História Destino, Coreia! - Bangtan Boys (BTS) - Capítulo 257


Escrita por:

Visualizações 309
Palavras 2.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Começando os capítulos hoje.
Boa leitura. <3

Capítulo 257 - Tradição do Lotte World.


Fanfic / Fanfiction Destino, Coreia! - Bangtan Boys (BTS) - Capítulo 257 - Tradição do Lotte World.

Ponto de vista da S/N.

Depois do almoço eu subi para o meu quarto, eu tinha que começar a me arrumar para ir encontrar o Jimin e a irmã dele, para não atrasar muito, eu liguei em uma empresa de táxi e já marquei para um táxi vir me buscar na hora certa.

Antes de qualquer coisa fui tomar banho, assim que saí do banho vesti um roupão de banho e fiquei pensando sobre o meu cabelo, resolvi que iria de cabelo liso mesmo, modelar para ir em um parque talvez não adiantasse muito, então era melhor ir com ele liso, sequei o cabelo com a ajuda do secador.

Assim que terminei de secar o cabelo era hora de pensar na roupa, abri todas as portas do meu guarda-roupa, essas que infelizmente não eram muitas, e comecei a pensar. Fazia anos que eu não ia em um parque de diversão, por mais que eu entendesse que deveria usar uma roupa esportiva, não podia ser qualquer roupa, afinal eu queria causar uma boa impressão na irmãzinha do Jimin.

Tirei algumas opções de dentro do guarda-roupa, vi a hora e no celular e vi que meu tempo estava ficando apertado, eu tinha que resolver logo. Estava na dúvida entre calça e shorts, mas assim que eu vi o shorts de couro branco com amarração da Saint Laurent minha dúvida foi resolvida, ia ser ele mesmo, apesar de ser de couro ele não era justinho, então dava um ar mais esportivo, para quebrar o couro e deixar o visual mais casual, optei por uma camiseta não muito larga da Toy Bear da Moschino em um tom salmão, para os pés, um tênis de couro branco que tinha cano curto, com uma trava de metal rose e um cadeado de detalhe atrás, bem delicado da Buscemi.

Acessórios nada pesado, escolho um brinco único para a orelha direita, esse que subia até a cartilagem, apenas em metal, nada de brilho, a ideia era ser esportivo, escolhi dois anéis para mão esquerda e um para mão direita, esses também apenas de metal, nada de pedras brilhantes ou coisas que chamassem muita atenção, para terminar separei um óculos de sol com armação levemente arredondada, com um estilo mais retro da Cartier.

Maquiagem, algo leve, pele bem-feita, sem deixar nenhuma imperfeição, optei por uma base mais mate que brilhante, já que eu poderia transpirar lá e correria o risco de ficar parecendo um frango oleoso. Cílios postiços curtos, só para dar um leve de destaque para os olhos, máscara de cílios caprichada, boca bem desenhada, porém batom discreto, para não me sentir tão apagadinha optei para um acabamento com o batom gliter da Dior.

Perfume, algo mais descontraído, então resolvi por Omnia Pink Sapphire da Bvlgari, olhei o resultado no espelho e gostei, para terminar peguei uma bolsa transversal de formato redondo da Olympia Le-Tan modelo Caviar, entendi que estava ótimo, e bem em cima da hora, desci as escadas de casa apressada, afinal o táxi tinha acabado de chegar. Entrei no táxi e falei para onde eu iria, Lotte World.

Assim que eu cheguei no local me senti dentro de um tipo de cassino infantil, tinha um pouco de fila para comprar os ingressos para entrar no parque, enquanto eu me aproximava meus olhos procuravam pelo Jimin, será que por um milagre eu tinha chego antes?

Ponto de vista do Jimin.

 - Ye Jin obedeça seu irmão, se ele nos contar que você se comportou mal, não poderá sair assim novamente e ficará de castigo. – Meu pai passava instruções no carro.

- Eu sei papai. – Ye Jin fazia careta, o que era divertido.

- Jimin pelo amor de Deus, não perca sua irmã de vista. – Meu pai me olhava preocupado.

- Pode deixar pai. – Falo calmamente para tranquiliza-lo.

- Ye Jin não fale com estranhos, se você se perder do seu irmão procure um guarda do parque, que nem eu te mostrei a última vez que viemos, lembra?

- Lembro papai.

- Não se preocupe pai, vai dar tudo certo.

- Certo eu confio em vocês dois. – Meu pai para o carro na frente e nos encara. – Divirtam-se e quando quiserem ir embora é só ligar que eu venho busca-los.

- Ok. – Saio do carro.

- Tchau papai. – Ye Jin sai do carro e acena para o meu pai dentro do carro.

- Certo Ye Jin, eu confio em você, não vai estragar tudo. – Olho para ela.

- Não vou. – Ela sorri de forma meiga para mim.

Estendi a mão para ela e ela segurou, entramos no shopping Lotte, e fomos em direção ao Lotte World. Seria mentira dizer que eu não estava nem um pouquinho nervoso com tudo aquilo, era estranho pensar que seria só eu e a S/N, a gente se via todos os dias na escola, mas raras foram as vezes que estávamos sozinhos. Eu nem sabia explicar certinho mais eu estava nervoso.

- Nossa. – Ye Jin para de andar e eu olho para ela sem entender. – É ela?

- Oi? Quem?

Minha irmã aponta discretamente para uma direção e eu olho para ver quem ela estava mostrando. Eis que meus olhos encontram a garota que minha irmã estava se referindo, linda, usava shorts branco e uma camisetinha, a S/N era realmente uma criatura interessante, de tênis ou de salto ela ficava incrivelmente linda.

- É ela irmão? – Minha irmã me olha com expectativa.

- É sim Ye Jin. – Sorrio para ela.

- Ela é linda. – Minha irmã fala maravilhada. Nesse momento a S/N nos avista e se aproxima sorridente.

- Achei vocês.

- E aí S/N. – Cumprimento ela um pouco desconfortável e minha irmã me encara, eu ignoro e disfarço. – Essa aqui é a minha irmã, vai se apresente.

- Meu nome é ... – Ye Jin do nada fica tímida, nem parecia aquela criatura tagarela de mais cedo. – Park Ye Jin. – Ela fala em voz baixa.

- Muito prazer Ye Jin eu sou S/N. – Ela sorri gentil para a minha irmã que sorri de volta.

- Certo, eu vou comprar nossas entradas, me esperem aqui. – Eu falo sorrindo e me afasto para ir até a bilheteria.

Enquanto eu estava na fila eu olhei para ver como estavam as duas, e para minha surpresa, as duas já estavam conversando normalmente, a S/N estava abaixada para ficar da altura da minha irmã, em algum momento elas tiraram uma selfie, e antes mesmo de entrarmos no parque eu já entendi que eu tinha sobrado ali.

Assim que entramos no parque a Ye Jin quis comprar uma tiara divertida, as duas colocaram vários modelos, a S/N colocou uma em mim, e eu me senti levemente ridículo, mas elas riram, a S/N colocou uma de lacinho e a minha irmã escolheu uma de orelhas de esquilo, e eu fui obrigado a usar uma de orelhas de coelho.

- Vamos em qual brinquedo primeiro? – Pergunto olhando o mapa do parque.

- Eu quero ir no barco, não nesse em 3-D, não acho que nesse aqui. – Minha irmã parecia ter voltado para a animação de hoje cedo.

- Então vamos nesse aqui primeiro. – S/N mostra um brinquedo no mapa que ficava do lado de dentro do parque.

- Então vamos lá. – Falo fechando o mapa.

E assim começou nosso dia no parque, a S/N parecia se divertir da mesma forma que a minha irmã, quem diria que a garota que desfila de salto alto pela escola escondia uma personalidade brincalhona dessas. Eu realmente não esperava. A energia das duas parecia não ter fim.

- Vamos irmão. – Ye Jin insistia fazendo charme.

- É vamos Jimin. – S/N resolve fazer charme igual o que a deixava muito fofa.

- Pode esquecer, eu não vou nisso aí não, é muito alto. – Falo olhando para o elevador do lado de fora do parque. – A S/N vai com você Ye Jin.

- Irmão você é um medroso. – Ye Jin faz bico.

- Eu não gosto muito de altura não, isso nem é novidade. – Dou de ombros.

- Vem Ye Jin, deixa ele aí. – S/N segura a mão da minha irmã e mostra a língua para mim.

- Bobão. – Ye Jin imita e mostra a língua também.

Dou risada e balanço a cabeça em negação, ver aquelas duas se dando bem era muito divertido. Eu olhava elas de longe e sentia um sentimento que eu não conseguia dar nome, mas era muito bom. Depois que elas saíram do brinquedo a S/N estava levemente atordoada, o que me fez rir, já a minha irmã estava tranquila e pronta para outra.

- Qual vamos agora? – Ye Jin nos olha animada.

- Que tal você escolher um que você pode ir sozinha? – Sugiro rindo discretamente.

- É uma boa ideia. – S/N tentava recuperar o folego.

- Hum. – Minha irmã olhava o mapa. – Esse aqui.

- Perfeito, vamos nesse.

- Legal. – Ye Jin sai andando na nossa frente, mas sem se afastar muito.

- Você está bem? – Olho para a S/N.

- Era mais alto e desci mais rápido do que eu imaginava – Ela fala se recuperando.

- Não vai na onda da minha irmã não, nunca vi criatura mais destemida que ela.

- Eu gosto dela. – A S/N sorri para mim de forma gentil.

- S/N vamos tirar uma foto aqui. – Ye Jin chama a S/N que sem pensar duas vezes vai até ela. – Tira para gente irmão.

- Ok. – Eu paro na frente delas e enquadro a imagem delas para tirara foto, nesse momento eu vejo como as duas ficavam lindas juntas, e como a S/N tinha um sorriso bonito.

- Tira logo Jimin eu não vou sorrir assim para sempre. – S/N resmunga sorrindo.

- Ok, ok. – Eu tiro a foto. – Prontinho.

Quando minha irmã entrou no brinquedo eu e a S/N ficamos olhando ela do lado de fora. Ela acenava para a S/N e a S/N acenava para ela animada, eu olhava discretamente para ela. Lembrei de todas as outras lembranças que eu tinha da S/N, ela era mesmo uma garota incrível.

- Com licença. – Fomos abordados por um funcionário do parque.

- Oi? – Olho para ele sem entender.

- Eu poderia tirar uma foto de vocês? – Ele mostra câmera. – No final do dia temos uma grande apresentação, e nelas exibimos fotos das pessoas que passaram pelo parque durante o dia.

- Ah por mim... – Olho para a S/N para ver se ela concordava.

- Tudo bem. – Ela sorri.

- Ótimo. – Eu me aproximo da S/N e fazemos pose para a foto. – Ficou muito bom, é a primeira vez de vocês no parque?

- Sim. – Falamos juntos.

- Que legal, se não fosse abusar eu poderia pedir para tirar uma foto de vocês na frente do castelo?

- Agora? – Olho para o brinquedo que a minha irmã estava.

- É que estamos esperando a irmãzinha dele sair do brinquedo.

- Sem problemas, podemos esperar, depois podemos fazer fotos dela também. – O funcionário é muito simpático.

- Tudo bem então.

Assim que a Ye Ji sai do brinquedo nós vamos juntos para frente do castelo do parque, era um castelo muito bonito, e ali tinham muitos casais tirando fotos juntos, o que me fez ficar levemente desconfortável.

- Aqui está perfeito, podem ficar juntos aí? – Ele mostra perto de uma ponta.

- Aqui?! – Pergunto um pouco perdido.

- Sim isso. – Eu fico próximo da S/N novamente para a foto, mas o fotografo não tira a foto e nos encara. – Seria possível uma pose um pouco mais... romântica?

- Oi? – Olho para ele sem graça.

- Existe uma tradição no nosso parque que quando o casal vem junto pela primeira vez, significa que eles vão permanecer juntos. E a foto na frente do castelo é a mais tradicional entre os casais, vocês ficam muito bonito juntos, por isso eu pedi a foto, ficaria muito bonita. – Ele explica de forma simpática.

- Ain que lindo. – Ye Jin que estava ao lado dele fica maravilhada.

- Então tá né. – S/N sorri um pouco sem graça.

- Ok, mais romântica né? – Falo um pouco nervoso.

- Sim, pode colocar os braços na cintura dela. – O fotografo sugere.

- Tá. – Eu engulo seco e viro para ela e coloco minhas mãos na cintura da S/N e olho para ela.

- Você tem que relaxar, somos um casal lembra?! – Ela fala em voz baixa para apenas eu escutar.

- Eu sou um namorado tímido. – Falo baixo.

- Isso, agora olhem um para o outro. – O fotografo e minha irmã eram os únicos realmente animados.

Nesse momento a S/N olha para mim de forma gentil e doce e sorri, e por um momento era como se tudo em volta sumisse, o barulho das pessoas pelo parque, a música ambiente também, eu não ouvia nada, só conseguia manter o foco no sorriso da S/N e no seu olhar meigo. Naquele momento eu entendi o que estava acontecendo, eu estava me apaixonando pela S/N, isso seria possível?


Notas Finais


É aconteceu...o Jimin se apaixonou.
A questão é....
Será que não é uma admiração passageira?
Ele esqueceu a Jisoo?
E o melhor será que a S/N seria capaz de se interessar por ele de forma romântica?
Ao que parece até agora a S/N tratou ela como um amigo, assim como ela trataria o Kook ou o Baekhyun.



Ainda hoje vou postar mais um capítulo.
<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...