História Destino, Coreia! - Bangtan Boys (BTS) - Capítulo 260


Escrita por:

Visualizações 509
Palavras 2.102
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa madrugada UHuhaUHAUhauHUAH
Boa leitura. <3

Capítulo 260 - Apenas nós cinco.


Fanfic / Fanfiction Destino, Coreia! - Bangtan Boys (BTS) - Capítulo 260 - Apenas nós cinco.

Ponto de vista da S/N.

Depois que a Ye Ji escolheu o balão dela ficamos saímos de dentro do shopping Lotte e fomos esperar o pai deles na calçada. Eu falei para ela que estava cansada e isso não era inteiramente mentira, eu estava sim um pouco cansada. Acompanhar uma criança o dia todo é para poucos.

- Olho é o carro do papai. – Ye Ji aponta para um carro que se aproximava na rua.

- É verdade. – Jimin confirma e eu vejo o carro parando na nossa frente.

- Oi crianças. – Um senhor, que eu imagino se o pai dele, abaixa o vidro e nos cumprimenta.

- Papai. – Ye Ji vai animada e já abre a porta de trás e entra no carro.

- Vamos. – Jimin fala me olhando.

- Mas a gente não vai para a minha casa? – Olho para ele confusa.

- Meu pai da uma carona para a gente. – Ele fala tranquilamente.

- Tem certeza? – Pergunto receosa. – Sei lá, não vai incomodar?

- Pai pode dar uma carona para a gente até a casa da S/N? – Jimin pergunta.

- Claro, entrem. – O senhor confirma sorrindo.

- Ok. – Eu sorrio e entro pela mesma porta que a Ye Ji entrou e o Jimin vai na frente ao lado do pai. – Muito prazer senhor Park. – Cumprimento formalmente.

- O prazer é meu S/N. – Ele fala de forma simpática enquanto dirigia. – Vocês se divertiram?

- Muito papai. – Ye Ji responde animada.

- Você se comportou Ye Ji? – O pai pergunto desconfiado.

- Se comportou sim. – Jimin fala e olha de canto para a irmã. – Tudo certinho.

- Fico feliz em saber disso. – O pai deles fala orgulhoso. – Então onde você mora S/N.

- Ah eu moro no bairro _________.

- É vizinha do Kook pai. – Jimin fala.

- Ah, então eu sei onde fica. – Ele sorri enquanto dirigia.

No carro a Ye Ji contou para o pai um resumo de tudo que a gente fez, ela até falou da foto, o que rendeu olhares discretos do pai para o Jimin, lembrei que o Jimin comentou que os pais já sabiam nós éramos apenas amigos. Percebi que o Jimin tinha bastante do pai dele, não apenas fisicamente, mas uma questão de personalidade, o pai deles era muito gentil e simpático.

- Prontinho. – O pai deles fala assim que para na frente de casa.

- Obrigada pela carona senhor Park.

- Imagina S/N, vamos combinar de você ir jantar conosco qualquer dia desses. – Ele fala de forma simpática.

- Claro eu vou adorar. – Sorrio.

- Pai eu vou ficar depois eu pego um táxi para voltar. – Jimin fala abrindo a porta do carro.

- Isso não é justo eu também quero ficar. – Ye Ji fala levemente irritada.

- Agora não é programa para você Ye Ji. – O pai deles fala firme.

- Vocês vão namorar é?! – Ye Ji nos olha desconfiada.

- Ye Ji! – Jimin repreende a irmã.

- S/N deixa eu conhecer seu quarto? – Ye Ji insiste. – O Jimin falou que ele é inteiro rosa, eu queria ver.

- Ye Ji não seja intrometida. – Jimin revira os olhos.

- O meu quarto? – Falo receosa.

- Não se preocupe S/N. – O pai deles fala sorrindo. – Ye Ji isso são modos?

- Não é isso. – Falo sorrindo sem graça. – É que meu quarto não é um local muito organizado.

- Não é mesmo. – Jimin enfatiza.

- Ei. – Dou uma leve cotovelada nele.

- É verdade. – Jimin me olha surpreso.

- Por favor. – Ye Ji junta as mãos como se estivesse implorando.

- Ok vai. – Não resisto a aquela cena.

- Não precisa S/N. – O pai deles fala tentando resolver aquela situação.

- Tudo bem, mas já vou avisando meu quarto não é muito bonito de se ver. – Sorrio um pouco tímida.

- Eba! – Ye Ji sai do carro com rapidez e uma animação incomum.

- Não demore Ye Ji. – O pai deles fala do carro.

- Não quer entrar senhor Park?

- Não, não vou esperar aqui, muito obrigado S/N.

- Tudo bem, vamos. – Estendo a mão para a Ye Ji que seguro rapidamente e caminhamos para dentro da minha casa, pego a chave na minha bolsa e abro a porta. – Chegamos.

- Oi querida. – Minha vó vem até a sala e se surpreende ao ver Ye Ji. – E quem é essa mocinha.

- Oi senhora Park. – Jimin cumprimenta minha vó. – Essa é a minha irmã, fala oi Ye Ji.

- Oi. – Ela fala tímida.

- Ye Ji essa é minha vó. – Apresento elas.

- Oi Ye Ji, como você é linda. – Minha vó tinha jeito com criança.

- Agradece Ye Ji. – Jimin cutuca levemente a irmã.

- Obrigada. – Ela sorri tímida.

- Vamos Ye Ji, meu quarto é lá em cima. – Subo as escadas e ela vem ao meu lado. Paramos na frente da minha porta e eu abro. – Olha ele nunca foi muito organizado.

- Nossa. – Ela entra lentamente no quarto e arregala os olhos. – Eu nunca vi tanta coisa junto.

- Ei aí Jimin, cadê a baixinha? – Escuto a voz do meu irmão no corredor.

- E aí. – Jimin cumprimenta meu irmão. – Ta aí dentro. – Ele mostra o quarto.

- Baixinha vai quer o sabor de... – Jin entra no quarto e rapidamente olha para baixo e vê a Ye Ji essa que virou para olhar para ele e ficou encarando ele. – Quem é ela? – Ele me olha confuso.

- É a irmã do Jimin, a Ye Ji. – Falo naturalmente.

- Nossa Jimin, como é que você foi ter uma irmã tão bonitinha? – Jin olha para o Jimin rindo.

- Como assim? – Jimin pergunta confuso.

- Ué, só ela ganhou beleza na sua família? Por que você é horrivel. – Jin tira sarro.

- Vai se ferrar Jin. – Jimino resmunga.

- Ye Ji? – Olho para ela, e vejo que ela olhava para o Jin e nem piscava.

- S/N. – Ela puxa minha mão com delicadeza e fala em voz baixa. – Quem é ele?

- Ele é o meu irmão mais velho, o Jin. – Sorrio para ela.

- E aí pequena, muito prazer. – Jin sorri para ela. – Sabia que você é muito linda?!

- Obrigada. – Ela sorri tímida. – Você quer ser meu namorado?

- Ai meu Deus. – Jimin balança a cabeça em negação.

- O que eu perdi? – Kook aparece ela escada.

- Eu acabei de ser pedido em namoro Kook, saca só. – Jin fala de forma metida.

- Oi? – Escuto a voz da Jennie no corredor.

- Quem foi a louca que te pediu em namoro? – Kook pergunta.

- Boa pergunta. – Escuto a voz da Jennie.

- Foi a minha irmã, que não tem a menor noção de nada. – Jimin balança a cabeça.

- Perdeu Jennie, agora eu sou namorado a Ye Ji. – Jin sorri para Ye Ji que abre um sorriso animado.

- Oras, eu conheço a Ye Ji a mais tempo e ela nunca quis namorar comigo. – Kook fala de forma frustrada.

- Ela tem bom gosto Kook. – Jin fala convencido.

- Eu tenho minhas dúvidas. – Comento rindo de toda aquela cena.

- Poxa, mas assim não é justo, como eu vou competir com ela. – Jennie para na porta do meu quarto e vê a Ye Ji. – Ela é muito fofa.

- Ye Ji, esquece o Jin, eu namoro com você. – Kook aponta para si mesmo.

- Eu não quero namorar você, você é feio. – Ye Ji mostra a língua para ele.

- Podia ter dormido sem essa Kook. – Jennie fala rindo.

- Gostei, essa é das minhas. – Jin gargalhava.

- Vamos Ye Ji, você já causou bastante por aqui. – Jimin estende a mão para ela

- Tchau Ye Ji, eu me diverti muito hoje. – Abaixo e dou um abraço apertado nela.

- Volte mais vezes Ye Ji. – Jin pisca para ela.

Ela sorri a dá tchau para todos, segura na mão do Jimin e os dois descem as escadas. Ye Ji era mesmo uma garotinha fofa, assim como irmão dela, se a mãe deles fosse gentil assim como o marido e os filhos, talvez essa fosse a família mais fofa que eu já conheci.

- Que figura de garota. – Jin comenta.

- Né, bonitinha e corajosa. – Jennie enfatiza.

- Cuidado Jennie, essa garota é persistente, vai acabar perdendo o namorado. – Kook comenta rindo.

- Ele que não é louco de me perder. – Jennie fala convencida e encara o Jin.

- Não mesmo. – Jin passa os braços pela cintura dela e sorri.

- Nossa que melação eu não mereço. – Kook faz careta.

- Nem eu.  – Enfatizo. – Falando em melação, cadê o Yoongi?

- Não vem, falou que se sente desconfortável com tudo. – Kook explica naturalmente.

- Bom vou pedir as pizzas, depois precisamos conversar. – Jin comenta e me encara.

- Ok, vou tomar banho enquanto isso.

Eu falo e entro no meu quarto e tranco a porta, sento na cama e me estico, eu realmente não sabia o que me incomodava mais, andar o dia todo de salto alto, ou ficar o dia todo com meia e tênis abafando os pés, só sei que agora colocar os pés descalços no chão foi uma sensação maravilhosa.

Depois que eu saio do banho coloco uma roupa confortável, mas não muito simples, afinal tínhamos mais gente em casa, escolho um shorts jeans e uma camiseta larga e cumprida, calço meus chinelos e saio do meu quarto em direção ao quarto do Jin, assim que eu entro no mesmo, escuto que ele comentava com o Kook e o Jimin sobre o caso do Namjoon querer provar que foi o Sehun o responsável pelo apagão.

- Acha mesmo que ele vai conseguir pegar esse documento? – Kook pergunta.

- Acho que não dá para arriscar. – Comento sentando ao lado do Jimin na cama do Jin.

- Também acho, se o Namjoon colocar as mãos nisso já era. – Jin comenta.

- E o que a gente faz? – Kook pergunta e nos encara. – Não me diga que vocês pretendem....

- É.... – Respondo sorrindo desanimada.

- A gente não vai se formar esse ano. – Jimin comenta balançando a cabeça.

- Gente eu não estou entendendo. – Jennie parecia perdida.

- Então...- Jin parece desconfortável.

- Conta logo, ela vai acabar descobrindo mesmo. – Dou de ombros.

- Contar o que? – Ela pergunta confusa.

- Que você se meteu na maior enrascada de todas ao aceitar namorar esse aí. – Kook encara o Jin.

- Vai se ferrar Kook. – Jin resmunga.

- Por que? – Jennie sorri confusa.

- Nós fomos os responsáveis pelo apagão e também pela bomba do começo do ano. – Comento.

- Oi? – Ela nos olha surpresa.

- Sim, esses dois. – Kook aponta para mim e para o Jin. – São dois espiões ninjas mirins em treinamento, você não tem ideia do que esses dois são capazes de fazer.

- É verdade. – Jimin confirma.

- Qual é?! – Encaro o Jimin inconformada.

- Mas é oras. – Ele dá de ombros.

- Não é nada disso, vocês vão assustar a Jennie assim. – Jin fala desanimado.

- Ainda dá para desistir desse namoro Jennie, confia em mim. – Kook ri discretamente.

- Um momento eu quero entender o que é que está acontecendo. – Jennie nos encara curiosa e confusa.

No resto da noite, entre pedaços de pizzas e partidas de vídeo game nós explicamos de forma resumida o que nós já tínhamos feito na escola, claro que não explicamos o motivo pelo qual o Jin queria invadir a sala dos professores no começo do ano, já que para isso seria necessário falar que ele era interessado na Rose e nós quatro entendemos que isso não era apropriado.

Surpreendentemente a Jennie até que reagiu bem a todas essas informações, em alguns momentos até achou divertido, como quando o Jimin explicou que ele entrou em pânico na hora de causar o curto-circuito e a solução que ele o Kook arranjaram de última hora, realmente ela era o tipo de namorada ideal para o Jin.

Depois de darmos todas as explicações ela entendeu que não podíamos ficar sem fazer nada, concordamos que tínhamos que pegar o documento antes do Namjoon, só ainda não sabíamos como íamos fazer isso, ficamos de pensar e discutir isso na escola amanhã no intervalo. Outra coisa que decidimos era que não iriamos envolver os outros nisso, da última vez o Yoongi quase colocou tudo a perder por causa da minha situação com ele, era melhor não ter um triangulo amoroso no meio disso tudo, e eu optei por não envolver o Sehun, não estávamos bem e ele tinha uma mania muito chata de tentar me controlar, logo isso realmente não ajudava nessas horas. Seja lá o que iriamos fazer, seria apenas nós cinco dessa vez.


Notas Finais


Ache uma criança mais fofa que essa irmãzinha do Jimin e fracasse miseravelmente, essa garota é muito fofa.
Agora que o programa do Jimin e da S/N chegou ao fim, as coisas mudaram.
A Jennie reagiu bem ao saber sobre as aprontações dos novos amigos, mas ela ainda não sabe, exatamente, de tudo já que eles não contaram a parte que envolvia a Rose.
Parece que os irmãos Kim tem um novo plano pela frente, e dessa vez seriam apenas os cinco.
Será que eles fizeram certo em excluir os outros desse plano?
Estão sentindo esse clima chegando na fic????


Gente, as vezes acontece da autora (eu no caso) trocar o dia pela noite, isso se deve a um pouco (bastante) de insonia. Então como eu não postei outro para vocês ontem, eu resolvi postar de madrugada, assim quando vocês acordarem já terão capítulo novo para lerem. =D
Bom agora vou tentar dormir, durante o dia eu volto com mais um capítulo ou dois quem sabe =x, não liguem é o sono falando UHUHAUHHUHAUhauhUAHuah

<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...