História Destino, Coreia! - Bangtan Boys (BTS) - Capítulo 86


Escrita por:

Visualizações 1.053
Palavras 3.222
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É isso ai gente, chegou o capítulo.
Lembrando que hoje será apenas esse.

Preparadas??

Vamos lá.

<3

Capítulo 86 - Aconteça o que acontecer, não entre em pânico. Parte 1.


Fanfic / Fanfiction Destino, Coreia! - Bangtan Boys (BTS) - Capítulo 86 - Aconteça o que acontecer, não entre em pânico. Parte 1.

Ponto de vista da S/N.

Abri os olhos com o despertador do meu celular, peguei ele e olhei para o mesmo com dificuldade, já estava mesmo na hora de levantar, enrolei mais uns minutinhos na cama, pensando como seria hoje na escola, antes que eu começasse a pensar muito levantei, para me arrumar.

- Vamos baixinha. – Jin batia na minha porta.

- Já vou. – Respondo do meu quarto, eu estava terminando de me arrumar.

- Vamos logo. – Ele insiste.

- Pronto. – Abro a porta e o encaro. – Vamos.

- Pegou tudo? – Ele pergunta enquanto descíamos as escadas.

- Peguei, e você? – Ele me mostra a mochila. – Ótimo. – Saímos de casa e encontramos com os dois irmãos na rua nos esperando. – E aí, dormiram bem? – Pergunto sorrindo.

- Por que a pergunta? – Yoongi parecia ainda estar de mal humor comigo, eu apenas sorri e ignorei.

- Eu não dormi mais ou menos. – Kook responde e ri. Caminhos até a escola e conversamos sobre alguns detalhes, chegamos no portão da escola e paramos para esperar o Jimin. – Acho que estou nervoso.

- Relaxa você se acostuma, seu irmão não te contou? – Jin fala rindo.

- Contou o que? – Kook pergunta curioso.

- Seu irmão quando foi fazer esse tipo de coisa pela primeira vez, e tudo mais, o mesmo quase desmaiou de nervosismo.

- Vai se ferrar Jin. – Yoongi resmunga, mas já era tarde estávamos todos rindo.

- Mas é. – Jin se controlava para parar de rir. – Você se acostuma.

- Pior é justamente isso. – Kook fala parando de rir. – É saber que muito provavelmente, essa não será a última vez que vamos fazer algo assim, tem vocês como amigos é algo que temos que vamos nos acostumar mesmo.

- Arrependido de sermos amigos? – Pergunto sorrindo.

- Nem um pouco. – Ele sorri animado.

- Ei S/N. – Escuto a voz do Kai. – Sobe com a gente?

- Subo. – Aceno para o mesmo. – Gente vou indo nessa. – Me afasto dos meus amigos e me aproximo do Kai e dos amigos dele. – Bom dia.

- Bom dia S/N. – Chany sorri gentilmente.

- Vamos ter essa oportunidade todos os dias agora? – Sehun pergunta enquanto andávamos.

- Que oportunidade? – Pergunto.

- De ter sua companhia para ir para a sala. – O mesmo sorri de forma charmosa.

- Talvez. – Sorrio e olho de canto para o Kai que pisca para mim.

Conversamos coisas aleatórias até chegar no nosso andar, nos despedimos do Sehun e do Chany e fomos para a nossa sala, hoje eu tinha que conversar com a Jisoo, então realmente entrei na sala. O Kai falou que iria aproveitar para ir dar um oi para uma garota interessante, Kai fazendo Kaizisses pelo jeito.

Chegando na sala conversei com a Jisoo, a mesma parecia estar segura sobre o plano, quando os meninos chegaram na sala eu era visível que o Jimin estava nervoso, Jisoo tentou acalma-lo, acabamos rindo da situação.

A aula começou, mas um dia de aula perdido totalmente, os sinais sutis de ansiedade eram visíveis em nós quatro, quando meu celular vibrou a Jisoo quase de um pulo da cadeira, abri e era mensagem do Jin.

Ponto de vista do Hoseok.

Eu não aguentava mais a escola, eu não aguentava mais a Rose, eu não aguentava mais ninguém, o professor Lay era incrivelmente irritante, eu realmente queria fugir.

- Professor posso ir ao banheiro? – Jin pergunta.

- Claro. – O professor permite e o mesmo saí.

- Ei Namjoon. – Me viro e falo em voz baixa.

- Que foi? – Ele responde no mesmo tom de voz baixa.

- Vamos sair mais cedo hoje? Quando tocar o sinal do intervalo a gente saí. – Sugiro.

- É uma boa, eu topo.

Ele concorda, era bom saber que ele iria me acompanhar, eu sabia que minha amizade com o Namjoon não tinha sido espontânea, a mesma foi cuidadosamente planejada, porém, depois de anos sendo amigo dele, eu já via ele como meu parceiro. Ainda bem que depois que essa aula acabasse eu iria sair da escola. Passei o restante da aula pensando onde deveríamos ir para matar o tempo, eu realmente estava afim de uma bebida e umas mulheres.

Ponto de vista da S/N.

Assim que o sinal do intervalo tocou todos se entre olharam, o Jimin estava mais branco do que o costume, estava começando a ficar preocupada, parecia mesmo que ele não tinha nascido para fazer essas coisas, ainda bem que a Jisoo já estava ficando mais calma, e eles iriam fazer tudo junto, logo ela iria tranquiliza-lo.

- Vamos? – Olho para todos que já estavam de pé.

- Vamos. – Kook respira fundo.

- Toma Jimin. – Entre uma mochila não muito grande para ele. – Está aqui dentro, não é difícil e nem precisa de tanta força, não se preocupe.

- Ok. – O mesmo pega a mochila e eu pude ver que o mesmo estava tremendo.

- Vamos amor, vai dar tudo certo. – Jisoo abraça ele, e saí da sala.

- É hora do show. – Sorrio para o Kook que me olha um pouco ansioso, pego o que eu precisava e coloco no bolso do meu casaco. – Vamos.

- Certo, vou encontrar com o Yoongi na sala dele.

Assim que saímos da sala vejo todos subindo as escadas e eu desci rapidamente, eu precisava ser rápida e discreta, cheguei no primeiro andar, e entrei no banheiro feminino, só tinha umas alunas que me ignoraram, entrei em uma cabine e me tranquei, agora era esperar.

Ponto de vista do Yoongi.

- Todo mundo já saiu das salas? – Pergunto para o meu irmão que se aproximava.

- Sim, todo mundo já desceu. Vou mandar mensagem para a Jisoo sair do banheiro, você chama do Jimin. – Ele fala confiante.

- Certo. – Vou até o banheiro masculino e bato na cabine que o Jimin estava. – Vamos, está na hora.

O Jimin abre a cabine o mesmo parecia estar suando, ele estava abraçado com a mochila que tinha o alicate, ver aquela cena me preocupou um pouco, o Jimin estava muito nervoso, espero que a Jisoo estivesse mais calma, porque se não, era bem provável dos dois acabarem levando um choque ou até coisa pior.

Saímos do banheiro e já encontramos com a Jisoo, Jimin se juntou a ela e eles foram até o outro corredor eu e o Kook fomos atrás e paramos na entrada do corredor, eu olhava para a escada e o Kook para o outro lado.

- Acha que vai dar certo? – Ele me pergunta.

- Espero que sim. – Eu estava irritado com tudo, mas tentava me controlar.

- Por que está de mal humor? – Ele pergunta.

- Tenho meus motivos. – Resmungo.

- Eu sei o motivo, é por causa da S/N, não é? – Conversávamos em voz baixa e de costas um para o outro.

- É. – Respondo irritado.

- Cara, saí dessa, na boa, eu conversei com a S/N ontem, tipo ela me falou que se não rolou nada entre vocês até agora é porque não era para ser. – Ele fala tranquilamente.

- O que quer dizer? – Me viro e olho para ele. – Como assim não aconteceu nada?

- Ué, tipo vocês estavam nessa de mãos dadas e tudo mais já tem quase um mês, e você nunca pensou em beija-la? – Ele me olha surpreso.

- Não, tipo eu achei que era ela que tinha que tomar a iniciativa, mas a mesma prefere fazer novas amizades e sair para balada. Um momento, ela falou para você que desistiu da gente? – Eu estava confuso.

- Falou quase isso, tipo para ela quem tinha que tomar a iniciativa agora era você, é um jogo cada um faz seu movimento, ela fez o dela você não fez o seu, ela acabou desistindo, mas pensa assim, se não vocês não conseguiram jogar, é porque não era para ser.

- Jogo? – Eu estava confuso e ficando ainda mais irritado, então ela estava desistindo da gente, porque eu não tomei a iniciativa? Na minha cabeça era bem óbvio que ela tinha que tomar a iniciativa, pensar que tudo que estava acontecendo de errado era culpa de um mal-entendido me irritou muito, se era atitude que ela queria, ela iria ter. – Fica você de vigia.

- Onde você vai?

- Eu vou mostrar para a S/N que posso ter iniciativa. – Falo e vou em direção as escadas.

Ponto de vista do Kook.

- Fudeu. – Antes mesmo que eu pudesse impedi-lo vi o meu irmão descendo as escadas, ele estava dominado por uma mistura de irritação, frustração, e atitude, essa mistura não ia dar certo, e o mesmo iria atrás da S/N, isso ia dar muito ruim. Me viro e vou até o quartinho onde estavam a Jisoo e o Jimin, abro a porta e quase mato os dois do coração.

- Meu deus. – Jisoo coloca a mão no peito. – Vai matar a gente assim, o que aconteceu?

- O meu irmão, foi atrás da S/N. – Falo nervoso.

- Por que? – Jimin me olhava confuso.

- Ele falou que vai ter atitude agora. – Explico.

- Mais que merda. – Jisoo fica irritada. – Ele não teve atitude até agora, e resolveu ter atitude justo agora?! Meu deus, é muita burrice. – Jisoo se afasta do Jimin e vem na minha direção na porta. – Kook fica de olho, amor confio em você para dar o curto-circuito, eu vou atrás do Yoongi, se o mesmo abordar a S/N agora, nosso plano já era.

- Mas ... – Jimin não consegue argumentar com a Jisoo porque a mesma saiu praticamente correndo até as escadas. – O que eu faço agora? – Jimin me olha apavorado.

- Não sei, foi você que aprendeu com aquele brinquedo louco lá, faz isso aí antes que venha alguém. – Entro no quarto e fico com a porta um pouco aberta para ver se vinha alguém.

- Meu deus Kook. – Jimin estava entrando em pânico.

Ponto de vista do Jin.

- Professor de educação física. – Eu me apresso para abordar o professor ainda no ginásio.

- Oi Jin, posso ajudá-lo?

- Sabe professor, eu não tive oportunidade ainda de me desculpar pelo que aconteceu na praia, eu não queria machucá-lo. – Falo de forma que parecesse arrependido.

- Tudo bem, águas passadas. – O professor de ed. física não tinha um bom humor, a menos que o assunto fosse esporte.

- Professor, sabe o que eu queria falar com o senhor, foi uma ideia que eu tive, o que o senhor acharia de organizar um campeonato de basquete na escola? – Olho para ele animado.

- Campeonato de basquete?

Pronto, eu tinha toda a atenção do professor de ed. física para mim. Eu tinha que explicar da forma mais detalhada possível, e enrolar com ele aqui até ficarmos sabendo do apagão, ele era meu álibi perfeito. Outra coisa que eu tinha deixado pronto, foi uma distração para o professor Lay, o mesmo poderia ser um problema, dessa vez o plano ia correr sem falhas, e eu confiava na minha irmã para a função dela.

Ponto de vista do Sehun.

- Cadê sua amiga Kai? – Chany pergunta assim que o Kai chega.

- Cara nem sei, ela saiu com os amigos, S/N é uma garota muito requisitada. – Kai dá de ombros.

- Entendo. – Chany parecia pensativo. – Sehun você notou que o Namjoon e o Hoseok saíram hoje da sala de aula com seus materiais?

- Não. – Olhei surpreso para o Chany. – Verdade?

- Sim, acho que ambos vão matar aula, seria legal avisar o professor Lay não acha? – Chany sugere rindo.

- Realmente. – Sorrio.

O intervalo passou, e conversamos sobre outras coisas, iriamos dedurar os dois assim que chegássemos na sala de aula, era infantil da nossa parte, mas incomodar esses dois era muito mais divertido.

Ponto de vista do Namjoon.

- Cara se vamos para onde você quer ir eu não vou de moto, vai você na frente que eu vou deixar a moto em casa. – Eu falava enquanto ele bebia água.

- Certo então, vou sair antes te vejo lá.

Vejo o Hoseok saindo da escola, vou até minha moto até que lembro que tinha deixado a chave da mesma no bolso da minha blusa, e que a blusa estava dentro do meu armário na sala. Com muito desanimo começo a subir as escadas até a minha sala para ir buscar a chave.

Ponto de vista do professor Lay.

- Professor Lay. – O zelador vem até a sala dos professores e me chama.

- Oi. – Olho para ele surpreso.

- O alarme do seu carro disparou, acho que alguma criança passou muito perto dele. – Ele explica de forma tímida.

- Tudo bem, eu vou lá desligar.

Pego a chave do meu carro na gaveta da minha mesa, depois que pego a chave, fecho a gaveta e passo chave na mesma, coloco a chave no meu bolso e desço até o estacionamento junto com o zelador para silenciar o alarme do meu carro.

Ponto de vista da Jisoo.

Eu descia as escadas apressada, eu não sabia exatamente onde a S/N ia se esconder até a luz apagar, porém, não importava onde fosse, o plano era ela sozinha, se o Yoongi resolvesse ter uma atitude logo agora, isso só ia atrapalhar tudo, era incrível como alguém pode ser tão burro, ele só escolheu o pior momento para tomar atitude. Devia ser a adrenalina do que estávamos fazendo, deve ter afetado ele de alguma forma. Eu corria os corredores da escola atrás dele, mas não o encontrava. Meu deus onde o Yoongi está? Eu preciso impedi-lo antes que o mesmo estrague tudo.

Ponto de vista do Jimin.

Eu olhava para aquele painel e podia imaginar nele o cronometro de uma bomba, eu sabia que tinha que fazer logo, porém, eu não sabia lidar com toda aquela pressão, tudo que eu tinha aprendido no sábado eu tinha esquecido, eu ia vomitar.

- Vai logo. – Kook falava e olhava para o celular. – Daqui a pouco o intervalo acaba.

- Eu...- Eu tinha dificuldade para falar, começo a gaguejar. – Eu...eu não consigo.

- COMO ASSIM? – Kook me encara com os olhos arregalados.

- Eu não lembro nada, deu branco, sumiu, a adrenalina queimou tudo que tinha no meu cérebro, eu vou vomitar, não eu chorar, melhor eu vou desmaiar.

- Não. – Kook se aproxima de mim nervoso. – Não é hora para passar mal, você não lembra de nada, tem que cortar algum fio? Juntar dois fios?

- Eu não lembro, tem que juntar dois fios, mas se eu juntar o errado eu posso levar um choque muito forte, estou com medo. – Eu podia sentir o suor escorrendo pela minha testa.

- Tá, me fala qual fio é eu faço. – Kook se aproximou do painel.

- Eu...eu não lembro. – Eu estava tremendo. – Não vou conseguir.

- Um momento, lembra do que o Jin falou. – Kook pareceu ter uma ideia.

- O que?

- Se nada desse certo, joga água que resolve. – Ele me olha.

- Mas ele falou para não fazer isso. – Alerto ele.

- Foda-se, ele falou isso porque achou que íamos fazer certo. – Kook começa a procurar por algo no quartinho, ele se abaixa pega um tipo de balde. – Eu já volto. – Ele sai correndo pela porta, eu fico perdido, sem saber o que fazer, eu estava dominado por medo, frustração e nervosismo. – Saí de perto. – Kook volta rápido com o balde com um pouco de água, o mesmo joga água na caixa de energia, eu me afasto rápido.

Não demorou nem uns segundos podemos ver umas faíscas, ambos tivemos a mesma sensação, e saímos rápido do quarto, antes de fecharmos a porta escutamos uma explosão, por reflexo nos protegemos, porém, nada aconteceu com a gente, as luzes apagaram no mesmo momento da explosão, olhamos uma última vez dentro do quarto o mesmo estava tomado por fumaça, quando o alarme de incêndio tocou, olhamos um para o outro, sabíamos que tínhamos feito bobagem, fechamos a porta rápido e saímos correndo dali.

Ponto de vista da S/N.

Escuto uma explosão e a luz se apaga, eu podia ouvir o início do tumulto que essas duas coisas estavam causando. Não entendi o motivo da explosão, mas isso não era tão importante, era minha vez. Sai do banheiro e escuto o alarme de incêndio. – Merda. – Falo sozinha em voz baixa, isso ia diminuir muito meu tempo, fiquei na espreita assim que vi que todos os professores saíram da sala eu entrei.

Ponto de vista do professor Lay.

Depois de desligar o alarme do meu carro, acabo conversando coisas aleatórias com o zelador, o mesmo era um senhor muito simpático e divertido, falávamos sobre modelos de carros, e ele insistia que os carros de antigamente eram melhores que os atuais. Eu poderia passar o intervalo todo conversando com ele, mas fomos interrompidos quando escutamos um certo tumulto vindo do prédio da escola, nos aproximamos lentamente até que escutamos o alarme de incêndio.

- De novo isso. – O zelador fala desanimado. – Pelo menos já estamos perto do portão, vamos sair professor.

- Eu vou depois. – O procedimento para quando o alarme de incêndio tocava era de evacuar a escola, a mesma parecia estar no escuro, alguém tinha feito isso, e dessa vez eu vou pegar essa pessoa. Saiu andando a passos largos em direção ao prédio da escola.

Ponto de vista do Namjoon.

Assim que eu chego na minha sala escuto uma explosão, e no mesmo momento tudo fica escuro, acendo o celular para iluminar meu caminho de volta até o pátio, logo em seguido escuto o alarme de incêndio. – O que caralhos anda acontecendo nessa escola ultimamente? – Resmungo sozinho e nesse momento escuto passos rápidos, descendo as escadas, eu não estava sozinho nesse andar, quem estava aqui? Resolvo seguir, desligo a luz do meu celular e me esforço para enxergar alguma coisa no meio da escuridão.

Ponto de vista do Sehun.

O intervalo ia de forma normal e rotineira até escutarmos um barulho de explosão, nada muito alto, porém, esse barulho foi seguido de um apagão na escola, e isso causou um certo tumulto, sempre tinha gente que gritava quando apagava as luzes, era inevitável, porém, logo em seguida escutamos o alarme de incêndio.

- Eita. – Chany comenta surpreso. – O que será que aconteceu?

- Não sei...- Falei com incerteza.

- Vamos, todos estão saindo, toda vez que o alarme de incêndio toca temos que sair da escola. – Kai comenta e ele o Chany começam a caminhar até o portão da escola.

- Eu já encontro vocês. – Me viro em direção ao prédio e vou até o mesmo correndo e desviando das pessoas. Não me parecia coincidência o Namjoon e o Hoseok saírem logo hoje da escola, esses dois já tinham aprontado uma vez, e saíram impunes direcionando a culpa para a S/N, dessa vez eu não ia deixar isso acontecer, eu sabia o que eles queriam, eu ia pegar eles.

Ponto de vista da S/N.

Não demorei muito para identificar a mesa do professor Lay, eu estava com uma mini lanterna, a mesma tinha luz o suficiente apenas para iluminar o que eu precisava, coloquei a lanterna na boca e tirei o que eu precisava do meu bolso, um abridor de cartas e uma lamina fina sem corte, eu abaixei na mesa do professor e comecei a tentar abrir. Eis que paraliso com a chegada de alguém, eu e a pessoa nos encaramos por um momento, meu coração parou, fui pega. Fudeu muito.


Notas Finais


Quem chegou primeiro na S/N?
O que acontece na escola quando a mesma está no total escuro?

Amanhã tem mais.
Amo vocês.
<3

*Autora posta e saí correndo.*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...