1. Spirit Fanfics >
  2. Destino- Meddison >
  3. Nos somos suas filhas

História Destino- Meddison - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 1 - Nos somos suas filhas


Fanfic / Fanfiction Destino- Meddison - Capítulo 1 - Nos somos suas filhas

- Eu preciso de um voluntario.

- Eu tia Ari.

- Tudo bem Caroline.

- Se ela vai eu também vou.

- Meninas sem briga.

-Desculpa mamãe.

- Podem vir as duas. As duas entram dentro da máquina do tempo

- Para onde vocês querem ir?

- Pode escolher tia Ari. Arizona mexe na maquina

- Pronto. Der repente a maquina gira e some no tempo com as meninas dentro, a maquina para e as duas saem de dentro da máquina que aparentemente está no mesmo lugar

- Ue não funcionou. As duas começam a andar pelo hospital

- Meninas cadê os seus pais?

- Ta doida mãe.

- É mãe.

- Eu não sou mãe de vocês, eu não tenho filhos ainda mais da idade de vocês, vocês tem quinze e dezesseis anos eu acho.

- Viu até a nossa idade você sabe para de brincadeira. Meredith olha para as meninas confusa

- Ta digamos que eu sou a mãe de vocês quem é o pai de vocês?

 

 

- Não temos pai temos duas mães nossa outra mãe é Addison Montgomery Grey antes Montgomery ela virou Grey depois que vocês casaram. Meredith rie

- Então quer dizer que eu sou mãe de vocês junto com a Montgomery e eu sou casada com ela ótimo ótima história de dormir, mas não passa disso.

- Carol eu já sei o que aconteceu, nós voltamos no tempo.

- Verdade estávamos testando a máquina do tempo da tia Arizona.

- Quem é Arizona?

- Ela é pediatra aqui junto com a mamãe.

- A mamãe não é pediatra ela é fetal e obstetra.

- Isso.

- Bom, eu tenho mais o que fazer então chega de falar bobagens. Meredith se afasta

- E agora? Se elas ainda não se gostam a tia Lexie e a nossa mãe ainda não se conhecem.

- Elas já se gostam e não sabem, vai atras da mãe que eu vou fazer o primeiro contato com a mamãe.

- Você é a cara dela ela vai levar um susto.

- A nossa mãe nem percebeu que você é a cara dela só a tia Cristina vai perceber, é isso você precisa falar com a tia Cristina.

- Eu vou falar com ela e você fala com a mamãe. As duas irmãs se separam e Caroline se aproxima da sala da radiologia ela conhece muito bem, ela entra

- Menina você não pode ficar aqui. Addison que estava de costas se vira

- Desculpe.

- Addison ela é sua cara.

- Fica quieto Mark.

- Qual seu nome?

- Caroline doutor Sloan.

- Você me conhece?

- Conheço, se eu contar como você nem vai acreditar.

- Me conte.

- é melhor não a doutora Montgomery não vai gostar.

- Pode falar se você não falar o Mark não vai me deixar em paz.

- Eu te conheço porque você é meu tio.

- Como assim, você é sobrinha dele? Mark você nunca me contou que tinha uma irmã ou irmão.

- E não tenho.

- Me explica isso melhor querida.

- Você é minha mãe.

- Eu não tenho filhos infelizmente eu não posso ter filhos meu bem, mas se eu tivesse eu iria querer que ela fosse que nem você.

- Eu posso provar que eu sou sua filha.

- Como? Caroline tira do bolso uma medalhinha

- Você me deu quando eu tinha seis anos, você e a mãe tinham brigado e você ficou com a Sarah e a minha outra mãe ficou comigo.

- Posso ver?

- Pode.

- Mark essa medalhinha é igual a que era da minha mãe eu não sei onde enfiei o par, muito convincente, mas não prova nada, já que eu teoricamente sou sua mãe você teria que saber algo sobre mim.

- Você e a tia Amelia são praticamente irmãs, você estudou na Columbia, a vovó bizzy e você não se dão bem o vovô tem apelido de capitão, o tio Arche é neurocirurgião sua melhor amiga é a tia Naomi você ajudou a tia Amelia quando ela teve o aborto.

- A Amelia sofreu um aborto?

- Isso foi a muito tempo eu nunca contei pra ninguém como você sabe disso?

- Eu sou sua filha você me contou.

- Isso é impossível, mas eu acredito em você. Addison abraça Caroline

- Eu preciso ir atras da minha irmã antes que ela faça alguma besteira.

- Irmã eu tenho outra filha?

- Tem mas ela é a cara da nossa outra mãe.

- Quem seria sua outra mãe?

- Meredith Grey.

- Isso não é possível.

- Claro que é. Caroline pega seu celular e coloca um áudio de Addison pra tocar

- Carol fala pra Mer que eu vou me atrasar tenho uma consulta de última hora com uma paciente muito importante amo vocês.

- Viu, você mandou esse áudio ontem. Enquanto isso com Sarah, a menina estava com Meredith

- Você não cansa não?

- O que eu tenho que fazer pra provar que sou sua filha?

- Me diz o que você sabe sobre mim.

- Você é Meredith Grey é filha de Ellis Grey e Thatcher Grey tem três irmãs, Molly, Lexie e Meggie você acha que gosta do Shepherd, mas é apaixonada pela mamãe, mas não tem coragem de admitir, sua mãe nunca te deu atenção e teu pai te abandonou pra ficar com outra família e quando você era criança você viu sua mãe tentar se matar.

- Eu nunca disse pra ninguém como você sabe disso?

-Eu sou sua filha doutora Grey você me contou isso. Meredith sorri aquela garota realmente era sua de alguma forma ela era sua

- Você é minha filha onde esta sua irmã?

- Com a mamãe.

- Ela vai se meter em confusão, doutor Burke.

- Diga doutora Grey.

- Sabe me dizer onde está a doutora Montgomery?

- Vindo ali. Meredith vê Addison se aproximando com Caroline

- Carol você conseguiu?

- Claro sou uma Montgomery Grey.

- Fala baixo quer que o hospital inteiro saiba.

- Desculpa.

- Meninas eu preciso que vocês me expliquem o que está acontecendo.

- Addison, a tia Arizona estava testando uma máquina no tempo e a gente se ofereceu para ajudar não era pra maquina voltar de verdade no tempo era pra relembrar só as memorias e der repente estamos aqui.

- Pode me chamar de mãe é o que eu sou, não é? Sarah sorri

- Doutora grey quem são essas meninas?

- São filhas de pacientes doutora Bailey elas se perderam Addison e eu estamos tentando localizar os pais.

- Façam isso rápido.

- Sim senhora.


 

 

 


Notas Finais


espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...