisa, eu estava mais do que grata. No entanto, no momento estava concentrava apenas em observar George no trenzinho, ele já havia ido no carrossel e no carinho bate-bate.

- Como se sente meu amor? – tomei um leve susto com a voz da minha mãe.

- Anestesiada – dei um sorriso mínimo.

- Tudo vai ficar bem, viu – me abraçou de lado fazendo-me sentir segura – Cadê o pequeno? – esticou o pescoço tentando enxergá-lo.

- Ali – apontei e recebemos um tchauzinho dele.

- Ele é tão lindo – elogiou e instantaneamente sorri.

- Sim, ele é – suspirei pesado – Cadê Demetria? – franzi o cenho ao notar que ela não estava ali, pelo que me lembro as duas estavam juntas.

- Foi comprar algodão doce – franzi o cenho mais ainda, agora confusa e a mais velha deu de ombros, ficamos em silencio até o brinquedo parar e o miúdo vir correndo pro meu colo.

- Mamãe eu quero algodão doce – pediu com os olhinhos brilhando, sorri e quando virei para ir comprar o que me foi pedido, avistei Demetria vindo até nós com dois algodões doce.

- Você por um acaso é mutante? – questionei espantada fazendo ela e minha mãe rirem.

- George já havia me pedido antes de sair correndo atrás de você naquela hora – informou entregando o doce cor de rosa para o garotinho no meu colo e o outro pra mim, voltamos pro píer e ficamos conversando e observando o mar.

George estavam muito agitado, ele desceu do meu colo e começou correr pra lá e pra cá, naquele momento me perguntei se ter dado doce a ele foi uma boa ideia, neguei rindo dos meus pensamentos enquanto observava o pequeno. Mamãe, Demi e eu conversamos por um tempo, claro, sem perder o meu filho de vista. Posteriormente, voltamos pro parque de diversões e brincamos mais um pouco, gastei o garotinho até o último, era isso ou eu não descansaria quando chegasse em casa.

- Amanda caso queira passar a noite com Selena, está liberado – Demetria informou quando já caminhávamos para o estacionamento, o restante das meninas já tinha se juntado a nós e Big Rob já nos aguardava com a porta do carro aberta.

- Sério? – mamãe e eu perguntamos juntas e a agente assentiu dando um sorriso ladino.

Entramos no carro blindado e seguimos para mansão que ainda era minha casa, mas eu não via a hora de sair de lá. George desceu do carro correndo ainda cheio de energia, suspirei cansada, seria uma grande batalha fazer esse garotinho aquietar hoje e minha mãe percebeu, pois riu e desceu do automoveu sendo acompanhada por mim, Demetria, Camila e Ally. Big Rob foi guardar o carro.

Quando entrei em casa tive a visão do miúdo pulando no sofá, assim que me viu parada olhando para ele com uma das sobrancelhas arqueadas como se dissesse “O que já falei sobre pular no sofá?”, deu um sorriso de orelha a orelha e desceu proferindo um “Desculpa mommy”, mas continuou correndo pela casa.

- Sel deixa que eu cuido dele, vá tomar um banho e descansar – Ally pediu com um meio sorriso enfeitando seus lábios.

- Obrigada – eu não sabia nem como agradecer, hoje o dia foi muito emocionante e eu definitivamente não tenho pique para o George nesse fim de tarde – Eu vou subir – virei e encarei mamãe e Demi – Mãe quer vir? – sem pensar duas vezes ela assentiu, antes que eu pudesse falar alguma coisa diretamente com a Lovato, Lauren surgiu e a chamou urgentemente.

- Subam, tomem banho e relaxem, vocês merecem isso – deu mais um meio sorriso – Vou ver o que a Lauren deseja, com licença – foi até a irmã e juntas seguiram para o escritório.

- Vamos? – minha progenitora assentiu, fomos para a suíte principal e chegando lá caminhei diretamente até o closet para escolher a camisola que eu usaria para dormir – Acho que agora que eu cresci um pouco mais desde a última vez que nos vimos, minha roupas devem caber em você, então fique à vontade para escolher o que quiser – falei quando já estava de volta ao quarto.

- Tudo bem meu amor – deu o seu sorriso caloroso – Sei que eu não deveria estar perguntando isso, mas você já foi obrigada a fazer alguma coisa nessa cama? – sorri amarelo e baixei a cabeça, obviamente já fui estuprada naquela cama – Eu já entendi, não precisa responder – veio até mim a passo largos e me abraçou, ali me permiti chorar tudo o que eu queria ter chorado no colo dela, desde a primeira vez que Lauren me tocou.

Após um longo tempo sendo consolada fui levada até o banheiro e colocada de baixo da água quentinha do chuveiro, mamãe deu-me banho, vestiu-me e depois deitou comigo na enorme cama, ficou me ninando até eu entregar-me ao cansaço que foi aquele dia.

(Pov Demetria)

- EU VOU MATAR AQUELA DESGRAÇADA – gritei histérica jogando tudo o que havia em cima da mesa do escritório no chão, menos os notebooks porque Lauren, Dinah, Miley e Normani tiveram o reflexo de salvarem seus instrumentos de trabalho.

- Agora nos fala uma novidade porque isso já sabemos – Miley recolocou o computador em cima da mesa, igualmente as outras ali, já eu? Bem, eu andava de um lado pro outro tentando conter meu instinto assassino.

- Vocês têm certeza do que acabaram de me falar? – eu simplesmente não conseguia acreditar, como Lauren pôde ter feito isso?

- Não falaríamos se não tivéssemos certeza – agora foi a vez de Lauren responder – Mas façamos o seguinte, ainda temos tempo até Abedine voltar – pausou, era como ser ela estivesse calculando os próximos passo ali e agora, até porque o que descobrimos não estava nos planos, teríamos que revisar e replanejar os próximos passos que daríamos, o pior de tudo era o tempo, pois o mesmo estava acabando – Eu e a Normani viajamos e confirmamos pessoalmente essa história, por mais que pelas instigações ela já esteja confirmada – fez mais uma pausa – E Miley e Dinah vão atrás de cada filha da puta que participou disso, cada filha da puta – falou a última parte rosnando e ainda trincou os dente ao termino da fala.

- Certo, concordo – respirei muitos mais uma vez, minha cabeça estava girando, tudo estava indo bem e agora isso – Eu fico aqui cuidando de tudo – assentiram.

- Até porque não tem pessoa melhor para fazer a segurança da Selena e do George, agora também da mãe dela – Normani lembrou.

- Não preciso me preocupar com Amanda, ela adquiriu muita experiencia enquanto procurava por Selena, então ela não é uma preocupação, se a mesma tiver que lutar ao nosso lado, ela luta – garanti ajustando o meu blazer.

- Se você falou, tá falado – Dinah vibrou, meio que para descontrair o clima que ficou depois do que foi descoberto.

- Mas o que faremos com a Selena? – Miley perguntou descansando os pés em cima da mesa.

- Como assim o que faremos com a Selena? Nada, ela precisa se cuidar e só contaremos depois que tudo for devidamente confirmado, quando cada filho da puta confessar o que fez. Até lá, somente falaremos com Camila, Ally, Big Rob e estou pensando se contaremos para Amanda – me olharam confusas com a minha provável decisão – Ela passará muito tempo com a Selena, se contarmos o que sabemos é bem provável que a mesma fique estranha, Selena desconfie de algo e ela acabe contando antes de hora – fizeram cara de haviam entendido – É isso, não contarei por agora, somente quando estivermos perto de contar para Selena – bati o martelo em relação aquele assunto.


Notas Finais


Até o próximo capítulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...